sábado, 30 de março de 2019

Tinha tudo para correr mal (29º Capítulo)

março 30, 2019 20 Comments
Reparei que algumas pessoas não gostaram muito desta mudança de narrador, contudo decidi tentar mais alguns capítulos até decidir se continuo ou não com o Rodrigo como narrador.
"Pode parecer que ando sempre metido em esquemas... Eu até podia negar, mas se o fizesses estava a ser mentiroso, e se existe coisa que eu não sou é mentiroso. 
Estou a mentir! Mas só minto por boas causas... Atualmente só tenho que lidar com a mentira que estou prestes a contar a toda a minha família...
- Explica-me lá outra vez porque é que estamos a fazer isto? - Pergunta a Eduarda com a sua cara sem expressão. 
- Porque o meu avô faz hoje 99 anos, provavelmente este será o seu último aniversário, quero que ele morra com uma boa ideia de mim... Quero que pense que eu encontrei uma boa mulher, que terei muitos filhos e serei aquilo com que ele sempre sonhou.
- Que bonito gesto! - Exclama ela com sarcasmo. Mas a verdade é que, se arranjou para vir comigo e não se recusou quando eu lhe pedi que durante esta tarde se fizesse passar por minha namorada.
- E como é que está o Duarte?
- Está bom, aliás deve estar semi nu deitado no meu sofá enquanto eu estou em fuga com um namorado falso que quer fazer feliz o avozinho! - Exclama novamente ela. - Porque é que a Joana não veio contigo?
- Primeiro porque o Ivo e a Ana vão estar na festa e tinha receio que eles percebessem alguma coisa, segundo, provavelmente ninguém se acreditaria que eu andava com um mulherão como ela.
- Tens noção que acabaste de me insultar, não tens?
- Desculpa! Não era isso que queria dizer!
- Eu sei. Mas se não vieste com a Joana porque raio vens com o carro dela?
- Para o meu avô acreditar que estou bem na vida. - Digo orgulhoso do meu plano enquanto estaciono o carro e corro para o lado do pendura para abrir a porta à Eduarda.
- Ora bem, a história é muito simples até porque eu não quero mentir muito!  
- Estás a fazer um ótimo trabalho não haja dúvida!
- Vá colabora comigo. - Peço, ela encolhe os ombros. - Eu sou um gestor de clientes.
- AH! Isso não é mentira, isso é o nome chique, que dão aos desgraçados que trabalham em telemarkting como tu!
- Vês! Eu disse que não ia mentir muito! - Acrescento orgulhoso de mim mesmo e da roupa que levei à lavandaria só para vir bem cheirosa e engomada. - Tasse bem, voltando, eu sou bem sucedido e ganho bem, digamos que sou um dos chefes da minha empresa, mas não entres em detalhes. 
- Mesmo que quisesse não conseguia!
- Ainda bem. - Tenho que me despachar, estamos quase a chegar à porta. - Tu és a minha nova namorada, temos uma relação séria e estável, estamos a pensar ir viver juntos em breve, e tu és... és... - Agora que penso nisso, eu não faço ideia qual é a profissão da Eduarda. - Vais ser médica!
Ela desata a rir no meio do jardim do meu avô.
- Qual é a piada?
- Queres mesmo que eu seja uma médica numa casa cheia de velhotes? Tens noção que a probabilidade de um deles se sentir mal é grande, e eu serei uma péssima médica se não souber ajudar! 
Ela tem razão, tem toda a razão! Como é que eu não pensei nisso antes?
- Bem vais ser arquiteta ou advogada qual preferes?
- Não posso ser uma czarina russa ou uma princesa das arábias?
- Uma casa quê?
- Czarina! - Explica ela, mas continuo sem perceber onde ela quer chegar. - Posso ser advogada, acho que percebo alguma coisa do assunto para me safar se me apertarem lá dentro.
Tasse bem, problema resolvido mesmo a tempo da porta abrir, e olhem só o meu querido primo Ivo todo bonito e bem vestido, ao lado da sua namorada perfeita. Como é que eles conseguem estar sempre impecáveis?
- Olha afinal sempre trouxes-te a tua namorada! - Brinca o Ivo abraçando a Eduarda que está a dar o seu melhor para não se começar a rir.
- Olha Rodrigo, afinal o teu primo que tem a mania que tem piada também veio! - Responde ela certeira como sempre.
Temos que nos controlar os quatro para não rir. Vou procurar o meu avô, ele está na sua cadeira de rodas no meio da sala. Depois de o saudar apresento-lhe a Eduarda.
- Avô, esta é a Eduarda, a minha namorada, estamos a pensar ir viver juntos em breve! - Estou orgulhoso do meu discurso, mas sei que muita coisa pode correr mal.
- Olá senhor! - Diz educadamente a Eduarda.
- Olá senhor! - Diz educadamente a Eduarda.
- Ela é bonita e tem as ancas largas, vai ser boa para ter filhos!
Sinto a Eduarda a ficar tensa, aposto que ela não gostou da piada machista. 
- Para já não estamos a pensar em filhos... - Estou desesperado, tenho que acalmar as coisas, antes que o meu avô diga mais alguma coisa que leve a Edu, a tirar-lhe a botija de ar e a sair disparada pela porta fora. 
- Rodrigo!!! Eduarda! - Grita o Ivo. - Venham ver as obras do jardim! 
Abençoado Ivo! 
Como devem imaginar não existem obras significativas no jardim que levassem a uma euforia tão grande, mas valeu a pena.
O dia passou a correr, e à noite quando me fui despedir do meu avô ele apenas me segredou ao ouvido "Sei que mentiste, mas obrigada pelo esforço."
- Como é que descobriste avô?
- Nunca na vida ias arranjar um mulherão daqueles!
- Pois não. Acredites ou não arranjei uma mulher melhor, e para o ano vais conhece-la!
Sai da festa com um sorriso. Será que para o ano ainda estarei com ela?"




