Translate

terça-feira, 15 de fevereiro de 2022

# burnout # saúde

O que é a síndrome de burnout?

No outro dia falei-te sobre a fadiga e como podias combater este problema, mas a verdade é que numa grande parte dos casos não podemos falar de fadiga sem falar de burnout.

O termo "burnout" foi criado na década de 1970 pelo psicólogo norte-americano Herbert Freudenberger, e foi usado para descrever as consequências do stress severo.

Mas o que é a síndrome de burnout?
Quando falamos de burnout é importante perceber que se trata de uma síndrome causada pela exaustão extrema que está sempre relacionada com o trabalho de cada indivíduo.
Também conhecida como "síndrome do esgotamento profissional", esta patologias e afeta quase todas as facetas da vida da pessoa, resultando numa depressão profunda, que precisa de acompanhamento constante.

Quais são sintomas da síndrome de burnout?
Quando se fala em sintomas é preciso perceber que eles podem ser tanto físicos como psicológicos, e entre eles destacam-se:

  • Cansaço mental e físico excessivo;
  • Insónia;
  • Dificuldade de concentração;
  • Perda de apetite; 
  • Instabilidade e agressividade;
  • Lapsos de memória; 
  • Baixa autoestima;
  • Desânimo e apatia;
  • Dores de cabeça e no corpo; 
  • Negatividade constante;
  • Sentimentos de derrota, fracassos e insegurança;
  • Isolamento social; 
  • Pressão alta;
  • Tristeza excessiva


Como se pode tratar o burnout?
Hoje dia, sabemos que a tendência é para que a síndrome de burnout se torne cada vez mais comum. O seu diagnóstico deve ser feito por um médico (psicólogo ou psiquiatra).
Habitualmente o tratamento desta condição pode ser feita através de medicamentos que ajudam a tratar os seus sintomas. Outra coisa que é preciso ter em conta é que muitas vezes o tratamento da burnout requer terapia e acompanhamento médico constante.
 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

41 comentários:

  1. Pois
    que como eu digo
    o trabalho mata ´.~``````

    Boa e bela tarde com alegria, que ajuda.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Eu sempre fui da opinião que o trabalho não dá saúde, lol
    Bom texto que me fascinou ler e... aprender.
    .
    Saudações poéticas
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  3. É a doença "da moda" infelizmente. É preciso estar com muita atenção aos sinais!
    -
    Natureza em asas de seda ...

    Beijos, e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  4. Por acaso já sabia o que era... Pessoalmente acho que até uma pessoa pode confundir com depressão..
    Um beijinho,
    https://myheartaintabrain.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Posso dizer que já tinha ouvido falar, mas não sabia assim tanta coisa
    Beijinhos
    Novo post
    Tem Post Novos Diariamente

    ResponderEliminar
  6. Gracias, Teresa, por tan interesante entrada y por lo mucho que se aprende contigo.
    Yo creo que todos hemos pasado alguna vez por ese agotamiento, que para mi no se arregla ni con médicos ni con medicina, que todos es cuestión de organizarse y de tener una actitud positiva de la vida.
    Un fuerte abrazo, amiga.

    ResponderEliminar
  7. Olá, Teresa!
    Eu já conhecia essa síndrome porque uma jornalista da Rede Globo foi afastada por causa dessa doença.

    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderEliminar
  8. Olá, Isy!

    Nunca tinha ouvido falar deste síndroma, mas estamos sempre a aprender. Obrigada pela tua pesquisa.

    Beijos e saúde.

    ResponderEliminar
  9. Eu tenho isso todas as manhãs quando vou trabalhar ehehehehehhehe

    Gostei muito agora a falar a sério, obrigado pela partilha

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Olá!
    Gostei de ver essa síndrome explicada aqui, é uma síndrome severa e deve ser tratada.
    Amei a explicação.
    Beijos.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderEliminar
  11. Eu já tinha ouvido falar dessa síndrome.
    O post foi muito esclarecedor.
    Beijinhos!

    galerafashion.com

    ResponderEliminar
  12. Este post é importante, porque, infelizmente, cada vez é mais comum a saúde mental, ou a falta dela. Beijinho

    https://eudaniela28.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  13. Gracias por la información te mando un beso.

    ResponderEliminar
  14. Uma doença dos tempos modernos
    E ainda pouco documentada

    ResponderEliminar
  15. Olá Teresa,
    Desconhecia esta doença. Mas pelas dicas que aqui deixaste, fiquei a conhecer melhor.

    Excelente partilha.

    Votos de uma excelente semana!

    Beijinhos.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  16. Interesante post pero preocupante. Beso

    ResponderEliminar

Instragam