Translate

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Editorial 2018/2019

dezembro 28, 2018 41 Comments

Chegou o último post do ano. Mas não fiquem tristes, 2019 vem ai e vai trazer mais 365 dias para novas publicações.


Mas afinal como foi o ano de 2018?

Este foi um dos melhores anos para mim. Foi um ano de decisões e mudanças. Um ano de conquistas. Perdi algum do peso indesejado, mudei para um trabalho melhor, e finalmente comprei um carro (algo que pretendia fazer à anos, mas que fui adiando).
Também sinto que estou a marcar uma posição enquanto blogger, e isso deixa-me feliz.
Passei tempo com a família, e com os amigos, alimentei velhas amizades e fiz novas. Também acabei com algumas amizades, mas isso faz parte da vida.
Fui passar férias com BFF à Alemanha, fui ao casamento do meu primo, e também fui "tia emprestada" mais uma vez.
Adotei a Egas, assim a Becas já tem uma amiga com quem brincar, e os meus pais tem mais uma neta.
Visitei locais novos em Portugal que adorei, entre eles Santa Maria da Feira, Espinho, Vila do Conde e Lisboa.
Sorri mais do que chorei, por isso estive sempre no bom caminho.

O que esperar de 2019?

Ironicamente ainda não fiz muitos planos para 2019. Estou bem como estou, e a maioria das minhas conquistas surgiu numa fase em que eu já não esperava por mais, por isso, tenho algumas coisas que quero fazer este ano, mas não vou fazer delas obrigações. O que tiver que ser acontece.
No que diz respeito ao blog, vou continuar por cá, e quem me segue vai continuar a ver rubricas como a "Hora da Póóóchete","Resumo da Semana", "7 do Momento", e "Tinha Tudo Para Correr Mal". Ainda não sei se vou manter a rubrica "Guest Post", mas logo se verá.

Espero que o vosso ano tenha um balanço tão positivo como o meu, e que 2019 vos traga tudo aquilo que desejam.
Agora vou aproveitar estes últimos dias para descansar, e estar com a família com os amigos. Volto no dia 02 de janeiro, com mais um Resumo da Semana e muitas novidades.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

O que calçar com vestidos?

dezembro 28, 2018 15 Comments

Depois de tanto ter falado sobre vestidos reparei que o site Chicloth também tem uma vasta variedade de calçado, então pensei, e por que não escolher o calçado ideal para os vestidos que vos tinha sugerido?
Dito isto fui à secção boots e fiz as minhas combinações de looks. Prontos?

Vestidos de Noite

vestido; 1; 2;
Quando vos falei de vestidos de noite reparei que muitas meninas não se identificavam com os vestidos, isto porque não são peças que se usam todos os dias, contudo por vezes basta um twist no calçado e nos acessórios para termos a possibilidade de reutilizar aquele vestido que só usamos numa festa. Se procuram um look, mais elegante e feminino, o ideal será optarem por um sapato aberto ou fechado, se pretendem algo mais casual e relaxado, umas botas ou botins com detalhes é sempre uma boa opção.

Prom Dresses

3; 4; vestido
 É sempre seguro usar um vestido preto, e também é fácil conjugar o calçado, em caso de dúvida um sapato preto fica sempre bem. Contudo o preto é também uma cor que nos desafia a escolher outros tons, por isso é boa ideia conjugar tons mais fortes e quentes para usar com um vestido preto.

Maxi Dresses

Pessoalmente acho que os maxi dresses são bem mais fáceis de conjugar com botas e botins. Por serem modelos mais descontraídos, usar botas pode ser uma boa maneira de dar um up ao visual sem ser necessário recorrer a muitos acessórios.
Aqui não existem regras, basta escolher uma cor e modelo de que gostem e que fique com o vestido e está feito.

E vocês, gostam de usar vestidos com botas?



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Hora da Póóóchete #117

dezembro 27, 2018 21 Comments

Pois bem, depois de tanta polémica com o PAN e com o facto de algumas pessoas quererem retirar o uso de animais nos provérbios e afins achei melhor avisar que:

A Becas deixou de ser uma cadela de guarda e passou a ser uma técnica superior de segurança doméstica!

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

#Resumo da Semana nº51/2018

dezembro 26, 2018 19 Comments

Espero que o vosso natal tenha sido bom, por aqui, o natal foi como todos os anos é, e ainda bem, é assim que eu gosto.
Contudo este ano faltei à minha tradição de ficar a ler na sala, mas como os meus pais tiraram a lareira de casa, agora já não tem aquele sabor especial...
Em breve temos festa outra vez, este ano vou passar a passagem de ano em casa, tenho andado muito cansada e quero descansar o máximo possível nestes fins de semana prolongados.
Ao contrario do que eu disso na semana passada, esta semana vamos ter publicações, mas só até sexta-feira, depois disso, vou tirar umas miniférias do blog, mas não se preocupem estarei ativa nas redes sociais.


Legenda:

1. Só para dizer que ontem estava melhor que hoje... Boa segunda-feira pessoal!
2. Claro que na minha coleção não podia faltar um globo de neve de natal... Mas tenho mais,,,
3. Se eu fosse o um gnomo de natal obviamente que seria algo com ar tão mal disposto como este!
4. Tal como o Toy previu "vou comer, vou enfardar..."
5. Um laçarote na cabeça, e era uma rica prenda de natal!
6. Acabei de fazer o tradicional tronco de natal... Se estiver tão bom como aparenta, então fiz um bom trabalho
7. O que me dizem da minha vila Natal?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

A moda dos Maxi Dresses veio para ficar

dezembro 26, 2018 22 Comments

Quanto a vocês não sei, mas eu adoro os maxi dresses, por isso fiquei muito feliz quando ouvir dizer por aqui e por ali que eles iam estar de volta em 2019.
Estes vestidos são perfeitos para o verão por serem quase sempre feitos de tecidos leves, e o facto de serem modelos largos por natureza permitem não só esconder umas gordurinhas extras, como uma leveza extra para os dias mais quentes.
Contudo esta foi daquelas modas que saltou do verão para o inverno e já usual encontrar-mos maxi dresses em tecidos mais quentes.