Gostaram deste capítulo? Deixem o vosso feedback.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

Playlist do mês de março (2ªParte)

março 30, 2019 11 Comments
Março está a chegar ao fim e foi marcado por muitas pequenas coisas que aos poucos mudaram a minha vida. Uma delas, foi a série "Roswell, New México" que me trouxe muitas memórias da primeira versão da série que tinha uma banda sonora fabulosa. Essa banda sonora também foi a minha durante vários anos, por isso tive que procurar alguns nomes, mas encontrei algumas das letras que tanto gostava, naquele tempo.

 17. Coldplay - Trouble
 18. I Shall Believe - Sheryl Crow
19. Dave Matthews Band - Crash Into Me
20. Imagine Dragons - Bad Liar
21. Sam Tinnesz - When the Truth Hunts You Down
Ouvi esta música recentemente no remake da série Roswell, desde então já está entre as minhas favoritas do momento.

22. Major Lazer - Powerful (feat. Ellie Goulding & Tarrus Riley)
23. Loni Rose - I never thought that you would come
24. Semisonic - Made To Last
25. Sarah Mclachlan - I Love You
26. Dido - Don't Leave Home
 27. Disturbed - Asylum
28. Natalie Imbruglia - Torn
29. LeAnn RImes - Can't fight the moonlight
30. Garbage - I Think I'm Paranoid
31. Placebo - Protege Moi
Espero que tenham gostado desta seleção! E vocês o andam a ouvir por ai?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sexta-feira, 29 de março de 2019

9 vestidos, os mesmos tons (3ªParte)

março 29, 2019 25 Comments
Continuamos a nossa aventura em busca do vestido perfeito para o baile de finalistas. Depois dos vestidos bege e dos vestidos bordô, regressei à Baby Online Dresses para vos trazer mais 9 modelos desta vez em tons brilhantes, muito brilhantes.
1; 2; 3;
Usar tecidos brilhantes ou então carregados de brilho nem sempre é uma boa escolha e quase nunca é fácil de usar. O segredo para usar este tipo de vestidos reside no facto de a pessoa que o veste se sentir bem com o facto de atrair atenções. Estes são vestidos que por natureza atraem os olhares, por isso quem o usar não se pode sentir mal por isso.
4; 5; 6;
Dependendo o modelo podem ser mais ou menos justos ao corpo, por isso e devido ao destaque que o brilho dá é uma boa ideia ter cuidado com aquilo que destacam.
São cores que podem tornar uma mulher o centro das atenções, mas é preciso ter cuidado na hora de escolher os acessórios, pois nenhuma mulher vai querer parecer uma bola de espelhos no centro da pista de dança. Optem por não usar nada, mas se for mesmo imperativo usar algo apostem em coisas simples e tons neutros.
7; 8; 9.
O dourado e o prateado vão ser sempre clássicos, e se por um lado ficam bem às meninas mais bronzeadas ou de pele escura, as loiras de pele clara bem o podem esquecer (principalmente o dourado, porque obviamente iriam parecer uma estatueta dos Óscares). Contudo e a pensar nas meninas loiras e de pele clara, existem também modelos de wholesale  prom dresses brilhantes em tons vermelhos, azuis e até mesmo preto.

Espero que tenham gostado deste leque de sugestões? Qual foi o vosso modelo favorito?


Facebook Baby Online Dresses | Site Baby Online Dresses




Este texto foi pago ou patrocinado.




Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

3 coisas positivas em voltar para a casa dos pais

março 29, 2019 17 Comments
Quando eu comento com alguém que depois do divórcio voltei para casa dos meus pais, as pessoas tem sempre tendência a achar que que isso é uma situação complicada e constrangedora, mas no meu caso foi exatamente o contrário que aconteceu.
1º Miminhos da mamã e do papá
Quem nunca se sentiu reconfortado com os miminhos dos papas?
Quanto a vocês não sei, mas adoro chegar a casa e dar um abraço à minha mãe e contar-lhe como foi o meu dia.

2º Já não sou uma criança
Apesar de ter consciência que serei sempre a menina deles, desde que voltei para casa do divórcio reparei que os meus pais já me tratam de forma adulta.

3º Comida boa
A não ser que a vossa mãe seja péssima cozinheira, a comida da mãe tem sempre um sabor especial. Cá em casa não é só a mãe que tem esse dom, mas também a do pai, por isso imaginam a sensação que é chegar a casa depois e um dia de trabalho e ter o jantar feito por um deles.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quinta-feira, 28 de março de 2019

Hora da Póóóchete #132

março 28, 2019 28 Comments
Para mim, existe todo um ritual em preparar as férias:
1º Escolher o destino e a companhia para as férias. - FEITO, Alemanha com a BFF.
2ª Escolher a altura do ano e comprar as viagens de avião. - FEITO, Viagem em junho pela EasyJet.
3º Depois de comprar os bilhetes de avião para as tão desejadas férias, passar a noite a ver documentários sobre desastres aéreos. - FEITO também.

E como devem imaginar, depois de horas seguidas a ver este tipo de documentários, estou cheia de medo de entrar num avião...

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quarta-feira, 27 de março de 2019

8 cuidados a ter com as tatuagens

março 27, 2019 28 Comments
Fazer uma tatuagem pode ser uma experiência muito boa, mas é preciso ter noção que a dor que sentimos enquanto ela é desenhada na nossa pele é apenas o principio.
A pensar nisso fiz aqui um pequeno resumo dos cuidados que devem ter depois de fazer uma tatuagem:
1. É provável que saiam do estúdio com uma gaze estéril ou película aderente a envolver a tatuagem. Embora a gaze possa ser retirada horas depois é preciso saber que a mesma pode estar "colada" à pele, para a retirar sem problemas devem colocar um pouco de água morna e retirar com cuidado.

