sábado, 14 de dezembro de 2019

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (61º Capítulo)

Mais uma vez quero agradecer do fundo do coração a compreensão das pessoas que à duas semanas vieram aqui para ler mais um capítulo de Tinha Tudo Para Correr Mal, e que não encontraram a publicação, foi bom, receber-vos a todos no passado sábado.
Desta vez e para entrar no espírito de natal, deixamos para trás a despedida de solteiros em Las Vegas e regressamos à rotina...
"Acho sempre suspeito quando algum dos elementos deste grupo convoca uma reunião de emergência. Vá sejamos sinceros, toda a gente sabe que daqui só pode sair alguma coisa que vai correr mal.
- Diz lá porque é que convocaste esta reunião. - Diz a Eduarda acendo um cigarro ainda antes de sentar na cadeira.
- Estávamos só a tua espera! - Responde a Ana. - Pois bem. Como é normal, todos os anos fazemos o nosso amigo secreto e estipulamos um valor para as prendas. O ano passado o valor era de 25€ se bem se recordam.
- Espero que não estejas a pensar aumentar o valor. - Reclama o Rodrigo que deve estar completamente liso com a viagem a Las Vegas.
- Nada disso, a minha ideia era reduzir o valor das prendas do amigo secreto para 5€, mas usar os outros 20€ de cada um numa boa causa. - Explica a Ana.
Por estranho que pareça todos prestamos uma atenção redobrada à conversa.
- Estamos a falar de 120€ que conseguimos juntar entre os seis... Ou 140€ se o Dinis concordar em participar connosco...
- Onde queres chegar? - Pergunto.
- Com esse valor poderíamos confecionar uma refeição para levar aos pobres. - Explica por fim a Ana.
- Isso é muito bonito, mas não seria melhor fazer isso noutra altura do ano? - Pergunta a Joana, todos a fitam confusos com esta quase negação em ajudar o próximo. - Ei! Não interpretem mal o que eu disse, eu quero ajudar, só acho que nesta altura do ano muitas pessoas querem ajudar, mas acabam por ignorar os sem-abrigo o resto do ano! Sejamos sinceros eles não comem só no natal!
- Ela tem razão. - Diz a minha irmã.
- Eu sei que sim, e pensei nisso, mas a verdade é que não me parece fazer muito sentido usar as nossas prendas de natal noutra época do ano.
E pronto, começou a gerar-se uma confusão, com toda a gente a falar ao mesmo tempo. De um lado as pessoas que defendem que deve ser feito já e agora do outro lado as pessoas que acham que nesta altura é desnecessário e que o querem fazer posteriormente.
Está aqui uma confusão de vozes, por isso tenho que assobiar para me fazer ouvir.
Uff finalmente silêncio.
- Podemos fazer as duas coisas... - Digo. - Podemos dar a nossa prenda de natal aos sem abrigo, mas sem esquecer que durante o resto do ano eles têm fome.
Ficam todos a olhar para mim.
- Podemos oferecer coisas com datas de validade mais extensas, tipo conservas e assim... Algo que eles possam guardar para comer quando ninguém lhes der nada...
- Acho que faz sentido... - Concorda o Dinis.
- Sim, parece um bom plano. - Acrescenta a Eduarda.
- Sendo assim podemos avançar? - Pergunta a Ana, obtendo a concordância de todos. - Ainda bem, vou ver os locais onde se encontram mais sem abrigos e depois vamos lá. O que me dizem de o fazermos no próximo sábado?
- Por mim parece bem, não acredito que eles tenham muito para onde ir... - Satiriza a Eduarda.
- OK durante a semana marcamos um dia e vamos todos às compras. - Organiza a Ana. - Agora vamos fazer o nosso amigo secreto.
Ela tira da carteira bocados de papel de tamanho igual e com uma caneta escreve os nossos nomes tendo o cuidado de acrescentar o Dinis que sem sabermos como se juntou a nós para tudo.
- Preciso de um dos vossos gorros. - Diz ela estendendo a mão à minha irmã que está cheia de frio.
- Tenho frio! - Reclama ela.
- Vá são só uns minutos!
- Se eu ficar doente não vou conseguir ir com vocês fazer as compras e levar a comida... - Refuta ela convencendo a Ana, que arrancou o gorro do Rodrigo.
- Ei! - Exclama ele.
- A ti nada de pega! - Brinca ela atirando os papeís para dentro do gorro.
- Começa a ser tradição usar o gorro do Rodrigo com essas mesmas desculpas, ano após ano! - Brinca a Eduarda.
Um a um metemos a mão no gorro e tiramos um papel que guardamos cuidadosamente. Sorte ou azar, este ano vou ter que dar um presente ao Dinis. Não sei o que lhe dar até porque se ele já tem o coração da minha irmãzinha, não há nada mais para lhe oferecer.
- ALTO! - Grita a Carlota. - Familiar!
Usamos o termo familiar quando o nosso amigo secreto é alguém da família a quem vamos dar prenda no natal fora do grupo de amigos, dessa forma, o sorteio é sempre repetido quando eu tenho o papel com o nome da Carlota, a Carlota tem o meu nome, a Ana ou o Ivo tem o nome deles, ou então quando o Ivo tem o papel com o nome do Rodrigo, e mais recentemente quando o Dinis tiver o nome da Carlota ou ela o dele... Já deu para perceber não já?
- Uff ainda bem, eu ia ter que dar uma prenda a mim mesma! - Brinca a Joana mostrando o seu papel.
- Estás a brincar? Eu ia ter que dar uma prenda à Eduarda... Nunca ninguém sabe o que oferecer à Eduarda. - Reclama o Ivo.
Respiro de alivio só de pensar que já não vou ter que dar uma prenda ao Dinis. Para mim dar-lhe uma prenda era mais difícil do que dar uma prenda à Eduarda.
Repetimos o sorteio, assim que abro o papel vejo que a sorte não está efetivamente do meu lado, contra todas as hipóteses volta a sair o papel do Dinis.
Espero atentamente até que alguém grite "Familiar", mas isso não acontece, o que me deixa sem saber o que fazer!"

Como diz a Green, eu sei que este capítulo foi morno, mas queria entrar no espírito de natal com muita calma, até porque ando a planear algumas surpresas...
Espero que tenham gostado.

1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo |

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

11 comentários:

  1. Estou curiosa com essa troca de prendas.

    ResponderEliminar
  2. Um grupo altruísta, gostei da ideia das prendas solidárias prolongadas :)
    E estou muito curiosa com este amigo secreto ahah

    ResponderEliminar
  3. Vamos a ver o que se segue.
    Abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  4. Isso me lembra de alguns amigos secretos que já participei e tirei a única pessoa que eu não queria
    Beijos ♡ Blog | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  5. Todo se ve estupendo! Muchas gracias por tus visitas , es un placer verte por mi blog ! Que tengas Feliz Navidad ! 🎄🎄🎄 ( No se si me pasaré por aquí hasta entonces ) ☃️🦌🎅

    ResponderEliminar

Instragam

Follow Us @soratemplates