Translate

sábado, 4 de janeiro de 2020

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (64º Capítulo)

Os últimos dois capítulos do "Tinha Tudo Para Correr Mal", foram um bocado pesados, cheios de informações e de muita realidade (que infelizmente não é uma boa realidade), por isso achei que deveríamos começar o ano com algo mais alegre...
"- Preciso de água! - Reclama a Eduarda arrastando-se até à cozinha.
- Bem diziam os meus pais... Depois dos 30 já não se aguentam festas como quando se tinha 20 anos! - Reclama a Joana bebendo um pouco de água com gás.
- Aquele ultimo shot matou-me! - Queixa-se o Rodrigo, sentando-se no sofá onde o Luigi dorme calmamente. É óbvio que os cães tiveram uma noite melhor que a nossa, pelo menos não estão de ressaca como nós o que já é muito bom, pelo menos para eles.
- Para o ano organizamos um torneio de sueca, ficamos em casa como os velhotes e jogar e a beber água com gás. - Brinca a Eduarda massajando a barriga. - Dói-me a barriga!
- Além disso temos que parar de dormir no chão de tua casa! - Reclamo quando me levanto do colchão insuflável e sinto os ossos da coluna estalar.
- Por falar nisso... - Diz a Ana saindo da casa de banho impecável como sempre. - Temos um assunto muito sério a tratar!
- Primeiro... - Começa a Eduarda - Bom dia para ti também. Segundo... Como é que consegues estar com tão bom aspeto, quando todos nós parecemos saídos de um episodio de "Walking Dead"?
- Só escovei o cabelo e retoquei a maquilhagem... - Diz ela calmamente. É óbvio que a Ana nunca, mas mesmo nunca na vida iria surgir em público (mesmo que o público sejam os seus melhores amigos) sem estar impecavelmente arranjada.
- E também mudaste de roupa! - Repara a minha irmã que está tão despenteada que uma andorinha podia usar o cabelo dela para fazer um ninho.
- Teve que ser, a outra cheirava muito a tabaco! - Responde ela passando por nós com a sua garrafa de água natural.
- Pergunto-me se alguma vez o meu primo já te viu no teu estado normal? - Brinca o Rodrigo.
- Este é o meu estado natural! - Responde ela com uma careta.
- Vá, de certeza que não dormes com maquilhagem... De certeza que acordas despenteada, e de certeza que tens um pijama foleiro para os domingos à tarde... - Diz a Joana tentando arranjar os vincos da camisa.
- Ela dorme sem maquilhagem e é linda. - Defende o Ivo, que também entrou na sala impecavelmente vestido... Sim, também ele mudou de roupa enquanto nós nos queixávamos da ressaca. - Não acorda despenteada porque todas as noites ela faz uma trança no cabelo, mas para que conste ela não tem pijamas foleiros!
Todos nos rimos, é típico da Ana não ter nenhuma peça de roupa foleira.
- Sou o único que usa um fato de treino velho para dormir? - Pergunta o Dinis.
- Não, eu também uso. - Respondo.
- Eu também. - Acrescenta a minha irmã. - Pelo menos quando estou sozinha em casa!
Informação a mais para mim. Não quero sequer pensar na possibilidade de ela usar um daqueles pijamas sexy's.
- Esperem lá... - Diz o Rodrigo fitando-nos muito admirado. - Todos vocês usam roupa para dormir?
- Não... - Responde a Eduarda. - Prefiro gelar até à morte, principalmente nas noites de inverno!
- Isso iria explicar o teu mau humor! - Respondo rindo.
- Mas voltemos ao que interessa. - Diz a Ana captando toda a nossa atenção - Eduarda, nós temos uma aposta pendente, se não me arranjares um unicórnio até ao meu casamento tens que me dizer o que está atrás da porta misteriosa...
- Ainda não casaste...
- Faltam apenas 3 meses... - Diz ela rindo - Não acredito, que inventem unicórnios verdadeiros em três meses.
- Não subestimes a tecnologia... - Brinca o Dinis.
- Nem a Eduarda! - Acrescento.
- Vá, estamos em ambiente de festa, estamos todos bem-dispostos, não nos queres dizer o que está atrás da porta?
- Pronto... Apanhaste-me!
ALTO!!! A Eduarda concordou??? Será que ela vai contar aos outros a verdade?! Assim, tão facilmente? Sem dar luta? Aquela porta é a sua Sparta, nunca na vida ela a daria sem lutar.
No seu canto a Ana rejubila, sinto a sua felicidade invadir a sala.
- É a minha coleção de pijamas! Só não vos mostro agora porque a mulher da limpeza ainda não os veio, passar a ferro!
- Por muito surreal que uma coleção de pijamas possa parecer, até é algo que vindo que Eduarda pode fazer sentido! - Brinca a Joana.
- Não acredito que não me vais dizer! - Exclama a Ana que obviamente ficou seriamente desiludida com a brincadeira.
- Ainda não perdi a aposta! - Respondeu a Eduarda. - Por isso aguenta-te à bronca!
THIS IS SPARTA!!! Grita o Gerard Butler que aparentemente vive na minha cabeça.
- Não sei o que é que pode ser assim tão importante que nenhum de nós possa saber! - Reclama a Ana.
- Mas quem disse que nenhum de vocês sabe?
E pronto, foi assim que começou uma nova guerra. A Eduarda acabou de criar o drama, o pânico, o horror na cabeça da Ana. A ideia de algum dos outros saber o que está escondido antes dela, aterroriza-a.
E agora, nenhum de nós terá sossego. Ela vai ter que descobrir quem sabe a verdade.
- Estás a dizer que pelo menos uma das pessoas desta sala sabem a verdade sobre a porta? - Pergunta ela.
- Tecnicamente são duas! - Acrescenta a Eduarda.
Sinto a minha cabeça a chiar, já sei que se vai acabar o sossego...
- Quem? - Pergunta a Ana.
- Isso agora é segredo... Eles guardam o meu segredo, eu protejo a identidade deles! - Responde a Eduarda com, um sorriso tão malandro que não consigo perceber se eu próprio estou com vontade de rir ou de chorar.
- Qual de vocês é o traidor? - Questiona a Ana olhando para todos nós.
Confesso que estou com medo, se ela por algum motivo desconfiar de mim, bem posso dizer adeus à minha calma e pacata vida.
Claro que ninguém responde, mas ela não vai demorar muito a desconfiar de mim.
- O Ivo não é, se fosse, já me tinha dito... - Diz ela confiante. - O Rodrigo... Bem o Rodrigo não tinha interesse em descobrir por isso também não faz sentido que seja ele. O Dinis... Bem estás aqui à pouco tempo por isso também não podes ser tu...
- Ela acabou de me insultar? - Pergunta o Rodrigo.
- Não sei, mas ela acabou de dizer que eu não sou capaz de guardar segredos... - Respondeu o Ivo.
- Eu ainda não percebi o que ela disse sobre mim, mas também suponho que me chamou burro porque supostamente em pouco tempo não poderia descobrir o que se passa com a porta misteriosa. - Brinca o Dinis.
- Só sobram vocês os três... - Diz a Ana olhando para mim, para a Carlota e para a Joana. - Mas segundo a Eduarda só duas pessoas sabem a verdade... Eu acho que é o Artur e a Joana!
- Ei! - Reclama a minha irmã. - Porque é que não posso ser eu? Estás a dizer que eu sou burra demais para descobrir?
- Burra não... Mas és... bem... Como é que eu vou dizer... Ingénua e desatenta!
Tenho vontade de rir às gargalhadas, depois lembro-me que sou um dos principais suspeitos e ficou preocupado com as pressões que posso vir a sentir.
- Realmente! Porque é que eu e a Carlota não podemos ser? Só porque não somos inteligentes como tu? - Pergunta o Rodrigo. - Não estou a dizer que sou eu, mas também não estou a dizer que não sou!
- Ele tem razão, não se trata de inteligência, não sabemos como é que as duas pessoas descobriram... - Acrescenta o Ivo. - Pode ter bastado um acidente, uma porta aberta...
Enquanto a Ana fica cada vez mais confusa e frustrada, a Eduarda está a rejubilar com a confusão que causou. Por agora a Ana vai estar ocupada de mais a procurar os seus arguidos, do que a perguntar-lhe o que está atrás da porta. Sparta ganhou mais uma vez!".