2. Alguns tatuadores recomendam o uso de película aderente durante mais alguns dias.

3. Após fazer a tatuagem é importante colocar na mesma, uma pomada cicatrizante várias vezes ao dia durante 7 a 10 dias. O vosso tatuador deverá recomendar-vos uma pomada mas por norma é sempre sugerido bepanthene.

4. No dia que, fizerem a tatuagem é recomendável que não tomem banho e evitem molhar a área tatuada. Nos dias seguintes evitem o sabonete a não ser que este seja de Ph neutro. Evitem banhos de imersão, praias, jacuzzis e saunas. Na hora de de secar a pele optem por o fazer ao natural sem ter que esfregar na pele a toalha.

5. Evitem a exposição solar pelo menos durante um mês.

6. Evitem também coçar a área e retirar as crostas.

7. Evitem roupas apertadas durante os primeiros 10 dias, pois as mesmas podem fundir-se com a área ferida.

8. Ao primeiro sinal de infeção ou reação alérgica contactem o médico.

Espero que tenham gostado das dicas, mais alguma que pretendam acrescentar?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

Afinal como é que surgiram as perucas?

março 27, 2019 19 Comments
Se antigamente as perucas era um acessório procurado por quem possuía poucos fios, atualmente a peruca tornou-se num instrumento de mudança de visual, principalmente entre as celebridades.

Mas afinal como é que surgiram as perucas?

As perucas surgiram da necessidade de alguns povos se protegerem contra o frio e também por questões de higiene.
Pesquisas apontam para o facto de as primeiras perucas terem sido feitas com crina de cavalo ou de bode.

Este era também um acessório muito adorado pelas mulheres romanas que na sua maioria desejavam ser loiras (blond wigs).
1; 2; 3;
O século XVIII é considerado a época de ouro das perucas, até porque grandes Reis europeus eram adeptos deste acessório que com o passar dos anos se tornou cada vez mais um objeto de prestigio e nobreza.
Nessa época as perucas eram uma das peças mais importantes do estilo masculino da época, por isso seria impensável que um cavalheiro saísse à rua de cabelo curto.

Com a revolução francesa as perucas caíram em desuso pois esta revolução rompeu com os vários costumes da antiga nobreza. Hoje em dia ainda é utilizada em eventos formais como nos tribunais criminais da Inglaterra.
Em 1957 os japoneses criaram uma fibra sintética chamada "Kanekalon" que permitiu substituir os fios naturais. Com esta nova técnica existiu um novo crescimento do uso das perucas.

Nos nossos dias:

Atualmente como quase toda a gente sabe é possível recorrer a perucas naturais ou sintéticas (synthetic wigs) com grande facilidade e a preços mais ou menos acessíveis em lojas como a Everyday wigs.
4; 5; 6.
Apesar de serem procuradas também por homens, a maioria das perucas está destinada a um publico feminino e podem ser encontradas em vários modelos, estilos e cores desde os tradicionais, castanho, preto, loiro a tons como o rosa, o verde, azul ou até mesmo o roxo (purple wigs).

E vocês, conheciam a história da evolução das perucas?



Facebook Everyday Wigs | Site Everyday Wigs




Este texto foi pago ou patrocinado.



Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

terça-feira, 26 de março de 2019

Traumas de infância... Quem não teve?

março 26, 2019 31 Comments
No outro dia estava a conversar com a minha mãe sobre os meus traumas de infância. Aquele me lembro mais mais nitidez foi o clássico "se engolires a pastilha elástica, ela vai-se colar na barriga e podes morrer" (quem nunca ouviu isto não sabe o que é ter medo de comer pastilhas elásticas).
Claro que, como qualquer criança que cresceu assombrada por estas teorias, eu própria apanhei um susto de morte quando um dia, acidentalmente engoli uma pastilha elástica.
Ora bem, nesse fatídico dia, eu não deveria ter mais de seis anos, por isso imaginem o meu pânico quando a malfadada da pastilha desceu pelo meu esófago. Eu vi literalmente a passar-me à frente dos olhos estilo flashback de novela. Sejamos honestos, eu só tinha seis anos, por isso como devem imaginar este flashback foi tão curto que até teve espaço para anúncios. 
Como podem constatar só pelo facto de vos estar aqui a escrever, não morri, mas foram uns quantos segundos de puro pânico, estava já preparada para dizer as minhas últimas palavras quando a minha mãe me explicou que ninguém morria por engolir uma pastilha elástica. Só ai respirei de alivio!
Uff! Que medo!

Contem-me lá, qual é o vosso trauma de infância?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 25 de março de 2019

#Resumo da Semana nº12/2019

março 25, 2019 21 Comments
Esta semana foi um pouco mais calma, mas mesmo assim cansativa. No sábado dei comigo a acordar depois das onze da manhã o que já não acontecia há muito tempo, mas fiquei satisfeita por ter conseguido descansar, apesar de ainda me sentir cansada.
Espera-me uma semana complicada com muita coisa para fazer, além disso o próximo fim de-
 semana não vai ser para descansar pois além de no sábado ir trabalhar, também vou dar um saltinho à Expocosmética e no domingo tenho o aniversário da minha mãe.
Isto vai ser bonito, vamos lá ver como corre tudo.
 Legenda:

1. Acho que arranjei um novo vício... Aviso já que estou adorar!!!
2. O primeiro dia de primavera foi soalheiro como eu gosto.
3. Adoro peixe grelhado na brasa... Tem sempre um sabor especial a verão!
4. Por aqui já estão prontas para dormir... Devem estar muito cansadas depois de um dia a brincar!
5. Simplesmente e fácil de fazer, arroz de frango é sempre um prato vencedor!
6. Facto da vida n71: Existem pessoa a quem só queremos fazer uma carícia na cara... Com uma pá!
7. E assim termina o fim de semana... Agora que me estava a habituar a estas coisas...

