Translate

quarta-feira, 29 de julho de 2020

# castelo # Castelo de Chaves

Uma tarde no Castelo de Chaves

Nas minhas miniférias tirei uns dias e fui visitar Chaves, e fiquei completamente rendida.
Como não podia deixar de ser, dei comigo a caminhar pelo centro histórico da cidade, e claro, eu adorei.
O castelo de Chaves, é um dos pontos históricos de passagem obrigatórios quando se visita a cidade.
Localizado na freguesia de Santa Maria Maior, no distrito de Vila real, tem uma posição dominante sobre a elevação à beira do rio Tâmega, tendo uma orientação estratégica para a defesa da fronteira com a Galiza.

Testemunhos arqueológicos remontam a uma ocupação primitiva que nos leva até à pré-história.
Os testemuhos arqueológicos também indicam que Chaves foi um importante centro urbano, que a partir do ano de 78 se tornou a sede de município. Acredita-se que também dataria deste período a primeira muralha envolvendo a povoação, circunscrita ao centro histórico da atual cidade, onde foi erguida a Igreja Matriz.
Na época da Reconquista cristã da Península Ibérica, Chaves foi inicialmente tomada aos mouros por Afonso III de Leão (866-910), que teria determinado uma reconstrução de suas defesas.
Chaves foi palco de algumas batalhas, e foi conquistado várias vezes, no final, o domínio de Chaves só seria devolvido a Portugal entre 1230 e o início de 1231, em virtude de negociações tratadas na vila do Sabugal (então leonesa), entre Sancho II de Portugal e Fernando III de Leão e Castela. 
Afonso III foi um dos responsáveis pela reconstrução do castelo com a ereção da torre de menagem.
Durante a guerra da restauração, o castelo de Chaves, voltou à ação tendo sido modernizadas as defesas, adaptadas aos então modernos tiros de artilharia. Para esse fim, entre 1658 e 1662 foram reconstruídas as muralhas da vila, mais baixas, com traçado abaluartado, escavados fossos secos, colocadas estacas no Alto da Trindade, e erguidos o Revelim da Madalena e o Forte de São Francisco.

Do castelo medieval sobreviveu apenas parte da muralha e a Torre de Menagem. Esta, apresenta planta quadrangular com as dimensões de doze metros de largura por cerca de vinte e oito metros de altura, dividida internamente em rés-do-chão (cisterna) e mais três pavimentos com teto em abóbada de berço.
Atualmente o conjunto encontra-se parcialmente envolvido por um jardim artístico, delimitado pelas muralhas.

E vocês, já visitaram o castelo e o centro histórico de Chaves? Gostavam de visitar?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

29 comentários:

  1. Amei as imagens!! Obrigada pela partilha!! :))
    ***
    Folhas orvalhadas, e o coração enternecido

    Beijo e uma excelente Quarta Feira! :)

    ResponderEliminar
  2. Não conheço, mas parece ser mesmo giro :)
    Um beijinho,
    http://myheartaintabrain.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Já não visito o Castelo há uns aninhos! Obrigada por esta partilha *-*

    ResponderEliminar
  4. Very inteersting place. I have never been there :)

    ResponderEliminar
  5. Que realmente é um bonito lugar para passar uns dias
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia,como tal, Obrigada pela partilha 💛
    Beijinho

    https://dreamsprincess20160.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. Love this place so much! Lovely pictures! Wonderful Post!
    Allurerage
    Thetrendybride

    ResponderEliminar
  8. Belas fotografias de uma cidade que ainda não visitei.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim que tiveres a oportunidade deves visitar, acredita que vale bem a pena a visita!

      Eliminar
  9. Que belas fotos! :)
    beijinhos

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  10. Já estive em Chaves mas foi há muitos anos. Lembro-me das casa com as varandas tão curiosas. É sem dúvida um sitio onde quero voltar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Amei o texto e a viagem. Já fica anotado para conhecer.
    Entre no meu também. Dou dicas do que fazer em São Paulo, fugindo de pontos turísticos tradicionais: www.somosandarilhos.blogspot.com.br

    ResponderEliminar

Instragam