Translate

quarta-feira, 14 de abril de 2021

Apostar na elegância

abril 14, 2021 1 Comments

Quando se fala em elegância existem várias peças icónicas, entre elas estão os fatos masculinos como símbolo máximo da elegância masculina. 

 

Apesar de ainda serem peças muitas vezes associados às cerimónias e eventos formais(wedding suits), os fatos estão a sair do imaginário formal para saltarem diretamente para o nosso dia-a-dia. 

Os fatos casuais estão entre nós e são perfeitos para ir trabalhar, para um encontro ou até mesmo para sair com os amigos sem perder a classe. Hoje não existem motivos para que um homem, não tenha pelo menos um fato no seu armário e não o use simplesmente porque é esse o seu desejo.

1; 2; 3
Se estás a pensar apostar em fatos tanto para eventos formais (prom suit), como informais, tem em consideração as seguintes sugestões:

 

1. A largura da gravata deve coincidir com a largura da lapela.
2. As ombreiras devem terminar à altura dos ombros.
3. Uma lacuna entre o colarinho da camisa e a lapela do casaco pode significar um casaco mal ajustado.
4. O cinto deve ser preferencialmente fino mas tem que ser da mesma cor que os sapatos.
5. Para um look mais casual, opta por um só botão para o casaco
6. Para um ambiente mais informal, de negócios, opta por um botão duplo para o casaco.
7. Deves ser capaz de deslizar a mão entre o peito e o casaco abotoado, de forma a sentir conforto e espaço para se movimentar.
8. No caso de usares um colete, mantém sempre o botão inferior desabotoado.
9. A gravata deve ser sempre mais escura do que a camisa.
10. O casaco deve sempre cobrir o fecho das calças e o traseiro.
11. A gravata deve apenas atingir o cinto das calças, ou estar um pouco mais curta.


O que achaste das sugestões que trouxe da All About Suits? Qual foi o teu modelo favorito?

 

Se quiseres apostar em fatos, aproveita o desconto de $20 usando o código de desconto "new".

 


Facebook All About Suits | Site All About Suits



Este texto foi pago ou patrocinado.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

terça-feira, 13 de abril de 2021

Mulheres que influênciaram a minha vida

abril 13, 2021 7 Comments

Não existe nada de errado em nos deixarmos inspirar por outras mulheres. Fala-se muito sobre a lealdade entre as mulheres e a importância da amizade feminina e o impacto que estas relações podem ter na vida de uma mulher. A verdade é que nós mulheres temos a necessidade de conviver com outras mulheres. 

Tive a sorte de crescer rodeada de mulheres fortes, corajosas e temerárias, e com elas aprendi valiosas lições. A minha mãe foi sem duvida a maior influência da minha vida e foi fundamental para definir o meu crescimento enquanto mulher.

Apesar de ela ter optado por ficado em casa a cuidar de mim depois de eu nascer, ela sempre reforçou a importância de eu crescer, de trabalhar e conquistar a minha independência. Como sou filha única ela sempre fez (e faz) questão de que eu aprenda a viver sozinha e não dependa de ninguém.

Outra grande influência no meu crescimento enquanto mulher foi a minha avó materna, infelizmente esta influência não veio até mim de forma, uma vez que ela faleceu quando eu tinha apenas 6 anos, mas a minha mãe sempre me falou muito dela, e com o passar dos anos percebi que tenho muitas coisas que aparentemente herdei dela. A minha avó cresceu na aldeia e veio trabalhar para a cidade do Porto muito nova. Nunca teve medo de ir à luta e quebrar tabus e preconceitos, era uma mulher corajosa que numa época em que era suposto as mulheres ainda se submeterem aos homens, ela não se submetia, era independente e autónoma, e sinceramente gostava muito de a ter conhecido melhor.

A verdade é que os maus exemplos também nos fazem crescer, e este é o caso da minha avó paterna com quem não tinha uma boa relação. A verdade é que sempre a considerei uma pessoa má e odiosa, mas graças a ela eu aprendi a ser dura, aprendi que por vezes é importante saber entrar "em joguinhos" e aprendi a manipular as pessoas. Considerar-me fria e manipuladora não é algo bonito de se dizer, mas temos que ser realistas ao concordar que são características que dão muito jeito na vida.

