Translate

terça-feira, 25 de janeiro de 2022

# depressão # saúde

O caso Amelie | Afinal o que é a depressão?

A semana passada o caso da Amelie Battle Bastos, abalou muitas pessoas. O que começou com um pedido de uma mãe desesperada em busca da sua filha desaparecida, comprovou ser o caso de uma jovem psicologicamente instável, e com uma depressão bem complicada. Infelizmente o caso acabou com o suicido de Amelie, mas será que pudemos evitar que algo deste género acabe desta forma? Como pudemos lidar com a depressão?

Hoje em dia, já sabemos que a depressão é uma perturbação mental que apesar de ser muito comum, pode passar despercebida e não ser diagnosticada. Isso deve-se principalmente à falta de reconhecimento da depressão enquanto doença, e ao facto de os sintomas serem erroneamente atribuídos a outras causas como por exemplo doenças físicas, stress entre outros...
Hoje sabemos que existem numerosos meios terapêuticos para o tratamento da depressão, que permitem ao doentes compensar os sintomas durante as crises, e ajudar a evitar recaídas.

Mas afinal, o que é a depressão?
Como já foi referido, a depressão, é uma perturbação mental persistente que afeta negativamente a maneira como a pessoa se sente, age ou até mesmo pensa no dia-a-dia.
A doença, provoca sentimentos de tristeza e/ou perda de interesse pelas atividades lúdicas habituais. Com isso contribui significativamente para a diminuição da capacidade funcional da pessoa, seja a nível profissional que a nível social.
Pudemos por isso dizer que a doença induz um sentimento intenso, podendo em última estância conduzir ao suicídio.
Os especialistas também salientam que a depressão é diferente das flutuações de humor reativas a acontecimentos e desafios do dia-a-dia, isto porque estas flutuações ocorrem num período curto de tempo e não afetam a capacidade funcional da pessoa.


O que pode causa a depressão?

Habitualmente a depressão é multifatorial, ou seja resulta de uma interação complexa entre fatores biológicos, sociais, ambientais e psíquicos.
Hoje sabemos que familiares de primeiro grau de pessoas com depressão grave, tem um risco de 2 a 4 vezes mais de desenvolver esta doença comparando com a população em geral.
Acontecimentos de vida adversos (como por exemplo, um divórcio, desemprego ou a perda de alguém...), são conhecidos como fatores precipitantes de depressão grave.
Baixa autoestima, pessimismo ou níveis elevados de autocrítica também são considerados fatores que aumentam o risco de depressão.

Principais sintomas de uma depressão:

Existem variados sintomas que caracterizam a depressão, contudo os mais comuns são:

  • Tristeza persistente;
  • Perda de interesse ou prazer nas atividades normais;
  • Alteração do apetite (aumento ou perda de apetite);
  • Alterações no sono (insónia, ou aumento da necessidade de dormir);
  • Perda de energia ou iniciativa.
  • Sensação persistente de cansaço;
  • Lentificação motora ou do discurso;
  • Sentimentos de culpa ou incapacidade/desvalorização;
  • Dificuldade em de concentração;
  • Pensamentos sobre a morte (ideias suicidas);
  • Sintomatologia persistente como dores de cabeça, problemas do foro gastrointestinal que não respondem aos tratamentos convencionais.


Segundo Organização Mundial de Saúde mais de 264 milhões de pessoas de todas as idades sofrem de depressão.
A prevalência de depressão na população em geral é de 5% e é duas vezes mais frequente nas mulheres que nos homens.
Atualmente existem vários quadros clínicos e vários estágios da doença, e felizmente já existem várias maneiras de ajudar o doente através de tratamentos como medicação, técnicas de eletroestimulação, ou psicoterapia.
Se achas que sofres de depressão, ou conheces alguém nessa situação, o ideal é visitarem um médico o mais rápido possível. Desta forma, o especialista pode verificar e acompanhar a situação da melhor maneira possível.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

53 comentários:

  1. Explicito e bom de informação
    haja paciencia e coração
    que às vezes não chega a tempo Teresa ´.`)))))

    Beijinhos e uma bela tarde com alegria...

    ResponderEliminar
  2. Uma das mais felizes e belas publicações que já li, ao nível de saúde, na net. Muitos parabéns. A depressão é uma doença muito complicada, inclusive de tratar a nível médico. Quem sofre dessa doença... sofre mesmo. E sofre quem as ama e/ou com elas convive. Grato pela partilha
    .
    Boa semana …Saudações cordiais.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente muita gente sofre em silêncio, de depressão. Depois muitos não dão o devido valor! Gostei do artigo!
    -
    A vida segue pelas veredas do destino

    Beijos, e uma excelente semana.

