terça-feira, 10 de setembro de 2019

# Aveiro # cidade

Uma tarde em Aveiro

Nas minhas férias decidi aproveitar uma das poucas tardes de sol para visitar Aveiro.
Confesso que é uma cidade que eu já conheço relativamente bem, mas que nunca me deixa de encantar.
Desta vez deixei-me levar pelas ruas da baixa, pelos caminhos cheios de pessoas e fui apenas mais uma turista com o interesse de conhecer melhor esta Veneza Portuguesa!
Aveiro é uma daquelas cidades estrategicamente situadas entre a ria e o mar e por isso, uma grande parte da cidade é atravessada por canais onde é frequente encontrar os bonitos moliceiros. 
Estas embarcações, são esguias e coloridas, e no passado serviam para recolher algas e sargaço, mas hoje, são apenas usadas para fins turísticos e são um dos pontos fortes do turismo de Aveiro.
Junto ao canal existe um conjunto de edifícios em estilo “Arte Nova”, que pode ser admirado.
A primeira referência histórica a Aveiro surge num documento de doação testamentária efetuada pela condessa Mumadona Dias, ao mosteiro de Guimarães em 26 de janeiro de 959, consta a referência a "Suis terras in Alauario et Salinas".
A localização estratégica da cidade facilmente permitiu a fixação da população, sendo a salinagem, as pescas e o comércio marítimo fatores determinantes de desenvolvimento.
Em finais do século XVI, princípios do XVII, a instabilidade da vital comunicação entre a Ria e o mar levou ao fecho do canal, impedindo a utilização do Porto de Aveiro e criando condições de insalubridade, que provocaram uma grande diminuição do número de habitantes.
Hoje em dia, Aveiro ocupa um lugar de topo no contexto económico nacional.

E não se pode visitar Aveiro, sem dar um saltinho às salinas logo ali ao lado.


A exploração de sal na região de Aveiro remonta a uma época anterior à existência da própria Ria de Aveiro, sendo o primeiro documento escrito sobre o salgado aveirense anterior à fundação da nacionalidade.

Aveiro transformou-se num dos melhores portos de Portugal, havendo um grande incremento na comercialização de sal e na pesca do bacalhau. Em 1808 abriu-se finalmente a barra nova (sistema artificial que permite a entrada de água do mar), facto de excecional importância para o futuro de Aveiro e de toda a sua região.

Confesso que quanto mais conheço Aveiro, mais vontade de tenho de lá voltar! E vocês, já visitaram Aveiro? Gostaram?

Se quiserem ver mais fotografias, cliquem aqui e vejam todas as capturas desta tarde em Aveiro.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

21 comentários:

  1. nossa que lugar mais LINDO!!! adorei demais conhecer a cidade

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderEliminar
  2. Que delícia o passeio e as comidinhas!! Tenho vontade de conhecer..

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  3. Aveiro é bem lindo para passar um dia
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  4. Adoramos aveiro! Belas fotos :D

    Beijinhos,

    http://damselme.blogspot.com/?m=0

    ResponderEliminar
  5. Já estive em Aveiro várias vezes mas confesso que nunca estive nas salinas, terá de ficar para uma próxima visita.

    ResponderEliminar
  6. Que saudades da minha segunda cidade preferida de Portugal, a nossa Veneza :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Instragam