1; 2; 3;
Em 2019, vou aproveitar que estou mais magra, para apostar nos maxi dresses (até porque outros vestidos ainda não me favorecem completamente). Como gostos de padrões mais discretos é provável que não vá recorrer a estampados muito garridos ou excêntricos, de certeza que a minha escolha vai ser algo mais neutro de de uma só cor, contudo, e porque felizmente os gostos não são todos iguais, e Chicloth tem modelos lisos, estampados, e ainda alguns modelos com estampados discretos, isto para agradar a todos os gostos:

4; 5; 6;
Além de práticos, e confortáveis estes vestidos permitem criar looks bem giros e relaxados em qualquer ocasião, basta saber conjugar o vestido com os acessórios certos e tudo corre bem.
7; 8; 9
E vocês, usam maxi dresses? Gostaram dos modelos que sugeri?



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

Mensagem de Natal

dezembro 24, 2018 17 Comments

O tempo passou a voar... Cliché eu sei, mas é tão verdade que não se pode ignorar.
A verdade é que passaram 365 desde a última mensagem de natal, quantas coisas não aconteceram nesse período de tempo?
Passaram a correr, mas tivemos 365 dias desde a última mensagem de paz. Em 365 dias de certeza que tiveram dúvidas, possivelmente numa parte desse tempo tiveram medo. Possivelmente a vossa família ou grupo de amigos cresceu, fizeram novas amizades, perderam contactos com pessoas que se tiveram 365 dias para se afastar.

Aposto que passaram cerca de 250 dias a trabalhar, possivelmente uns 15 dias de férias, e depois? Aproveitaram bem o vosso tempo livre?
Hoje é natal, para a semana estamos a dizer adeus ao novo ano, mas afinal o que é que fizemos de diferentes este ano?
Tivemos 365 dias, mas fomos felizes?


Desejo a todos os meus leitores, seguidores e parceiros um feliz natal.
Volto quarta-feira com mais uma edição do resumo da semana.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sábado, 22 de dezembro de 2018

Tinha tudo para correr mal (16º Capítulo)

dezembro 22, 2018 12 Comments

E porque o natal está à porta, esta semana vamos ter um episódio especial de natal de "Tinha Tudo Para Correr Mal". Se bem se lembram o grupo de amigos tinha combinado fazer um churrasco de natal em casa da Joana...

"É incrível como em pleno dezembro pode estar uma noite agradável. Tudo bem que estamos cá fora, junto ao churrasco com casacos grossos e gorros, alguns até estão de luvas e bebidas quentes, mas conseguimos estar todos juntos no pátio da Joana enquanto o Ivo e o Rodrigo fazem as brasas para que as celebrações de natal comecem.
- Adorei a decoração que fizeste com as luzes. - Diz a Ana sentando-se à beira da Joana.
A verdade seja dita, a Joana surpreendeu toda a gente com uma decoração de natal fabulosa, principalmente com a iluminação do pátio. 
- Que frio!!! - Reclama a Carlota assim que passa da sala para o pátio pelas portas de correr.
- Pronto, tinhas que estragar o momento! - Reclama alguém entre as várias exclamações.
- Ei! Pessoal! Estão a ouvir isto? - Pergunta o Ivo.
- O que? - Perguntamos todos.
- Um barulho estranho... 
- Deve ter sido confusão, de qualquer forma estamos a fazer tanto barulho que não dá para ouvir nada. - Respondeu a Ana.
A conversa estava a retomar à normalidade quando o Ivo nos faz sinal para nos calarmos. Entrei dentro de casa e desliguei o rádio. Saindo a correr cá para fora.
- O que foi? - Perguntamos.
- Voltei a ouvir o mesmo barulho, parecia uma espécie de choro.
- Estejam todos calados. - Ordeno enquanto me tento concentrar nos barulhos fora da nossa casa. De repente estávamos todos concentrados.
- Agora ouvi também! - Disse a Carlota, - Parecia um gemido...
- Credo, o que será? - Perguntava a Ana um tanto ou quanto assustada.
- Vem dali... - Digo eu aproximando-me da entrada. Abri o portão e sai em direção à estrada. O barulho parecia mais fraco, mas mais desesperado. Atrás de mim, o Ivo, o Rodrigo, a Joana e o Artur pareciam tão surpreendidos como eu.
Finalmente encontramos o local de onde vinham os estranhos gemidos.
- Estás a brincar! - Exclama o Rodrigo ao perceber que os barulhos vinham do um contentor do lixo.
Não é muito corajoso abrir um caixote do lixo com as mãos a tremer, mas foi o que eu fiz, estava com medo do que iria encontrar, mas assim que abri a tampa, percebi que aquilo que estávamos a ouvir não era gemidos, mas sim latidos.
- Luz!!! Tragam-me luz!!! - Grito metendo as mãos no meio do lixo dos vizinhos da Joana. 
- São cães? - Perguntou a a Joana. 
- Acho que sim, mas não os consigo ver! - Digo eu quase caindo dentro do caixote do lixo.
- Tragam luzes! - Disse o Artur trepando literalmente para dentro do contentor do lixo. - Eu ajudo a procurar.
Movida pelo exemplo do Artur e por uma estranha coragem, também eu me meti dentro do contentor do lixo. Aos poucos e com cuidado eu e o Artur fomos removendo sacos de lixo. Não sei quanto tempo passou mas subitamente senti alguma coisa mexer-se sobre os meus dedos.
De repente já tinha umas quantas lanternas apontadas para mim, peguei num saco preto de plástico grosso saltei para fora do contentor. Não sei como é que não cai, não sei se me ajudaram, estava a funcionar em piloto automático. 
A Joana ajoelhou-se à minha beira. Também o Artur se aproximou de nós. Rasguei o plástico. O choque... Fiquei tão chocada que as lágrimas me caíram pelo rosto. Três pequenos cachorrinhos estavam dentro do saco, e tinham sido abandonados para morrer. 
- Não acredito! - Disse o Rodrigo.
- Estão os três bem? - Pergunta o Artur pegando num dos pequenotes.
- Não sei, mas pelo menos estão vivos... - Digo eu segurando os outros dois.
- Um amigo meu é veterinário. Vou-lhe ligar e levamos lá os pequenotes. - Disse o Artur ajudando-me a levantar.
Estava toda suja e cheirava a lixo, descobri cascas de camarão no meu cabelo, e o Artur tinha rasgado o seu casaco de marca, mas nem eu nem ele parecia-mos preocupados com isso. Aquelas vidas nos nossos braços valiam mais que um casaco de marca e uma ida ao cabeleireiro.

