Translate

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

# negócio # primeira pessoa

5 coisas que aprendi a ser patroa de mim mesma

Como bem sabes eu não vivo só do blog, e por isso não me considero exclusivamente uma influenciadora ou blogger. Contudo, e apesar de ter um trabalho normal, a verdade é que tenho um segundo trabalho aqui no blog, onde sou patroa de mim mesma, e com o qual aprendi muitas coisas.

1. Para ganhar é preciso investir

As pessoas pensam que para teres o teu negócio, principalmente na internet, é só chegares e produzires conteúdos, mas a verdade é que para começar a entrar dinheiro na tua conta, precisa de sair. Não faz mal nenhum dares o primeiro impulso no teu negócio com o teu próprio dinheiro, mas só isso. Se tiveres que estar sempre a injetar o teu capital no teu negócio, então alguma coisa não está bem.


2. Ter um horário fixo é um mito

Eu bem sei que dizem que mesmo trabalhando em casa, ou não, é fundamental manter a rotina, mas a verdade é que por vezes não temos vontade de trabalhar e optamos por não o fazer, ou então temos muito trabalho que precisa de ser feito e ficamos a trabalhar até mais tarde. A verdade é que na maioria dos dias isso são coisas que podemos controlar, mas nem sempre acontece.


3. Vais ter muitas dores de cabeça

Ser patroa de mim mesma ensinou-me a viver com dores de cabeça, tudo o que acontece no meu "negócio" passa por mim, mesmo que eu tenha delgado a função a outra pessoa, além disso fico sempre preocupada com o fluxo financeiro, e com a qualidade daquilo que produzo.


4. Ouvir conselhos

Quando comecei a trabalhar com o blog e decidi tornar isto o meu negócio, estava convencida que sabia tudo, mas quando passei para a prática, percebi que preciso dos conselhos de outras pessoas com mais experiência em diferentes ramos. Saber onde e que com quem me devo aconselhar foi fundamental em todo o processo de crescimento.


5. Saber desistir

Saber desistir é importante. Há uns anos deixei o meu trabalho e tentei viver unicamente do trabalho que desenvolvo no blog. A ideia era boa e o plano que eu tinha traçado também, mas por vezes as coisas não correm como queremos e tive que desistir dessa ideia. Felizmente as coisas melhoraram consideravelmente, mas como me habituei a ter dois trabalhos hoje em dia é muito mais fácil.


E tu, trabalhas por tua conta? O que aprendeste?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

33 comentários:

  1. Nada é fácil, mas temos sempre que lutar pelas nossas coisas
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  2. Bons conselhos Teresa
    que a experiencia
    é sinónimo do saber e da ciência '.~`)

    Beijinhos e boa e bela noite.

    ResponderEliminar
  3. Excelentes aprendizagens, sobretudo, porque podem ser transferidas para outras situações

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão, acredita que com tudo isto aprendi muitas coisas!

      Eliminar
  4. Eu ainda não vivo só do blog mas é preciso muita disciplina, força de vontade e determinação para não desistir.

    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderEliminar
  5. Concordo plenamente contigo!
    Passei para desejar uma semana feliz!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira

    ResponderEliminar
  6. Boa noite. Como eu gostaria de viver do meu Blogger. Ganharia um pouquinho de dinheiro para viajar e fazer mais matérias para o Blogger. Mais acho um sonho impossível.

    ResponderEliminar
  7. Nem sempre é fácil tempos de acreditar em fazer acontecer, eu tenho um trabalho e tenho o blog como hobby
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. Eu acho que não nasci para blogger, não sei nem fazer o blog crescer... mas lá vou andando ehehe
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Nunca fui patroa de mim mesma.
    Sugestões úteis que servem para qualquer trabalho.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Saber desistir ajuda-nos a ganhar forças para continuar ;)

    ResponderEliminar
  11. Esses pontos são positivos para vários ângulos da vida! ;) <3

    ResponderEliminar
  12. Concordo com você, um blog é como uma empresa, as vezes é mesmo necessário investir dinheiro nele, além é claro, de tempo e energia. E sim, as vezes temos mesmo algumas dores de cabeça. Eu trabalho apenas com o meu blog :)
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderEliminar
  13. Gostei bastante deste post, sem dúvida que são ótimos concelhos.

    ResponderEliminar
  14. Também me considero patroa de mim própria no meu negócio e o que realmente mais me custa nesta lista é conseguir ter um horário e ter tempo para tudo

    ResponderEliminar
  15. E nem sempre há inspiração... esse é um dos grandes desafios na minha opinião para manter um blog ativo.

    ResponderEliminar

Instragam