Translate

terça-feira, 11 de agosto de 2020

Perder peso emocional

agosto 11, 2020 5 Comments
Hoje em dia é fácil encontrar em todo o lado dicas e mil uma coisas, que nos prometem ajudar a perder peso. Mas por vezes o peso físico não é o real problema com que tu e eu nos deparamos. Por vezes e antes de estarmos começarmos a perder o peso físico, temos que perder o peso emocional.
Já te falei muitas vezes aqui no blog, da minha luta contra o peso, e de como o aumento de peso e depois a sua perda, influenciou a minha vida. Não foi de todo uma época fácil, mas com a ajuda de profissionais, da família e dos amigos, aprendi que para começar a perder o meu peso físico, deveria primeiro (e depois em simultâneo) perder o meu peso emocional.

A linha que separa o normal da depressão é muito ténue e quando essa linha é ultrapassada começamos a carregar pesos desnecessários (mas que são reais) sobre os ombros.
Existe um estranho peso na realidade que vivemos, as preocupações, as frustrações, os medos... Todos eles ficam sobre a nossa cabeça e não nos permitem ser livres para o que nós realmente queremos.
Não digo com isto que devemos todos deixar as nossas responsabilidades de lado e vivermos la vida loca, mas, sim encontrar um equilíbrio que nos permita viver de forma leve e equilibrada, entre o que queremos e aquilo que temos de fazer.

Isso inclui deixar de lado as coisas do passado. Basicamente temos que deixar de lado aquilo que não nos serve mais e escolher coisas novas. A nossa mente precisa disso para ser feliz. Precisa de liberdade e não de viver agarrada a coisas que não nos deixam felizes nem equilibrados.
1; 2; 3;
Podem dizer que não, mas a mente é como um vestido. Escolham o vosso cheap bridesmaid dresses e sintam-se bem, livrem-se dos vestidos velhos que já não vos servem ou que só vos trazem más recordações. Livrem-se do peso do passado e das coisas desnecessárias. Recomecem... O hoje, é sempre um bom dia para mudar para melhor, porque ninguém o vai fazer por ti.

Depois de te livrares do peso psicológico, então sim, agarra outros projetos, de certeza que desta vai, vai correr bem. 


Facebook Baby Online Dresses | Site Baby Online Dresses



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

#Resumo da semana nº27/2020

agosto 10, 2020 10 Comments
Entre o trabalho no escritório (que é mesmo muito), as coisas no blog e as aulas online, tenho andado literalmente de rastos, ao ponto de ter pedido à minha chefe para passar as férias de setembro para este mês. Ando mesmo a precisar de desligar e descansar como deve ser, pois sinto mesmo que estou cada vez mais perto do meu limite, e esta semana foi daquelas que exigiu mesmo muito de mim ao ponto de ter ficado alguns dias a trabalhar fora do meu horário normal.
Por isso para semana o blog vai entrar em modo férias, e eu vou estar offline durante uns dias, mas como ainda não sei o que vou e como vou fazer nas férias, depois conto-vos tudo para que não sejam apanhados de surpresa pela minha ausência.
 Legenda:

1. Levante a mão 🙋 quem está de férias...
Só para eu ficar com inveja porque a minha rica pessoas está a trabalhar no duro...

2. Quando só te apetece ir pentear coquinhos para uma ilha deserta...

3. Tirar uma fotografia é congelar um momento...
4.  Se a vida te der limões... Faz um bolo...
E se gostares de bolos, não te esqueças de identificar aquele amigo que te deve um bolo destes...


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Vestir para impressionar

agosto 07, 2020 11 Comments
Causar boa impressão é algo que todas as pessoas gostam de fazer por natureza. Vestir para impressionar é talvez uma das maneiras mais usuais de fazer isso.
Não é a toa que sempre que existe um evento ou um acontecimento, as pessoas correm para escolher as suas melhores fatiotas, procuram serviços de estética e o cabeleireiro. Todos queremos dar o nosso melhor, e se não for todos os dias pelo menos que seja em dia especiais.
1; 2; 3
Procurar estar no nosso melhor é normal e não tem mal nenhum nisso. Não se trata de beleza ou de egocentrismo. Trata-se de nos sentirmos bem na nossa pele e com aquilo que vestimos.
Contudo e tendo em conta a época de pandemia e quarentena que vivemos, é normal passarmos mais tempo em casa, e por vezes, estando a trabalhar em casa, nem sempre pode ser fácil seguir esta máxima do vestir para impressionar, porque como não temos ninguém para impressionar, pode não valer a pena ter o trabalho de escolher a nossa melhor roupa, mas é aqui a maioria das pessoas estão erradas.