 

Quais foram as mulheres que influenciaram a tua vida? O que aprendeste com elas?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

Riscas ou bolinhas, qual perferes?

abril 13, 2021 5 Comments

Quando o assunto são os vestidos, podemos escolher de forma ampla entre os tecidos lisos, as cores vibrantes, entre os padrões animais, florais, geométricos entre muitos outros, mas nada substituiu os velhos clássicos que nunca saem de moda, refiro-me às bolinhas de vários tamanhos e às ricas.

1; 2; 3;
Grandes, ou pequenas, com riscas finas ou largas, estes clássicos são sempre elegantes e nunca nos fazem ficar mal. Sejam em modelos mais curtos ou em modelos mais compridos (os famosos cheap maxi dresses), a verdade é que estes vestidos são elegantes e femininos e quando bem escolhidos e bem conjugados podem criar visuais verdadeiramente fantásticos.


Existem vários modelos que vão além do comprimento por isso basta escolheres aquele que melhor combina contigo.
Além do clássico vestido em tons de preto e branco, a verdade é que para as mais arrojadas existem modelos em cores mais vibrantes e vistosas que podem ser combinadas com calçado e acessórios igualmente vibrantes.


Quando falamos de vestidos às bolinhas ou com riscas é muito usual pensarmos numa pegada pin-up, mas apesar de esses continuarem entre os clássicos, a verdade é que cada vez mais estes padrões se modernizaram e foram muito mais além.

Na hora de fazer as devidas combinações lembra-te que a regra é não ter regra e por isso podes apostar em sandálias, sapatos, sabrinas ou até mesmo sapatilhas e garantir, qualquer que seja a tua escolha que o teu visual vai ficar perfeito.

4; 5; 6

E não te iludas, estes vestidos e padrões (cheap clothes for women), não são exclusivos do verão, por isso aposta neles também na primavera e no outono.

E também importante referir que apesar de estes padrões serem maioritariamente casuais, a verdade é que não são completamente exclusivos e podem ser usados de forma mais formal ou até mesmo em cerimónias.


E tu, gostas destes padrões? Qual foi o teu modelo favorito?



Facebook Berrylook | Site Berrylook



Este texto foi pago ou patrocinado.


 Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

segunda-feira, 12 de abril de 2021

#Resumo da semana nº14/2021

abril 12, 2021 13 Comments

Foi bom regressar à rotina do trabalho e do trabalho blog depois da semana de obras aqui em casa. Ainda existe muito a ser feito e as obras apesar de não estarem atrasadas, parecem durar muito mais do que o idealizado.

Esta semana aproveitei para colocar o trabalho em dia tanto no escritório como no blog, o que foi bastante satisfatório. Sentia mesmo que precisava de me sentar e tratar das coisas com a devida calma que as coisas merecem mas que nem sempre é possível dar.

Também ando a planear as férias de verão, mas começo a ter algum receio devido à situação do país, Por isso e apesar de já ter uma casa de férias em vista, acho que vou optar por perder o negócio e esperar mais uns meses para ver como as coisas correm.

Legenda:

1. Porque hoje a best faz anos!!!

2. Por algum motivo que não consigo compreender há 10 anos isto até pareceu boa ideia... Vamos lá entender os jovens

3. Já a pensar nas férias de verão...

4. Se não for agora, vai ser quando?

5. Boa Páscoa!!!

6. Digam-me que eu não era a única que estava a morrer de saudades das esplanadas...

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

Luvas, um acessório de igualdade social

abril 12, 2021 8 Comments

Graças à minha parceria com a GSG Online, tenho trazido até ti, semana após semana, não só modelos de luvas lindos de morrer, mas também sugestões e curiosidades sobre esta peça.

Atualmente é usual só usar luvas dos dias de frio, ou para conduzir (leather driving gloves mens), contudo no passado as luvas eram um acessório obrigatório no guarda-roupa tanto de homens como mulheres.
Durante anos, mostrar as mãos nuas era considerado algo antidemocrático, contudo em 1920, uma revista feminina trouxe um artigo que veio provocar uma reação curiosa entre as mulheres. Nesse artigo era incitado que as mulheres a desobedecerem ao modismo das mãos enluvadas.

O facto de não ser "obrigatório" recorrer a luvas, veio destacar a diferença entre as diferenças entre as classes sociais. Como sabemos, o trabalho doméstico naqueles tempos era duríssimo, ninguém conseguiria fazê-lo e ainda preservar as mãos macias, suaves e jovem, por isso, não usar luvas era um privilégio exclusivo das classes sociais altas.

