Translate

sexta-feira, 29 de abril de 2022

Linha Desfalecida - 33º Capítulo

abril 29, 2022 34 Comments

Estamos cada vez mais perto da reta final da história, e eu sinto-me cada vez mais pressionada a decidir o final de cada uma das personagens. Já mudei de ideias tantas vezes que começo a achar que estou verdadeiramente apegada sentimentalmente a elas.

 "Talvez por causa do choque, ou talvez porque a Eveline tinha absorvido os poderes de Alexa, mas a barreira criada pelo Hugo para a manter afastada parecia estar a esmorecer. Isabel observava tudo, e era como se os seus olhos estivessem a ver tudo em câmara lenta.
Assustada e sem saber como deter Eveline, Isabel fez a única coisa que sabia poder fazer para a deter. Concentrou-se e voltou a entrar na mente dela, e tal como aconteceu da primeira vez, encontrou outra vez um terrível vazio.    
- Isto começa a ser irritante Isabel! Deixa-me sair daqui ou a próxima a cair ao chão és tu!
- Porque é que a tua mente é assim? Porque não tens sentimentos?
- Claro que não! Eu tenho sentimentos e neste momento sinto-me fabulosa! – sorriu a Eveline enquanto fitava Isabel. – Creio que não saibas como funcionam os teus poderes na totalidade, mas isto é o que acontece quando entras na mente de uma pessoa que apaga mentes!
Isabel estarreceu. Se ela conseguia apagar mentes, tinha absorvido o poder do rapaz que apagara as memórias da Viviana e talvez por isso tivera conhecimento sobre a existência dela e deles… Isso queria dizer que ele não só apagava as memórias… Ele absorvia e guardava-as e quando morreu todo esse baú de informação passaram gratuitamente para uma psicopata.
- Deixa-me sair daqui! – gritou Eveline. Isabel começou a rir. – Porque é que estás a rir?
- Se me estás a pedir para sair daqui é porque os teus poderes não têm nenhuma influência aqui… - disse a Isabel apontando para a cabeça. – Posso não te magoar, mas posso-te manter aqui presa!
- E o que é que julgas que te vai acontecer se estiveres neste vazio quando eles me matarem?
- Tenho que acreditar que os meus amigos são mais inteligentes que isso!
Isabel saiu do transe e regressou ao mundo real. Eveline também regressou e caminhava de forma confiante na direção do Hugo.
- Marcelo! – chamou ela tão baixo que apenas ele poderia ouvir. – Só temos uns segundos por isso presta atenção!
O homem mais velho acenou com a cabeça e com a mão fez sinal ao sobrinho, para que ele permanece imóvel, enquanto que pelo do olho Isabel os observava sem se mexer. Se alguém os visse, pensaria apenas que eles estavam imóveis a observar o mundo à sua frente.
- Eu consigo prende-la na mente dela, por isso ataquem-na quando ela estiver no transe!
Marcelo voltou a acenar subtilmente.
- Ela regenera, por isso pensem em algo que a mate de uma só vez…
Mais uma vez o Marcelo acenou. Não podia responder sem que alguém percebesse que eles estavam a conversar.
- Outra coisa… - pediu a Isabel. – Se ela morrer enquanto eu estiver na mente dela, eu não vou conseguir sair…
Marcelo preparava-se para falar, mas Isabel continuou a falar.    
- Lá dentro não tenho como saber quando vai acontecer, por isso vocês precisam de me tirar de lá… Mas se não conseguirem, acabem com aquela cabra! Só vão ter uma oportunidade!
Marcelo tentou falar mais uma vez, mas simplesmente as palavras pareciam formar um nó na sua garganta.    
- Diz ao Hugo e à minha irmã que os amo!
- Isabel! – gritou o Marcelo, no exato momento em que ela regressou à mente de Eveline.
Ao ouvir o nome de Isabel a barreira que ainda restava dissolveu-se. O Hugo correu para ela, ficando ligeiramente aliviado por ver que ela estava em transe.
- O que é que ela te disse? – perguntou o Rui.
Marcelo engoliu o nó que tinha na garganta e contou-lhes tudo o que a Isabel lhe havia dito.
- Como se mata uma pessoa que regenera? – perguntou o Hugo.
Todos trocaram olhares. Sem saber o que fazer.

 - Vou entrar! Perdido por cem, perdido por mil! – disse a Rafaela correndo para dentro, Samanta apesar de não estar muito confiante que seria a melhor coisa a fazer seguiu-a.
- O que tencionas fazer quando chegares lá em baixo? Falar diplomaticamente? – questionou a Samanta. Rafaela fitou-a chateada.
- A minha irmã está lá em baixo, a lutar contra uma psicopata que pode regenerar… tenho que fazer alguma coisa!
- Espera lá! Disseste regenerar? – perguntou a Samanta agarrando a Rafaela pelo braço. Rafaela acenou com a cabeça. – Como se mata uma pessoa que regenera?
Rafaela fitou-a confusa. A pergunta de Samanta fazia todo o sentido, afinal de contas de que servia descerem se não conseguiriam parar a pessoa que os queria matar? Subitamente foi como se na sua cabeça Rafaela começasse a juntar peças e aos poucos um raciocínio lógico começou a ganhar força.
- A regeneração celular de alguns animais com essa capacidade começa na medula óssea, talvez se interrompermos o processo é possível que ele abrande o suficiente para a matarmos…
- Faz sentido, mas creio que isso depende da capacidade de regeneração que ela possa ter. Nada garante que atacarmos o sistema nervoso central ele não vai regenerar de imediato e a gente ganhe um bilhete de ida para o céu… - acrescentou a Samanta de forma ponderada.
- Concordo, mas acho que para já é a melhor opção.. – disse a Rafaela.

- Como podemos ter a certeza que vamos dar cabo do sistema nervoso daquela cabra?
- Acido! Vamos matar as células mãe do sistema nervoso e garantir que não sobra nada para regenerar a partir delas…
- Sim, é capaz de funcionar! E eu sei onde vamos arranjar ácido! – disse a Samanta correndo para o carro e abrindo o capot do carro ficando depois imóvel a olhar para o motor e para a bateria. Rafaela colocou-se ao lado dela fitando-a com curiosidade, por isso Samanta apressou-se a explicar. – As baterias dos carros têm ácido sulfúrico!
Rafaela percebeu onde a outra rapariga queria chegar mas continuou a fita-la surpreendida, ao que Samanta respondeu.
- Estudo química! – explicou – Agora só falta saber como vamos tirar o ácido daqui e dá-lo à Eveline.
- Uma seringa! – exclamou a Rafaela. – Existe material médico lá em baixo, deve existir alguma seringa!
Foi a vez de a Samanta fitar a outra rapariga com curiosidade, ao que Rafaela sorriu e explicou.
- Estudo medicina! – as duas sorriram. – Se arranjarmos a seringa consegues o ácido!
- Podes crer que sim!

