quinta-feira, 10 de outubro de 2019

# Ana Moura # fado

Dos fados à voz da Ana Moura

A semana passada tive a oportunidade de ir ver a Ana Moura ao vivo. Ele esteve nas festas de Gondomar e eu e a C aproveitamos a oportunidade de irmos ouvir alguns fados modernos e nos contagiarmos um pouco pelas letras bem interessantes da artista.
É de frisar que sendo este um concerto em espaço aberto, a qualidade nem sempre era a melhor, pessoalmente defendo que o fado deve ser cantando em espaços fechados e em ambientes mais intimistas, mas nem por isso deixou de ser agradável, principalmente porque na plateia estava muita gente jovem, o que veio provar que o fado está novamente a dar cartas entre os mais novos.

Ana Moura é a fadista mais bem-sucedida e premiada do século XXI e já vendeu mais de um milhão de discos no mundo todo, sendo uma das recordistas de vendas de discos em Portugal.
A fadista cresceu num ambiente familiar onde a música estava sempre presente, sendo que muitas vezes ouvia a mãe trautear alguns fados. Contudo a sua carreira, ao contrário do que se possa pensar, não começou no fado. As primeiras atuações de Ana Moura começaram numa banda de covers de pop/rock, mas acabaria por ser apresentada ao mundo do fado quando um dia, num bar de Carcavelos ela cedeu à tentação de cantar um fado impressionando o guitarrista António Parreira.
A sua carreira está marcada por atuações com grandes nomes da musica como Mick Jagger e Prince, culminando em 2010 quando a fadista recebeu o globo de ouro de melhor intérprete individual.
A 17 de março de 2011, Ana Moura foi nomeada para "Best Artist Of The Year", um dos importantes prémios da prestigiada revista inglesa de música Songlines.
Já em 2015, Ana Moura foi feita comendadora da Ordem do Infante D. Henrique, e um ano mais tarde, volta a receber um globo de ouro, desta vez na categoria de melhor música com "Dia de Folga".

Como podem ver, existe aqui um leque de bons motivos para ver um concerto desta cantora, mesmo para aqueles que não gostam de fado, é impossível, não deixarem cativar pelo timbre da voz Ana Mora e desfrutar de melodias com letras bem modernas.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

21 comentários:

  1. É a minha fadista favorita! Já tive a oportunidade de a ver na Avenida dos Aliados e foi absolutamente arrepiante *-*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, mas como eu disse, o fado deve ser uma experiência fenomenal se for num ambiente fechado!

      Eliminar
  2. Também adoro a Ana moura, como fadista e como pessoa:))

    Hoje, em edição especial:- :- Metáforas de amor (Poetizando e Encantando)

    Bjos
    Votos de uma óptima Quinta-Feira.

    ResponderEliminar
  3. Foste ver Ana Moura ao vivo,
    mas só agora estás voltando
    não tenho nada a ver com isso
    no bom sentido estou comentando!

    Boa noite e bons sonhos!

    ResponderEliminar
  4. Tambem gosto muito da Ana Moura, e o meu filhote tambem :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Confesso que nunca a vi ao vivo, mas deve ser bem bom
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  6. Não sendo a maior fã da fadista, gosto de a ouvir.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Não gosto muito de a ouvir, mas é sempre bom sairmos um pouco e ver quem gostamos, se gostas fizeste muito bem :)
    Bjxxx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente, acho que devemos ouvir de tudo um pouco e ampliar os nossos gostos!

      Eliminar
  8. Também gosto de ouvir a Ana Moura considero-a uma boa fadista, aproveito para desejar um bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  9. Ainda não assisti mas penso que ia gostar!!! Bom fim_de_semana 👍

    ResponderEliminar
  10. Sempre gostei de fado, fado antigo e bem português e esse não é bem o registo da Ana Moura, talvez por isso tenha tantos fãs jovens.

    ResponderEliminar

Instragam