Translate

quinta-feira, 4 de novembro de 2021

# animais # animais de companhia

O que é a neoplasia no baço dos cães?

Como sabes em julho deste ano, foi diagnosticado à Becas um tumor no baço. Agora que as análises de acompanhamento, já nos fazem respirar de alívio achei que seria boa ideia falar-te desta doença silenciosa que na maioria dos casos acaba por vitimar os nossos amigos de quatro patas.

O tumor no baço nos cães, é uma doença que habitualmente só são diagnosticadas quando já estão muito avançadas, e apesar de puderem atingir animais de qualquer idade, é mais usual surgirem em patudos com seis ou mais anos.

Ao contrário do que possas pensar a evolução de uma neoplasia no baço dos cães é relativamente comum, no entanto na maioria dos casos, o diagnóstico é feito tardiamente, pois não é usual que o animal apresente sintomas da doença. Ou seja a doença está presente, mas o animal está bem, e por isso vai-se desenvolvendo sem que os donos percebam que alguma coisa se está a passar. Quando só primeiros sintomas aparecem a neoplasia já está grande limitando as opções de tratamento.

Sinais de alerta:
Quando o tumor aumenta, mais tarde ou mais cedo, surgem sinais aos quais deves prestar atenção:

  • Maior aumento do volume do abdómen (resultado do aumento do tamanho do baço);
  • Perda de apetite;
  • Vómitos;
  • Letargia;
  • Febre;
  • Perda de peso;
  • Anemia;
  • Diarreia;
  • Aumento do numero de vezes que o animal urina;
  • Desidratação;
  • Taquicardia;


Em muitos casos, o tumor acaba por se romper, e neste caso é urgente levares o teu animal de estimação ao veterinário para evitares uma hemorragia interna que pode ser fatal.

Como diagnosticar:
Levares o teu amigo de quatro patas a pelo menos um check-up anual pode ajudar a evitar que coisas destas aconteçam, mas claro, nem sempre vão detetar as situações atípicas por isso é fundamental prestares atenção aos comportamentos do teu animal e visitares o veterinário caso alguma coisa se altere.
Para completar o diagnóstico, o médico veterinário pode pedir ainda alguns exames como por exemplo radiografias, exames de sangue entre outros...

Tratamento:
Independentemente de ser um tumor benigno ou maligno, a solução, na maioria dos casos, passa pela cirurgia para retirar parcial ou totalmente o baço, e costuma ser um tratamento eficiente quando feito a tempo de evitar maiores complicações.
No caso de o tumor ser maligno é preciso ter especial cuidado pois existe a possibilidade de o tumor se espalhar a outros órgãos e ser necessário outros cuidados médicos, como outras cirurgia ou quimioterapia.


Como foi com a Becas:
A primeira coisa que me ocorre dizer sobre o que aconteceu com a Becas, é que no meio do azar tivemos muita sorte.
A Becas vai pelo menos uma vez por ano ao veterinário, e este ano não foi exceção. Tinha feito uma consulta de rotina com ela em maio e estava tudo bem. No final do mês de julho enquanto brincava com ela (eu uso esses momentos para fazer alguma apalpação e ver se aparece alguma coisa fora do comum), detetei uma pequena bola entre o abdómen e a coxa.
Marquei o mais rápido possível uma consulta com a médica veterinária. Na consulta a médica sugeriu que aquela bola poderia ser apenas um nódulo de gordura, mas para descartarmos alguma coisa pior ela aconselhou fazermos uma ecografia.
Quando o resultado da ecografia chegou veio a confirmação do pior cenário possível. Efetivamente a bolinha à beira da coxa era apenas gordura, mas ao fazer a ecografia, a médica percebeu que havia um tumor no baço da Becas. Ou seja, foi um achado, pois não estava em nada relacionado com o motivo que inicialmente nos levou a realizar o exame.
Depois dos devidos exames e várias conversas com a médica veterinária (que já conheço à vários anos), ficou esclarecido que o melhor seria a cirurgia, contudo era uma cirurgia muito complicada e que acarretava muitos riscos, porém era a única opção.
Para teres noção a Becas esteve no bloco cerca de 4 horas, a veterinária ficou admirada com o tamanho do tumor que pesava cerca de 500gr, e por isso era quase do tamanho do baço, que teve que ser removido na totalidade. No final a Becas acabou por levar cerca de 30 pontos, mas sobreviveu à operação e aos dias de recobro (onde se verifica se ela se alimenta bem, consegue fazer as necessidades e se os outros órgãos estão a conseguir superar a órgãos do baço).
Após esse período ela regressou para casa com uma alimentação específica e com muitos cuidados, do género não fazer esforços, não comer mais que uma mão de ração de cada vez, beber água aos poucos...
15 dias depois ela acabou por tirar os pontos e regressar a casa sem as habituais restrições. Apenas a ração continuava a ser específica para o caso dela.
Enquanto isso também recebemos o resultado da biopsia, felizmente era um tumor benigno, o que nos deixava mais aliviados quanto à possibilidade de o tumor se ter espalhado, contudo e tal como a médica disse "não sabemos o que originou este tumor, a mesma coisa que fez tumor aparecer no baço, pode fazer aparecer noutro sítio, por isso vamos estar atentos".
Temos feito consultas de rotina, quase todos os meses, em outubro ela fez novas análises, felizmente estava tudo bem, e a médica sentiu-se confiante para espaçarmos as consultas para quatro meses. Em janeiro temos uma nova consulta de acompanhamento, porque depois disto, será muito difícil não termos medo que volte a acontecer, até porque foi como te disse, no meio do azar tivemos sorte em descobrir um tumor que é muito silencioso e letal.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