Rui voltou para junto de Alexa, a oscilação do seu peito era visível, mas muito ténue. Não sabiam o que tinha sido injetado, e o que quer que fosse tinha-a matado por segundos até que eles a conseguiram trazer de volta. De qualquer forma, ela não parecia muito bem.
- Temos que tirar a Alexa daqui! – disse ele. – Eu sei que ninguém quer ouvir isto, mas ela não vai aguentar muito mais sem cuidados médicos.
- A irmã da Isabel está a estudar medicina, é provável que lhe consiga dar assistência até chegarem ao hospital… - explicou o Hugo fitando a irmã. Ele sabia que não podia sair dali. Se alguma coisa acontecesse a Isabel e ela não fosse capaz de manter a Eveline em transe, ele seria a única pessoa que poderia manter a vilã longe dos amigos. – Por favor Rui, leva-a daqui para fora!
Rui sabia que era o mais correto fazer, contudo, a ideia de abandonar o Hugo, o tio e a Isabel, fazia-o sentir-se um traidor.
Subitamente o barulho de passos fez que todos fitassem o fundo do corredor por trás de Eveline. Rafaela e Samanta corriam pelo corredor na direção deles.
- Podem passar! Ela está em transe! – gritou o Marcelo.
- O que raio vocês estão a fazer aqui… Deviam ter ido embora! – reclamou o Rui fitando a Samanta.
Rafaela correu para Alexa e começou rapidamente a testar os sinais vitais da rapariga.     
- O que aconteceu? – perguntou a futura médica, rapidamente todos eles fizeram um resumo do que tinha acontecido. Depois foi a vez de Samanta explicar a teria que ela e a irmã da Isabel tinham desenvolvido.
- Vamos procurar uma seringa – disse o Rui deixando Alexa aos cuidados de Rafaela e afastando-se com a Samanta.
- Como é que ela está? – perguntou o Hugo aproximando-se da irmã.
- Mal! O coração está muito fraco! – disse a Rafaela. – Não sei se ela vai aguentar!
Uma raiva começou a apoderar-se do Hugo que se sentia frustrado e impotente. Ao perceber que ele estava prestes a ficar descontrolado, o Marcelo aproximou-se dele e colocando a mão sobre o ombro do rapaz disse.
- Vai lá para fora!
- Não as posso deixar aqui! – respondeu o Hugo percebendo que a sua voz tinha soado como um ronco e não com palavras.
- Hugo… No estado em que estás não vais ajudar em nada… Vai lá para fora antes que piores as coisas… Sabes bem o que pode acontecer se te descontrolares!
Hugo sabia que o homem mais velho tinha razão, mas sentia relutância em deixar a irmã, a namorada e os amigos naquela situação.
- Eu fico com elas! Além disso a Alexa está em boas mãos, não está doutra?
- Ainda não sou doutora, mas fica descansado eu vou fazer tudo ao meu alcance para a manter viva! – respondeu a Rafaela.
Relutante o Hugo levantou-se e saiu a correr."

 

Se ainda não tiveste a oportunidade de ler...   

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo7º Capítulo | 8º Capítulo9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capitulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º  Capítulo | 18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo | 28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo |

 

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quinta-feira, 28 de abril de 2022

As melhores bolsas de baile da RomyTisa para levares para um grande evento

abril 28, 2022 34 Comments

Com a chegada dos dias mais longos e quentes, e com este novo regresso à normalidade, está na hora de tirar dos armários as roupas para eventos formais e de cerimónia. Mas antes que penses que te venho falar de falar de vestidos, eis que desta vez achei que seria oportuno te falar de um dos meus acessórios favoritos. Refiro-me claro, às bolsas.

1; 2; 3;

A minha mais recente parceria com a RomyTisa, ajudou-me a trazer-te novos modelos, desde os mais clássicos, aos mais irreverentes.

A verdade é que a escolha da bolsa, vai transmitir subtilmente a mensagem que pretendes passar. Através da escolha deste acessório podes não só tornar o teu look mais sóbrio, como podes dar aquele toque mais arrojado, descontraído e divertido ao teu visual.

4; 5; 6

Quando o assusto é a escolha de um acessório como a bolsa (prom bags), além da mensagem que queres passar a verdade é que existem outros aspetos em ter em consideração como por exemplo:

1. Tem em atenção o tamanho da bolsa.
Festas como casamentos e formaturas vão pedir bolsas pequenas, onde apenas podes levar o essencial.
2. Escolhe o modelo correto.
Aposta em em carteiras e clutches, que podem ser de tecidos finos, como por exemplo de seda, e podem também conter detalhes como fechos e com pedra delicadas.
3. Combinar com o vestido.
Além da cor é preciso ter em conta que nem todos os modelos de bolsa funcionam bem com qualquer tipo de vestido. Por exemplo, as carteiras retas ficam melhor com vestidos mais sóbrios, e os acessórios feitos com tecidos mais delicados, acabam por funcionar muito bem com vestidos com um toque mais românticos. Por outro lado, as clutches, tem a vantagem de ficar bem com quase todos os modelos.
4. Equilíbrio.
Ter bom senso e equilíbrio na gora de escolher deve ser (como sempre), a palavra de ordem. Por exemplo, por muito bem que a clutch combine com praticamente todos os modelos, é preciso equilibrar a estampa, o tecido e os detalhes da bolsa, com os detalhes do vestido. Vestidos muito coloridos ou muitos bordados, pedem bolsas e acessórios mais clean.
5. Não se combina a bolsa com o sapato.
Combinar a bolsa com o sapato é coisa do passado. Hoje em dia, já não existe qualquer obrigação, e por isso podes usar a bolsa de uma cor diferente do sapato desde que exista equilíbrio e bom senso na hora de fazeres as tuas escolhas.

E tu, gostaste destas dicas? Qual foi o modelo que mais gostaste?


Facebook RomyTisa | Site RomyTisa



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest


quarta-feira, 27 de abril de 2022

VLOG | Os soberanos mais insanos da história mundial

abril 27, 2022 31 Comments

Ao final de tantos anos de história mundial, não é de estranhar que pontualmente surjam alguns soberanos completamente insanos e com ideias um tanto ou quando malucas.

1. No outro dia, no VLOG sobre as mortes inusitadas, falei-te sobre o imperador Qin Shi Huang da China, que procurou de tal forma a vida eterna eterna que acabou por morrer de envenenamento por mercúrio. Pois bem, este soberano era tão insano que enviou um exército para procurar uma bruxa com 100 anos que segundo diziam teria um elixir para a vida eterna. Pois bem, quando ele percebeu que o seu exercito não ia voltar mandou fazer uma tumba com réplicas do exército perdido.

