sábado, 5 de outubro de 2019

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (53º Capítulo)

Adorei o feedback dos leitores relativamente as revelações do capitulo da semana passada de "Tinha Tudo Para Correr Mal". Acreditem que ainda faltam muitas mais coisas serem reveladas, mas vamos com calma, até se desvendarem os segredos, ainda existem muitas aventuras...
"Chego sorrateiramente ao meu quarto de hotel, enquanto vou fazendo algumas orações psicológicas, para que o meu irmão não tenha percebido que não dormi no nosso quarto. Vejo duas portas à frente o Dinis a fazer o mesmo, mas não tão cuidadoso como eu. Tento abrir a porta sem fazer barulho. Entro devagarinho e em bicos de pés, mas fico admirada, as janelas estão abertas tal como estavam ontem à noite a luz que entra no quarto faz-me perceber que não só eu não dormi no meu quarto, como o meu irmão também não.
Volto a sair para o corredor, e encontro o Dinis parado à minha porta. Isso é um tanto ou quanto assustador porque aparentemente ele estava em dúvida se devia ou não bater à porta.
- O meu irmão não está! - Digo.
- O Rodrigo também não está no quarto, mas encontrei isto. - Diz ele mostrando-me uma daquelas folhas que encontramos sempre nas mesas de cabeceiras dos quartos de hotel.
"Estamos todos no quarto da Ana e do Ivo"
Por que motivo foram todos para aquele quarto? O que se terá passado? Duvido que seja algo urgente pois caso contrario eles tinham mandado uma mensagem ou ligado.
- Ah! E o Rodrigo deixou isto! - Era o segundo cartão de acesso ao quarto.
- Seja o que for que aconteceu, eles queriam mesmo a nossa presença! - Brinco enquanto fecho a porta e avanço pelo corredor.
Abrimos a porta do quarto que estava destinado ao casal do grupo e para nossa surpresa, encontramos a Eduarda, a Joana, e o Rodrigo, sentados no chão a jogar cartas a dinheiro.
É óbvio que a Eduarda está a ganhar. Ainda bem que esta gente quando joga a dinheiro joga apenas por cêntimos quase contrario o Rodrigo estaria sem casa e a Joana sem carro.
- Sejam bem-vindos! - Exclama a Eduarda com um sorriso sarcástico. - Tragam os vossos cêntimos e sentem-se aqui!
- O meu irmão? - Pergunto olhando em volta.
- Pensávamos que ele estava no vosso quarto, mandamos uma mensagem a avisar que estávamos aqui, mas como não veio, pensávamos que estava a dormir. - Explicou a Joana.
Fiquei sem saber o que responder. Não queria assumir que tinha passado a noite com o Dinis.
- Mas porque é que vocês estão aqui? - Perguntou o Dinis enquanto procurava algumas moedas castanhas nos bolsos.
- Porque decidimos fazer uma boa ação e deixa-mos a Ana e o Ivo ficarem no nosso quarto... - Disse a Joana rindo.
- Estão a treinar para as núpcias. - Respondeu Eduarda rindo enquanto contava o seu dinheiro. - Vais ser bonito ir comprar tabaco com estas moedas todas!!!
- Se vestires aquelas tuas calças rotas, passas bem por mendiga! - Atacou o Rodrigo, todos nos rimos pois a Eduarda adora as suas roupas "de mendigo".
- É realmente engraçado que a tenha saído uma frase tão criativa de uma cabeça que tem buracos que as minhas calças. - Respondeu ela baralhando as cartas. - Vocês, querem jogar?
- Sim. - Respondo atirando dois cêntimos para o centro do circulo que fizemos.
- Vamos a isso. - Respondeu o Dinis. - Mas não vais ser tu a baralhar as cartas!
Ele tirou o baralho das mãos da Eduarda que começou a sorri. Já tinha reparado que enquanto conversávamos ela estava a baralhar as cartas de uma maneira especifica, sei bem o que ela estava a fazer: estava a fazer macete. E depois do que contei ao Dinis na noite passada ele também deve ter reparado no mesmo.
- O segredo não está baralho! - Respondeu a Eduarda, depois levou o dedo indicador à cabeça e bateu com ele. - Está aqui!
- Então porque é que estavas a baralhar as cartas? - Perguntei enquanto me ria. Eu sabia a resposta. Era aborrecido jogar com a Joana e com o Rodrigo, e tecnicamente ela não estava a fazer batota, estava a torar partido das suas capacidades.
- Está aberta! - Gritou a Eduarda.
- Não me digam que passaram a noite a jogar a dinheiro! - Disse o meu assim que entrou no quarto e viu o que estávamos a fazer.
- Não me digas que passaste a noite toda a dormir! - Brincou a Eduarda. - Senta-te, fica por aqui, eu pago o pequeno-almoço! - Brincou enquanto apontava para o pequeno tesouro de moedas castanhas que tinha conseguido.
- Onde é que arranjaram tantas moedas castanhas? - Perguntou o Dinis.
- Eu fui a bar com uma nota de cinco, o Rodrigo foi à loja das recordações, e a Eduarda trouxe de casa 20 euros em moedas de cêntimos! - Explicou a Joana.
Eu, o Dinis e o meu irmão ficamos parados a olhar para Eduarda, que neste momento tinha o dobro das moedas que tinha trazido.
- Sempre que tenho moedas castanhas guardo-as numa garrafa... Como estava quase cheia achei que as devia investir nos nossos jogos.
- Cada vez te acho mais estranha! - Disse o Dinis fitando a Eduarda.
- E ainda não viste nada! - Digo eu rindo.
Fitei os meus amigos enquanto eles viam as cartas que tinham nas mãos, prontos para mais uma derrota contra a Eduarda e só nesse momento é que me lembrei de algo que ela tinha dito na manhã do dia anterior e desatei a rir. Como é que uma pequena frase pode ser tão certeira... Ela ontem disse "Alguma coisa me diz que ninguém vai dormir no quarto que lhes está destinado!" e tinha toda a razão."

 1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo |

Espero que tenham gostado mais deste capítulo, agora vamos ver o que vai acontecer neste tão desejado fim de semana.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

18 comentários:

  1. Uma estória interessante

    Feliz fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Continuo a acompanhar com muito interesse.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Bom fim de semana, Teresa ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. haha sempre história super divertidas! bom domingo!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderEliminar
  5. Este capítulo foi assim mais soft, por isso fico a aguardar ansiosa pelo próximo :)

    ResponderEliminar

Instragam