1; 2; 3;
A comparação dos dois pontos de vista sobre um tema aparentemente banal é extremamente interessante: para uns, as luvas poderiam tornar as pessoas um pouco mais iguais, pelo menos na aparência. A verdade é que temos que nos lembrar que ao contrário do que pensávamos sobre o uso das luvas no passado, é que afinal este não era assim tão fútil.

Hoje em dia as luvas são apenas acessórios para o inverno ou para cerimónias que assim possam exigir, contudo as gsg gloves, continuam a merecer o destaque entre todos nós independentemente da classe social.

E tu, concordas que as luvas serviam para tornar iguais as classes sociais? O que pensas sobre este assunto?




Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest


sexta-feira, 9 de abril de 2021

Receita #32 - Iscas de bacalhau

abril 09, 2021 25 Comments

As iscas de bacalhau são aquele petisco tão português, e tão delicioso que sabe bem em qualquer refeição. Esta também é um daqueles pratos simples, mas que parecem sempre ter um segredo não é verdade? Mas não te preocupes, eu vou partilhar contigo a minha receita de iscas de bacalhau.

Ingredientes:

  • 200gr de bacalhau
  • 1 chávena de farinha de trigo
  • 1/4 de chávena de água
  • 1 ovo
  • Salsa QB
  • Pimenta e sal QB


Preparação:

Coze o bacalhau durante mais ou menos 8 minutos e desfia-o bem. Numa tigela junta o bacalhau desfiado, a farinha e o ovo e envolve bem. Se preferires podes fazer este processo com as mãos para ser mais fácil misturar tudo, junta a água aos poucos, pode ser necessário mais ou menos água dependendo da absorção da farinha por isso o ideal é fazer este processo com calma. 

O ideal é teres uma mistura que não seja muito espessa nem totalmente liquida, o ideal para encontrares esta espessura é pegares numa colher de sopa e retirares um pouco da massa das iscas ao verteres o conteúdo ele deve deslizar sem problemas, não não de imediato, ou seja deve ir deslizando da colher.

Prova a massa das iscas e tempera de sal e pimenta a gosto. Coloca também salsa picada a gosto e mexe bem.

Frita as iscas em óleo bem quente, e depois retira a gordura com papel absorvente.

Serve iscas num tamanho mais pequeno com uma salada de grão para uma entrada especial, ou faz iscas um pouco maiores e serve com arroz de tomate para uma refeição principal.

 

E que tal, gostas de iscas de bacalhau? Tens algum segredo? Eu confesso que esta é uma receita que faço mais ou menos a olho, mas acho que consegui partilhar contigo o melhor desta receita.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quinta-feira, 8 de abril de 2021

5 minutos para conhecer... Ariane

abril 08, 2021 12 Comments

Começamos o mês de abril com mais uma edição de "5 minutos para conhecer", e desta vez vamos conmhecer a Ariane, a menina de 35 anos, analista de markting de São Paulo, autora do blog "My Dear Library".

Ontem é só Memória: Quando eu era criança e me perguntavam o que queria quando fosse adulta respondia sempre que...
Ariane:
...ia ser jornalista. Acabei estudando comunicação e trabalhando com marketing, mas ainda pretendo estudar jornalismo.
Ontem é só Memória: Se alguém me quiser conquistar pelo estômago, devem oferecer-me...
Ariane:
...bolo de chocolate.
Ontem é só Memória: Ontem esqueci-me de...
Ariane:
...tomar minha vitamina D
Ontem é só Memória: Tenho uma coleção de...
Ariane:
...canetas


Gostavas de participar nesta rubrica? Então envia um e-mail para colaboracoes.ontemesomemoria@gmail.com
 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quarta-feira, 7 de abril de 2021

Porque temos que nos sentir bem em nossa casa

abril 07, 2021 20 Comments

Existem muitos mitos e verdades quando o assunto é decoração, será que menos é mais? Será que posso escolher um móvel não pela sua utilidade, mas por uma questão de estética?

1; 2; 3;

Os chamados móveis de apoio não têm apenas uma função decorativa. Além de uma função estética, estes móveis servem também para, tal como o nome indica prestar apoio quando os móveis principais não são suficientes.

Quando se fala em móveis provençais, podemos encontrar várias ideias de móveis de apoio, entre eles os tradicionais e muito charmosos carrinhos de chá, os puffs estilo recamier que ficam bem tanto num corredor ou num quarto, e os aparadores que nunca saem de moda.