Devemos estar no nosso melhor, seja de fato de treino, de calças de ganga ou até mesmo com um vestido de gala (lace dresses), o nosso melhor, deve ser aquilo que nos faz sentir bem e especial. E isso não deve de forma alguma ser esquecido nem colocado de lado.

E então, contem-me lá, também dão o vosso melhor na hora de escolher a roupa, mesmo que estejam a trabalhar em casa?



Facebook Baby Online Dresses | Site Baby Online Dresses



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

5 minutos para conhecer... Lopes Ca

agosto 06, 2020 19 Comments
A verdade é que, por aqui nenhuma quinta-feira é bem passada sem mais uma entrevista da nossa já conhecida rubrica "5 Minutos para conhecer", e hoje vamos receber por aqui a Lopes Ca, a menina de 40 anos, que trabalha como informática e autora do "Blog LopesCa".
Ontem é só Memória: Quando eu era criança e me perguntavam o que queria quando fosse adulta respondia sempre que...
Lopes Ca:
...queria passear/viajar.
Ontem é só Memória: Tenho sempre na minha carteira...
Lopes Ca:
...dinheiro para café.
Ontem é só Memória: Ficava numa ilha deserta com...
Lopes Ca:
...a minha filha, um bom grupo de amigos e um amor.
Ontem é só Memória: A minha viagem de sonho é ir...
Lopes Ca:
...ao Japão.

Espero que tenhas gostado desta pequena entrevista. já conhecias a Lopes Ca?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Crónica | Se a normalidade é isso, eu prefiro ser anormal.

agosto 05, 2020 14 Comments
Irrita-me a mentalidade humana, e estranha tendência de generalizar e impor pontos de vista como se fossemos todos obrigados a hastear as mesmas bandeiras e como se as causas, seja elas quais forem, sejam mais importantes que outras.
Sim, eu prefiro ajudar animais do que ajudar as pessoas. E não quero com isto dizer de forma alguma que não ajudaria uma pessoa, quero apenas dizer que são causas diferentes e cada um se move de acordo com as causa em que acredita e defende.
Não sou mais humana nem pior pessoa por defender a causa dos animais em prol das causas das pessoas, são coisas distintas, por isso não suporto aquelas mentes fechadas que agora surgem pelas redes sociais a falar que as pessoas que estão a ajudar os animais por causa dos incêndios deveriam ajudar as pessoas. Uma coisa não está ligada a outra, e enquanto as pessoas não perceberem a diferença, vamos sempre viver num mundo de engrumes que não conseguem perceber que ajuda está no gesto e não na causa.
Outra coisa que as pessoas se esquecem frequentemente é que a bondade existe independentemente das causas. 
Já disse uma vez que ninguém tem obrigação de nada. Na minha lista de direitos civis não consta lá nenhum artigo que me obrigue a ajudar qualquer causa, muito menos que essa causa seja imposta, por isso, desculpem lá, não me venham com coisas morais.
Não sou católica, mas tanto quanto sei, Deus mandou o próximo.... O próximo Homem, o próximo cão, o próximo periquito, e por ai a fora. Não é por serem animais que os direitos deles são menores que os nossos. Tal como já disse, estas, são coisas completamente diferentes... Logo, não se podem comparar.

Mas sim, creio que a palavra "diferente" é a chave para compreender toda esta limitação de algumas pessoas. As pessoas tendem a ter dificuldade em aceitar que existam linhas de pensamento diferentes, e como acontece sempre, em vez de procurarem compreender, chutam para canto como se fosse uma heresia.
Ainda bem que já não se queimam pessoas na fogueira por dizerem e defenderem aquilo que acreditam mesmo sendo diferente da voz dos outros que se consideram normais, se a normalidade é isso, eu prefiro ser anormal.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Diferenças entre fome física e fome psicológica - Dicas para aproveitar a Newchic 6th Anniversary Sale 2020

agosto 04, 2020 28 Comments
Já no outro dia vos falei da Newchic 6th Anniversary Sale 2020, contudo e apesar do fabuloso feedback que recebi, a verdade é que algumas pessoas não se sentem confiantes a comprar em lojas online, e um dos motivos, é porque se sentem acima do peso e temem que as roupas não lhes sirvam.
Entretanto, e antes de te falar da diferença entre fome física e a fome psicológica, deixa-me só relembrar as campanhas que a New Chic tem em vigor para celebrar o seu sexto aniversário.