2. Ibrahim, soberano do império otomano, gostava de desfrutar da vida através de vários luxos e orgias. Dizem que certa vez, curioso com o órgão sexual de uma vaca, decidiu fazer um molde das mesmas e com ele na mão percorreu o reino em busca de uma amante cujas partes fossem idênticas…
Estranho, não é? Mas o mais estranho foi que ele encontrou uma mulher, que com 150 quilos, tinha as suas partes idênticas à da vaca que serviu de molde.
Esta mesma mulher contou uma vez a Ibrahim que uma das suas 280 concubinas, tinha… bem digamos que o melhor termo é pulado a cerca, mas como a esposa não lhe disse o nome da infratora, o soberano decidiu de imediato colocar as 280 concubinas em sacos com pedra e atira-las ao mar!

3. Ivan 4º o terrível, era soberano da Rússia e desde muito novo que mostrou aptidões para gestos malvados. Ainda em criança adquiriu o hábito de atirar cães e gatos das muralhas do Kremlin, e anos mais tarde quando Ivan achou que a sua mulher, tinha sido envenenada, começou a matar nobres russos. A loucura era tanta que ele chegou ao ponto de cozer o seu tesoureiro num caldeirão, ou até mesmo ao ponto de espancar a sua nora porque simplesmente não gostava das roupas dela. Nesse momento e quando o filho o confrontou, ele simplesmente lhe bateu com o septo e matando-o.

4. Justino II (Imperador Romano), ficou conhecido por acabar todos os acordos de paz feitos até ao seu reinado. A loucura do soberano era tanta que que ele queria constantemente ouvir o som do órgão por todo o palácio, mordia quem se aproximasse dele e era transportado num trono com rodas. Felizmente ele acabou por abdicar do trono.

5. Nabonidus reinou na Babilónia no século 6 A.C. e foi responsável pelo declínio da civilização Babilónica. Segundo dizem, ele vivia escondido num oásis na Arábia enquanto seu filho administrava o reino. Para horror dos súbditos, o monarca desprezava o culto a Marduk, o deus mais popular da época e em vez disso, construiu um templo para si próprio onde aconteciam cerimónias comandadas por duas sacerdotisas que eram nada mais, nada menos, que a mãe e a irmã do estranho monarca.
Trechos dos Pergaminhos do Mar Morto – achados em Israel a partir de 1947 – relatam que Nabonidus achava que era um bode e às vezes saía andando de quatro e comendo erva!

Se achaste estes soberanos loucos, então não podes perder o vídeo que está disponível no canal, onde te falo de 10 soberanos insanos:

Gostaste do vlog? Qual foi o soberano que mais te surpreendeu?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

terça-feira, 26 de abril de 2022

#Resumo da semana nº16/2022

abril 26, 2022 37 Comments

Deves estar a achar estranho o resumo da semana ter sido publicado a uma terça-feira, mas como ontem foi o 25 de abril, e eu tinha uma publicação especial, tive que aproveitar a data para partilhar contigo a história de Armando Vitorino de Oliveira.

Entretanto, e por aqui, o fim de semana prolongado foi aproveitada para fazer as limpezas de primavera que apesar de cansativas foram estranhamente reconfortantes. Era mesmo capaz de me habituar a esta coisa de ter fins-de-semana com três dias.

Agora nada como regressar às semanas de 5 dias, e esperar pelas próximas férias que prometem ser bem divertidas!

Legenda:


1. Celebrar com doçura, mas também com ternura!
Boa Páscoa!

2. É no aconchego do amanhecer que eu sinto a essência da vida.

3. Os animais são pequenos pacotes de amor embrulhados em pêlo...

4. Sempre tive uma boa relação com a comida... Nunca tive problemas em comer ou em experimentar comidas novas e diferentes... Acho que isso ajudou a que desde cedo eu tenha desenvolvido vontade de ir para a cozinha e colocar mãos à obra... Ou melhor, meter a mão na massa!
Experimentar temperos, misturar sabores e combinar ingredientes tornou-se uma espécie de terapia e uma necessidade que me deixa feliz...
Cozinhar não deve ser só uma necessidade, mas sim um prazer em criar algo que nos deixe feliz e satisfeitos...

5. "A alegria que se tem em pensar e aprender faz-nos pensar e aprender ainda mais." (Aristóteles)

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

segunda-feira, 25 de abril de 2022

ESPECIAL 25 DE ABRIL | As palavras de um prisioneiro na PIDE

abril 25, 2022 40 Comments

Todos nós sabemos o que foi o 25 de abril, e o que ele representou para a história de Portugal. Contudo, e para assinalar esta data tão importante, decidi trazer-te um ponto de vista diferente, não te falar da revolução, nem das vitórias, mas sim, contar-te a história de um homem que por defender os seus ideais esteve preso na PIDE.

Hoje a sua neta fala dele com muito carinho. Da sua história poucos registos sobreviveram, uma vez que com receio de uma nova prisão, todos os documentos foram destruídos, sobrando apenas pequenos registos pessoais e um caderno de poemas que Armando Vitorino de Oliveira deixou para a neta.

Armando Oliveira nasceu no Porto no ano de 1933, sempre viveu na cidade do Porto onde trabalhava como chapeiro, e sempre foi um comunista que defendia as suas ideias e crenças.

Durante o regime da ditadura, a PIDE fez uma busca à sua casa, lá encontraram alguns papéis onde o homem exprimia a sua opinião e ideias contra o regime.

Felizmente o tempo de prisão na PIDE foi curto, contudo e enquanto lá estava escreveu alguns poemas que ficaram registados no caderno que deixou à sua neta:

O pão da PIDE

Um dia!
Um pássaro voando das alturas
Pousou no fosso das grades da prisão

O autor olhou-o e pensou
Vou dar-lhe pão
O pão em bolinhas transformado

Depois de ultrapassar grandes e redes
Caiu no fosso
Onde havia, uns restos de gramado.

O pássaro saltitando aproximou-se
Do pão que por mim foi lançado
Olhou para o pão...

Depois para mim

Que estava preso
Atrás das grades do fundão

Deu uma, duas, três
Pancadas com a pata
À laia do que fazemos com o bico do sapato

Em feito de desprezo
Em algo por nós achado
Eu juro!

Que o pássaro olhou
E cheirou o pão
Que por mim foi Lançado

E eu ouvi!
Por ele murmurado
Não é pão de Deus!