4; 5; 6

Gosto particularmente da elegância deste tipo de mobiliário, o charme dos detalhes e a escolha das cores podem se fundir com quase qualquer casa e com qualquer personalidade. A prova disso são os carrinhos de bebidas, que chegaram até nós há séculos mas vieram para ficar. A prova que qualquer peça de mobiliário é adaptável, e mutável ao longo dos longos, sem nunca perder a sua classe e a sua utilidade.


Se analisarmos bem, a decoração, tal como a roupa, conta a história de evolução humana, de como a decoração e funcionalidade dos lares se tornou importante, relevante na vida das pessoas. As casas são mais do que o lugar onde voltamos no final do dia do trabalho, são o lugar onde é fundamental nos sentirmos bem e nos sentirmos em paz.


E tu, o que achas da utilização de móveis de apoio? Qual é o teu móvel favorito?


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

terça-feira, 6 de abril de 2021

Fobias estranhas (5ª Parte)

abril 06, 2021 33 Comments

Já não se falava de fobias aqui no blog há algum tempo, por isso achei que devíamos começar o mês de abril com algumas fobias curiosas.

38. Abissofobia — Medo de abismos, precipícios;

Eu pessoalmente não lido muito bem com abismos ou precipícios, por isso é que nunca viram uma foto minha num desses locais.


39.  Aicmofobia — Medo de agulhas de injeção ou objetos pontudos;

Apesar de não ter medo de agulhas, consigo perceber o motivo pelo qual algumas pessoas tem medo de agulhas.


40. Botanofobia — Medo de plantas

Estranho, mas a verdade é que alguma plantas até conseguem mesmo meter medo.


41. Cacorrafiofobia — Medo de fracasso ou falhar

E não é normal ter medo disto?


42. Cromofobia ou cromatofobia — Medo de cores;

Deve ser muito complicado viver com este tipo de fobia não achas? 

 

43. Dorafobia — Medo de pele de animais; 

Concordo que é um pouco nojento e até compreendo por que motivo algumas pessoas podem ter esta fobia.


44. Eurofobia — Aversão ou preconceito a europeus e/ou sua cultura.

Cá para mim, isto é um tanto ou quanto fobia não?


45. Hoplofobia — Medo de armas de fogo;

Muito compreensível...


46. Logofobia — Medo de palavras;

Estranho, mas compreendo que algumas palavras sejam tão longas que até dão medo.


47. Motorfobia — Medo de automóveis;

Não de todo das fobias mais estranhas...


48. Nucleomitufobia — Medo de armas nucleares;

Eu também tenho medo delas...


49. Orientalofobia — Medo de orientais

Tal como a eurofobia, cá para mim isso é racismo...


50. Rupofobia — Medo de sujeira

Mas existe alguém que gosta de sujeira?


Conhecias estas fobias? Sofres de alguma fobia?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

segunda-feira, 5 de abril de 2021

#Resumo da semana nº13/2021

abril 05, 2021 13 Comments

A semana de férias passou a correr mas sem um minuto para descansar e recarregar baterias. Apenas no domingo é que consegui arranjar tempo para me dedicar às minhas coisas e me mentalizar que estou de regresso ao trabalho.

Abril vai ser um mês duro no trabalho, mas espero que não seja tão duro como março e que eu consiga retomar a atividade normal aqui do blog até porque tenho muitas coisas pensadas que quero mesmo colocar em prática.

Quanto às obras, e se me segues nas redes sociais, deves ter acompanhado os progressos, e percebido que estou bastante orgulhosa daquilo que estou a construir e ansiosa para chegar à parte da decoração.

Legenda:


1. Se não for agora, vai ser quando?

2. Dizem por aí que hoje é dia de comer peixe...

3. Estou com a sensação de que vou precisar de férias para descansar das férias...

4. Aqui está a Becas a testar o novo chão... Tendo em conta que ainda não saiu do sítio dá para perceber que é bom!

5. Este ano, o Chef Panda tornou o aniversário da minha mãe bem mais doce...


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

Conhece a GSG

abril 05, 2021 10 Comments

Ultimamente tenho falado de luvas, e cintos feitos em pele, e com eles tenho  apresentado os produtos da gsg online, mas na verdade ainda pouco ou nada te falei sobre a marca e de como ela surgiu.