Calendário:
Pré-venda:  17 a 24 de agosto
Pre-sale:17th Aug. -- 24th Aug.
Compras loucas: 24 a 31 de agosto
Crazy Shopping: 24th Aug. -- 31th Aug.
Agradecimentos e Recompensas: 31 de agosto a 7 de setembro
Thank and Reward: 31th Aug. -- 7th Sep.

Outras ofertas:
✓ Cupons de desconto:
20% OFF Coupon✓②25% OFF order over $65
✓ Lucky Draw:
US$500 Coupons    5,000 Points   US$5,000 of Prizes
Down To $6.99
Starting at US$0.99
1; 2; 3;
Fome física e Fome psicológica:
Já sabemos que tanto homens como mulheres se preocupam cada vez com a sua imagem física. Hoje em dia ambos os sexos gostam de seguir as tendências da moda e usar as famosas color shirts, ou as mens floral shirts sem complexos, contudo existe uma necessidade de ter um corpo saudável e um peso equilibrado e muitas vezes isso não é possível porque as pessoas não sabem distinguir se a sua fome é física ou apenas psicológica (conhecida também como emocional).

Fome Física: Sinais que o corpo dá para sabermos que precisamos de comer. Entre eles encontra-se o famoso (e por vezes constrangedor) barulho do estômago a roncar, e a falta de energia. Trata-se de uma fome que não é especifica, ou seja, comer qualquer coisa vai te satisfazer e saciar.
Neste caso, o ideal é comer devagar e com calma, sendo fundamental que mastigues bem a comida.
Fome Psicológica: Neste caso, não vais encontrar de forma alguma, sinais físicos. Provavelmente se analisares bem, nem passou assim tanto tempo desde a tua última refeição, e é bem provável que tenhas um desejo especifico sobre aquilo que queres comer. Neste caso é provável que mesmo depois de comeres não te sintas satisfeito, porque muitas vezes esta fome emocional ocorre porque queres reduzir as emoções negativas ou as frustrações.
4; 5; 6
Sabendo distinguir estes dois tipos de fome, pode ser fundamental não só para emagrecer e usar as tão famosas designer summer shirts, mas acima de tudo para manter uma alimentação saudável.
Não quero de forma alguma incutir que as pessoas deixem de comer só para seguirem tendências e aproveitarem os saldos, falamos de um comportamento saudável, que além de ajudar a perder algum peso extra vai melhorar em muito a vossa qualidade de vida.

Agora que falamos das diferenças fundamentais entre estes dois tipos de fome, estás pronto para (entre outras coisas, claro!) aproveitar os saldos e celebrar o aniversário da New Chic. É sempre bom relembrar que entre as várias tendências que vão estar em destaque, podes encontrar também roupa de homem (desde cotton henley shirts, e henley collar shirts), e de mulher, nos variados tamanhos a preços muito competitivos e com ofertas verdadeiramente irrecusáveis.
Agora que já te contei tudo o que queria sobre a fome física e psicológica e te relembrei dos saldos da New Chic, vou até lá escolher uma entre as várias best henley shirts disponíveis na loja.

E tu, já escolheste a tua?


Facebook New Chic | Site New Chic



Este texto foi pago ou patrocinado.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

#Resumo da semana nº26/2020

agosto 03, 2020 21 Comments
Apesar de tudo o que tem vindo a acontecer este ano, a verdade é que 2020 parece estar a passar a correr. De um momento para o outro já estamos em agosto, e parece que os meses passados nem chegaram a acontecer.
Passei a semana passada cheia de dores no nariz, não sei eram alergias, ou uma pequena constipação, mas a verdade é que esse mau estar me deixou mesmo muito em baixo, e só no sábado é que comecei a sentir-me melhor, e pela primeira vez em muitos anos, dormi cerca de 13 horas seguidas. Estava mesmo a precisar de descansar e agora sinto-me como nova.
Legenda:

1. Se chegaste a casa cansado(a), de certeza que não te apetece perder muito tempo com o jantar... Por isso aqui está o delicioso bacalhau trapalhão!
2. Viemos passear... Alguém adivinha onde estamos hoje?
3. Já experimentaste acreditar em ti?
Tenta, não fazes ideia daquilo que és capaz.