É da PIDE!
Se o debico
Morro envenenado

E o pássaro voou
Dizendo-me adeus
E eu, olhando o seu voo,
para os altos céus

Pensei!
E disse muito alto:
Graças a Deus!

 

O período na prisão da PIDE foi de apenas alguns meses, por sorte, o pai de Armando Vitorino era um bombeiro sapador, que conseguiu alguns favores juntos de pessoas influentes. 

Armando Vitorino nunca falou muito com os filhos e com os netos sobre o período em que esteve preso. A neta acrescenta que "se ele sofreu, não acredito que alguma vez vez tenha contado a alguém o que se passou". 

 Aos 56 anos, Armando Vitorino suicidou-se por motivos pessoais, e com ele levou os horrores que viu e possivelmente viveu na PIDE.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

sexta-feira, 22 de abril de 2022

Linha Desfalecida - 32º Capítulo

abril 22, 2022 46 Comments

Devo confessar que agora que o grande confronto está a acontecer, me começo a sentir inquieta com as decisões que tenho que tomar quando ao rumo das personagens. Também saber que o fim está cada vez mais perto deixa-me um pouco triste, pois a verdade é que esta história me está a deixar muito feliz e satisfeita.

Aproveito também para te perguntar o que achas da ideia de eu fazer um e-book com a história completa, ou até mesmo com mais detalhes? Estava a pensar fazer algo do género por um valor simbólico, que iria reverter claro, a favor do blog e das produções do mesmo. O que achas?

"- Sabias que a Eveline tinha poderes? – perguntou a Isabel ao ouvido da irmã.
- Sim.
- Há quanto tempo?
- Desde que tudo começou, quando tínhamos 16 anos! – confessou a Rafaela. Já tinham passado seis anos desde que tudo tinha começado, porém, os últimos acontecimentos faziam parecer que tinha apenas sido ontem que tudo acontecera. De repente um barulho vindo do corredor fez com que as duas irmãs se calassem. O som que vinha do corredor era de vários passos. Isabel espreitou e viu ao amigos aproximarem-se. Esticou a mão para fora do seu esconderijo para que os amigos a vissem.
- Porque estás a fazer isso? – perguntou a irmã confusa.
- São eles, e o Hugo vem na frente, não quero correr o risco de aparecer de repente e o assustar e levar com barreira de força em cima… - explicou a Isabel.
- Essa barreira é assim tão poderosa?
- Se não fosse, a Eveline não a ia querer…
- Isabel?
A voz do Hugo ecoou pelo corredor, Isabel saiu calmamente do seu esconderijo seguida da irmã. Assim que viu a namorada, ele correu para ela abraçando-a. No seu canto Viviana mostrou-se incomodada com o gesto do ex-namorado.
- Estás bem? – perguntou ele.
- Sim, mas temos que sair daqui. A Eveline quer vos matar!
- Ela tem razão, vamos sair daqui, e depois pensamos como resolver este problema! – concordou o Marcelo.
Subitamente o Rui gritou e saltou na direção e Viviana e Samanta, contudo Viviana foi mais rápida e agorrou a Samanta apontando-lhe uma faca.
- Muita calma! – disse a Viviana – Não quero matar ninguém!
- Então baixa a faca! – pediu o Rui.
- Não posso, não enquanto não souber qual é dom dela… - explicou a Viviana.
- Ela é humana! – exclamou o Rui tentando-se aproximar, mas Viviana aproximou ainda mais a faca da garganta de Samanta. – Por favor deixa-a ir, fica comigo no lugar dela…
Todos ficaram surpreendidos com as palavras do Rui.
- Desculpa, mas não posso, tenho que vos manter aqui…
- Viviana se participares nisto. vais ser tão assassina como a Eveline e o nosso sangue também vai estar nas tuas mãos… - disse a Isabel ponderando se era ou não uma boa ideia usar os seus poderes. O que é que a Viviana poderia fazer se os seus sentimentos fossem ampliados?
- Por amor de Deus! Estás disposta a matar inocentes para seres igual ao Hugo, mas não percebes que o vais matar para teres o que desejas. – começou a Alexa acenando ligeiramente com a cabeça a Isabel. – De que te serve seres igual ao amor da tua vida se ele já não estiver ao teu lado?
Viviana pareceu ponderar aquelas palavras, contudo continuava a segurar a Samanta que apesar de assustada parecia manter a calma. Isabel admirou a postura da rapariga, no lugar ela, provavelmente estaria a chorar como uma criança perdida numa feira popular.
- A Alexa tem razão, eu gostava de ti por seres quem eras, não precisas de ser como nós para seres especial. – disse o Hugo.
Isabel sabia que ele apenas queria deixar a outra rapariga confusa para que ela conseguisse usar os seus poderes, porém o carinho com que ele falou fez com eu ela sentisse um aperto no estômago.
Quando os olhos de Viviana se encheram de água, Isabel soube que era a altura de usar os seus poderes. Entrou na cabeça da outra rapariga e ampliou o sentimento de esperança que ela tinha.
Subitamente ela baixou a faca e Samanta correu para a beira do Rui, que a abraçou mas rapidamente a aproximou de Rafaela.
- Vocês as duas, saiam já daqui para fora! – ordenou ele.
Rafaela e Samanta apressaram-se a correr pelo corredor.
- Isabel… - chamou a Rafaela.
- Vai! – gritou o Marcelo. – Vamos já atrás de vocês.
Alexa aproximou-se de Viviana chutando a lamina para longe, e depois agarrou-a. Isabel saiu então da cabeça da rapariga que assim que regressou à realidade começou a gritar.   
- Vocês estão sempre a brincar com a minha mente! Primeiro apagam a minha memória, agora fazem-me isto… - gritou a Viviana.
- Como é que sabes que te apagamos a mente? – perguntou o Hugo surpreendido, se ela se lembrava disso, então provavelmente lembrava-se do mal que ele lhe tinha causado.
- Porque quando o rapaz que lhe apagou a mente morreu, as memórias apagadas por ele o voltaram – explicou a Eveline surgindo do nada.
Todos se viraram para contemplar a figura que surgiu atrás deles. Felizmente tanto a Rafaela e a Samanta já tinham passado pelo local, mas era óbvio que elas não estavam entre as prioridades da mulher.
Depois de repente Eveline desapareceu de onde estava, O Rui gritou e afastou o Marcelo, então Eveline surgiu no local onde o homem mais velho estava, mas em vez de encontrar o homem mais velho encontrou Alexa que com um gesto rápido lhe deferiu um murro na barriga. Contudo, foram apenas necessários alguns segundos para que a Eveline conseguisse espetar uma seringa no ombro da irmã do Hugo que gritou de dor e acabou caída no chão!
- Alexa!!! – gritou o Hugo correndo para a irmã.
Ele ainda não tinha chegado junto do corpo da irmã quando Eveline se aproximou pronta para o enfrentar desta vez com uma faca na mão. Subitamente ficou parada com o olhar fixo no teto.
- Hugo! – gritou o Marcelo olhando para a Isabel. – A barreira de força não a deixes chegar até nós senão ela vais nos matar!
- Cuida da barreira eu fico com a Alexa. – disse o Rui arrastando a Alexa que estava com a respiração pesada e fraca para trás da Isabel que parecia em transe.