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

Adoro t-shirts. E vocês?

março 25, 2019 31 Comments
Se tal como eu, vocês fazem parte daquele grupo de pessoas que recebeu a primavera de braços abertos e mal pode esperar para tirar dos armários as roupas mais frescas, então este post é para vocês!
Hoje decidi fazer a minha epopeia aos dias quentes e visitei a Chicgostyle em busca de blusas, t-shirts e tops bem frescos e bonitos para os dias mais quentes.
1; 2; 3;
A Chichostyle tem uma excelente e diversificada secção de cheap trendy women's clothing, ou seja tendências a preços atrativos, por isso não temos desculpa para não visitar e quem sabe não fazer compras e trazer para casa algumas peças a preços mais vantajoso. Afinal de contas sabe sempre bem comprar roupa nova, principalmente se o preço nos for favorável, não é?
4; 5; 6;
Pessoalmente não resisto a t-shirts, acho que juntamente com as calças de ganga, as t-shirts vão ser sempre uma das minhas peças de roupa favorita, primeiro porque podem ser peças práticas e casuais, contudo quando bem combinadas dão a um look aquele toque que faltava.
9; 10; 11;
Os tops, também deixaram de ser uma peça associada a adolescentes, e saltou para os looks formais, desportivos, casuais e podem ser usados em qualquer altura desde que sejam combinados com bom gosto. Cada vez mais estas peças assumem destaque na vida as mulheres que prontas para o calor não dispensam uma peça de roupa fresca e reduzida.
12; 13; 14.

Cada vez mais comuns nos armários das mulheres de qualquer idade, e cada vez mais diversificadas, as t-shirts são uma peça obrigatória para qualquer mulher, a variedade de cores e modelos é muita e tal como disse, por este e por outros motivos os fashion tops e as t-shirts tem vindo a ganhar terreno na construção de looks desde os mais casuais aos mais formais.

E vocês gostam de t-shirts? Como é que as usam habitualmente?


Facebook Chicgostyle | Site Chicgostyle




Este texto foi pago ou patrocinado.




Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sábado, 23 de março de 2019

Tinha tudo para correr mal (28º Capítulo)

março 23, 2019 16 Comments
Tal como vos tenho andado a anunciar, decidi fazer algumas alterações na história. Depois dos últimos acontecimentos de "Tinha Tudo Para Correr Mal", achei que seria interessante que a história começasse agora uma segunda parte, parte essa que em vez de ser contada pela Eduarda como aconteceu agora fosse contada desta vez pelo Rodrigo. 
Confesso que vai ser um desafio contar a história numa perspetiva tão diferente, mas sem desafios a vida não tem piada, por isso espero que gostem e espero pelo vosso feedback.
2ª Parte
Três Meses depois...
Rodrigo

"Está uma bela manhã para tirar as ervas daninhas do pequeno jardim nas traseiras da minha casa. Gostava de acreditar que era um relvado bonito que precisava de ser aparado, mas é apenas erva. Nunca me preocupei com a casa desde que a herdei da minha avó, dá para viver e por mim está bem assim, mas a Joana disse que era boa ideia arranjar o pequeno jardim para nos dias mais quentes ela se bronzear por baixo do limoeiro e a ideia de a ter em biquíni no meu terreno agrada-me.
- Olá! - Diz o Artur aparecendo nada, continua com um ar abatido, mas pelo menos já não tem olheiras até aos joelhos e já não está estupidamente magro.
- Bem-vindo! - Digo limpando as mãos às calças.
- Toquei à campainha, mas não deves ter ouvido, como vi a tua mota lá calculei que estavas em casa, e que estivesses por aqui.
- Fizeste bem a minha casa é a tua casa! - Brinco na tentativa de lhe sacar um sorriso. Consegui. - Precisas de alguma coisa, ou também te queres dedicar à jardinagem?
- Apenas não queria estar sozinho. - Diz ele arregaçando as mangas da camisa de marca que ainda lhe está larga devido ao peso que perdeu. - Posso ajudar?
Ele tem mais cinco amigos e uma irmã, porque é que ele prefere estar comigo do que com qualquer um deles? Por mim "tasse bem", mas tipo, qualquer um dos outros deve ter mais jeito para lidar com estas coisas do que eu.
- Claro, o que não falta aqui são ervas! - Respondo sem jeito. 
PLIM! Uma nova mensagem. 
Fico ansioso na esperança de ser uma mensagem da Joana, mas é apenas uma gaja que conheci o ano passado no Algarve, a dizer que vai estar pelo Porto este fim de semana, e que gostava de se encontrar comigo.
É fácil, fácil de mais! Além disso nem me apetece estar com outra mulher que não seja a Joana. Nunca me senti assim, nunca estive com uma mulher mais do que uma semana quanto mais quatro meses!
- Então, em que estás a pensar? - Pergunta o Artur que mal se ajoelhou no chão já sujou o seu fato que quase de certeza custou mais que a minha casa.
- Mulheres! - Respondo sem pensar, ainda bem que não lhe disse em que mulher.
- Estava a falar do terreno, se estavas a pensar plantar alguma coisa ou fazer algo diferente... - Diz o Artur rindo. 
Sinto-me feliz por o ver rir, mas constrangido porque ele ainda agora chegou e já está a pensar em fazer deste pedaço de terra alguma coisa bonita e talvez produtiva, quando eu sempre achei que era apenas terra e erva.
- Não sou a melhor pessoa, mas precisas de conselhos? - Pergunta ele. Como é que este meu amigo feito de carne e osso consegue se preocupar com a minha vida amorosa quando ele próprio está um farrapo?
- Não, se alguém aqui pode dar conselhos sobre mulheres sou eu! 
Não menti em nada!
- Sobre mulheres no geral não, mas para estares a pensar no assunto deve ser uma mulher que pelo menos está a mexer contigo.
- Hipoteticamente falando, é errado gostar muito de mulheres... Quer dizer, tu sabes que eu adoro mulheres de todas as cores e nacionalidades... - Tive o cuidado de não dizer feitios para que ele não me relembrasse que quase tive relações com um travesti. - Não se sentir mais atraído por gajas por muito boas que elas sejam? 
- Sabes como é quando se come muito arroz, começamos a enjoar, podes querer começar a comer batatas ou massa.
Não percebi! 
- Que raio de metáfora foi essa meu?
- Quer dizer que já experimentaste tantas mulheres que elas deixaram de ser apelativas...
- Estás a sugerir que estou a virar gay?
Ele solta uma gargalhada sonora, tão alto que por momentos vejo nele o velho Artur.
- Uma pessoa não vira gay. Não é uma escolha. Eu não escolhi ser gay, eu apenas sinto pelos homens aquilo que sentes pelas mulheres, e não me parece que te sintas atraído por homens.
- Deus me livre de uma coisa dessas! 
- Das duas, uma, ou simplesmente te aborreceste de comer o mesmo, ou então estás apaixonado.
Será que estou mesmo apaixonado? Pela Joana?! Apenas gosto do sexo com ela, do corpo dela, da maneira como ela nunca está disponível quando eu quero.
- É, deve ser uma fase... - É melhor acabar com a conversa, já basta a Eduarda saber a verdade. - Então o que me sugeres fazer com este terreno?
- Eu não deitava abaixo o limoeiro, mas tirava todo o resto.
Engraçado a Joana disse o mesmo.
- Podias aproveitar aquele espaço para plantares alguma coisa, legumes ou flores. - Continuava o Artur.
- Não sei se sou a melhor pessoa para cuidar de plantas.
- Aprendes, ninguém nasce ensinado e tu não és diferente dos outros.
"Tasse bem", ele até tem razão.
- E porque não uma piscina daquelas mais pequenas que se compram e é só montar? 
Boa! O gajo tem boas ideias.
- Umas cadeiras reclináveis... - Digo eu sem perceber que me estou a deixar levar pela onda do Artur.
Olhamos um para o outro e desatamos a rir, sejamos sinceros antes de tudo isso, ainda temos muitas ervas daninhas para tirar"