4. Pequenos prazeres da vida... Para mim o gelado deve ser sempre menta e chocolate e para vocês?
5. Antes de alguém fingir ser inteligente, deve aprender a deixar de ser burro...
6. Sempre procurei transformar desastres em oportunidades...
7. "A criatividade é a inteligência se divertindo" (Albert Einstein)

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sexta-feira, 31 de julho de 2020

7 do momento... nº64

julho 31, 2020 17 Comments
Era completamente impensável terminar o mês sem a edição habitual de os "7 do momento". Por isso já sabem como é, peguem nos vossos blocos de notas e levem as 7 sugestões que preparei para vocês.
Durante as últimas duas semanas, já te falei várias vezes das aulas de marketing digital da Swonkie Academy. Acredita em mim, estas aulas tem uma enorme variedade de temas, desde e-comerce, SEO, como publicar nas redes sociais entre muitas outras coisas, além disso as aulas (2 por dia desde dia 13 de julho a 06 de agosto) são completamente gratuitas.
Continuo esta esta edição de os "7 do Momento" falando-te de um dos meus canais favoritos do Youtube. "Você Sabia', é um canal brasileiro, bastante animado e com bastantes informações e curiosidades. Os factos apresentados, são explicados calmamente e de forma clara, além disso muitos dos temas abordados são diferentes daquilo que consideras normal e vulgar.
No que diz respeito a série, quero-te falar da série "A Falha", conta a história de seis pessoas que regressam do mundo dos mortos com um bloqueio de memória e sem saber por que motivo estão vivos novamente, criando um ambiente de mistério em aventura enquanto se perguntam o que está acontecer.
A minha sugestão literária desta edição de os "7 do momento", é o livro "A casa dos sete pecados" de Mari Pau Dominguez. Um romance histórico que gira em torno de Filipe II de Espanha e da sua vida amorosa numa corte bem complicada e onde os rumores não param.
Decidi voltar a apostar nas minhas unhas e no seu crescimento. Assim que elas vão crescendo eu vou-me divertindo com novas cores. Então acabei por me cruzar com os vernizes "Maria Inocos" e estou a adorar, não só as cores, mas a textura e a cobertura destes vernizes.
E para terminar trouxe duas sugestões cinematográficas, a primeira é o filme "O Intruso" de 2019, dirigido por Deon Taylor e que conta a história de um jovem casal, que ao comprar uma nova casa, percebe que o antigo dono tinhas laços mais fortes que o normal com a antiga habitação. O filme de suspense intenso do inicio ao fim.
E porque não podia faltar, tenho que partilhar uma sugestão de filmes de terror. "Annabelle" é um dos grandes clássicos do género. O filme de 2014 dirigido por John R. Leonetti é o início de uma trilogia inquietante e marcante sobre uma boneca assombrada e capaz de tudo para atingir aquilo que quer.

 Já conhecias estas sugestões? Qual foi a tua favorita?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quinta-feira, 30 de julho de 2020

5 minutos para conhecer... Magui

julho 30, 2020 22 Comments
Na edição desta semana da rubrica "5 minutos para conhecer" vamos receber a Magui, a autora do blog "Este blog tem dias", um cantinho com muito sentido de humor que é o espelho da autora de 53 anos que trabalha na função pública.
Ontem é só Memória: Quando eu era criança e me perguntavam o que queria ser quando fosse adulta respondia sempre que...
Magui:
...francamente não me lembro de em criança ter um sonho por alguma profissão. Na adolescência sim, queria ser jornalista. Tinha uma ideia romântica acerca do jornalismo. Achava que os jornalistas podiam mudar um bocadinho o mundo. A palavra é uma arma, sempre me fez sentido. Queria viajar pelo mundo, reportar e denunciar a injustiça e a maldade. Não sou jornalista, mas gosto de pensar que todos os dias mudo um pouco o meu mundo com as minhas ações, com os meus gestos e palavras.
Ontem é só Memória: Tenho sempre na minha carteira óculos escuros.
Magui:
...Comecei a usar óculos na escola primária e já me sinto estranha sem eles. Nunca tive complexos nem sofri bullying por causa disso. Ando sempre com eles na cara e na carteira vão sempre os óculos escuros, também com graduação. Além disso, os óculos escuros escondem a minha timidez (e algumas rugas)
Ontem é só Memória: Ficava numa ilha deserta com... 
Magui: ...um avião e alguém que o soubesse pilotar para me trazer de volta. Não me seduz essa ideia de ilhas desertas.
Ontem é só Memória: A minha viagem de sonho é ... 
Magui: ...a próxima.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quarta-feira, 29 de julho de 2020

Uma tarde no Castelo de Chaves

julho 29, 2020 26 Comments
Nas minhas miniférias tirei uns dias e fui visitar Chaves, e fiquei completamente rendida.
Como não podia deixar de ser, dei comigo a caminhar pelo centro histórico da cidade, e claro, eu adorei.
O castelo de Chaves, é um dos pontos históricos de passagem obrigatórios quando se visita a cidade.
Localizado na freguesia de Santa Maria Maior, no distrito de Vila real, tem uma posição dominante sobre a elevação à beira do rio Tâmega, tendo uma orientação estratégica para a defesa da fronteira com a Galiza.