- Temos que fazer alguma coisa! – dizia a Samanta caminhando de um lado para o outro.    
- Se tiveres alguma sugestão sou toda ouvidos! – concordou a Rafaela fitando a rapariga.
- Não conheces ninguém que nos possa ajudar?
- A única pessoa com super-poderes que conhecia até hoje está a tentar matar a minha irmã. Por isso não! E tu?
- Eu nem sabia que existiam pessoas com super-poderes até meia hora atrás!
- Eu não vou deixar a minha irmã lá em baixo! Vou voltar! – disse a Rafaela dirigindo-se para a entrada, mas Samanta agarrou-a
- Concordo com isso, mas não vamos voltar sem um plano, ou colocam os todos em risco!
    
Isabel não conseguia ouvir nem ver os amigos. A sua mente estava num plano alternativo, onde uma forte luz branca a cegava. Pensou que provavelmente aquilo seria a mente de Eveline, mas nunca tinha estado num espaço como aquele.
Caminhou em frente em direção ao nada. Sentada no chão estava Eveline. Então aquilo era o que acontecia quando ela entrava na mente de uma pessoa que não sentia nada. Vazio.
Fitou aquela que em tempos fora sua amiga, com quem partilhara bebidas e cigarros à apenas algumas noites atrás e sentiu uma enorme tristeza.
No chão de olhos fechados Eveline parecia sorrir. Isabel teve um mau pressentimento e sentiu um arrepio na espinha.
Subitamente os olhos de Eveline abriram e a sorrir ela disse:
- A tua amiga morreu! O dom dela é meu!

Isabel saiu do transe. Fitou o mundo real que se estendia à sua volta. À sua frente o Hugo erguia a sua barreira de força que não ia servir de nada se Eveline tivesse absorvido a força de Alexa. Marcelo e Rui tentavam reanimar Alexa.
Lágrimas corriam pelo rosto do Rui enquanto fazia respiração boca-a-boca!
- O coração dela voltou a bater, mas está muito fraco! – disse o Marcelo."


Se ainda não tiveste a oportunidade de ler...   

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo7º Capítulo | 8º Capítulo9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capitulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º  Capítulo | 18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo | 28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo |          

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quinta-feira, 21 de abril de 2022

DIY | Flores decorativas

abril 21, 2022 36 Comments

Tenho um conjunto de jarras muito giras e originais no meu quarto, contudo não gosto de estar limitada às flores da época, para ter sempre aquele toque especial nas jarras. Por isso e para facilitar, decidi criar as minhas próprias flores, tipo pluma, decorativas. 

Material Necessário:

  • Palitos de churrasco;
  • Fita de cetim;
  • Fita-cola de dupla face;
  • Tesoura. 


Preparação:

Corta cerca de 12 pedaços da tua fita de cetim, com cerca de 8cm de comprimento cada um. A quantidade de pedaços que vais cortar vai variar de acordo com a largura da tua fita de cetim, por isso, se ela for mais larga do que a minha provavelmente vai precisar de menos, e se for mais fina, vai precisar de mais.

Começa por desfiar a fita de cetim numa das pontas. Para isso basta puxares um dos fios que se encontra na ponta e puxares até desfazer por completo a malha da fita. Atenção para não desfiares tudo, deves deixar uma borda da largura da tua fita adesiva para depois colares. Repete o processo para cada um dos pedaços cortados.

Depois cola cada beira da fita de cetim na fita-cola. Uma depois da outra sem deixar espaços entre si. Retira a proteção do outro lado da fita e vai enrolando no palito de churrasco, de cima para baixo. Vai rodando o palito e colando diagonalmente. O ideal é que fique bem preso e sem espaços. 

Se sobrar um pouco de palito, podes forrar o mesmo com fita de cetim da mesma cor. Podes fazer o mesmo processo da fita-cola de dupla face, ou se preferires com um bocadinho de cola quente.

E pronto, depois é só repetires as vezes que quiseres, com as cores que quiseres... Agora já não tens desculpa para ter uma jarra bonita e com "flores" todo o ano.


O que achaste deste DIY? Tencionas fazer algo idêntico?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quarta-feira, 20 de abril de 2022

Uma manhã na Sé Catedral de Viseu

abril 20, 2022 44 Comments

Como já te disse antes, Portugal é um país rico em história e em cultura, por isso, não de estranhar que em qualquer cidade ou vila de encontre um castelo, uma igreja, ou até mesmo uma catedral que nos conte um pouco mais sobre a história do nosso belo país.

Hoje, vou-te falar sobre a minha visita ao centro histórico de Viseu, e falar-te sobre a famosa Sé Catedral, que pudemos visitar no centro histórico da cidade.

A história da Sé de Viseu remonta ao século XII, em pleno reinado de D. Afonso Henriques e foi implantada na Baixa Idade Média. Escavações posteriores junto ao Paço Episcopal revelaram um templo primitivo aparentemente de uma tripla abside aparentemente datados da época suevo-visigótica. Entretanto e nos processos de reconquista terá existido neste local dois edifícios episcopais que datam do século X, época em que Viseu era considerada a capital do território entre o Mondego e Douro.

Durante o reinado de D. Dinis a cidade atingiu um período próspero e como tal, procedeu-se a uma profunda renovação do edifício. No entanto a crise de 1383-1385 acabou por condenar as obras, ficando as mesmas paradas até ao final da crise.

 As linhas góticas da Sé seguiram as linhas originais, contendo um corpo de três naves e três tramos, aproximando-se assim do estilo românico. Uma das particularidades deste edifício é o facto da monumentalidade desta catedral tendo sido obtida pela robustez das suas paredes e muralhas.

Já no período manuelino, a Catedral de Viseu acabou por absorver intervenções estéticas, entre elas, as abóbadas das naves.
Já na idade moderna, ocorreram novas obras, desta vez que concluídas rapidamente. Em 1635 uma das torres medievais ruiu arrastando consigo o portal manuelino. A reconstrução da fachada foi bastante limitada e influenciada por uma considerável contenção de despesas.

Os traços do barroco trouxeram também ricas obras de talha, azulejo e pintura. O órgão, retábulo-mor, os painéis em azulejo do claustro e a casa do cabido são exemplos perfeitos desta arte que revelam como a Sé de Viseu se conseguiu manter atualizada durante as várias correntes estéticas dominantes no século XVIII.

