Translate

sábado, 14 de março de 2020

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (74º Capítulo)

 No capítulo da semana passada, algumas pessoas ficaram desiludidas com o facto de eu ter "decidido" privar a Ana e o Ivo da sua lua-de-mel. A verdade é que sempre adaptei a história à realidade, mantendo as publicações alinhadas com as datas festivas, e outros acontecimentos. Infelizmente a situação do COVID-19 veio alterar os planos que eu tinha para o casal da história, mas achei que o deveria fazer, pois acredito que infelizmente algo semelhante terá acontecido a alguém que planeava uma viagem. Mas não fiquem tristes eles vão encontrar uma solução.
"- O que é que se passa com as pessoas? Vim agora do supermercado e aquilo está um circo... - Diz a Ana entrando em casa.
- A quem o dizes, estive quase 45 minutos na fila para pagar uma embalagem de tampões, um pacote de arroz e dois peitos de frango... - Reclama a Joana.
- Alguém sabe do meu primo? - Pergunta o Ivo.
- Sei, estava na fila do supermercado também, com umas vinte pessoas à frente dele... - Responde a Ana. - Ele disse que depois vem cá ter.
Pelo andar das coisas nem amanhã, ele chega cá, mas vamos ser positivos, já temos más noticias que cheguem.
- Novidades nos vossos trabalhos? - Pergunto.
- Continuamos a trabalhar, com os devidos cuidados, mas para já não vale a pena lançar o pânico. - Diz o Artur. - Nada de ginásio, passeios no shopping, cinema... Bem todas essas coisas...
Quem me dera ir trabalhar sair de casa, mas o meu editor chefe, achou que era boa ideia a Agente ficar de "quarentena" para dar o exemplo. Por isso os meus dias têm sido em frente da televisão a ver as notícias e a preocupar-me com o estado da situação portuguesa.
Subitamente o toque da campainha soou, a Ana foi abrir a porta e por ela entrou uma versão da Carlota que se deslocava a alta velocidade.
- Não devias de estar a trabalhar? - Pergunta o Dinis enquanto ela corre para a casa de banho para lavar as mãos.
- Devia! . Grita ela da casa de banho. - Mas demiti-me! Não aguentava mais! Estou há quatro dias a fazer 12 horas de trabalho, a aturar as pessoas que se matam nas filas para a caixa, a ajudar na reposição, e sabem que mais? As pessoas parecem selvagens! Simplesmente não aguento mais, preciso de dormir!
Consigo compreender o desespero dela, basta olhar para as suas olheiras, para o seu rosto cansado. O Ivo também não está com melhor cara, apesar de ter o seu próprio consultório ele tem ido ajudar nos hospitais e está igualmente de rastos. Começo a temer que a exaustão que algumas pessoas estão a sentir seja mais mortal que o vírus.
- Como está a situação no hospital? - Pergunta o Dinis ao Ivo.
- Está mal, apesar de estarmos preparados para enfrentar a doença, não estamos preparados para lidar com a pandemia, principalmente porque muitas pessoas se estão a expor e a expor outras ao vírus desnecessariamente. Se as coisas fossem acontecendo tudo iria correr relativamente bem... Com estes tipos de comportamento confesso que tenho receio.
- Achas mesmo que isto vai piorar? - Pergunto, apesar de já saber a resposta.
- Depois deste fim de semana, depois desta corrida Às compras? Sim, eu arriscaria a dizer que o número de contaminado vai duplicar ou triplicar porque as pessoas se expuseram a situações de forte propagação...
- Acho que vou fazer os meus próprios pensos higiénicos. - Digo. As nossas avós viveram antes de eles existirem e safaram-se bem. Sim, confesso que estou a ficar verdadeiramente preocupada com a situação.
- O ideal é manter a calma e evitar o pânico. Fazermos a vida normal de sempre mais com cuidados redobrados! Vá sejamos realista a mortalidade até é baixa e geralmente só acontece em grupos de risco... É grave, mas não é preciso entrar em pânico. - Disse a Joana. - Além disso vários países e laboratórios já estão a trabalhar numa cura... Acredito que não vá demorar muito.
Ficamos todos parados a pensar nas palavras dela. Nunca pensei estar um dia numa situação destas. Nunca pensei que um dia não iria fazer compras porque os supermercados estão cheios, tudo isso porque as pessoas estão com medo. Começo a achar que o medo é contagioso.
Levanto-me e vou para o jardim fumar. Quero dizer alguma coisa sarcástica mas não consigo. Estou realmente com medo do que pode vir aí, mas sei que tenho que manter a calma e pensar de forma racional. O Artur tem problemas respiratórios desde miúdo, e se ele apanhar o vírus? Neste momento só quero que exista uma cura, só quero que pessoas mais corajosas do que eu continuem a trabalhar para encontrar soluções. De que me serve ser um génio, ou de que nos serve a Carlota ser um génio se neste momento não existe nada que nenhum de nós possa fazer?"


Sei que é um capitulo um pouco parado, e até mesmo cinzento, mas como eu disse inicialmente quero espelhar um pouco da realidade atual.
Aproveito para vos lembrar do desafio que vos lancei na semana passada... Quem adivinhar quem é a Inspetora pode ganhar uma caneca do Ontem é só Memória. Para participarem basta clicar neste link.

1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo | 61º Capítulo | 62º Capítulo | 63º Capítulo64º Capítulo | 65º Capítulo | 66º Capítulo | 67º Capítulo |

5ª Parte - Eduarda
68º capítulo | 69º capítulo | 70º Capítulo | 71º Capítulo72º Capítulo73º Capítulo |

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

18 comentários:

  1. lendo e declarando que também eu estive mais de 45 minutos na fila do Continente para pagar umas coisitas que trazia no carrinho. As pessoas andam a tremer de medo e, se calhar até têm razão

    Deixando votos de um feliz fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Fear is indeed contagious - and spreads faster than Covid 19.
    Stay safe, stay well.

    ResponderEliminar
  3. Continuo a acompanhar.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Nossa é uma situação muito complicada né?
    Vou acompanhar ótima semana.

    ResponderEliminar
  5. este caos até que bem bem num conto mas na vida real é bem preocupante
    Beijinhos e um feliz domingo

    ResponderEliminar
  6. Um episódio ajustado a realidade actual! Gostei!
    -
    Sinto que o tempo vai ficando escasso
    -
    Beijo e um excelente Domingo!

    ResponderEliminar
  7. Estou a gostar de acompanhar. Sim, infelizmente é uma situação que acontece muito ultimamente.

    Vanessa casais,
    https://primeirolimao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. I like how you added a current situation we're all dealing with.

    www.fashionradi.com

    ResponderEliminar

  9. I really enjoyed reading this post, I always appreciate topics like this being discussed to us. Information very nice. I will follow post Thanks for sharing.
    Games LOL A-Z | Mopeio2020 | Wormax io Games

    ResponderEliminar
  10. E mais uma Semana
    mais um dia de pandemia e virose
    sem ou com alegria
    vivamos dia a dia
    num bom dia que desejo, para vocês-,*))))))

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Gosto bastante desta história desde o início, é uma fuga à realidade engraçada, mas com esta inserção do coronavírus estou a perder completamente o interesse, admito.

    ResponderEliminar

Instragam