 
Espero que tenham gostado desta mudança, por favor deixem a vossa opinião, para eu saber se vale a pena continuar.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

TAG | A minha personalidade

março 23, 2019 12 Comments
A semana passada a Tily do blog "O Cantinho da Tily" desafiou-me a responder a esta TAG. Confesso que gostei bastante dela quando a vi no blog da Tily, que mal podia esperar para dar as minhas respostas:
1. Qual o motivo da tua maior alegria, atualmente?
As coisas mais simples, a minha família e as minhas duas princesas. Pensamos que as coisas simples são um dado adquirido, mas na verdade não são por isso temos que ser felizes por as ter.

2. Qual o motivo da tua maior ansiedade, atualmente?
Existem vários, preocupações no trabalho, contas para pagar...  Mas felizmente não é nada de grave.

3. Como lidas com as criticas? 
Depende de como forem feitas, não digo que as aceite bem, porque ninguém gosta de ser criticado, mas se forem feitas de forma positiva consigo entende-las e respeita-las.

4. Cita duas pessoas que tu ames muito. 
Mãe e Pai. Estes são amores eternos. A pergunta menciona pessoas, mas não posso excluir a Becas e a Egas, pois elas são tudo para mim.

5. Cita um defeito teu. 
Teimosa.

6. Cita uma qualidade tua. 
Pontualidade.

7. Poucos amigos ou muitos amigos. 
Muito poucos, mas o facto de no meu leque de amigos a amizade mais recente tem cerca de 10 anos já dá para ver que as sei estimar.

8. O que te faz sentir raiva de verdade. 
Falsidade.

9. Doce ou salgado? 
Salgado.

10. Vingança ou meditação. 
Gosto de meditar na vingança, mas raramente a coloco em prática, até porque acredito na roda do destino.

11. Conta algo obscuro sobre a tua personalidade. 
Tenho um lado mau e malvado, sei perdoar, mas tenho um limite quando esse limite chega, eu consigo ser mesmo muito má. Não gosto deste meu lado, mas confesso que ele já me livrou de algumas situações.
 

12. Relembre uma surpresa boa que te fizeram. 
Confesso que sou perita em sabotar as surpresas mesmo sem saber e querer, por isso é realmente muito difícil surpreender-me.

13. Esta semana estarias grata pelo quê? 
Por tudo, como disse na primeira pergunta, temos que apreciar as coisas simples.

14. Um medo que assombra a sua vida… 
Ficar sozinha na velhice (por isso não faço questão em envelhecer)

15. Tens algum vicio? 
Café e tabaco.

16. Fazes coleção de alguma coisa? 
Globos de Neve.

17. És sonhadora ou vives apenas o momento? 
Sou as duas coisas, mas tento equilibrar.

18. És calma ou nervosa? 
Depende, mas habitualmente tento ser calma, ou pelo menos tento aparentar.

19. Coisas que mudarias na tua personalidade? 
Vai parecer mal o que vou dizer, mas gostava de não ser tão correta nem honesta, isto porque, por vezes é bom saber mentir um pouco e saber as coisas "bem feitas" (se é que me entendem).

20. Marca 5 pessoas que gostarias que respondessem a esta TaG:  
1. Andreia Morais do blog "As Gavetas da Minha Casa Encantada";
2. Magui do blog "Este Blog Tem Dias";
3. Sofia Veloso do blog "O Cantinho da Sofia";
4. Mena Almeida do blog "Entre os Meus Dias"
5. Marisa Cavaleiro do blog "Marisa's Closet"

Se gostaram desta TAG, de certeza que vão gostar de ler a TAG| Ela é gente como a gente

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sexta-feira, 22 de março de 2019