Já conhecias a Catedral de Viseu? O que achaste deste local?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

terça-feira, 19 de abril de 2022

Como incluir uma poltrona na decoração?

abril 19, 2022 34 Comments

Se por um lado o sofá é aquela mobília fundamental, a verdade é que são as poltronas que dar aquela elegância e charme à decoração de uma divisão.
Quando falamos de poltronas na decoração, existem mil e uma possibilidades, e a verdade seja dita, a sua importância é indiscutível. 

1; 2; 3;
Como usar uma poltrona na decoração?

Ter em atenção o tamanho
Quando se tem muito espaço é fácil deixar espaço para circulação à sua volta, porém com espaços mais pequenos é possível que a poltrona ocupe mais espaço do que aquilo que era pretendido, por isso o ideal é escolher uma poltrona que permita no mínimo 80 cm de circulação à sua volta.

A função da poltrona
Dependendo na divisão onde vais colocar a tua poltrona, é provável que a função dela vá alterar. Por exemplo, se vais colocar num escritório e a tencionas ter disponível para receber visitas, o ideal é que a poltrona seja estofada com um tecido mais firme, porém se tencionas colocar a poltrona numa sala de estar então opta por um tecido e modelo mais confortável. Se a tua intenção é usares uma poltrona no quarto, podes apostar em modelos reclináveis, braços, ou até mesmo com apoio para os pés.

4; 5; 6
Escolher as cores
Tal como acontece com tantos outros detalhes da decoração, é fundamental ter em conta a paleta de cores que está a ser usada na divisão. Por exemplo se os tons base da divisão são lisos, então podes perfeitamente apostar num tecido estampado. Se por outro lado a divisão está repleta de tons vibrantes usa um tom liso e complementar para a tua poltrona.

Escolher texturas

Assim como acontece com as cores, as texturas devem ser complementares e usadas para harmonizar o ambiente. Por exemplo, se tens um sofá de couro, aposta numa poltrona de linho, ou algodão.

Como posicionar a nossa poltrona?

Nada como usar a técnica do círculo visual, ou seja, dispor os móveis em círculo (ou semicírculo) de forma a quem quem está sentado no sofá consiga conversar sem dificuldades com quem está sentado na poltrona.


Como vês, só existem bons motivos (e nenhuma desculpa), para teres uma poltrona em tua casa, e se gostaste de algum dos modelos que deixei aqui, então visita o Atelier Clássico e escolhe o modelo perfeito para ti.

 



Facebook Atelier Clássico | Site Atelier Clássico



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest


segunda-feira, 18 de abril de 2022

#Resumo da semana nº15/2022

abril 18, 2022 36 Comments

Espero que essa Páscoa tenha corrido bem, por aqui correu tudo às mil maravilhas, só falta ganhar coragem para ir à balança.

O fim-de-semana prolongado também foi bem aproveitado tanto para trabalhar, mas também para descansar. Acredita que eu já não me lembrava da última vez que tinha conseguido dormir até tarde, ou descansar tanto e tão bem, como aconteceu nestes últimos dias.

Legenda:


1. Aproveitar o sábado para produzir novos conteúdos para o canal e para o blog!

2. "Um navio no porto está seguro, mas não é para isso que os navios foram feitos." (John G. Shedd)

3. Querer ser outra pessoa é um desperdício da pessoa que tu és!

4. Quando era criança eu adorava os zoológicos porque amava os animais... Hoje eu detesto zoológicos porque amo os animais...

5. Percebi que ainda não tinha falado sobre a minha experiência ao ser maquilhada pela @sovilela, e acredita, existe muita coisa a dizer...
Primeiro tenho que falar das dicas muito importantes que ela me deu para cuidar da pele antes do dia em que ia ser maquilhada, que fizeram toda a diferença no resultado final.
Depois tenho que falar também da panóplia de produtos utilizados (eu, mesmo num dia de maior produção não uso nem metade 😆), e claro tenho que referir todos os cuidados de higiene que são sempre fundamentais. ADOREI!
Depois claro, a santa paciência e profissionalismo da Soraia, na hora de me maquilhar, pois eu sei que não sou a pessoa mais quieta e sossegada quando me me mexem na cara...
Foi uma hora e meia a mimar-me, a ficar bonita, e diferente do que sou habitualmente e ADOREI!
O resultado final foi fabuloso, mas a experiência foi fantástica!

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

sexta-feira, 15 de abril de 2022

Linha Desfalecida - 31º Capítulo

abril 15, 2022 40 Comments

A fuga da Isabel está a deixar muitas pessoas com os nervos em franja e claro com aquela sensação de adrenalina. Enquanto escritora, gosto de saber que as pessoas se afeiçoaram tanto às personagens que semana após semana esperam ansiosamente por mais um capítulo para saberem o que vai acontecer a seguir.

Entretanto gostava também de te relembrar que no canal do youtube tenho uma playlist com as músicas que me inspiram no momento em que estou a escrever a história e claro, se quiseres podes aproveitar para a ouvir em simultâneo. 

"Eveline caminhou furiosamente pelos corredores da mina, e soltou um grito de frustração assim que percebeu que também a Isabel tinha fugido. No chão, Viviana continuava desmaiada. Eveline aproximou-se dela e abanou-a.
- Acorda! – dizia a Eveline abanando o corpo da outra rapariga como se este fosse uma boneca. – Isto não pode começar a correr mal agora…
Mais alguns abanões e Viviana começou a despertar.
- Como é que isto aconteceu?
- Não sei, mas a Isabel conseguiu usar os poderes dela em mim, ainda a tentei impedir, mas ela atacou-me. – Explicou a Viviana. Eveline revirou os olhos, depois tirou do bolso das calças o telemóvel que estendeu à rapariga loira, nele estava uma imagem do Hugo, Alexa, Rui, Marcelo e Samanta à chegada ao local.
- Quem são os outros? – perguntou a Eveline chateada.
Viviana apontou para os rostos na imagem.
- Alexa, Marcelo, e Hugo! – disse a rapariga chorando. Depois apontou para o Rui. – Este é o Rui, eles são todos amigos, por isso é normal que ele esteja aqui também como já te havida explicado.
- E a outra rapariga?
- Não faço ideia quem é!
- Como assim não fazes ideia?
- Nunca a vi na vida! Não sei quem é! – gritou a Viviana.
- Estás a dizer-me que veio mais uma pessoa, e que nem fazemos ideias quais são os dons dela, e se ela nos pode matar a todos?
- Ela não fazia parte do grupo na altura em que descobri a verdade sobre o Hugo. E depois disso, não me tornei a pessoa favorita deles, por isso é normal que eu não saiba se eles têm ou não novos amigos!
- Sabes que não tens utilidade nenhuma para mim, se não me deres informações que me ajudem a terminar este plano sem grandes problemas… E neste momento esta rapariga é um grande problema!
- Eu estou-te a ajudar em tudo o que me pedes! Mas não te posso ajudar no que eu não sei!
- Entendo, por isso é que vais descobrir. – disse a Eveline, dando um murro no rosto de Viviana que já estava a ficar com nódoas negras por causa da pancada que Isabel lhe havida dado.
- Vais interceta-los no caminho, pedir ajuda, e tentar descobrir quem é a rapariga que está com eles.
Viviana limitou-se a levantar-se e a acenar com a cabeça enquanto saia da sala.

