Translate

sábado, 18 de abril de 2020

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (79º Capítulo)

Se esta situação do isolamento não terminar em breve então é bem provável que esta história chegue mesmo aos 100 capítulos... Mas vamos pensar positivo e acreditar que em breve vamos retomar a nossa busca pela famosa "Inspetora". E por falar Inspetora, já participaram no sorteio que está a decorrer para quem quiser adivinhar quem é a Inspetora?
"Acordo de repente com o barulho de algo a partir não muito longe. Levanto-me sobressaltada da minha cama no sofá e espreito pela janela, já é de manhã, olho para o o relógio 08h47. Consigo ouvir uma voz na cozinha. 
Levanto-me e arrasto-me para a cozinha, assim que me aproximo mais consigo reconhecer a voz da Ana ao telemóvel.
- Sim, depois falamos... Por favor vai-me dando novidades... Amo-te muito! - Diz ela desligando o telemóvel.
- Desculpa, não queria ouvir... - Digo envergonhada por ter escutado a despedida. 
E ali está, no meio da cozinha um prato estilhaçado, deve ter caído ao chão e funcionou como um despertador barulhento para esta manhã.
- Desculpa, acordei-te com o maldito prato... - Diz a Ana abaixando-se para apanhar os vidros. 
Vou para a beira dela, e instantaneamente percebo que algo não está bem, ela está tensa e os olhos estão cheios de água.
- Ana, o que é que se passa? O que é que aconteceu? O Ivo...
- Ele está contaminado. - Responde a Ana acenando com a cabeça.
Fico em choque, apesar de todos sabermos que estando ele no hospital na linha da frente contra a doença esta era uma grande possibilidade, a verdade é que nenhum de nós queria pensar nessa possibilidade.
- Vai tudo correr bem... Sabes que existem muitos casos de sucesso... - Tento dizer, mas todas as palavras parecem vazias e sem grande significado. 
O que se diz a uma mulher que acabou de descobrir que o marido está infetado com a COVID-19? Uma doença que já matou tantas pessoas e é considerada uma pandemia mundial?
- Ele é forte e saudável... Se existe alguém que pode sair ileso disto é ele... - Digo tentando parecer otimista quando na verdade só me apetece pegar nos cacos do prato partido e atira-los para longe.
- Ele não pode morrer... Ele só tem 32 anos... Ele salvou tantas vidas... Porque é que agora é a dele que está em risco? Quem me dera que ele não tivesse sido um herói e não tivesse ido para o hospital... 
- Ele fez o que achou que estava certo. E devias sentir orgulho nisso, ele é um lutador, e esta é apenas mais uma batalha... Além disso de certeza que vão cuidar bem dele no hospital... 
- Não sei como lidar com isto... Não estou preparada para isto... - Diz ela a chorar.
- Ninguém estava... - Respondo abraçando-a. De repente os cacos no chão parecem insignificantes, tudo parece insignificante. Não é aquilo que vimos que nos mete medo, mas sim um inimigo invisível que agora chegou até nós. 
- Queres que ligue a alguém? Aos pais dele ou assim? - Pergunto.
- Ele ia ligar aos pais... Mas pediu-me para avisar o Rodrigo... 
- Falamos com eles mais tarde... Ele ainda deve estar a dormir... - Digo ajudando a Ana a sentar-se na cadeira da cozinha e apanhando os cacos antes que alguém se aleije.
- Bom dia... - Diz a Joana entrando na cozinha, mas cala-se assim que vê os nossos rostos. 
Não é preciso explicar, não é precisa uma única palavra, basta um olhar e ela percebe. É incrível como nestes momentos existe uma compreensão silenciosa dos gestos mais simples.
- Em que posso ajudar? - Pergunta ela estendendo-me o saco do lixo para que eu deposite os cacos. 
Ficamos ali em silêncio as três a arrumar lentamente cacos que poderiam ser limpos em minutos. Prolongamos este gesto como se ele fosse uma espécie de purga, mas eu sei que no fundo estávamos as três a rezar para que tudo corra bem.
- O Ivo é um dos nossos heróis... - Diz a Joana calmamente. - E quando digo nosso, refiro-me ao sentido patriota. Ele é forte, saudável, e de certeza que está em boas mãos como os pacientes dele estiveram seguros nas mãos dele... 
- A Joana tem razão! Ele não vai a lado nenhum... Daqui por 15 dias ele vai regressar a casa e jantar connosco. Vamos fazer uma festa, vamos todos sair desta, como sobrevivemos a muitas outras coisas... - Acrescento, depois começo a rir e digo. - Além disso ele não é maluco para deixar que vírus leve a melhor, não antes de vocês irem de lua-de-mel, terem um ou dois filhos e essas coisas todas... 
- Sabes que mais? - Pergunta a Ana. - Vocês têm razão! É assustador, é grave, mas daqui por 15 dias ele vai estar na lista dos recuperados...
- Claro que sim... Por muito que me custe aceitar, vamos envelhecer, e vamos fazer isso juntos! - Brinco abraçando a minha amiga.
Sim, vamos todos ficar bem. Nenhum Deus, nenhum carma, ou entidade divina será tão duro para nos punir desta maneira. Temos que acreditar que tudo está, e vai correr bem, se não nos restar a esperança, o que sobra?"

