Translate

sábado, 22 de fevereiro de 2020

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (71º Capítulo)

Ao que parece o capítulo da semana passada do "Tinha Tudo Para Correr Mal", deixou muita gente surpreendida, hoje decidi aliviar um pouco a tensão do capítulo anterior.
"Já dizia o famoso Paulo Coelho, "não existe nada de completamente errado no mundo, até o relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia", e é bem verdade.
Depois das revelações do Rodrigo fiquei um tanto ou quanto em choque. Entendo perfeitamente a atitude da Joana, eu própria teria agido da mesma maneira ou ainda pior, mas mesmo assim, ver o desespero do Rodrigo deixou-me inquieta, preocupada mas acima de tudo triste. Ele até pode ter sido um mulherengo, um leviano, mas a vida tramou-o e castigou-o de uma forma que causa dor só por saber o que aconteceu.
Nem parece meu estar tão focada num problema, acho que fiquei mesmo em choque, e sou retirada dos meus pensamentos por uma pequena agitação no centro da pista de dança, demoro alguns momentos até perceber que as jovens solteiras se estão a reunir para o tradicional lançamento do ramo da noiva.
- Não te juntas a elas? - Pergunta um jeitoso que estava ao meu lado no bar, rapidamente reconheço o primo do Ivo e do Rodrigo, aquele jeitoso que conheci no aniversário do avô deles quando me fiz passar por namorada do Rodrigo.
- Olá, ainda não te tinha visto... Pensava que a família te tinha deserdado... - Brinco mostrando meu melhor sorriso.
- Até parece que andavas à minha procura... - Responde ele oferecendo-me outra bebida.
- Por acaso não andei... Mas também não é normal passares despercebido! - Respondo.
- Aceito o elogio...
Tenho que me rir, nada convencido sem dúvida alguma...
- E então não me respondeste... Não vais para a luta com as outras solteiras...
- Não faço parte dessa equipa...
- Como assim, não me digas que tu e o Rodrigo já casaram... - Diz ele com um sorriso, sei perfeitamente que ele sabe que eu e o Rodrigo nunca namoramos, mas gostei da maneira subtil que ele arranjou para descobrir o meu estado civil.
- Nada disso, mas sou divorciada, aquilo - Digo apontando para a pista de dança onde as várias jovens mulheres escolhem os melhores lugares - é para aquelas que ainda não sabem o que é estar casada.
- Então estás livre... Hum posso convidar-te para um copo?
- Já não estamos a beber? - Pergunto mostrando o meu copo.
- Fora de todo este ambiente romântico e festivo... Algo normal, como visitar um manicómio, uma rua escura ou uma casa assombrada... Não te quero afastar muito do teu lado negro! - Brinca ele conseguindo roubar um sorriso meu.
- Gosto do teu conceito de normalidade! - Respondo.
- Edu!!! Junta-te a nós! - Diz a Ana, eu sei que parece um pedido mas é uma ordem.
- Não é preciso, não quero casar outra vez! - Respondo rindo.
- Isto é válido para todas as mulheres descomprometidas... - Diz ela.
- Solteiras... - Acrescento eu.
- Vá, vai lá se apanhares o ramo eu peço-te em casamento... - Brinca o primo do Ivo.
Só agora é que reparei que nem me lembro do nome dele, mas também não vou dar o braço a torcer.
- Mais um bom motivo para não o apanhar não te parece? - Pergunto enquanto me rio da situação.
- Concordo, ia ser constrangedor casar com uma mulher que considera normal uma noite numa casa assombrada... - Brinca ele. - Mas vai fazer a vontade à Ana e dá o teu melhor para não apanhares aquele ramo.
Arrasto-me contrariada para a pista de dança, mas deixo-me ficar longe de toda a confusão. Nunca percebi a euforia de alguma mulheres com este momento das festas de casamento, será que estão assim tão desesperadas?
- 1... - Conta a Ana já de costas enquanto prepara o lançamento. - 2... E...
Nenhum ramo voou nem na minha nem em nenhuma direção, Espero que isto não seja uma partida de mau gosto.
Então a Ana, caminha calmamente e dirige-se à Carlota e entrega-lhe o ramo.
A desgraçada da Carlota nem sabe o que está a acontecer e quando eu consigo começar a organizar as ideias as luzes apagam-se e apenas um holofote atrás de mim acende-se.
Não pode ser!!! No centro holofote está o Dinis... E então faz-se luz na minha cabeça... Isto foi tudo encenado.
- Olá a todos! - Diz o Dinis cumprimentando a plateia.
Aproximo-me da Carlota é provável que ela vá desmaiar com tantas emoções.
- Provavelmente quase ninguém me conhece, e ainda bem, porque se isto correr mal a minha humilhação ia ser bem maior. - Continua o Dinis enquanto isso a Ana e a Joana já abraçaram a Carlota que já começou a chorar. - Antes de mais quero agradecer à Ana e ao Ivo o facto de não se importarem... Aliás eles até deram mesmo muita força para isto acontecer. Vocês são os melhores vizinhos de sempre! - Brinca ele.
É incrível como ficou tudo em silêncio...
- No verão passado conheci uma mulher espetacular, uma mulher genial e ao mesmo tempo a pessoa mais modesta que eu conheci... E desde então estou loucamente apaixonado... Nunca pensei em casar, mas a verdade é que eu quero essa mulher na vida para sempre.
Tal como nos filmes, ele pousa o micro, aos poucos nós vamos arrastando a Carlota para junto dele, então quando ela está a chorar agarrada ao ramo da Ana e em frente a ele, o Dinis ajoelha-se e abre uma bela caixa com um lindo anel. - Carlota, aceitas casar comigo?"

Eu disse que este capítulo ia ser mais leve, não disse que não ia ser emocionante! Espero que tenham gostado... Já agora, qual será a resposta da Carlota?

1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo | 61º Capítulo | 62º Capítulo | 63º Capítulo64º Capítulo | 65º Capítulo | 66º Capítulo | 67º Capítulo |

5ª Parte - Eduarda
68º capítulo | 69º capítulo | 70º Capítulo |

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

11 comentários:

  1. Pedido de casamento? Confesso que acho um pouco fora do contexto aqui, mas a ver vamos o próximo capítulo.

    ResponderEliminar
  2. Thank you for your visits to my blog. How I wish my language skills allowed me to better appreciate yours.

    ResponderEliminar
  3. Põe emoção nisso :O ahahah
    Muito curiosa para saber o que acontece a seguir!

    ResponderEliminar
  4. Continuação de um resto de bom domingo:)
    Beijocas*

    ResponderEliminar
  5. I like the way you change up the emotions in every chapter.

    www.fashionradi.com

    ResponderEliminar

Instragam