No seu esconderijo, Isabel e Rafaela ouviam um burburinho de vozes, mas devido à distância, não conseguiam perceber o que Eveline e Viviana diziam.
- Agora era uma boa altura para usares os teus poderes! – segredou a Rafaela.
Isabel negou com um gesto de cabeça. Era cedo demais, ainda estava sob o efeito do soro, e para dizer a verdade, queria evitar a todo o custo enfrentar a Eveline, uma vez que desconhecia os poderes dela e o efeito que eles poderiam ter.
- Não podes fugir Isabel! – gritou a Eveline. – O teu namorado já está lá fora, pronto para entrar e te salvar…
Isabel mordeu o lábio para não responder à outra rapariga.
- Precisamos de um plano! – segredou a Rafaela.
- Então é bom que tenhas pensado em algo, porque eu não me lembro de nada!
- Acho que os teus amigos devem ter chegado…
- Só temos que os encontrar antes que eles encontrem a Eveline… - respondeu a Isabel.
- Gosto do teu otimismo, mas estou com dificuldades em acreditar dele…

Enquanto isso, os restantes entraram dentro das instalações e desceram umas escadas muito antigas e danificadas até ao piso inferior. O que encontraram, deixou-os surpreendidos. Era como se aquela parte do edifício nunca tivesse estado abandonada. No corretor que se estendia para a esquerda e para a direita, focos de luz iluminavam, as paredes vazias, contudo apesar do enorme vazio que se estendia, seria de esperar encontrar materiais abandonados, bocados da construção caídos no chão, mas nada disso se via por ali. Era apenas um amplo corredor vazio.
- Ela teve algum trabalho em cuidar disto… - observou a Samanta.
- O que só me faz pensar que a pessoa é ainda mais estranha e psicopata do que pensávamos… - acrescentou a Alexa.
- Pela primeira vez em semanas, usas o termo psicopata bem aplicado. – brincou o Rui que estava tão tenso que achou que uma piada iria aliviar os ânimos.
- Eu vou à frente. – disse o Hugo, colocando-se em frente aos amigos.
- Tem cuidado! – exclamou ao Marcelo logo atrás dele, subitamente o barulho de alguém a correr, fez com todos se assustassem.
Hugo esticou o braço e abriu a  mão pronto para libertar a sua barreira energética quando viu que a pessoa que corria na diração deles era a Viviana.
- Mas que… - disse o Rui surpreendido pelo que viu.
- Hugo! – gritou a Alexa na esperança que o irmão usasse a sua barreira para os proteger. Enquanto isso Viviana continuava a correr.
- É a Viviana! Não a posso atacar!
- Ela não deve estar aqui por um bom motivo! – gritou a Alexa.
- Ela é humana! – gritou o Hugo baixando o braço.
- És um idiota! – exclamou a Alexa passando à frente dos restantes e caminhando até à rapariga que corria e dando-lhe um murro fazendo-a cair ao chão.
Todos a fitaram surpreendidos.
- Não ia esperar para ver o que ia acontecer! – respondeu a Alexa. – Tanto quanto sei pode ter sido ela a colocar-nos nesta situação.   
- Ela está assustada. – acrescentou o Rui sentindo os sentimentos dela. – Confusa, mas não está com medo…
- Explica lá isso. – pediu a Samanta. – Como é que ela está assustada, mas não está com medo?
- Sabes quando apanhas um susto? Ficas assustada porque não contavas que determinada coisa te surpreendesse, mas na verdade não estás com medo porque sabes que na verdade nada de mal te vai acontecer…
- Bem me parecia que a nossa amiga não estava a correr para nos dar as boas vinda! – disse a Alexa pegando no corpo da rapariga e levantando-a, assim que as luzes bateram no seu rosto foi possível ver as equimoses causadas pela Isabel e pela Evelina.
- Alexa o que é que lhe fizeste? – perguntou o Marcelo.
- Não fui eu, só lhe bati uma vez!
- Quem te bateu? – perguntou o Hugo aproximando-se da rapariga.
- A Isabel! – respondeu a Viviana. Hugo fitou os amigos surpreendido.
- Ah ah ah – riu-se a Alexa, fazendo uma careta a Viviana. – Até fiquei a gostar mais da Isabel!
- Viste a Isabel? Onde é que ela está? Ela está bem? – perguntou o Hugo.
- Estava bem quando me atacou, mas agora não sei. – respondeu a Viviana ainda segura pelos braços da Alexa.
- Está a dizer a verdade! – exclamou o Rui assim que o Marcelo o fitou.
- Onde está a Isabel? – perguntou a Samanta.
- Não sei… Ela fugiu, mas ainda está lá em baixo.
- Quem é que a raptou? – questionou o Marcelo.
- A Eveline!
- Está a dizer a verdade! – concordou o Rui.
- E tu, como é que vieste aqui parar? – perguntou a Alexa.
- Fiz um acordo com a Eveline. Dava-lhe informações e ela depois transformava-me numa igual a vocês!
Todos trocaram olhares surpreendidos, e fitaram o Rui que acenou com a cabeça.
- Porque é que nos estás a contar tudo isso? – perguntou a Alexa apertando-lhe o braço com mais força.
- Porque eu sei que ele sabe tudo. – reclamou ela apontando para o Rui. – Porque não sei quem ela é. – disse ela apontando para a Samanta. – E o que me pode fazer, e porque estou arrependida das decisões que tomei!
- Continua a dizer a verdade… - acrescentou o Rui.
- Bem, já diz o ditado, inimigo do meu inimigo é meu amigo! – brincou o Marcelo, perante a traição de Viviana.
- Eu diria antes que quem trai o meu inimigo, trai-me a mim também. – terminou a Samanta."

  

Se ainda não tiveste a oportunidade de ler...   

