Translate

sábado, 27 de junho de 2020

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (88º Capítulo)

É claro que o S. João não podia passar em branco nesta história, e claro que estando a história de "Tinha Tudo Para Correr Mal" atenta à atualidade, se adaptou à esta nova realidade também.
"- Devo confessar que tudo isto é muito estranho... - Digo roubando uma pequena rodela de chouriço assado que levei à boca com um pequeno bocado de broa.
- Do que é que estás a falar? - Pergunta o Dinis que está ocupado demais a grelhar as carnes e as sardinhas enquanto eu vou servindo e cortando as mesmas.
- Pensei que ia gostar... Mas não gosto... 
- Por vezes as coisas são mesmo assim... Criamos tantas expectativas sobre as coisas e sobre as pessoas e depois quando percebemos que as pessoas são apenas normais ficamos aborrecidos... - Responde ele, mas por algum motivo tenho a sensação de que não estamos a falar da mesma coisa.
- Vamos criando hábitos ao longo dos anos, e por muito que ano após anos a gente reclame, a verdade é que quando as coisas acontecem como a gente quer, ficamos desiludidos...
- Não tens que o deixar só por causa disso... Basta aceitares que as coisas não são como foram durante anos...
- Deixa-lo??? - Pergunto surpreendida, afinal eu tinha razão, não estávamos mesmo a falar da mesma coisa. - Estás a falar do quê?
- Isso pergunto eu! - Exclama o Dinis confuso. - Pensei que estava a falar do David!
- Não! - Exclamo surpreendida. - Estava a falar do S. João!
- Agora fiquei confuso! - Exclama ele fitando-me com um ar muito admirado.
- Durante anos reclamei do facto de começarmos a jantar antes do fogo de artifício começar, durante anos reclamei do vizinho do lado direito, passei anos a fio a reclamar por mil e uma coisas, porque nunca nada acontecia como estava planeado... E este ano, tudo corre como planeado e eu não posso reclamar sobre nada!
- Basicamente estás a dizer que estás aborrecida porque não podes reclamar de nada! - Brinca ele rindo.
Tenho que soltar uma gargalhada por ver as coisas expostas naqueles termos... Mas a verdade é que ele tem razão.
- Sim... Resumidamente é isso.
Estamos os dois a rir e a beber cerveja quando a Carlota e o Ivo se aproximam.
- Já estão quase pronto? - Pergunta o Ivo, o Dinis faz um aceno com a cabeça. - Devo confessar que agora percebo que durante anos fiz muito mal o meu trabalho! 
Nova onda de sorrisos.
- E o balão? Sei que é ilegal e tal, mas tendo em conta que nem podemos sair de casa, acho que era engraçado laçarmos um balão... Além disso a bebé Vitória ia gostar, e era engraçado começarmos a criar uma tradição para as crianças...
Serei a única a ouvir um plural? Quer dizer, só existe uma criança neste grupo, e apesar de a Liliana, ser muito jovem, não acredito que seja a ela que a Carlota se está a referir.
De repente percebo que a Carlota está a chamar todo o grupo, incluindo a própria mãe para junto do grelhador e do cheiro a sardinhas assadas. 
- Eu e o Dinis temos uma coisa para vos contar... - Começa ela.
E pronto, eu finalmente eu tenho a certeza. Ela está grávida. Ela e o Dinis vão ser pais!!!
Todos celebramos e abraçamos o casal, na verdade, até eu estou muito feliz por eles. Eles vão ser excelentes pais, e acima de tudo estão felizes e orgulhosos. Sim, sem dúvida alguma que esta criança vai ser feliz.
- Vocês vão ser uns ótimos pais... - Diz O Rodrigo abraçando a Carlota.
Neste momento sinto um frio na espinha, e lembro-me que apesar da felicidade e da alegria que ele e a Joana sentem pelos amigos, também eles perderam um filho em silêncio.
- Não te preocupes... - Segreda-me a Joana - Eu estou bem, e feliz por eles... Além disso, agora tenho a Lili e a Vitória... Acredites ou não elas são como filhas para mim...
Consigo sorrir ao perceber que a Joana seguiu com a sua vida depois do aborto, e que criou a sua família ajudando aquela adolescente e a sua filha. Sim, ela tem a sua própria família. 
- Um brinde à família! - Grita a Ana erguendo uma garrafa de cerveja.
Tenho que sorrir, todos crescemos, tivemos que suportar a morte e a perda, tivemos que crescer, ficar em confinamento, em apenas um ano, deixamos de ser seis, e hoje somos mais e mais fortes. A Joana encontrou a sua família, na Lili e na Vitória, a Ana e o Ivo casaram. A Carlota e o Dinis vão ser pais, o Artur está finalmente numa relação estável com o Fábio. O Rodrigo cresceu de uma forma inacreditável, e está muito mais maduro e confiante. E eu... Bem, revelei a minha identidade como a Agente, e estou numa relação que gosto e me deixa feliz... Não sei se vai durar, mas este momento, este instante em que estamos todos juntos, vai sempre ficar na minha memória, somos várias famílias, somos todos amigos, e somos o nosso próprio núcleo."

Gostaram deste capítulo e das surpresas? O que acharam da surpresa?

1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo | 61º Capítulo | 62º Capítulo | 63º Capítulo64º Capítulo | 65º Capítulo | 66º Capítulo | 67º Capítulo |

5ª Parte - Eduarda
68º capítulo | 69º capítulo | 70º Capítulo | 71º Capítulo72º Capítulo73º Capítulo74º capítulo | 75º Capítulo | 76º Capítulo | 77º Capítulo | 78º Capítulo | 79º Capítulo | 80º Capítulo | 81º Capítulo | 82º Capítulo | 83º Capítulo | 84º Capítulo | 85º Capítulo | 86º Capítulo | 87º Capítulo |

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

10 comentários:

  1. Um S. João diferente, mas com uma novidade muito especial :D

    ResponderEliminar
  2. Gostei. Mas e o Rodrigo? Cresceu está mais maduro e confiante. Mas e o amor que sentiu pela Joana? E a dor da perda do filho? E a culpa que ele sentia por se julgar culpado dessa perda? Resolveu?
    Abraço, saúde e bom domingo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que foi um pouco dessas coisas todas, mas a questão não está esquecida!

      Eliminar
  3. Bom dia e boa semana
    com alegria
    que é Verão, e faz bem à alma
    e ao coração '_~))

    Beijinhos.

    ResponderEliminar

Instragam