Testemunhos arqueológicos remontam a uma ocupação primitiva que nos leva até à pré-história.
Os testemuhos arqueológicos também indicam que Chaves foi um importante centro urbano, que a partir do ano de 78 se tornou a sede de município. Acredita-se que também dataria deste período a primeira muralha envolvendo a povoação, circunscrita ao centro histórico da atual cidade, onde foi erguida a Igreja Matriz.
Na época da Reconquista cristã da Península Ibérica, Chaves foi inicialmente tomada aos mouros por Afonso III de Leão (866-910), que teria determinado uma reconstrução de suas defesas.
Chaves foi palco de algumas batalhas, e foi conquistado várias vezes, no final, o domínio de Chaves só seria devolvido a Portugal entre 1230 e o início de 1231, em virtude de negociações tratadas na vila do Sabugal (então leonesa), entre Sancho II de Portugal e Fernando III de Leão e Castela. 
Afonso III foi um dos responsáveis pela reconstrução do castelo com a ereção da torre de menagem.
Durante a guerra da restauração, o castelo de Chaves, voltou à ação tendo sido modernizadas as defesas, adaptadas aos então modernos tiros de artilharia. Para esse fim, entre 1658 e 1662 foram reconstruídas as muralhas da vila, mais baixas, com traçado abaluartado, escavados fossos secos, colocadas estacas no Alto da Trindade, e erguidos o Revelim da Madalena e o Forte de São Francisco.

Do castelo medieval sobreviveu apenas parte da muralha e a Torre de Menagem. Esta, apresenta planta quadrangular com as dimensões de doze metros de largura por cerca de vinte e oito metros de altura, dividida internamente em rés-do-chão (cisterna) e mais três pavimentos com teto em abóbada de berço.
Atualmente o conjunto encontra-se parcialmente envolvido por um jardim artístico, delimitado pelas muralhas.

E vocês, já visitaram o castelo e o centro histórico de Chaves? Gostavam de visitar?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

terça-feira, 28 de julho de 2020

Ser cego, surdo e mudo

julho 28, 2020 23 Comments
De certeza que já reparaste que cada vez mais, as pessoas parecem sentir necessidade de expor as suas vidas nas redes sociais, e apesar de isso em muitos casos dar um estranho sentimento de pertença, na verdade, está cientificamente comprovado, que só cria sentimentos de tristeza, frustração e solidão.
Mas as redes sociais vieram mudar o mundo, e para melhor, quando bem utilizadas. Graças a elas o conceito de "perto" mudou, a proximidade entre as pessoas é outra, e felizmente estamos todos à distância de um clique.
Também os negócios podem florescer graças às redes sociais e às influencers, a prova disso, foi o aumento das compras online que se registou durante o período de estado de emergência. Se eu procuro uns joggers ou uma loungewear, bastam meia dúzia de cliques, ver 5 reviews, esperar 4 dias para receber a encomenda e perceber que 3 influenciadores escolheram a marca, para abrir a minha encomenda em dois minutos e usa-la animadamente.
Sim, hoje é assim tão simples fazer compras, que ir para um shopping cheio de pessoas se torna até um pesadelo...
O que os olhos não veem, o coração não sente...
De certeza que já viste fotografias nas redes sociais de amigos, de conhecidos, ou até mesmo de famosos que te deixaram com sentimentos de tristeza, frustração, ou até mesmo inveja. A verdade é que as redes sociais, vendem uma imagem falsa de uma vida perfeita que é praticamente impossível existir.
Mas também o facto de as redes sociais ajudarem a expor novas realidades também funciona como gatilho para compreendermos que muitas vezes a violência, o terror, ou até mesmo a desgraças existem e nem sempre estão longe de nós. A facilidade de partilhar através de um clique pode ser também uma lição de vida, para aqueles que se recusam a sair da cúpula.