    ResponderEliminar
  4. Nem sempre sabesmos tudo, mas há muita gente que sofre em silencio sem dizerem a ninguém
    Adorei bastante a tua partilha
    Beijinhos
    Novo post
    Tem Post Novos Diariamente

    ResponderEliminar
  5. Gostei muito, obrigado pela partilha

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Temos de colocar uma bandeira nestas questões, porque é crucial estarmos atentos aos sinais e não desvalorizarmos os subtis pedidos de ajuda

    ResponderEliminar
  7. Que bom que você levantou esta bandeira pontuando aspectos relevantes da depressão e o que pode deve ser feito para contornar a ajudar aos que estão momentaneamente de ajuda.
    Uma bela partilha!
    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  8. Very useful article! Unfortunatelly depression medicines increase day by day here.

    ResponderEliminar
  9. Interessante e útil este seu artigo. Voltarei.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  10. Interessante e oportuna sua postagem abordando a Depressão. Esclarecer , informar, e apresentar os meios que se pode usar pra prevenir e tratar é de suma importância. Há pessoas que reprimem tão fortemente sua tristeza, que a mascaram. É o que se chama de depressão mascarada. Há vários antídotos pra depressão, como o auto amor, auto paciência e auto perdão, e também a esperança.
    Gostei da sua visita ao meu Blog. Grata. Volte mais vezes, Teresa. Um abraço.

    ResponderEliminar
  11. Um Belíssimo artigo sobre a depressão, essa morte silenciosa a que nem sempre dão valor porque é uma ferida da alma que sangra e só se apercebe quem está atento. Desvaloriza-se e quando o fatalismo acontece, o mundo acorda.
    Um beijo, Teresa!
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  12. Um ótimo post e muito esclarecedor.
    A depressão é uma doença séria e muitas pessoas sofrem caladas, sem saber que estão doentes. Isso sem falar do medo do julgamento das pessoas que não entendem que a depressão é uma doença e que deve ser tratada.
    Beijinhos!

    galerafashion.com

    ResponderEliminar
  13. A depressão é uma doença que chega silenciosa e de dificil cura, se tem!
    Uma vez depressão, deve está sempre em alerta para os sintomas!

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  14. Que post bacana e mega necessário

    Beijos
    www.pimentadeacucar.com

    ResponderEliminar
  15. Saber um pouco sobre o que é depressão e se cuidar é muito importante, eu adorei o texto, vai ajudar muitas pessoas que estão passando por isso.
    bjs bjs https://beperes.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Buen consejo la depresion es muy grave. Te mando un beso

    ResponderEliminar
  17. Thanks for this awareness post. Mental health is just as essential as physical health. It is important to normalize the conversation about mental health.
    xoxo
    Lovely
    www.mynameislovely.com

    ResponderEliminar
  18. Um artigo muito importante, é preciso estar alerta para que o pior seja evitado e não só, para que a pessoa que sofra desta doença possa ter qualidade de vida.
    Muito esclarecedor.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  19. Eu tive Depressao durante o ano de 99, felizmente consegui sair dela com a ajuda da minha mae, estive quase um ano em casa, quase que pus termino à vida mas felizmente consegui dar a volta... e ainda bem pois se ainda nao fosse nao teria vivido tanta coisa boa durante estes 20 anos. Vivo um dia de cada vez pois nao quero que a D me volte a apanhar <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico feliz por saber que tudo correu bem. Obrigada por partilhares a tua história!

      Eliminar
  20. Bom dia
    Ótimo esclarecimento,informação com clareza.
    Beijos

    ResponderEliminar
  21. Depressão é um problema que afeta muitas as pessoas, e os familiares precisam está atento, ótimas informações sobre o assunto bjs.

    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  22. Um post bem informativo. Muito triste tudo isso que aconteceu. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  23. Parabéns por tratar desse assunto tão importante e que ainda é um tabu. Isso pode ajudar muitas pessoas.

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está em Hiatus de verão de 18 de janeiro à 04 de março, mas comentaremos nos blogs amigos nesse período!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
  24. Uma crónica bem informativa e muito importante.
    Depressão é doença do foro mental, mas precisamos ajudar e tentar compreender os seus motivos, ninguem vive uma depressão porque quer, é muito complicado, e com a pandemia ainda agravou mais.
    Gostei do que li.
    Obrigada
    :)
    http://olharemtonsdemaresia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  25. E estes tempos que atravessamos com a pandemia a meio, proporcionam mesmo uma desestabilização emocional, propícia a situações como a da Amelie... acredito que depois da pandemia, muita gente precise de acompanhamento psicológico! Excelente artigo!
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderEliminar
  26. Excelente matéria li hoje aqui!
    Parabéns, Teresa, com certeza ajudará a muitos. Ou esclarecerá.
    Um beijo e excelente semana!

    ResponderEliminar

Instragam