Regressamos à festa duas horas depois, tínhamos ido ao veterinário com os três cachorros, tomado um banho, alimentado os pequenos e mudado de roupa. Assim, entramos pelo portão da casa, enquanto todos se riam animadamente e bebiam o seu café.
- Pedimos desculpa pelo atraso. - Diz o Artur com toda a sua elegância.
- E pedimos desculpa porque trouxemos companhia. - Dissemos mostrando entre os braços os três cães que tínhamos resgatado.
Agora os pequenos estavam bem mais bonitos, também tinham tomado banho e sido desparasitados, apesar de parecerem castanhos escuros quando os resgatamos, eu e o Artur rapidamente percebemos que eles eram castanho claro, afinal era apenas lixo e semanas de maus tratos.
- São os... - Diz a Ana correndo para nós.
- Sim. - Sorrio, agora sei que estes três irmãos vão ficar bem. - Apresento-vos o Mário. - Mostro o primeiro cão com um lacinho vermelho ao pescoço. - O Luigi... - Mostro o segundo cão um um lacinho verde no pescoço.
- E esta menina aqui... - Começou o Artur mostrando uma cadela bebé com um laço cor de rosa no pescoço. - É a Princesa Peach
A gargalhada foi geral e enquanto nos divertia-mos e comia-mos o que sobrava do jantar  os três pequenos animais brincavam animadamente no pátio e pediam os restos.
- Vais ficar com eles Artur? - Perguntou a Carlota.
- Só com a Princesa Peach. - Disse ele. - O Mário e o Luigi vão ficar com a Eduarda.
- Com a Edu? - Perguntaram o Rodrigo e a Joana surpreendidos. 
- Sim comigo, qual é problema?
- Não te consigo imaginar com paciência para animais... Apenas isso - Disse o Rodrigo.
- Fiquem a saber, se entre nós existe alguém capaz de cuidar destes pequenos é a Edu! - Riu-se o Artur que já conheceu alguns animais de estimação que tive ao longo dos anos.
- Bem, parece que afinal sempre fizemos uma boa ação no natal! - Disse a Carlota.
- Feliz Natal!" 

 

Se ainda não leram...

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10 Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo |

 

 Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

6 vestidos curtos para usar na passagem de ano

dezembro 21, 2018 14 Comments

Na quarta-feira falei sobre vestidos para a passagem de ano, contudo e depois de ler os comentários percebi que a maioria das meninas prefere algo mais simples e prático para esta ocasião.
Contudo e porque todas nós gostamos de estar bem vestidas e de nos sentirmos confortáveis, voltei ao site da Chicloth e escolhi alguns modelos que apesar de serem mais simples, são igualmente femininos e elegantes:

1; 2; 3;

Desta vez optei por vestidos de noite (evening dresses), até porque estes são os melhores modelos para quem quer marcar presença e se destacar numa noite especial.
No que diz respeito às cores, não existe nenhuma regra especifica que deva ser respeitada, o preto e o vermelho são sempre um clássico, mas desde o azul ao cor-de-rosa, passando pelo beje e pelo verde, tudo é permito, mas não se esqueçam que esta noite é ideal para apostar também nos tons dourado e prateado.

4; 5; 6

O brilho é também bem vindo no que fiz respeito aos looks para a passagem de ano, por isso se optarem por um vestido mais discreto, o ideal é recorrem a acessórios apelativos e brilhantes. Anéis e brincos são quase uma obrigação, as pulseiras e os colares só devem ser usados se o corte do vestido o permitir.



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

4 dias para o natal

dezembro 21, 2018 19 Comments

A contagem decrescente está mesmo quase a chegar ao fim e só serviu para provar que o tempo passa a voar.
Hoje vou contar-vos um pouco das minhas aventuras por Lisboa. Se bem se lembram, eu fui a Lisboa o fim de semana passado, e um dos motivos para escolher essa data, foi mesmo para entrar no espírito de natal. Como assim? Pois bem, eu e as minhas colegas fomos passar a tarde no Parque Eduardo VII que nesta altura do ano recebe a famosa Wonderland

 Para quem não conhece, a Wonderland é um mercado livre que ocorre no Parque Eduardo VII de 1 de dezembro a 1 de janeiro e conta não só com uma roda gigante, mas também com uma pista de gelo, com o Pai Natal e muitas outras atividades.