Segundo o site das fashion gloves, tudo começou quando o fundador da marca era ainda um estudante e teve a oportunidade de se envolver num projeto prático de comercio internacional de vários produtos de couro e outras produções relacionadas.

1; 2; 3;
 Desta aprendizagem ele descobriu a versatilidade dos produtos de couro e o seu uso prático para o dia-a-dia, bem como o quanto existia uma necessidade dele no mercado.
Surgiu assim a ideia de criar e fornecer as próprias luvas de couro. A ideia era que qualquer pessoa tivesse acesso a um par de luvas de couro quando fosse necessário e essa ideia tornou-se muito reconfortante para as pessoas.

A GSG começou por ser um pequeno negócio com apenas alguns curtidores e com equipamentos relativamente simples, mas sempre com materiais genuínos e com trabalhos manuais delicados. Foi assim que a empresa conquistou a confiança dos clientes ao longo dos anos. A marca tenta o seu melhor para baixar os preços enquanto mantém a qualidade dos produtos tão alta que possível. Portanto, o que a GSG fez foi melhorar sua habilidade e técnica de fabricação de luvas.

4; 5; 6

Apesar de tudo, estamos a falar de uma marca que luvas (gsg gloves), que quer ser acessível a todos, e mesmo assim acompanhar as tendências da moda através de designs exclusivos.

Podemos então dizer que esta marca é jovem e dinâmica, sempre atenta às tendências e aos gostos de cada um, mas acima de tudo é uma marca que nos dá tudo que procuramos a um preço acessível.

E tu, já conhecias esta marca? O que achaste da história?




Este texto foi pago ou patrocinado.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

sexta-feira, 2 de abril de 2021

Falando sobre "Os Cinco" de Enid Blyton

abril 02, 2021 17 Comments

As fabulosas aventuras de "Os Cinco" de certeza que não te passam ao lado, e se, tal como eu gostas de ler, tenho quase a certeza que estas aventuras marcaram presença na tua estante.

Enid Blyton começou a escrever a série infantojuvenil 'Os Cinco' em 1942, inaugurando-a com o livro Os Cinco Na Ilha Do Tesouro. E a partir daí ao longo de 21 títulos publicados até 1963, acompanhamos as aventuras do Júlio, Ana, David, Zé e Tim.


Conhece as personagens:

  1. Júlio é o mais velho de Os Cinco e tem doze anos. É valente, gentil e sensato, sendo o chefe do grupo.
  2. David tem onze anos e adora pregar partidas às pessoas, sendo no entanto capaz de se pôr em risco para proteger os outros. Acha que férias sem aventuras são uma perda de tempo.
  3. A Ana tem apenas dez anos, e sendo a mais organizada e altruísta, é também a mais calada e a mais medrosa.
  4. Maria José, ou Zé, quer ser um rapaz.
  5. O cão Timmy tem uma predileção especial por coelhos.


Enid Blyton:
Enid Mary Blyton (11 de Agosto de 1897 – 28 de Novembro de 1968) foi uma escritora inglesa de livros de aventuras para crianças e adolescentes.
Os seus livros encontram-se entre os mais vendidos do mundo desde a década de 1930 e ainda hoje continuam a ser populares.  Algumas das suas obras já foram traduzidos em cerca de 90 línguas, e ao longo de toda a sua vida terá escrito mais de 800 obras.
 Os seus livros têm sido criticados como sendo elitistas, sexistas, xenófobos e, pontualmente, com o ambiente liberal que emergia no pós-guerra no Reino Unido, mas, ainda assim, continuam a ser grandes sucessos de venda desde a sua morte em 1968.

Os 21 títulos que compõe a coleção de "Os Cinco":

  1. Os Cinco na Ilha do Tesouro (1942)
  2. A Nova aventura dos Cinco (1943)
  3. Os Cinco Voltam à Ilha (1944)
  4. Os Cinco e os Contrabandistas (1945)
  5. Os Cinco e o Circo (1946)
  6. Os Cinco salvaram o tio (1947) 
  7. Os Cinco e o Comboio Fantasma (1948) 
  8. Os Cinco na Casa do Mocho (1949) 
  9. Os Cinco e a Ciganita (1950) 
  10. Os Cinco no Lago Negro (1951) 
  11. Os Cinco no castelo da Bela-Vista (1952)
  12. Os Cinco na torre do farol (1953) 
  13. Os Cinco na planície misteriosa (1954) 
  14. Os Cinco e os Raptores (1955) 
  15. Os Cinco na casa em ruínas (1956) 
  16. Os cinco e os aviadores (1957)  
  17. Os Cinco nas montanhas de Gales (1958)    
  18. Os Cinco na quinta dos Finniston (1960)     
  19. Os Cinco nos Rochedos do Demónio (1961)
  20. Os Cinco e a Ilha dos Murmúrios (1962)    
  21. Os Cinco e a torre do sábio (1963) 