44 comentários:

  1. Já tinha ouvido falar nessa doença. Por só se diagnosticar tardiamente, é quase sempre fatal.
    .
    Saudações poéticas
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  2. Longa vida à Bekas
    que se livrou de uma boa ´.`)

    Boa e bela tarde com alegria, beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. É sempre bom estar atento a tudo neles, porque eles não sabem dizer o que tem, gostei de conhecer um pouco mais
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  4. Confesso que desconhecia a doença e é, de facto, assustador compreender que é detatada muito tarde. Ainda bem que, como referiste, dentro do azar tiveram sorte

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde Teresa. Parabéns pelo seu trabalho e informação. Toda matéria é bem-vinda.

    ResponderEliminar
  6. Não fazia ideia! Não conhecia esta doença!

    amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  7. Olá Teresa!
    Congratulo-me com este tipo de informação que aqui deixaste. É sempre importante para quem tem animais de companhia, em particular cães. Já tive cães noutros tempos, e sei que estas informações são muito úteis.
    Uma boa partilha aqui nos deixas.

    Beijinhos, e continuação de ótima semana!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Os humanos e animais são acometidos pelos mesmos tipos de doenças.

    Teresa, muito bom seu esclarecimento.
    saúde à Bekas!

    bjinhos e boa noite.

    ResponderEliminar
  9. Glad to hear that Becas get rid of the illness. I havent known this illness before. Thanks for the information.

    ResponderEliminar
  10. Parabéns, conseguiu salvar o animal. Muita saúde e bem estar para a Becas.

    ResponderEliminar
  11. I'm very glad that everything went well in the end. Luckily he was caught in time.

    ResponderEliminar
  12. How sad! I hadn't knowledge about this.

    XX ASH XX

    ResponderEliminar
  13. Desconhecia por completo esta doença nos cães.
    Bom fim de semana, amiga Teresa Isabel.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  14. Confesso que desconhecia,......
    Que fofura,...
    Passei para desejar um excelente fim-de-semana!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira

    ResponderEliminar
  15. Częstotliwość zależy też pewnie od rasy psów. U moich czworonogów nigdy nie wystąpił ten gus.

    ResponderEliminar
  16. Não sabia dessa doença, mas que bom que descobriu logo. É sempre melhor quando descobrimos logo doenças e temos mais possibilidades de obter sucesso no tratameto.

    https://www.biigthais.com/

    Beijoos ;*

    ResponderEliminar
  17. confeço que nunca tinha ouvido falar e tenho dois caes obrigada pela partilha é sempre bom saber bjs feliz fim de semana saude tudo de bom para a becas

    ResponderEliminar
  18. Seu post é muito útil! :)
    Ainda bem que Becas vai ficar bem :D

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderEliminar

Instragam