O lado menos positivo são as filas e a quantidade de pessoas, pois torna-se um pouco confuso, e por esse motivo acabei por não ter a experiência completa.
Outra coisa que me desiludiu foi o tipo de comercio que por lá encontrei, quando me falam em feiras de natal, eu imagino sempre barraquinhas com coisas fofinhas, natalícias ou então com miminhos para oferecer, mas a verdade é que a Wonderland não tinha nada disso, sendo apenas um conjunto de barraquinhas aleatórias. Além disso tinha muitas barraquinhas de comida, e acreditem em mim, algumas delas cheiravam muito bem.

Se quiserem ver mais fotos sobre esta tarde bem passada na Wonderland, basta clicarem aqui e verem o álbum que está disponível na página do Facebook do blog.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Hora da Póóóchete #116

dezembro 20, 2018 19 Comments
Esta pergunta dá direito a um queijinho.
Ora bem, se eu doar cabelo a uma pessoa e essa pessoa cometer um crime, se forem encontrados os meus fios de cabelo na cena do crime, e os mesmos forem considerados provas forenses, eu vou presa por um crime que não cometi?


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

4 vestidos para usar na passagem de ano

dezembro 18, 2018 21 Comments
É bem provável que este pots já venha atrasado e que muitas pessoas já tenham escolhido a roupa que vão vestir nesta passagem de ano. Contudo e porque acredito que como eu, muitas meninas ainda não sabem o que vestir, achei que seria simpático falar com vocês sobre o assunto e dar-vos algumas sugestões.

Toda a gente sabe que a escolha de roupa para a passagem de ano depende muito do tipo de evento ao qual vão, contudo ninguém nos proíbe de usar um vestido de rendas ou de brilhantes em casa. 
Estamos a falar de uma noite de passagem, e todos nós queremos começar bem o ano, por isso fui escolher aqueles modelos de prom dresses que ficam sempre bem, e que podem ser elegantes mas não exageradamente sofisticados, para vos provar isso, fui ao site  Chicloth e trouxe algumas inspirações comigo:

1; 2; 3; 4
Optei por escolher vestidos curtos ou então modelos mais justos, pois habitualmente os vestidos mais longos e com volume são usados em galas ou eventos que assim o exijam, por isso, e porque maioria das pessoas opta sempre por eventos mais relaxados, pelo menos para mim, os vestidos curtos são sem dúvida a melhor escolha.
O ideal é que, independentemente do tipo de evento, a mulher escolha um modelo com o qual se sinta bem e bonita, claro que o bom senso é obrigatório no que toca a cores muito garridas, ou a decotes, o modelo deve ser sempre enquadrado com o ambiente e acompanhado de acessórios que não "distraiam" as atenções.

E vocês, o que é que vão usar na passagem de ano? Qual foi o vosso modelo favorito?



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

Passagem de ano com família... ou com amigos?!

dezembro 18, 2018 17 Comments

Quem nunca se debateu com esta questão?
Ok, se calhar não estou a ser justa, há muitas pessoas que não questionam, de todo, e que passam todas as passagens de ano com a família, incluindo namorados ou namoradas (até eu já fiz isso). Acreditam que esta altura do ano tem de ser passada em família, a desejar próspero ano novo, a comer 12 passas e a brindar com um copo de champagne.

Mas também não nos podemos esquecer que existem pessoas para quem a passagem de ano é uma celebração que merece mais do que 1 copinho de champagne e 5 minutos de fogo de artifício!
E para isso, nem sempre a família é a melhor opção - ou não vá a avó dizer que estás a dançar demais e a envergonhar-te em frente aos teus tios...
Sortudos são aqueles que conseguem combinar os dois grupos - a família e os amigos - e têm uma celebração verdadeiramente festiva e repleta de esperança e positividade para o ano que vem.
Quem se pode gabar de conseguir reunir os seus melhores amigos e a sua família nas suas festas de passagem de ano?

Descobri ao longo do tempo que a melhor forma de combinar os dois grupos é planear com antecedência espaços e ambientes distintos num local de eleição - na nossa casa, por exemplo. Vão notar que as pessoas com relações próximas juntam-se naturalmente em grupos… de um lado a família e de outro os amigos. É desta forma que vocês conseguem dar atenções diferentes e adaptar, digamos, conversas e comportamentos aos dois grupos sem chocar as susceptibilidades de uns ou aborrecer os outros. :)

Não, isto não é uma coisa má! Vai descobrir que toda a gente se junta e troca impressões
nos locais e nos momentos mais importantes. Falo, claro, da mesa com os comes e bebes e
da meia noite!

Agora, para tornar esta noite um sucesso a todos os níveis, procure catering para eventos
em Lisboa ou então, se está pelo norte, catering para eventos no Porto.



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

#Resumo da Semana nº50/2018

dezembro 17, 2018 24 Comments

Se me seguem pelas redes sociais devem ter percebido que no fim de semana andei a "turistar" por Lisboa. Adorei todos os recantos que visitei, entre eles a Wonderland, o Bairro Alto, e o Castelo de S. Jorge, mas não me vou alongar sobre isso porque em breve irei fazer um ou dois posts sobre as minhas aventuras em Lisboa.
Fiquei feliz de conseguir publicar hoje, pensei que só ia conseguir fazer o resumo da semana na terça-feira, mas felizmente consegui vir aqui e deixar-vos a par das novidades.
E por falar em novidades, tenho andado a pensar e vou aproveitar a época festiva para acalmar o meu ritmo de dar umas férias aos meus leitores, por isso é provável que para a próxima semana não existam muitas ou nenhuma publicação, mas ainda estou a "estudar" essa hipótese e por isso vou-vos mantendo a par das coisas.