A minha opinião:

Apesar de se tratar de uma coleção infantojuvenil, confesso que ainda hoje dou comigo a relembrar estas fabulosas histórias e a deixar-me contagiar com elas. Aliás foram estas histórias que me fizeram desenvolver o gosto pela leitura, até porque inicialmente era a minha mãe que as lia, mas depois percebi que ficava tão ansiosa para saber a história que era preferível ler eu do que esperar que a minha mãe me pudesse ler mais um pouco.

Das 21 obras publicadas, confesso que não li duas delas, mas entre as restantes ainda mantenho as minhas favoritas entre elas "Os Cinco no Lago Negro", "Os Cinco e o Circo" e "Os Cinco na casa em ruínas".

 

E tu, conhecestes estas obras? Já leste algum destes livros? O que achaste?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

Cintos: Os acessórios masculinos em destaque

abril 02, 2021 6 Comments

A moda masculina é muitas vezes esquecida, principalmente quando o assunto são os acessórios. Existe algo que nos faz disparar alarmes sempre que o assunto é moda masculina, afinal ainda existem tantos mitos sobre este assunto que muitos homens preferem ignorar do que aprender a apostar e a melhorar a maneira como se apresentam.

1; 2; 3;

Mas comecemos pelo básico, quando falamos de acessórios para homens existem algumas peças que são um clássico que não devem ser esquecidas, entre elas falamos das luvas (best mens leather gloves), e dos cintos. Aliás, o cinto é tão importante como qualquer outra peça de roupa, não me refiro só à sua funcionalidade óbvia, mas ao impacto visual que um bom cinto tem na produção de um visual. 


Falar de cintos pode até parecer estranho, afinal de contas eles são tão óbvios e frequentes na nossa vida que é fácil nos esquecermos deles. Seja com um fato, com calças de ganga ou até mesmo com calções, os cintos vão fazer toda a diferença. Para te provar esta teoria fui visitar a gsg online, e de lá trouxe várias inspirações:

4; 5; 6

Claro que tal como acontece com as luvas (leather fashion gloves), a qualidade do tecido é fundamental, por isso opta sempre por comprar uma peça de qualidade não só pela questão da imagem que a mesma transmite mas acima de tudo para garantir a sua durabilidade. Também quando o assunto é a escolha de um cinto, surgem dúvidas no que diz respeito à escolha da cor, mas esse é assunto para outra publicação, de qualquer forma, o que precisas de saber é que o preto e o castanho são os eternos clássicos que nunca te vão deixar ficar mal.


E tu, gostas de cintos? O que achas-te desta seleção? 




Este texto foi pago ou patrocinado.


 Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quinta-feira, 1 de abril de 2021

Amor em tempo de pandemia

abril 01, 2021 23 Comments

De certeza que já ouviste dizer que a vida está cheia de ironias. E claro, a minha vida não é exceção a esta teoria pois, cerca de dois anos depois de me ter divorciado, recebi um pedido de amizade no facebook que me deixou verdadeiramente surpreendida. 

Esse pedido de amizade era do J, e ele era nada mais, nada menos que o meu primeiro namorado. Saímos, tomamos café e desenvolvemos uma amizade engraçada, cada um teve os seus namorados desde então. Contudo cerca de dois meses antes de começar a pandemia já nos tínhamos aproximado muito mais. 

 

Os sentimentos foram crescendo durante o confinamento de 2020, mas em maio quando foi possível as pessoas voltarem a sair, eu e ele saímos e começamos a namorar desde então.

Claro que começar uma relação em plena pandemia, é tudo menos fácil e normal, contudo talvez até seja bom, e uma maneira de ajudar a evitar alguns erros que foram cometidos no passado. 

Quando namoramos pela primeira vez foi no secundário e eu tinha apenas 18 anos, a nossa relação durou cerca de um ano até que nos separamos porque eu não estava assustada por ser tão nova e estar a fazer planos para o futuro.