1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo | 61º Capítulo | 62º Capítulo | 63º Capítulo |

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

26 comentários:

  1. Continuo a ler com interesse.
    Abraço e continuação de bom ano.

    ResponderEliminar
  2. Sempre maravilhoso de se ler e acompanhar!:)

    Bjocas. Bom ano de 2020 🥂😘

    ResponderEliminar
  3. Happy New Year!

    New Post - http://www.exclusivebeautydiary.com/2020/01/elizabeth-arden-sparkle-on-holiday_4.html

    ResponderEliminar
  4. Com tempo (mais longo se conseguir) vou ler o resto, até para entender melhor o belo conto... gostei mesmo muito, pela escrita, pela juventude, pela frescura e cadência da informação e do enredo...

    ResponderEliminar
  5. cada nuevo episodio es mejor que el anterior

    ResponderEliminar
  6. ahahah ah estar de ressaca é sempre pessimo
    feliz ano novo!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderEliminar
  7. Eduarda é, como diriam alguns aqui no Brasil, "tinhosinha"! Hehe. Acende a bomba e corre dando risada!

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  8. Então bom dia com alegria
    na nova Semana e por cada momento em sintonia -,`````

    Beijinhos de aqui dos Calhaus Teresa-,*````

    ResponderEliminar

Instragam

Follow Us @soratemplates