Legenda:

1. Acordamos as cinco da manhã para ir passear, alguém adivinha onde vamos?
2. Terminei recentemente o famoso desafio das 52 semanas! E sim, é possível, falei de como consegui no blog (link na bio), por isso se querem experimentar vejam a minhas experiência e as minhas dicas.
3. Sabem aquele momentos em que o despertador toca numa segunda de manhã?
Hoje de manhã o despertador tocou, foi triste porque eu ainda pensava que era sexta e que tinha acabado de me deitar.

4. Sou daquelas mulheres que leva um pouco de tudo na carteira. Quem nunca?
Se se identificam com esta máxima, o post de hoje no blog (link na bio) é perfeito para vocês.
(ou então é só perfeito para os curiosos que querem saber o que tenho dentro da carteira.

5. Muitas vezes a beleza do natal, está nos pequenos detalhes, hoje no blog (link na bio) falei um pouco sobre pequenas inspirações que podem fazer toda a diferença.
6. Hoje no blog (link na bio) vou explicar qual é a verdadeira definição de homem bombástico!
7. Toca a fazer a viagem de regresso porque não se pode turistar todos os dias!
8.  O fim de semana vai ser na capital... Por agora ando na Wonderland!


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sábado, 15 de dezembro de 2018

Tinha tudo para correr mal (15º Capítulo)

dezembro 15, 2018 15 Comments
Tenho ficado com a sensação, que algumas pessoas estão a perder o interesse na história, principalmente porque quem comenta diz muitas vezes que são muitas coincidências que acontecem. Para já vou tentar acabar com essas coincidências todas e depois logo vejo dependendo do vosso feedback se vale ou não a pena continuar com a história, porque a última coisa que eu quero são leitores aborrecidos.

 "-Gostava de saber quem é o meu amigo secreto. - Digo sentando-me na mesa do café e acendendo o meu cigarro.
- Eu não sou. - Responde a Joana. - Vou ter que dar a prenda ao Ivo.
- Eu vou ter que dar à Carlota, mas só leva uma caixa de chocolates, ela já teve uma grande prenda à minha custa. - Afirmo dando uma gargalhada sonora.
- Espero que não andes a levar a minha irmã mais nova por maus caminhos. - Reclama o Artur.
- Oh que maus caminhos pelos quais a poderia levar? Sou boa rapariga, sou saudável, bonita, inteligente, vivo bem a minha vida, pago as minhas contas... Sou um exemplo a seguir. - Afirmo no preciso momento em que tenho um ataque de tosse.
- Esquece lá a parte do saudável! - Remata a Ana a rir.
- Pelo menos assim, sei que nunca vou ser raptada para o tráfico de órgãos! Ninguém vai comprar peças usadas já estragadas!
- Oh Meu Deus! Onde foste buscar essa teoria? - Pergunta o Artur.
Não tenho tempo de lhe responder, e ainda bem. Ninguém ia querer saber a minha teoria. Contudo aquilo que nos tirou a fala, foi chegada do Rodrigo. Acreditem ou não ele vinha acompanhado de um verdadeiro mulherão. Grande, com uma estrutura óssea bem constituída, loira de olhos azuis, e algum botox nos lábios e muito silicone nos peitos.
- Olá pessoal, apresento-vos a Ekatherina. - Disse ele todo orgulhoso da sua conquista. - Ia agora mesmo mostrar-lhe a minha casa, quando vi que vocês estavam aqui e passei para dizer olá.
- Não havia necessidade. - Respondeu o Artur por todos nós.
- Bem, sendo assim até logo! Ou até amanhã... - Ele estava com um sorriso malandro, daqueles sorrisos masculinos, espelhados na cara de um gajo que pensa que vai ter sorte toda a noite.
- Eu diria mais até já! - Exclamou a Joana, todos a fitamos admirados, e ela sorriu, o sorriso de uma mulher que sabe que o homem não vai ter sorte.
Deixamos que o Rodrigo se afastasse para fitarmos atentamente a Joana à espera de uma explicação.
- O que é que foi aquilo? - Pergunta a Ana.
- A sério que vocês não perceberam nada? - Perguntou a Joana surpreendida. Todos nós abanamos a cabeça. - A criatura que vinha a passear o Rodrigo, não era uma Ekatherina, ou el carnitina, ou keratina...
- Não era? - Perguntou eu admirada, nisto o Artur começou a rir.
- Ekatherino!!!! - Exclamou ele com a concordância da Joana.
Depois de me sentir estúpida por não ter percebido, também me desatei a rir.
- Qual é a piada? - Perguntou o Ivo chagando à nossa mesa.
Entre gargalhadas fomos resumindo os acontecimentos e as descobertas.
- OH! É melhor ir avisa-lo! - Disse o primo do Rodrigo preocupado com o tipo de impacto que uma situação desta fosse ter na vida do jovem e super macho Rodrigo.
- Ivo... - Digo eu olhando para o meu relógio de pulso. - Neste preciso momento o Rodrigo, deve ter acabado a sua visita guiada pela casa.
- E de certeza que a visita acabou no quarto. - Rematou a Joana acendendo um cigarro.
- Ou muito me engano ou ele neste momento está a beijar aqueles lábios carnudos, cheios de botox...
Todos nós fazemos uma cara feia a imaginar a cena, mas não desisti e continuei.
- Daqui por uns segundos ele vai meter a mão nas calças da Ekatherina, ou Ekatherino... Ou El carnitina, ou.... - Esta conversa assim fica muito confusa. - E vai perceber a diferença!
- Esperem! Se fizermos silêncio aposto que conseguimos ouvir o grito de terror dele! - Brinca a Joana.
- Vocês são muito más... Coitado do Rodrigo, nenhum homem merece passar por isso... - Defendia o Ivo.
- É justo, o Rodrigo acredita que tudo o que vem à rede é peixe, e que por isso pode comer.... - Disse a Ana. - Aliás ele merece uma boa lição, para aprender a ser seletivo.
- Ele está melhor... Agora só come gajas boas! - Explicou o Ivo, enquanto a Ana o fulminava com o olhar.
- Nem vou perguntar! - Disse ela chateada.
- Não fiques chateada, pelos vistos os homens de hoje em dia consideram gajas boas, os gajos que tem mais botox e silicone que uma mulher normal. - Brincou o Artur.
- Vocês estão ai com tanta coisa, mas às tantas o Rodrigo até pode gostar de brincar às tomadas e às fichas... - Afirmou a Joana. A conversa parou instantaneamente e todos a ficamos a olhar. - Não me digam que voltaram a não perceber?
Todos abanamos a cabeça. Ela levantou-se, entro no café e saiu passados uns segundo como uma extensão elétrica na mão. Pegou numa ponta e disse:
- Ficha! - Exibiu a outra ponta - Tomada!
Até aqui tudo bem, mas qual era a lógica da afirmação dela? Onde é que ela quer chegar?
Então, ela pega na ficha e encaixou-a na tomada. Volta a tirar e volta a meter, várias vezes até que um a um vamos todos soltando exclamações e sorrisos.
Segunda vez que me sinto estúpida hoje.
- Vocês não vão acreditar no que acabou de me acontecer! - Disse o Rodrigo vindo disparado pela entrada do café.
- O que é que foi? - Perguntou a Ana como se estivesse genuinamente preocupada.
- Não falem alto nem façam alarido disto, mas a Ekatherina afinal era um Ekatherino. - Segredou o Rodrigo.
- Oh! A sério? - Perguntou eu rindo.
- Vocês já sabiam? - Perguntou o Rodrigo ainda mais surpreendido, pelos vistos o facto de nós sabermos antes de ele descobrir foi mais drástico do que a situação em si.
- Eu sabia! - Sorriu a Joana. - Apenas não disse nada porque pensei que querias brincaras às fichas e tomadas. - Ela voltou a inserir a ficha na tomada.
- Isso é muito sexy Joana! - Disse o Rodrigo aproximando-se da Joana. Todos nós nos levantamos antes que a conversa fosse por outros caminhos, mas antes de sair da mesa ainda tive tempo de ouvir a reposta que a Joana lhe deu.
- Sabes... - Começou ela com uma voz ligeiramente sensual. - Existem tomadas, existem triplas, existem as tomadas banais, e depois existem as tomadas feitas por encomenda. Tu és uma ficha banal que nunca vai entrar numa tomada feita por encomenda. - Terminou ela dando-lhe um beijo na face e vindo ao meu encontro.
Não disse nada quando ela finalmente me alcançou. Nem sabia o que pensar. Não era novidade que o Rodrigo se babava por ela, mas este momento entre eles foi estranho."