Espero que tenham gostado, sei que foi um pouco intenso, mas mais uma vez queria espelhar a realidade, desta vez dos nossos profissionais de saúde que estão na linha da frente contra esta maldita doença.
Espero que estejam todos bem por aí.

1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo | 61º Capítulo | 62º Capítulo | 63º Capítulo64º Capítulo | 65º Capítulo | 66º Capítulo | 67º Capítulo |

5ª Parte - Eduarda
68º capítulo | 69º capítulo | 70º Capítulo | 71º Capítulo72º Capítulo73º Capítulo74º capítulo | 75º Capítulo | 76º Capítulo | 77º Capítulo | 78º Capítulo |

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

26 comentários:

  1. Sem dúvida que qualquer pessoa se assusta caso saiba que está, ou alguém da sua família está, infectado com o covid-19. Sabendo, temos e devemos de ter e dizer sempre palavras de ânimo mas, sabemos que não é fácil. O covid-19 é um vírus terrível e temível.

    Não o Respeitar é contribuir para que algo de muito lhe possa acontecer e, daí, transmitir e acontecer aos outros.
    .
    Feliz fim de semana

    ResponderEliminar
  2. É assustador, de facto, porque pode tocar mesmo a todos, principalmente, àqueles que estão na linha da frente. Mas manter a esperança é essencial

    ResponderEliminar
  3. É assustador sim Eu tomo conta das minhas netas. A minha nora trabalha no hospital. fez exame a um doente sem saber que estava infetado. Há três semanas atrás. Quando souberam foram fazer o teste. Uma das técnicas estava infetada. O teste da minha nora e de outras duas colegas deu negativo Das 4 só uma deu positivo mas as quatro estiveram em casa 15 dias. A que deu positivo continua em casa, os sintomas têm sido ligeiros. A minha nora e as outras duas já regressaram ao trabalho. Não foi nada mas o susto e o medo enquanto não veio o resultado do teste foi grande. Por ela e por nós. que somos pessoas de alto risco e estávamos todos os dias com ela, quando vinha trazer e buscar as filhas.
    Abraço e bom domingo.

    ResponderEliminar
  4. "Sim, vamos todos ficar bem."

    @juliamodelodemodelo
    juliamodelodemodelo.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Pensemos antes no sol bonito
    que nos agraciou
    esta bela manhã
    e que até deixou
    o desejo de um belo dia à Teresa, hé hé hé, também (_*)

    beijinhos'_'

    ResponderEliminar
  6. Olá, Teresa.
    O que mais me assusta é ver quantas pessoas preferem acreditar que tudo é invenção de uma emissora de tv para derrubar um presidente. Não se previnem colocando em risco todos a sua volta.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  7. é mesmo assustador as pessoas nao entenderem bem sobre a doença e nao se previnirem

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderEliminar
  8. Vivemos tempos incertos, mas se continuarmos a fazer a nossa parte, vai tudo correr bem. Acredito que um dia ainda b=vais publicar um livro desta historia :)
    Beijocas*

    ResponderEliminar
  9. obrigada pelo comentário <3
    é uma situação bem complicada, mas tudo irá resolver-se!

    www.pinkie-love.com

    ResponderEliminar
  10. É complicado quando as pessoas não tem percepção das coisas.
    Big Beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderEliminar
  11. Oie minha flor! Adorei a postagem e a historinha que criou. Vou dar uma olhada nos outros capítulos tbm.

    Passa lá no blog para conferir a nova postagem!
    Beijos💟📚

    ResponderEliminar
  12. Amei esse capítulo, ficou bem intenso. Para todos que entendem a gravidade desse vírus, é uma sensação horrível essa incerteza de ficar seguro.
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderEliminar
  13. I like that you've included the current situation we are facing in your story. We can all relate in some way.

    www.fashionradi.com

    ResponderEliminar
  14. Bom dia coma alegria
    para mais uma Semana de clausura `_'`)))

    Beijinhos.

    ResponderEliminar

Instragam