quarta-feira, 18 de junho de 2014

Violência Doméstica: Uma realidade que dói!

junho 18, 2014 61 Comments
Uma das grandes lacunas do século XXI continua a ser a violência doméstica. Este continua a ser um dos grandes motivos, pelo qual, principalmente muitas mulheres morrerem todos os anos.
Antes de falarmos de violência doméstica convém conhecer a sua definição:
A violência doméstica é um padrão de comportamento que abrange qualquer tipo de abuso por parte de uma pessoa contra outra, em contexto doméstico.
Na violência doméstica, estão ainda considerados os abusos contra crianças e idosos.
A violência doméstica está ainda dividida em vários tipos, entre eles:
Uma das coisas mais assustadoras da violência doméstica é o facto de o agressor acreditar que o seu abuso é aceitável, mas é igualmente assustador o número desconhecido de mulheres que se sujeitam ao papel de vitima.
Outro fator igualmente assustador (pelo menos para mim) é o numero de mulheres que se queixam que os maridos são violentos e que mesmo assim quando alguém as tenta ajudar, recusam ajuda e ainda os continuam a tratar como príncipes.
Cá para mim, acho que, algumas mulheres (infelizmente) se habituaram a ser vitimas para que as pessoas tenham pena delas.
Sinceramente não sei o que se ganha com isso, mas hoje em dia existem mentalidades capazes de tudo.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Sobre aquela coisa da virgindade!

junho 11, 2014 24 Comments
Apesar do conceito de virgindade ter sido construído pela sociedade e se ter baseado tanto em critérios biológicos como socioculturais, a verdade é que este é um assunto tabu e daqueles que ainda geram alguma polémica.
O conceito associado à virgindade tem vindo a sofrer várias mutações nas mais variadas culturas ao longo dos anos.
Biologicamente a virgindade é definida como um atributo de uma pessoa, ou animal, que nunca foi submetido a qualquer tipo de relação sexual.

Em muitas religiões a virgindade está estreitamente relacionada com a pureza, e por isso é vulgar existir muito tabu sobre o tema.

Realmente sou defensora que a maneira como se encara a virgindade está naquilo que se sente e no valor que se dá ao momento.
Acredito (e apesar de muitas pessoas dizerem que não) que este é um momento mágico e inesquecível, até porque só acontece uma vez na vida.
 A magia deste mito da virgindade está no momento e não no ato. O fenómeno não está no facto de estarmos a iniciar a nossa vida sexual, mas sim na partilha de sentimentos que é feita entre duas pessoas.

Dizem que o sexo é bom, e talvez seja, mas será que que isso é suficiente ou é o amor que faz a diferença?

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Vocês tem um blog? Mas sabem como é que tudo começou?

junho 04, 2014 1 Comments
Hoje em dia ter um blog é algo acessível a qualquer pessoa. Basta entrar numa plataforma, criar conta e o vosso blog está pronto a começar, mas será que sabem como é que tudo começou?

  • Em 1994 , Claudio Pinhanez, um cientista brasileiro, criou um site chamado "Open Diary". Este site esteve ativo durante 2 anos e tinha como objetivo documentar os acontecimentos da sua vida.
  • Este foi considerado o primeiro site em formato de diário digital.
  • Em 1997, surgiu o termo "weblog" quando Jorn Barger o definiu como uma forma de publicação na internet.
  • Em 1999 e apesar dos designs mais básicos e simples, surgiu uma grande procura e adesão. ao conceito do blog.
  • Com o passar do tempo, as plataformas ficaram mais completas e o "ter um blog" passou a ser algo mais sério e respeitável.

E vocês conheciam a história dos blogs? Quais são os vossos blogs favoritos?

Instragam