 

 

Se ainda não leram...

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10 Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo |

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Como é que eu realizei o desafio das 52 semanas

dezembro 13, 2018 39 Comments

O desafio das 52 semanas é apontado por muitos como uma das melhores maneiras de poupar dinheiro. Mas como é que este desafio que permite poupar mais de 1300€ funciona?


 
Toda a gente sabe que o ano tem 52 semanas, o que temos que fazer é poupar o correspondente em euros ao numero da semana em questão, por exemplo na semana nº1, poupamos 1€, na semana nº2, poupamos 2€ e assim sucessivamente.

Claro que no inicio é muito fácil colocar estes montantes mais pequenos de lado, porém no final do ano torna-se quase impossível essa proeza. Contudo eu consegui adaptar este desafio à minha realidade e leva-lo até ao fim, mantendo sempre a sua essência.
1º Fiz uma lista com o numero das semanas e os montantes correspondentes.
2º Realizei pagamentos aleatórios - ou seja, não segui uma ordem especifica. Colocava um montante de lado de acordo com aquilo que eu conseguia poupar naquela semana, ou seja tão depressa colocava 50€ como na semana seguinte só colocava 10€.
Ao longo do ano, tentei sempre equilibrar os pagamentos para que os montantes mais altos não fossem todos pagos no mesmo mês. Depois, assim que o montante era colocado na poupança, eu colocava no meu bloco-notas que aquela semana e aquele montante estavam pagos.
3º Apesar de evitar pagar as semanas mais avultadas todas juntas, o meu foco era fazê-lo sempre o mais cedo possível e em meses que fossem mais favoráveis.
4º Ao contrário da maioria das pessoas não comecei o desafio na primeira semana do ano, uma vez que faço o desafio através de uma lista não precisava de seguir uma ordem já determinada.

O que é que vos parece este desafio? Já conheciam? Acharam as minhas dicas úteis?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

13 dias para o natal

dezembro 12, 2018 27 Comments

Bem sei que a maioria das pessoas, nesta altura já realizou as suas decorações de natal, contudo e porque existe sempre aquela pessoa que deixa tudo para a última hora, e aquelas pessoas que procuram dar os últimos retoques hoje vou partilhar com vocês algumas inspirações de decorações para o natal.

4; 5; 6;
Pessoalmente acho que a beleza das decorações, está não nas cores (essas nunca variam de ano para ano), mas sim na estrutura das peças que utilizamos. Acho que a conjugação entre o mais antigo (aquelas peças que eram das das nossas avós) com peças modernas, quando feito com gosto pode ficar simplesmente perfeita na decoração de natal.
7; 8; 9;
10; 11; 12;
O natal também é aquela época em que juntar os doces às decorações é sempre boa ideia, se tiverem essas possibilidades porque não decorar a árvore com chocolates coloridos? Ou então porque não encher um suporte de velas com doces? Experimentem!
13; 14;15
Gostaram destas inspirações? O que é que não pode faltar nas vossas decorações de natal?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

4 fatores que devem ter em conta se querem comprar stilettos

dezembro 12, 2018 20 Comments

Não é a primeira vez, e provavelmente não vai ser a última que vos falo de sapatos, principalmente de saltos altos, isto porque, além de nos últimos tempos, ter voltado a descobrir o prazer dos saltos altos, também sou apologista que um bonito sapato de salto alto é sempre muito elegante.