7 do momento... nº52

março 22, 2019 20 Comments
Chegou o dia de partilhar coisas boas com vocês. As sete sugestões deste mês já estão prontas, por isso peguem nos vossos blocos de notas e anotem todas as sugestões que preparei para vocês.
Bem sei que a maioria das pessoas já viu o "Bohemian Rhapsody", contudo só no outro dia é que tive tempo de me sentar e apreciar como deve ser este filme. Para mim (e para quase todas as pessoas que gostam e percebem alguma coisa música) o Freddie Mercury é um ícone e uma referência, este filme só vem explicar ao mundo porque é que não podemos falar de música sem falar dos Queen!
Numa das minhas saídas com os amigos, acabei por ir parar ao sonho de qualquer pessoa que adora doces. "O Gato Comeu-te a Língua" é uma visita obrigatória, pois tem doces lindos de morrer, e saborosos até dizer chega. O lema é apenas um, depois de entrar não se pode pensar nas colorias.
O mês passado acabei de ler "Os Aromas do Amor", e tal como confessei nas redes sociais, não podia ter ficado mais admirada e fascinada com o resultado. Confesso que já me sentia cansada dos livros da Dorothy Koomson, mas este livro foi a reviravolta no seu estilo de escrita e que segundo ouvi dizer, é o inicio de uma Era muito mais fascinante da autora.
Também comentei com vocês que ia aproveitar estes dias sem festas até ao final do mês para fazer um detox, e nenhum detox fica completo sem chá, contudo e porque não sou grande fã de chá encontrei neste chá verde com limão, mel e ginseng um aliado saboroso.
Continuo as minhas sugestões cinematográficas a falar-vos do filme "Queen of the Damend", um filme onde acompanhamos o famoso vampiro Lestat numa versão reinventada do século XI. Baseado nos livros e Anne Rice, dirigido por Michael Rymer e com as interpretações de  Aaliyah e Stuart Townsend, este filme conta ainda com uma banda sonora de fazer inveja.
"Criaturas Míticas" é uma série de documentários do canal História e faz parte deste leque de sugestões, porque é um programa de visualização obrigatória para amantes do tema, o programa ainda está a decorrer e pode ser visto todos os sábados à noite um novo episódio. De certeza que não vão querer perder.
Finalmente, e por todas nós gostamos de mudar o visual de vez em quando, decidi experimentar a máscara de coloração da Amethyste, experimentei o cobre, e gostei bastante, contudo não achei que que a cobertura e a duração justificassem a sua utilização a longo prazo, primeiro porque a cor só agarrou onde eu já tinha o cabelo descolorado, não dando cor à minha cor natural (que não é muito escura), e porque a cor saiu quase toda na primeira lavagem.

Espero que tenham gostado destas sugestões. Mais alguma que queiram acrescentar?


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quinta-feira, 21 de março de 2019

Tal mãe, tal filha!

março 21, 2019 14 Comments
Se existe uma coisa que eu gosto de ver são crianças bem vestidos e com estilo.
Como já disse anteriormente sou apologista que o cuidado com a imagem e bom gosto são coisas que devem ser incutidas desde novos, por isso digo sempre que neste aspeto os pais devem ter um papel muito importante do que diz respeito a dar o exemplo.
1; 2; 3;
Atualmente está muito na moda os matching  couple outfits, ou seja os conjuntos para mães e filhos e filhas. Pode parecer estranho, de certeza que há uns anos atrás se eu dissesse isto muitas pessoas me iam achar estranha, mas eu adoro este conceito do "tal mãe tal filha(o)" tanto com rapazes, mas principalmente com raparigas (newborn baby girl clothes).
4; 5; 6;
O conceito não só é engraçado, como permite que as crianças sejam crianças, vistam como crianças, mas se sintam idênticas às pessoas que devem ter como exemplo. Neste caso, a Pop Real tem os modelos perfeitos:
7; 8; 9
E como podem ter ver nas imagens não se trata nem de perto nem de longe de vestir as crianças como pequenos adultos. Trata-se de adaptar o estilo, os tecidos, e as cores de forma criar uma harmonia entre os modelos próprios para um adulto e próprios para uma criança.

 Espero que tenham gostado desta seleção. Vocês usariam com os vossos filhos?



Facebook PopReal | Site PopReal




Este texto foi pago ou patrocinado.




Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

Inspirações para decorar a lavandaria

março 21, 2019 21 Comments
Infelizmente nem todas as casas permitem ter uma lavandaria, felizmente tenho visto que a as construções mais recentes já estão preparadas para ter um espacinho extra para este fim.
1; 2; 3; 4;
Habitualmente este pequeno espaço é usado para tratar da roupa, seja para ter a máquinas de lavar e secar, os estendais, mas depois dependendo do espaço podem ainda ter espaço para engomar a roupa e outras outras coisas.
5; 6; 7;
Tal como eu disse o mais usual é que estes espaços sejam pequenos, por isso é preciso saber aproveitar bem o pouco que temos, mas já diz o ditado, é mais fácil ser-se original com pouco do que muito.
8; 9; 10;
Como é uma zona de limpeza, o ideal é apostarem em tons que transmitiam essa mesma ideia, nada muito escuro, mas também não deixem tudo em branco, caso contrário vai parecer um hospital.
Apostem em contrastes fortes, como verde alface, azul forte, ou roxo. Posso vos dizer que já vi uma lavandaria em tons de roxo e lavanda e estava linda de morrer.
11; 12; 13
Nos últimos anos muito se tem falado da famosa organização vertical, e a verdade é que esta tendência veio para ficar porque é realmente a solução para muitos problemas, principalmente quando o espaço é pouco.

E vocês, como gostam de ver as decorações de lavandarias?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quarta-feira, 20 de março de 2019

terça-feira, 19 de março de 2019

9 vestidos, os mesmos tons (2ªParte)

março 19, 2019 39 Comments
Na semana passada fiz uma seleção de vestidos para o baile de finalistas em tons bege/café com leite, esta semana decidi fazer uma seleção de vestidos em tons de bordô.
De visita à babyonline  trouxe comigo algumas sugestões para vos mostrar, será que preferem esta cor?
1; 2; 3;
Pessoalmente acho que, por ser um tom que deriva do vermelho e do castanho, esta cor consegue transmitir o calor e sensualidade dos tons vermelhos, mas aquela elegância e simplicidade dos castanhos. Não concordam?
4; 5; 6;
Além disso o bordô ou bordeaux é aquela cor que ao longo dos anos tem vindo a ter o merecido reconhecimento e destaque, e se no passado ele era uma cor associada às mulheres mais velhas, hoje em dia é uma cor obrigatória no armário de qualquer jovem.
7; 8; 9
Espero que tenham gostado destas 9 sugestões, se ficaram curiosas e quiserem ver mais modelos, espreitem a secção burgundy bridesmaid dresses e deixem-se inspirar.