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo7º Capítulo | 8º Capítulo9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capitulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º  Capítulo | 18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo | 28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo |                         

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quinta-feira, 14 de abril de 2022

6 aneis de noivado para te inspirares

abril 14, 2022 37 Comments

Ainda seguindo a vibe dos casamentos, devo dizer que conheço algumas meninas que apesar de não quererem casar, dizem que não se importavam de ser pedidas em casamento.

Pessoalmente acho que uma coisa deve estar associada a outra, mas também entendo o que elas querem dizer. Já fui pedida duas vezes em casamento, e apesar de só de uma das vezes ter dito sim, sei que o momento em que o homem que amamos nos pede para passar a vida toda ao nosso lado é mágico, e é diferente, independente do casamento durar muito ou não.
Diferente... É mesmo essa a palavra certa, podemos viver juntos, namorar vários anos, mas o pedido de casamento é sempre marcante e diferente.
 
1; 2; 3;
Já ouvi também vários amigos e colegas dizer que só não pedem as companheiras em casamento, porque o anel fica muito caro. Claro que tudo depende dos valores que pretendem gastar, mas existem anéis de noivado simples e bonitos a preços acessíveis. Por isso e porque gosto de ajudar, encontrei os famosos engagement rings da Jeulia , uma loja online com modelos para todos os gostos e preços para todos os bolsos.

Pessoalmente gosto bastante dos aneis de comprometido (promise ringsadoro linhas mais simples, e acho que as pedras independentemente dos tons dão um certo destaque, mas mantém ao mesmo tempo um fantástico equilíbrio com a elegância.

4; 5; 6
Hoje em dia além das alianças, um anel de casamento é fundamental para marcar o dia especial, os wedding rings devido aos seus tons, podem ser usados em vários formatos de pedra e de anel. Os preços variam muito de acordo com o modelo do anel e das pedras, mas com tanta oferta de certeza que é possível encontrar um modelo que te agrade.

Aproveito para perguntar às meninas que seguem o blog, como é que é ou era o vosso anel de noivado? Gostaram das opções que escolhi na Jeulia?


Facebook Jeulia | Site Jeulia



Este texto foi pago ou patrocinado.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quarta-feira, 13 de abril de 2022

PSOOTD - Visual do casamento (onde comprei e quanto gastei)

abril 13, 2022 31 Comments

Seguindo as boas tradições, nada como tirar um tempinho para te falar do meu visual para a cerimónia de casamento da H e do R.

Se segues o blog há mais tempo e se te lembras do último a que fui, a verdade é que eu prefiro apostar em algo discreto elegante e feminino para estas alturas de festa. Não gosto de exageros e muito menos de me sentir pouco natural (e muito diferente do estilo que uso no dia-a-dia), e claro, desta vez, também não foi exceção.

Apesar de querer um visual discreto, desta vez decidi que queria algo diferente. Queria ser diferente das restantes convidadas e por isso apostei num macacão, e acertei em cheio! Acreditas que era a única que levou uma peça destas? Acredites ou não, não foi fácil escolher o modelo, pois ou pareciam todos elaborados de mais, ou simples de mais, mas quando finalmente vi este modelo na VENCA online, soube que ele era o tal.

Os acessórios e o calçado, foram escolhidos à última hora, e alguns foram até mesmo emprestados pela S e pela C. Também a escolha do calçado foi uma aventura, inicialmente ia apostar nuns sapatos estilo stilleto, mas depois ao ver que a meteorologia ia colaborar, acabei por apostar num modelo sapato aberto à frente. 

O penteado foi aquela aposta segura, uma trança no topo da cabeça, até porque, como o casamento foi a um domingo, a minha cabeleireira estava fechada e por isso, precisava de algo que fosse feito no sábado, mas aguentasse até domingo. E mais uma vez, graças à ajuda na Anita Cruz Cabeleireiros, a escolha foi certeira e funcionou perfeitamente.

Quanto à maquilhagem, a mesma ficou à responsabilidade da Soraia Vilela, em quem confiei completamente dando-lhe total liberdade de fazer o que ela achasse que ficava bem no meu rosto, e mais uma vez, acertei em cheio, pois assim que ela terminou sentia-me super feminina, e muita bonita.

Mas agora vamos ao mais importante, e vamos falar de quanto gastei para criar este look:

Macacão (Venca)- 23,59€

Sapatos (sapataria Bia) - 10,00€

Clutch - Emprestada pela S.

Acessórios (brincos e colar) - Emprestados pela S e pela C.

Relógio - O meu relógio da Swatch que nunca me deixa ficar mal.

Penteado (Anita Cruz Cabeleireiros) - 12.00€

Unhas (Anita Cruz Cabeleireiros) - 15.00€

Maquilhagem (@sovilela) - 35.00€

 TOTAL = 95,59€

 

O que achaste deste look? Mudavas alguma coisa? 

Se gostaste desta publicação e gostaria de ver mais detalhes sobre o meu visual, podes sempre ver o álbum que criei no facebook com todos os detalhes.

 

,Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

terça-feira, 12 de abril de 2022

O acessório masculino que já conquistou muitos homens

abril 12, 2022 31 Comments

Se a evolução da moda feminina é algo que me surpreende, a verdade é que a história da moda masculina me deixa completamente fascinada.

Se virmos os filmes e séries de época ou ser lermos um daqueles romances passados em séculos anteriores imaginamos facilmente, os famosos fatos completos cujo único acessório visível era o famoso relógio de pulso.
Graças à influência do cinema, os jovens passaram a usar calças de gangas, camisas e casacos de couro como sinónimo de rebeldia.
a década de 80 foi marcada pelo rap. Aqui destacam-se as roupas mais largas, e os acessórios exagerados. E é sobre os acessórios que te vou falar hoje.

1; 2; 3
O estilo que derivou do rap, trouxe até nós os colares e as correntes (chains), onde os elos grossos e brilhantes se destacam.
E claro, não pudemos falar de colares masculinos sem falarmos das das cuban link chain, onde os brilhantes e as semijóias ganham destaque, e uma tendência que se mantém até aos dias de hoje principalmente entre os mais jovens.

4; 5; 6

E se por um lado, as tendências associadas ao rap conquistam os mais novos, através da música e do cinema, a verdade é que a animação e o "retorno à infância, parece ter conquistado muitos homens. Neste caso, falo-te dos anime necklace, que tal como o nome indica traz às correntes e aos colares as imagens alusivas aos desenhos animados e animes que marcaram aquela geração.
E não penses que homens adultos não aderem a esta tendência, atém porque este género de peça, ajuda a criar um visual mais descontraído e são perfeitos para convívios entre amigos que partilham a mesma paixão.

E tu, gostas destas tendências? Qual foi a tua peça favorita entre as minhas seleções da loja Helloice?         




Facebook Helloice | Site Helloice



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

Instragam