Tens dois ouvidos e uma boca...
Deves ouvir mais do que aquilo que falas
Não devemos viver cegos, surdos e mudos constantemente, mas a verdade é que esta velha máxima da sabedoria popular tem o seu valor, tanto em questões do quotidiano, como nas redes sociais. De certezas que concordas comigo, quando eu digo que o facto de de as pessoas gostarem da falar tudo e mais alguma coisa, não só as torna vulneráveis, como muito vezes ridículas, pois não param para pensar naquilo que dizem... Querem apenas dizer algo, para mostrar que tem opinião ativa (como todas as pessoas parecem defender), mas nem pensam no que isso realmente significa.
Por vezes uma imagem vale mais do que mil palavras, por isso mantenham-se surdos, cegos e mudos, e transmitam as vossas mensagens através de t-shirts com frases e mensagens e de certeza que não só se vão poupar a muitos problemas, como provavelmente vão transmitir de forma certeira a mensagem.

O que eu quero dizer com tudo isto é que agora, mais do que nunca todos nós temos que aprender a filtrar as informações que nos chegam. Sejam cegos na medida em que não comem com os olhos, e não acreditam em tudo aquilo que podem ver. Sejam surdos, não acreditem em tudo aquilo que os outros vos dizem sem conhecerem os verdadeiros factos, e sejam mudos, não falem só por falar, quando falarem, digam algo que acrescenta conteúdo, se fores falar só para fazeres barulho e te sentires parte de um grupo, então a tua voz só se vai destinar aos surdos.

O que pensas sobre este assunto?


Facebook Femme Luxe | Site Femme Luxe



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 27 de julho de 2020

#Resumo da semana nº25/2020

julho 27, 2020 20 Comments
Apesar de o calor ter dado tréguas, a verdade é que nem por isso a semana foi mais calma. Estive cheia de trabalho no escritório, mas também aqui no blog principalmente com as aulas de marketing digital que ando a ter... Claro que também aproveitei o calor e as noites quentes para sair com os amigos e estar a relaxar na esplanada, mas a verdade é que infelizmente o tempo não dá para tudo, e para se ter algo, temos que abdicar de outras coisas...
Legenda:

1. Estou com a nítida sensação de que está algo a acontecer por baixo do meu nariz... E eu não sei o que é... O que é grave porque o meu nariz é pequeno...
2. Aproveitar o fim de semana para colocar as aulas de marketing digital em dia...3. Não sei se é possível, alguém estar aborrecido durante a as férias (a mim parece impossível, mas nunca se sabe...), Mas se estiverem aborrecidos aqui fica uma excelente sugestão de leitura...
4. Petiscos de sábado a noite...
(Agora vou só ali caminhar até amanhã de manhã e já volto)


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sábado, 25 de julho de 2020

Tinha tudo para correr mal (92º Capítulo)

julho 25, 2020 17 Comments
E pronto, chegou a hora das despedidas, por quase dois anos, este grupo de amigos, animou as minhas semanas, e espero que as tuas também.
Agora que todas as perguntas que se formaram durante cerca de 90 semanas foram respondidas, está na hora de fechar este livro com as devidas despedidas.
"Fazemos a viagem em três carros que viajam um atrás do outro, acompanhados de um calor de quase 40º. No carro da Joana sigo eu, a Lili e a bebé (que já cresceu bastante) Vitoria, e claro, como não podia deixar de ser ao seu lado vai a Peach que se tornou a melhor companhia da criança.
No carro atrás de nós viajam a Ana, o Ivo e o Rodrigo (que vai no banco de trás com o Mário e com o Luigi) e atrás deles, com o Fábio ao volante viajam o Artur, a Carlota e ao Dinis.
Quando chegamos à herdade no Alentejo onde vamos passar férias tudo parece calmo, mas o calor é insuportável, por isso refugiamo-nos todos dentro de casa onde o calor é quase esquecido graças ao ar condicionado.
- Nem acredito que finalmente estamos de férias! - Exclama a Ana sentada no chão fresco ao lado do Luigi que lhe levou o seu brinquedo favorito.
- Nem acredito em tudo o que aconteceu nos últimos meses... A quarentena, a Inspetora... - Começa a Joana enquanto se serve de uma bebida.
- O casamento da Ana do Ivo... As relações que começaram e acabaram... - Digo enquanto acendo o meu cigarro. - Falo obviamente da minha pessoa! - Brinco. Todos riem.
- Mas sejamos sinceros, mudou muita coisa no último ano... - Concordou o Artur sentando-se no sofá ao lado do Fábio, e fitando a barriga da irmã que apesar de quase não se ver, esconde já um pequeno bebé.
- As coisas estão a mudar muito depressa... - Diz o Rodrigo.
Ele foi talvez aquele que mais amadureceu no último ano, e o que mais do que nós todos, deve sentir o impacto dessa mudança.
- Sei que somos amigos, e que nada pode mudar isso, mas a nossa vida está tão deferente... Será que daqui por dois ou três anos ainda vamos fazer as coisas que fazemos hoje? - Pergunta o Ivo estendendo uma cerveja à Ana. Também ele se sentou no chão ao lado dela.
- Vamos fazer um acordo! - Diz o Artur levantando-se de um salto. - Aconteça o que acontecer, vamos prometer que de hoje a 10 anos, nos vamos encontrar no nosso café e vamos estar todos juntos, independentemente de alguma relação ter terminado, ou começado, dos vossos filhos crescerem, vamos nos reunir. São dez anos, um ano por cada um de nós... E isso não quer dizer que a gente não se vai ver mais, quer apenas dizer que vamos ter a nossa tradição para celebrar a amizade.
Todos concordamos e brindamos a isso. As amizades verdadeiras são para toda a vida, mas toda a vida é muito tempo, principalmente quando tentamos conciliar 10 vidas completamente diferentes.