Facebook Baby Online Dresses | Site Baby Online Dresses




Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

TOP 6 - As publicações mais vistas de sempre

março 19, 2019 19 Comments
Dizem que recordar é viver, por isso, hoje tenho um desafio para os meus leitores e seguidores. O que me dizem de fazermos uma viagem no tempo e recordarmos os posts que por aqui tiveram mais visualizações nos últimos quatro anos?
1º Lugar com 22584 visualizações
"TAG| 100 perguntas que ninguém pergunta" (23/02/2016)
Não sei bem por que motivo esta TAG teve tantas visualizações, pessoalmente nem a considero um das minhas favoritas, mas pelos vistos as pessoas gostaram e muito...

2º Lugar com 4402 visualizações
"A Menina bonita" (31/01/2015)
Entendo o destaque desta publicação. Este foi um post que gerou alguma polémica até porque nele falei-vos da jovem Kristina Pimenova que com nove anos, além de ser considerada uma das raparigas mais belas de sempre, já geria contratos milionários.

3º Lugar com 4387 visualizações
"As férias acabaram... Como é que ficaram os animais abandonados?" (20/10/2017)
Fico feliz por este post estar em terceiro, isso quer dizer que muitas pessoas o leram ganharam consciência do que acontece quando se abandona um animal numa instituição. 

4º lugar com 1975 visualizações
"A gaja é uma versão hiperbolizada de mim" (26-01-2018)
Existem entrevistas que me dão um enorme prazer fazer, e esta foi uma delas. Já seguia a Gaja nas redes sociais e pensava muitas vezes "ia adorar entrevistar esta gaja no meu blog" e não é que consegui?

5º Lugar com 1406 visualizações
"O que oferecer no dia dos namorados"  (25/01/2018)
Outro exemplo de um post mais simples que por algum motivo fez sucesso!

6º Lugar com 1034 visualizações
"Já lidei com tanto bullying que tornei-me imune a ele" (27-07-2018)
Quero acreditar que o número de pessoas que viu este post, percebeu que os ataques a casais homossexuais são uma realidade e que por vezes essa realidade é dura.

E vocês, contem-me, qual foi o vosso post favorito? Aquele post que leram e que nunca se esqueceram?


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 18 de março de 2019

#Resumo da Semana nº11/2019

março 18, 2019 41 Comments
Esta última semana foi muito cansativa e stressante, passei o fim de fim de semana em casa só para recuperar as baterias, porque na sexta-feira estava mesmo no meu limite. Felizmente já me sinto melhor e acho que consigo aguentar mais uma semana de novo.
E por dizer "de novo", esta semana vamos ter grandes novidades no episódio de "Tinha Tudo Para Correr Mal", depois destas últimas reviravoltas decidi que a história vai estar dividida por partes. Se ficaram curiosos, no sábado não percam o inicio da 2ª parte da história.
Legenda:

1. Vocês pedem e eu dou, hoje no blog temos a receita deste delicioso rancho à minha maneira.
2. Quatro anos de ti, quatro anos a encher o meu coração de felicidade!
3. Acho que o fatinho novo está a ficar pequeno..
4.  Pequenos prazeres da vida... Ou do palato...
Empadas mistas, batata frita, camarões fritos e mini espetadas mistas com salsicha acompanhadas com molho shoarma, molho de soja ou ketchup, é só escolher!


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sábado, 16 de março de 2019

Tinha tudo para correr mal (27º Capítulo)

março 16, 2019 21 Comments
Já percebi que ninguém estava à espera do que aconteceu no último capítulo. Confesso que nem eu estava, foi uma decisão de ultima hora da minha parte.
Entretanto aproveito para vos avisar que este é o capitulo final da primeira parte da história. Fiquem atentos à reviravoltas!

