sábado, 22 de setembro de 2018

Tinha tudo para correr mal (3º Capítulo)

Confesso que estou muito feliz por estarem a gostar da história. As critica tem sido muito positivas o que me dá cada vez mais vontade de continuar.


Se ainda não leram...
1º Capítulo | 2º Capítulo


"Aproveitei a viagem de elevador para me ver mais uma vez ao espelho. Calças de ganga, uma camisa e um blazer que me favorecia a cintura.
Nada mal!
A maquilhagem estava simples e favorecia os meus olhos verdes. O meu cabelo curto estava todo espetado (estilo ouriço) e a repa estava esticada. Notava-se bem as madeixas loiras e o bâton escuro favorecia-me bastante.
Resumindo, fiz um bom trabalho!
Cheguei ao café um pouco antes da hora marcada, sentei-me na mesa mais escondida mas com uma boa visão da porta. Estava a meio do meu café quando ele entrou, procurou-me e sentou-se à minha frente. Eu estava paralisada, ele era ainda mais giro ao vivo e a cores!
Oh aqui está a famosa faísca! Eu não estava errada havia aqui muita, mas mesmo química! Até eu que durante dos anos de escola nunca tinha sido boa a química conseguia perceber que aqui havia química e muita reação entre dois corpos que se atraem!
A conversa estava fluir e finalmente estava a sair dos banais "olá tudo bem, que tens feito?" quando pelo quanto do olho vi a porta do café abrir.
Instantaneamente deixei de ouvir o meu amigo comprometido, as mesas do café rodavam à minha volta, acho que o meu coração parou de bater. Qual era a probabilidade de isto acontecer!?
Era bem provável que eu estivesse, roxa, amarela ou azul... Ou então estava das três cores, não acreditava quem tinha entrado. Na porta a fitar os bolos na montra estava o meu melhor amigo, o Artur!
Olhei outra vez antes de deixar de respirar, ali estava o Artur com o seu fato de corte perfeito, o seu cabelo preto ondulado e impecavelmente penteado. Era dos homens mais elegantes que eu conhecia, e também era o mais gay... OK, em minha defesa devo dizer que ele é o único gay que conheço. 
Olhei novamente em volta. Não havia escapatória possível, para chegar à saída ou à casa de banho tinha que passar pelo Artur. Então levada pelo pânico escondi-me debaixo da mesa.
- O que é que estás a fazer? - Perguntou o "meu amigo comprometido". - Não te imaginava tão atrevida!
- Cala-te! - Ordenei dando-lhe um murro na perna - O gajo que acabou de entrar é meu amigo e não quero que ele me veja contigo!
Foram uns segundos de silêncio como se ele estivesse a fitar a porta...
- Artur!!! - Exclamou o meu amigo.
- Olá meu, que fazes por aqui? - A voz do Artur estava a aproximar-se.
A minha primeira pergunta foi:
Como é que estes dois se conhecem? 
Ah! Espera lá o Artur conhece meio mundo e a outra metade conhece-o a ele.
Segunda pergunta:
Será que ninguém limpa o chão por baixo das mesas?
Tendo em conta o cotão, é provável que não. 
Estava com as mãos sujas, despenteada e o Artur tinha-se sentado naquele que tinha sido o meu lugar e pelos vistos não estava com pressa de ir embora.
- Estava à espera de uma pessoa, mas acho que ela não vem! - Disse o "meu amigo comprometido". - Mas e tu, o que é que fazes aqui?
- Vim encomendar uns sapatos aqui na loja ao lado. Aproveitei que ainda tenho algum tempo para tomar um café.
- Ainda bem que a gente se encontrou! Sempre vai dar para colocar a conversa em dia!
Boa Amigo! Sempre desejei estar de rabo para o ar, debaixo de uma mesa cheia de pó, enquanto o meu melhor amigo e o sujeito com quem eu não me deveria envolver "colocam a conversa em dia".
- Então e a tua namorada está boa?
A sério Artur!??? Por favor cala-te e não tornes a situação pior.
- Está boa! Vamos morar juntos!
Piorou drasticamente, se eu me conseguisse mexer ia de certeza absoluta bater com a cabeça na parede!
Senti um chuto no meu rabo. O meu amigo gay decidiu cruzar a perna.
- Oh desculpa! - disse o Artur.
- De quê?
- Então chutei qualquer coisa por baixo da mesa...
Dei uma sapatada na perna do meu amigo/inimigo/não o sei o que lhe fazer só para lhe lembrar que eu ainda estava ali.
- Deve ter sido a perna da mesa. - Explicou o "meu amigo comprometido".
- Parecia fofo de mais para ser a perna da mesa, mas ok.
Ah boa! A minha situação é má, deprimente e lamentável, mas pelo menos o meu rabo é fofo! Já recuperei a esperança num futuro risonho como modelo de cuecas!
Finalmente as despedidas começaram, e depois,  percebi que o Artur se tinha afastado. Algum tempo depois o "meu amigo comprometido" espreitava para baixo da mesa e ria-se. Ajudou-me a sair de baixo da mesa e fitava-me com um ar divertido. Eu estava uma lástima!
- Bem suponho que hoje vamos ficar por aqui...
- Hoje e talvez nos próximos tempos... 
- Edu, estás a dizer porque estiveste debaixo da mesa, e estás despenteada e suja... E mal disposta!
- Até pode ser, mas é melhor assim.
Estiquei-me para lhe dar um beijo na cara, mas depois disso ele agarrou-me e beijou-me. Estava a ser o melhor beijo da minha vida, aqueles beijos que vimos no cinema e que nos cortam a respiração. 
Queria flagelar-me por estar a gostar tanto, e depois passou-me pela cabeça que até podia ser ele a flagelar-me numa sessão de sexo louco e despido... Ai!
Afastei a ideia, e afastei-me dele, ficamos a olhar um para o outro até eu me afastar."

E então, estão a gostar? O que acham que vai acontecer a seguir?

Acompanhem também as novidades no Instagram (@pequenabonecadetrapos) ou no Google+.

10 comentários:

  1. Como não? Só de imaginar a cena fartei-me de rir.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Ri-me muito com a cena da mesa, mas também tem o lado angustiante de ter ouvido o que ouviu. Estou mesmo curiosa para saber o que acontecerá a seguir!

    ResponderEliminar
  3. Se a tua vontade for essa,
    continua subindo no elevador
    para chagares mais depressa
    lá em cima te espera o amor!

    Sorrindo,tenhas um bom dia de Domingo!

    ResponderEliminar
  4. Fartei-me de rir com a descrição e o monólogo da personagem principal. Agora falta saber se ele disse que ia morar com a namorada só para se meter com ela ou se é mesmo verdade.
    Estou a adorar.
    Quero mais!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Olha que cena ahahahahah , não sei, mas acho que vai ficar por aqui, digo eu :)
    Bjxxxx bom inicio de semana.

    ResponderEliminar
  6. Estou a gostar imenso e mortinha pro saber como é que isto se vai desenrolar!
    https://jusajublog.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. Essa é uma daquelas situações que já aconteceu connosco ou com alguém que conhecemos, e nunca acaba bem.

    ResponderEliminar

loading...