10 anos depois

Aproximo-me do café calmamente, já passei a barreira dos 40 e apesar de estar sozinha, sinto-me bem comigo mesma. O Mário acompanha-me, já tem quase 12 anos e a idade começa a fazer-se sentir. Ele tem andado deprimido, desde que o Luigi morreu com um problema renal à três meses, e eu acho que está na altura de adotar outro animal para lhe fazer companhia.
Tenho que sorrir, afinal de contas passaram 10 anos e o nosso café está na mesma, vimos aqui ainda com muita frequência, talvez uma ou duas vezes por semana, e sabe bem, este será sempre o nosso café e o nosso ponto de encontro.
- Boa noite Eduarda, café? - Pergunta-me o dono do café assim que eu coloco os pés na esplanada.
- Claro que sim senhor Carlos!
Aproximo-me da mesa, onde a Ana e o Ivo me esperam e sorriem.
- Esta tradição é muito bonita, mas hoje graças a ela, senti-me muito mais velha! - Exclama a Ana rindo.
Não sei se ela dorme dentro de um frigorifico, mas, apesar de idade já se notar, ela continua com excelente aspeto. Trocou os longos cabelos loiros, por um corte mais curto e maduro, os seus fatos impecáveis, lembram-nos constantemente que ela é advogada de sucesso e sócia de uma das maiores empresas de advocacia do país.
Ela e o Ivo decidiram não ter filhos, foi um sonho adiado por motivos profissionais, tão adiado que neste momento eles nem ponderam essa hipótese.
- Boa tarde! - Diz a Lili assim que chegou à mesa e se sentou. A Vitória sentou-se na cadeira ao lado e sorriu para todos, com cerca de 11 anos, ela está tornar-se numa bonita mulher, apesar de ter ainda um rosto infantil.
Tanto a Lili e a Vitória ainda vivem com a Joana que as trata como filhas, apesar do espírito de companheirismo. A Lili conseguiu entrar na faculdade e hoje trabalha como jornalista, e tem cuidado da filha de uma forma exemplar.
- Vocês são sempre os primeiros! - Brinca o Artur enquanto nos vai dando beijinhos e abraços. Temos que juntar mais uma mesa, ele vem com o Fábio e com os dois filhos do Fábio. O casal ficou com a custódia destes dois adolescentes à cerca de 6 anos depois da ex-mulher do Fábio ter falecido com cancro dos pulmões. De inicio não foi fácil para as crianças na altura com sete e nove anos aceitarem o Artur e o facto de o o pai, deixado a mãe porque gostavam de homens mas depois com o passar dos anos, eles aprenderam a respeitar, mas acima de tudo tratam o Artur como um verdadeiro amigo e companheiro. Também a Peach os acompanha de forma muito vagarosa, ao que parece ao longo dos anos ela tem vindo a desenvolver alguns problemas nos ossos, apesar de bem está um pouco mais limitada.
- Vamos ter que juntar mais uma mesa! - Exclama o Rodrigo chegando na companhia da Joana.
Esta para mim foi uma das melhores surpresas de sempre. Apesar do desejo da Joana de ter filhos nunca se ter realizado, eles mantém uma relação discreta, e cuidam da Lili e da Vitória como filhas. Eles decidiram tentar novamente, mas não passaram ainda da fase do eterno namoro. Cada um mantém a sua casa, e o respeito pelo espaço do outro e a verdade é que funciona assim há quase 7 anos.
E para aqueles que se estão a perguntar, sim, a Joana continua fabulosa, apesar das pequenas rugas que começaram a surgir no seu rosto. É verdadeiramente uma quarentona, toda gira e boa.
O Rodrigo amadureceu bastante, deixou o seu trabalho em call center e foi trabalhar para uma fábrica de distribuição, com o passar dos anos tornou-se encarregado, e tem finalmente alguma estabilidade financeira. E se vocês se estão a perguntar se ele continua jeitoso, devo vos dizer que, tanto ele como o primo, frequentam o ginásio de forma religiosa para manter tudo no sitio e evitar os efeitos que a gravidade tem nas pessoas.
