Translate

sábado, 15 de fevereiro de 2020

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (70º Capítulo)

Finalmente chegou o grande evento do ano, pelo menos para as personagens da história do "Tinha Tudo Para Correr Mal", hoje temos um capítulo dedicado ao casamento da Ana e do Ivo, e como podem ver até os bonecos estão vestidos a rigor.
"Como seria de esperar o casamento da Ana e do Ivo foi perfeito, pelo menos até ao momento, todos estão satisfeitos e com os pés por baixo da mesa, mas ainda só agora é que começou a escurecer, e os noivos ainda não partiram o bolo...
- Vamos dançar? - Pergunta o Dinis à Carlota que aceitou com um largo sorriso.
- Queres vir dançar comigo? - Pergunta o Rodrigo à Joana.
- Desculpa, mas não, os sapatos estão a aleijar-me.
O amor está no ar... Mas não nesta mesa. Nesta mesa o amor é unilateral até porque eu sei, que, por debaixo do vestido comprido a Joana já calço umas sapatilhas.
- Anda lá desgraçadinho... Eu vou dançar contigo! - Digo levantando-me e a Joana agradece-me com o olhar, não sei o que se passou entre eles, mas a verdade é que a guerra fria, é bastante morna comparada com o ambiente que se vê entre estes dois desde o verão passado.
- Obrigada por me salvares da humilhação. - Diz o Rodrigo quando já estamos abraçados na pista de dança.
- Não precisas de agradecer... Já me safaste de muitas situações... - Digo lembrando-me de todas as vezes que ele se fez passar por meu namorado ao longo dos anos. - Não sei o que se passou entre vocês, mas com o tempo de certeza que vai ficar tudo bem...
- O que se passou, não é algo que passe com o tempo... É algo que fica connosco para sempre!
Confesso que fico curiosa, mas não tenho o direito de perguntar seja o que for, além disso é bem provável que o Rodrigo esteja a exagerar.
- De certeza que não foi nada assim tão grave... Além disso vocês são os dois adultos, vão acabar por resolver as coisas... Afinal vocês continuam amigos...
- Não sei se podemos considerar isto de amizade... - Diz ele, sinto uma certa tensão no seu corpo, um peso que parece tornar os seus pés em chumbo, existe algo mais e pelos vistos não é imaginação dele.
- Não digas isso... - Digo tentando anima-lo.
- Tenho sida! - Diz ele tão de repente que por momentos pensei que ele estava a brincar, mas quando olho para o seu rosto vejo uma estranha dor, uma tristeza que nunca tinha visto naqueles olhos castanhos. - Queres vir lá para fora? Preciso de desabafar com alguém...
- Sim claro.
Saímos para o exterior e passeamos pelos jardins da quinta. Não sei o que dizer, por isso vou apenas esperar que ele fale.
- No verão passado descobri através de umas análises de rotina que tinha sida...
Não sei como é que ele me está a dar uma informação destas de forma tão calma, eu de certeza que me ia passar da cabeça de fosse portadora do vírus HIV.
- Mas...
- Está sobre controlo, estou a ser medicado, e não existe motivo para preocupações... O médico diz que eu posso viver uma vida quase normal e é isso que tenho feito...
- Ainda bem. - Digo sentindo um estranho alivio. - Tu e a Joana... Vocês andavam juntos não andavam?
- Sim...
- Foi entre vocês a transmissão do vírus? 
- Bastou uma vez... Bastou termos relações desprotegidas apenas uma vez, mas não, eu não transmiti nada à Joana.
- Mas então porque é que dizes que bastou uma vez...
- Porque bastou essa vez, para eu achar que tinha sido ela a passar-me esta porcaria... - Responde ele sentando-se, sento-me obedientemente ao seu lado - Quando eu soube que tinha sida, fui imediatamente confronta-la... Fui tão estúpido, conceituoso... Só porque ele teve a profissão que teve antes de andarmos juntos... Nem lhe contei, nem coloquei a hipótese de ter sido eu com os meus comportamentos de risco a causar este mal a mim mesmo. Eu ataquei-a logo, nem me preocupei com a hipótese de não ter sido ela, e ela também estar afetada.
Apesar de perceber o desespero dele, percebo o quanto aquilo deve ter magoado a Joana. Não a posso criticar, mas não consigo deixar de perceber o turbilhão que ia na cabeça do Rodrigo naquele momento.
- O pior foi que ela estava de bebé... E perdeu o bebé no espaço de uma semana depois da nossa conversa... Ela teve um aborto espontâneo e não consigo tirar da cabeça que a culpa foi minha! - Diz ele começando a chorar como uma criança assustada.
Estou completamente atónita com todas estas informações. Não sei o que dizer, não sei como reagir, quero ajudar e não sei como.
- Fico muito feliz pelo Ivo e pela Ana, a sério que fico, mas não deixo de pensar que devíamos ser eu e a Joana no altar com o nosso bebé...
Vê-lo quebrar-se em mil bocados está a partir-me o coração... E eu nem sou sentimentalista.
- Quem é que sabe disto? - Pergunto.
- Tu, eu e a Joana... Não contei a ninguém, não quero que ninguém saiba, tenho vergonha das minhas atitudes, da minha estupidez...
- Estás a dizer que não desabafaste com ninguém durante mais de meio ano? - Pergunto admirada por ele ter conseguido esconder tudo isto sem se ir a baixo.
- Sim... Mas precisava mesmo de desabafar... Já não aguento mais, sinto-me um tolo, um idiota, e não consigo olhar para a Joana sem me lembrar do quanto a amo e do quanto a magoei... Porque é que magoamos sempre as pessoas de quem gostamos?
- Porque é mais fácil.... - Respondo abraçando-o enquanto ele chora, neste momento não posso fazer mais nada a não ser estar ao lado dele."

1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo | 61º Capítulo | 62º Capítulo | 63º Capítulo64º Capítulo | 65º Capítulo | 66º Capítulo | 67º Capítulo |

5ª Parte - Eduarda
68º capítulo | 69º capítulo |



Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

11 comentários:

  1. Olá, Teresa!
    Não conheço o título… É algum conto seu?
    Se sim, parabéns :)
    Beijinhos


    http://tudosoblinhas.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Um capítulo emocionante.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  3. Este surpreendeu-me, não esperava que o episódio sobre o casamento tivesse como ponto central esta revelação.

    ResponderEliminar
  4. Um capítulo que nos inquieta, até pelo tom proximal!

    ResponderEliminar
  5. Segredos
    uns por revelar
    outros no seu lugar -,*)))))))))))))

    Um bom dia com alegria
    e boa semana também
    Beijinhos-,`



    ResponderEliminar

Instragam

Follow Us @soratemplates