1; 2; 3;
Um dos modelos mais sensuais e femininos que existem são os sitilletos, contudo a maioria das pessoas associa estes sapatos a dores nos pés e problemas de coluna. A verdade é que a escolha deve ser cuidadosa, e o uso moderado, se assim for podem ficar confortáveis, e sentirem-se capazes de conquistar o mundo.
Uma das lojas que associo aos stilettos é a FSJshoes. Não sei bem por que motivo, até porque eles tem vários tipo de calçado, ma por algum motivo, os stilettos desta loja, deixam-me sempre um brilhozinho nos olhos.

4; 5; 6.
 Mas afinal o que é que torna os stilettos num calçado confortável?

Existem quatro fatores que devem ser tidos em consideração no que toca a comprar e a usar os famosos stiletto heels, entre eles:

1. Sentir-se confortável desde o primeiro momento.
Se no momento em que experimenta o sapato não se sentirem confortáveis, então aquele stiletto não é para vocês. Qualquer calçado deve ser sentido como uma segunda pele.
2. Atenção ao material.
Deve ser de qualidade, maleável e suave.
3. Comprem sempre o vosso tamanho.
4. Escolham saltos confortáveis.
Todas as mulheres são diferentes, por isso o modelo que deixa uma mulher confortável, pode não deixar outra, por isso, e porque o uso de saltos altos altera o centro de gravidade, o ideal é usar um tipo de salto que se ajuste a vocês.

E vocês usam stilettos com frequência? Gostam destes modelos?



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Hora da Póóóchete #115

dezembro 11, 2018 22 Comments

No outro dia em conversa com a BFF. 

BFF: Então, ainda andas a falar com o B

Eu: Sim, ele parece ser uma pessoa interessante...
BFF: Realmente deve ser para a conversa ainda durar...
Eu: Além disso ele é daqueles contactos que convém ter presentes.
BFF: Não percebi!
Eu: Ele é engenheiro químico, ou seja, sabe fazer bombas, e nos dias de hoje nunca sabemos quando é que uma bomba vai ser necessária.
BFF: Um verdadeiro investimento para o futuro!

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

#Resumo da Semana nº49/2018

dezembro 10, 2018 21 Comments

Por este andar acho que só vou conseguir descansar como deve ser no natal. Os meus fins de semana tem sido uma correria, entre festas, compras de natal, estar com alguns amigos, e trabalhar. Acreditam que tenho acordado as 08h00 sábados e domingos? Pois nem eu, mas tem sido isso que tenho feito desde o final de novembro.
Para o próximo fim de semana vou estar fora, aproveitar para visitar a capital com umas amigas e quem sabe trazer algumas novidades para o blog.
Mas não se preocupem, já está agendado para sábado mais uma edição "Tinha tudo para correr mal". Como eu ainda não sei vou chegar a tempo de editar o post, é apenas provável que na segunda-feira dia 17-12-2018 não existam publicações, mas vou fazer todos os possíveis para que na terça-feira seja publicado o resumo da da semana.
De qualquer forma eu vou dando novidades pelas redes sociais, por isso basta ficarem atentos.

Legenda:

1. Sorrir é o melhor remédio, pelo menos para enfrentar a primeira segunda-feira de dezembro. E é um pouco sobre esta semana que vos falo no blog (link na bio).
2. Continuando a saga "Eu coleciono Globos de Neves", apresento-vos o globo que a BFF me trouxe de Praga!
3. É óbvio que ela teve um dia muito cansativo, entre comer, dormir e brincar!
4. É só apara avisar que faltam apenas 21 dias para o natal, por isso publiquei no blog (link na bio), a minha melhor e mais engraçada memória de natal!
5. Eis a expressão da Egas quando eu lhe digo "Deixa a árvore de Natal!"
6. Finalmente acabei as decorações de natal. O que acham da minha árvore e da minha vila natal?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sábado, 8 de dezembro de 2018

Tinha tudo para correr mal (14º Capítulo)

dezembro 08, 2018 19 Comments

Espero que tenham ficado curiosos com o acidente da semana passada... Esta semana vamos ter mais novidades sobre a Eduarda e sobre o "amigo comprometido", por isso fiquem bem atentos, porque muitas coisa pode acontecer antes do natal.