Continuamos a conversar até que finalmente meia hora depois, a Carlota, o Dinis chegam, ele trás pela mão o filho de 9 anos a quem deram o nome de Afonso em homenagem ao pai da Carlota que morreu naquele terrível tremor de terra. Um rapazinho muito bonito, que infelizmente herdou do pai aquela estranha falha nos dentes, mas que é bem disfarçado por um maxilar bem defino mesmo para uma criança.
Nos braços a Carlota trás o mais recente membro da família, agora com sete meses, a Júlia faz as delicias de todos nós. Também esta criança recebeu o nome da avô que faleceu apenas alguns meses depois do irmão mais velho ter nascido, devido a um ataque do coração.
- Estás atrasada! - Brincou o Ivo acendendo um cigarro. porque só na meia idade, é que ele se lembrou de ter um vicio!
- Experimenta sair de casa com duas crianças pequenas e diz-me alguma coisa... - Reclama a Carlota, deitando a bebé no carrinho. - Tantos avanços tecnológicos e nada que faça os putos adormecerem magicamente.
- Estás rabugenta! - Digo com um sorriso enquanto olho para a minha afilhada.
- Preciso de voltar a trabalhar, estar em casa com os rebentos está a dar cabo de mim! - Exclama ela. - Mas não falemos de mim, contém-me as novidades...
- Eu ia contar como o nosso vizinho do lado direito nos convidou para um jantar de despedida. Estamos todos convidados, ele disse que durante tantos anos a detestar-nos acabou por gostar de nós e agora que ele vai trabalhar para a Holanda, queria se despedir... Uma espécie de pedido de desculpa.
- Um pedido de desculpa com quase 10 anos de atraso, mas tudo bem, se é para comer de graça eu alinho! - Brinco. - Já agora quem é que me pode alojar durante um mês?
- O que se passa? - Pergunta o Artur preocupado.
- Nada de mais, decidi fazer umas obras em minha casa e deitar abaixo a famosa porta secreta. - Explico, se bem que atualmente a porta não tem nada de secreto.
- Podes ficar lá em casa... Ter-te por lá com o Mário, vai ser como se tivéssemos um filho adolescente! - Brinca a Ana. - Estou a brincar, vai ser bom, como nos tempos da quarentena...
- Nem me lembres disso! - Diz o Ivo. - Nunca trabalhei tanto na minha vida...
Começamos todos a falar e a contar histórias que os mais novos ouvem atentamente, cresceram a ouvir as nossas histórias, e já fizeram parte de algumas... Nós crescemos, eles também, e conseguimos manter reunidas as nossas famílias. Aliás, na verdade nós somos uma só família, uma grande família que começou com sete pessoas e foi crescendo até termos 15 pessoas reunidas na mesma mesa. Acho que depois disto podemos dizer que nos saímos muito bem, não acham?"

Espero que tenham gostado do final. Ficaram surpreendidos com algum dos finais? Qual foi o vosso favorito.

1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo | 61º Capítulo | 62º Capítulo | 63º Capítulo64º Capítulo | 65º Capítulo | 66º Capítulo | 67º Capítulo |

5ª Parte - Eduarda
68º capítulo | 69º capítulo | 70º Capítulo | 71º Capítulo72º Capítulo73º Capítulo74º capítulo | 75º Capítulo | 76º Capítulo | 77º Capítulo | 78º Capítulo | 79º Capítulo | 80º Capítulo | 81º Capítulo | 82º Capítulo | 83º Capítulo | 84º Capítulo | 85º Capítulo | 86º Capítulo | 87º Capítulo | 88º Capítulo | 89ª Capítulo | 90º Capítulo91º Capítulo

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

Instragam