"Gritos! Só consigo ouvir gritos e duas ou três crianças a chorar. 
- O meu marido, alguém viu o meu marido? - Pergunta uma mulher que vi em tempos entrar no prédio ao lado do meu.
Tenho que ligar aos meus pais, eles iam estar fora todo o fim de semana, mas se já souberam do que aconteceu devem estar muito preocupados.
Ao longe começo a ouvir as sirenes dos bombeiros. Está tudo uma enorme confusão.
- Tens o teu telemóvel? O meu ficou lá em cima... - Digo eu Duarte, nem precisei de explicar mais nada, segundos depois ele tinha o telemóvel esticado na minha direção.
É a minha vez de lhe esticar os dois cães. Consigo fazer a chamada apesar das dificuldades de comunicação, mas tenho que desligar porque a rede está cheia falhas, pelo menos eles estão bem e sabem que estou bem.
- Tenho que ir ver se o Rodrigo está bem. 
Ele é o meu vizinho mais próximo e quando digo próximo refiro-me a uma rua de diferença.
Pego no Mário e deixo que o Duarte segure o Luigi, sinto o coração do pequeno cão acelerado, devem ter apanhado um grande susto. Só me apetece dizer que está tudo bem, que eles estão seguros e bem, mas não o consigo fazer até ter a certeza do que digo.
Caminhamos até casa do Rodrigo e em menos de 10 minutos estou em frente à porta, lá dentro está tudo às escuras, mas consigo ver duas silhuetas no jardim da frente.
- Oh Edu estás bem!!! - Grita a Joana abraçando-me.
- Como é que vocês estão? - Pergunto verdadeiramente preocupada.
- Estamos bem, tirando o facto que me cortei num vidro, nada de grave. - Diz o Rodrigo.
- As pessoas estavam a dizer que o abalo foi menor na nossa zona, aqui em casa não tivemos grandes problemas. - Disse o Rodrigo.
- Já estive a ver e está em ordem. - Disse a Joana com aquele tom de segurança que eu precisava de ouvir.
- Sabem dos outros? - Pergunto enquanto aperto o Mário que ainda está a tremer no meu colo.
- Ligamos ao Ivo, ele e a Ana estão bem só sentiram uma coisa leve, estão a vir para cá, mas suponho que não vão chegar tão cedo. - Disse o Rodrigo entrando em casa.
- O Artur e a Carlota? - Pergunto.
- Não consigui ligar com eles ainda. - Disse a Joana enquanto segurava no telemóvel.
Estamos todos confusos, mas pelo menos a Joana parece estar mais ou menos concentrada, por isso decidimos deixar os cães em casa do Rodrigo que apesar de mais velha que a minha está com muito melhor aspeto. Fazemos uma caminhada de quase quarenta minutos, e cada vez que avançamos para leste percebemos que a destruição foi pior, tento não olhar muito para a destruição que me rodeia, começo a tremer, tenho medo do que vou encontrar.
No meio do pânico sinto a mão do Duarte na minha, nem me lembrava que ele estava ali comigo.
- Não tens que ligar a ninguém? - Pergunto alertada.
- Não, a minha família é de longe.
- Estou Artur!!! - Grita a Joana que ainda não tinha largado o telemóvel numa tentativa de contacto com ele e com a Carlota. - Sim, estamos a ir para lá, tem calma, vem com cuidado, nós já estamos a chegar, assim que soubermos alguma coisa avisamos.
Fito a Joana assim que ela desliga o telemóvel.
- O Artur diz que está bem, em casa dele o impacto foi pequeno, mas ele está preocupado com a Carlota e com os pais. Está a caminho, mas diz que a policia está a bloquear as estradas todas...
Sinto um nó no estômago, quando percebo que a Carlota não contactou o irmão. Ele seria a primeira pessoa a quem ela iria ligar numa situação destas. Sem darmos conta aceleramos o passo, mas eu preferia ter ficado escondida debaixo da minha mesa da sala. 
Outra vez pessoas aos gritos, crianças a chorar, cães a ladrar, sirenes dos bombeiros. Aqui a confusão é ainda pior. 
Sinto um pânico terrível quando mesmo em frente da casa da Carlota vejo uma ambulância, estão a meter alguém numa maca. O meu sangue está a gelar.
Não me lembro de ter ordenado às minhas pernas que corressem, passo pela casa dos meus pais que está as escuras, não penso nos danos, o que é importante não está lá, corro para o portão da casa seguinte, e fico petrificada. Sinto a Joana, o Rodrigo e o Duarte atrás de mim, ou será a minha frente? Não sei, não consigo tirar os olhos, por momentos parece uma estátua, mas é a Carlota. Parada no meio do jardim, está com um pijama branco e o mais assustador é que o pijama está coberto de sangue.
Não sei como é que soube que era sangue, poderia ser muita coisa, mas instintivamente soube que era sangue.
A Carlota não se mexe, está a chorar, mas em silêncio, uma calma inquebrável que no meio de toda esta confusão se torna assustadora.
- Carlota... O que é que se passou? - Perguntou enquanto me aproximo calmamente.
- O meu pai... O meu pai... - Diz ela a chorar.
- Era o teu pai que estava na ambulância? - Pergunta a Joana com muita calma.
- Não, eles levaram a minha mãe para ambulância, ela tem uma fratura exposta na perna... Eles disseram que iam enviar alguém para me ajudar, ou levar... Mas eu estou bem, estava na cave a arrumar umas roupas velhas...
Se era a mãe que estava na ambulância porque é que ela estava a falar do pai?! Ela está em choque e não sei como falar com ela, pois ela parece confusa.
- Carlota, querida, onde está o teu pai? - Pergunto o mais calmamente que consigo.
- Tenho que ligar ao Artur!!! - Diz ela começando novamente a chorar.
- Já falei com o Artur, ele está bem, vem já a caminho... - Garantiu a Joana olhando para mim, nenhuma de nós sabe o que fazer.
- Ele não pode vir já, ele não pode ver...
- Não pode ver o quê? - Pergunta o Rodrigo.
- O meu pai... - Diz ela retomando o choro compulsivo. - O meu pai está na sala e está morto!
Ficamos todos em choque, ficamos todos sem saber o que fazer, mas foi o Rodrigo que teve a atitude mais certa, e a abraçou. Assim que se sentiu no conforto de um abraço amigo ela desatou a chorar.
- Vou lá dentro. - Digo.
- Pode ser perigoso. - Diz a Joana. - Além disso, não sabes o que vais encontrar...
- Eu sei, mas alguém tem que ter a certeza antes de o Artur chegar e descobrir.

Eu sabia que ia ser difícil, cresci quase toda a minha a vida a frequentar aquela casa, cresci ao lado do Artur e dos pais dele, não estava preparada para o que vi. Não havia hipótese de ele ter sobrevivido. Recuo para trás, o tempo parece parar, mas de repente alguns elementos fardados entram na sala e retiram-me da casa. Não reparei qual era a farda deles, o pai do Artur e da Carlota, o senhor Alberto, estava morto.

Quando chego ao jardim, vejo o Artur a fitar a irmã, está em pânico, mas a proteção civil não o deixa passar do jardim, olha para mim à espera que eu lhe diga que não passa tudo de um mal entendido, mas a única coisa que consigo fazer é abanar a cabeça e chorar."


 
Espero que tenham gostado deste capítulo, sei que está num registo um pouco diferente do habitual, mas também não queria que história fosse só coisas boas. Depois digam o que acharam.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

Instragam