"O pijama... A maioria das pessoas não dá o devido valor a esta peça de roupa, mas acreditem em mim, o pijama é o melhor amigo da mulher, principalmente daquela que não pode comprar diamantes.
Estava então eu em casa, esticada no meu sofá, com o meu pijama a pensar no que tinha acontecido e a pensar no que deveria fazer quanto a isso, quando sou retirada dos meus pensamentos profundos pelo toque irritante e estridente da campainha.
Não gosto de receber visitas, muito menos quando estou de pijama. Fiz a minha penosa caminhada até ao intercomunicador tão mal dispostas que a própria Wendy da Família Adams  teria muito que aprender comigo.
OH DEUS!!! O pânico! O horror! Assim que levanto o auscultador surge na imagem a fronha do "meu amigo comprometido" no ecrã.
Devia ter ficado no sofá e fingido que não estava... Mas agora... OH o horror! Já tinha o auscultador na orelha.
Vamos lá manter a postura e agir dignamente.
- Sim? 
- Posso falar contigo?
- Não me apetece! - Respondo, só por isto já mereço o prémio de maturidade do ano.
- Deixa-te de coisas Eduarda... Acho que temos que falar.
- Estou de pijama! - Por algum motivo estou praticamente aos gritos com os intercomunicador, mais uma atitude muito madura, além disso, dizer que estava de pijama foi o meu melhor argumento de sempre, foi de génio!
- Deixa-me falar contigo. Quero lá saber se estás de pijama.
- Mas quero eu, ora essa! - Mais um argumento brilhante. Mas se eu mudar o assunto deixo de fazer figuras parvas. - Ei! Como é que sabes onde eu moro? Andaste-me a seguir?
- Hoje realmente não estás bem.
Pelo menos eu e ele estamos de acordo em alguma coisa, desde que esta conversa ridícula começou.
- Responde! - Juro que tentei falar, mas fiquei com a sensação que rosnei.
- Puxa Eduarda, a tua morada estava na declaração amigável que assinaste esta tarde... Lembras-te?
Agora sim, sinto-me estúpida e começo a questionar a minha inteligência. Vamos mudar de assunto outra vez para não dar a entender que me sinto parva. Melhor vamos acabar com a conversa para eu voltar a deprimir.
- Não me apetece falar. Depois um dia destes marcamos um café, saímos e falamos...
- Ambos sabemos que nunca vais marcar nada comigo... Se não falares comigo juro que não saio da tua porta!
Será que ele era capaz? Seria assim tão louco?
Eventualmente ele vai ter que ir à casa de banho, por isso posso sempre esperar tipo raposa matreira e depois posso fugir... Quem sabe mudar de casa... Dizem que o Alasca é muito bonito nesta altura do ano.
Seja como for, ele não pode ser louco ao ponto de esperar... Ou pode? Quer dizer, ele está à minha porta para falar comigo mesmo depois de ter namorada.
Palavrão! Desligo o intercomunicador e acendo um cigarro. Vou lentamente até à varanda.
Porque é que estou a andar tão devagar? Moro num 6º andar, duvido que ele me consiga ouvir.
Espreito lá para baixo. Lá está ele, à espera.
Desisto. Vou até ao intercomunicador e abro a porta. Minutos depois ele está na minha porta da entrada.
- Obrigada! - Diz ele.
- Só te deixei entrar para ter o prazer de te mandar embora!
Ele sorri, sabe que isso pode muito bem acontecer. O pior é que ele gosta disso.
- A sala é alí ao fundo, fica à vontade, vou mudar de roupa, não quero ter esta conversa de pijama. 
Volto cinco minutos depois, mais apresentável e decidida.
- Não te quero a menos um metro de mim! - Começo, simplesmente não confio em mim à beira dele.
- OK, posso ficar aqui. - Disse ele onde estava. - Queria saber como é que tu estás...
- Estou bem, obrigada.
- Eduarda, sabes muito bem o que eu quero dizer.
- Não tenho que me sentir mal com nada, eu sempre soube que eras comprometido.
Comprometido, giro, podre de bom, inteligente, bom como o milho...
- Queres pipocas? - Pergunto.
- O quê? Que raio Eduarda, o que é que se passa contigo?
- Queres mesmo saber? - Perguntou, mas não espero pela resposta. - Vê-la tornou-a real, e eu não consigo fazer isto se ela for real. Nem sei como é que te consegues... É estranho, é mau e é real!
- Também não sei, mas tens razão é horrível. - Diz ele, eu fico a fita-lo com cara de parva. - É horrível adorar duas pessoas ao mesmo tempo. Credo, pensava que o que sentia por ti era só química, mas hoje percebi que me preocupava contigo, que te queria bem...
Levantei a mão para acabar com o discurso lamechas, aproximei-me dele e beijei-o calorosamente e odiei-me por isso. Odiei-me por gostar tanto. Levei-o naquele beijo para fora da sala e depois para a porta da entrada. Abri-a.
- É melhor ires embora, pelo menos até não estares tão confuso - Disse fechando a porta na cara dele."


Se ainda não leram...

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10 Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo | 13º Capítulo |

 
Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Receita #11 - Costelinhas no forno com batatas crocantes

dezembro 07, 2018 25 Comments
Vocês pedem, e eu dou, é este o mote do blog, por isso, e depois de ter publicado a foto deste petisco nas redes sociais, muitas pessoas vieram aqui pedir para eu partilhar a receita, por isso cá vai, tomem nota:
Ingredientes:


Preparação:
Na véspera preparem a marinada para a carne, com um azeite, colorau fumado, alho e especiarias a gosto.
No dia, estendam a peça de costelinhas num tabuleiro. Misturem a marinada com uma parte do molho de leitão e com um pincel ou até mesmo com as mãos, espalhem de ambos os lados das costelinhas, e levem ao forno préaquecido a 180º graus durante cerca de uma hora e meia a duas horas.

A meio do tempo tirem, barrem novamente com a mistura do molho e virem as costelinhas, levem novamente ao forno e repitam o processo para que a carne fique tenra de suculenta, o ideal é que a carne saia do osso naturalmente.
Enquanto isso, lavem bem as batas e cortem aos cubos com a respetiva casca e levem a cozer até perceberem que o interior está bem cozido. Escorram a água e reservem. Numa fritadeira com o óleo bem quente, fritem as batatas até ficarem douradas.
Cortem as costelinhas, e coloquem numa travessa, espalhem o restante molho por cima. Podem ainda servir um pouco de molho de leitão aquecido para quem gostar de espalhar pelas batatas. Decorem a gosto e depois é só saborear.

Espero que gostem e se experimentarem não se esqueçam de partilhar a vossa opinião comigo.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

Instragam