 

De qualquer forma, as coisas pelo menos, até ao momento estão a correr bem entre nós, ainda sinto aquele frio na barriga quando estamos juntos, e ainda fico com saudades quando estamos muito tempo sem nos vermos e sim, fico muito feliz quando estamos juntos. Finalmente sinto que tenho uma relação madura e estável, onde cada um respeita o espaço e o tempo do outro e onde ambas as partes fazem sacrifícios para estarem juntas, mas não cobram à outra quando alguém tem que cancelar algo porque vai ter que trabalhar até tarde. Sim, esta relação é equilibrada, pelo menos para mim.

Compreendo que muitas pessoas podem achar toda esta história um pseudo conto de fadas, afinal de contas quantas pessoas voltam a namorar com o primeiro namorado cerca de 12 anos depois?

Pois bem, se é verdade ou não cabe a ti descobrir até porque hoje é dia das mentiras, por isso diz-me lá, achas que é verdade ou que é mentira?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quarta-feira, 31 de março de 2021

3 aprendizagens que retirei da série Seinfeld

março 31, 2021 11 Comments

Eu sei que os mais velhos dizem que passamos várias horas em frente ao televisor mas não aprendemos nada, mas isso não é de todo verdade, pois não?

Quantas vezes, percebemos que sabemos um pouco de um determinado assunto porque ouvimos falar dele enquanto víamos televisão? O mesmo acontece com as séries que nos podem trazer várias aprendizagens. Por hoje decidi falar-te de 3 aprendizagens que tirei da série Seinfeld.

1. Os nossos amigos são estranhos mas não deixam de ser os nossos amigos

O grupo de amigos do comediante Jerry Seinfeld, não podia ser mais aleatório, e mesmo assim, funciona muito bem, aliás eles são todos tão diferentes com uma química tão forte entre si, que outras pessoas acabam por ter dificuldade em se juntar ao grupo e compreender a sua dinâmica, contudo a grande lição é que apesar de todas as diferenças, eles conseguem ter momentos bem divertidos, e estão sempre lá uns para os outros.


2. Levar a vida com humor

Acompanhar uma série que nos fala de um comediante tinha que ser divertida, contudo ao acompanharmos o quotidiano de Jerry percebemos que com uma pitada de humor, e por vezes também ironia e sarcasmo, tudo se pode tornar mais leve de enfrentar.


3. Ser a única mulher num grupo só de homens

A única personagem principal da série do sexo feminino é a Elaine, e claro, apesar de se dar muito bem com todas as outras personagens principais que são do sexo masculino, a verdade é que com ela aprendemos três coisas importantes: é possível ser-se amiga de um ex namorado, é possível ser-se amiga de homens sem segundas intenções, mas também, quando só se tem amigos do sexo masculino, por vezes nós mulheres sentimos que necessitamos da companhia de outras mulheres e não tem mal nenhum nisso.

fonte
E tu, já viste esta série? O que é que aprendeste com ela?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

The pieces of clothing I must have in the summer

março 31, 2021 4 Comments

With the arrival of spring and with summer on its way, it is time to prepare our closets for the season’s appropriate clothes and accessories. Despite the cold days, it is almost impossible not to be tempted to visit online stores and discover new trends and online wholesale clothing.

1; 2; 3;

Personally, in the summer I do not say no to the shirts and tube tops made of light fabrics which, besides being fresh, are always elegant and casual, being perfect for both a day at work, as for going out at night to go for a walk or go for coffee.

Another piece of clothing that I do not dismiss is the jeans. However, I know that most women prefer skirts, shorts and dresses, and I myself begin to consider buying some of that and start betting more on these kind of garments that obviously fit better in the heat.

The wallets and accessories are also a must have of the season: the hats, earrings and necklaces deserve their highlight, without ever forgetting the wallets that from the largest to the smallest are essential for our day-to-day. Perhaps, that is why online stores are making strong bets on wholesale bags.

4; 5; 6
Personal preferences aside, experts and fashion gurus argue that vibrant colours and fabrics are back in the spotlight along with the use and abuse of accessories that help creating the perfect look at any occasion. If you have a special event, go for the usual classics and you will surely do well. In case of doubt, look for your inspiration in stores, both physical and online, and I am sure you will find the ideal piece for what you want.  So, as you have seen, there are no excuses for not enjoying the next season as it should be.

What about you, what are your clothing and accessories must haves for the summer?



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

Instragam