Translate

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Linha Desfalecida - 19º Capítulo

janeiro 21, 2022 5 Comments

Espero que estejas a gostar de acompanhar história, estou a adorar conhecer as opiniões de várias pessoas, por isso se estás a gostar deixa o teu feedback e opinião porque eu vou adorar saber o que estás a achar do "Linha Desfalecida".

"Isabel sentira-se confiante, tinha conseguido passar a manhã toda a evitar cruzar-se com o Hugo, por isso à hora de almoço, enquanto comia e conversava animadamente com a Viviana e mais dois colegas de turma, ficou admirada de ver o Hugo chegar e se aproximar da sua mesa.
- Podemos falar? – perguntou ele.
- Não pode ficar para outra altura? – perguntou ela sabendo que estava a ser parva e que existiam mil e um motivos para ele querer falar com ela que não os acontecimentos da noite anterior, contudo ela não queria lidar nem com ele nem com a situação.
- Preferia falar contigo agora. – disse ele firmemente, deixando todos os envolvidos na mesa tensos.
- OK! – disse ela pouco convencida. – Vemo-nos na aula. – terminou pegando nas suas coisas e seguindo o rapaz.
- Já comeste hoje? – perguntou o Hugo quando já estavam suficientemente longe.
Isabel tinha vontade de gritar, de lhe dizer que estava magoada, com o coração partido e o orgulho ferido, mas ali estava ele, preocupado se ela estava ou não alimentada.
- Não. – respondeu ela. – Mas não te preocupes, quando sair daqui passo num talho e arranjo sangue!
- Tenho sangue no carro se precisares…
- Não é preciso…
- Não precisas de te preocupar… Não é meu… Pedi à Alexa hoje de manhã…
Isabel teve vontade de gritar novamente, mas em vez disse sentiu os olhos encherem-se de água e desta vez não se conseguiu controlar.
- Agradeço do fundo do coração tudo o que vocês estão a fazer por mim, mas não consigo lidar com tudo isto… - explicou ela.
- Eu sei, mas acredita que vai ficar mais fácil…
- Não estás a perceber. Quando eu digo isto não me refiro ao facto de ser uma aberração, refiro-me ao facto de ter de lidar contigo! – disse ela enquanto as lágrimas lhe caiam pelo rosto. – Não consigo lidar com o facto que estou apaixonada por ti, e de te ter obrigado a beijar-me contra a tua vontade… Não posso deixar que isso aconteça… Tu não mereces isso e eu não te quero magoar nem obrigar a fazer nada que obviamente não queres…
- Em breve vais aprender a controlar o teu dom, podemos treinar para te ajudar nisso…
- Vou controlar o meu dom, mas não o que sinto por ti… - rematou ela tristemente, cada palavra que dizia causava-lhe uma dor que ela não conseguia explicar.
- Nem o que eu sinto por ti… - disse ele por fim. Isabel levantou os olhos do chão para o fitar. Ele aproximou-se dela e beijou-a.
- Eu não desejei isso! – exclamou ela quando ele se afastou dela apenas o suficiente para conseguir falar.
- Pois não, isto fui eu que desejei…
- Não estou a perceber… Mas tu ontem disseste que não querias beijar…
- E não queria. – respondeu ele aproximando-se dela quando ela se afastou – Quero-te beijar desde daquele dia no beco por trás do café, mas primeiro queria ter a certeza que estavas bem e confortável com todos os acontecimentos que estavam a acontecer, queria ter a certeza que o facto de te estar a ajudar não influenciava aquilo que sentias por mim… Por isso não te queria beijar ontem, pensava que ainda era cedo… Mas era algo que queria fazer num futuro breve. – explicou ele abraçando-a. Isabel sorriu. Achou até mesmo o gesto dele bonito.
- Por isso é que ficaste estranho ao beber o meu sangue?
- Isso já nos leva por outros caminhos, e é conteúdo para outra lição, mas essa lição é para termos mais à frente… - Disse ele colocando o braço sobre o ombro dela e fazendo-a caminhar ao seu lado. – Hoje depois das aulas vamos treinar…
Isabel fitou-o surpreendida.

- Deu me livre se te posso deixar andar por aí a manipular a mente das pessoas sem saberes que o fazes! Já viste se te encantas com outro homem qualquer? – perguntou ele a rir. Isabel também se riu.
- Tens a certeza que é isto que queres? – perguntou ela apontando para ambos. – Preciso de ter a certeza que não estou a influenciar nada mesmo que inconscientemente.
- Fica descansada. – disse ele beijando-a novamente.

Assim que se aproximou das colegas de turmas, Isabel percebeu um burburinho que subitamente parou com a sua chegada.
- Está tudo bem? – perguntou ela.
- Nós vimos bem? – perguntou uma das colegas de turma. – Tu estavas a beijar o Hugo Alexandre?
Isabel ficou surpreendida ao ver que toda a gente estava a falar sobre a sua relação, como se duas pessoas estarem juntas fosse algo tão insólito que devesse ser comentado.
- Hum, sim viram bem. Mas qual é a surpresa!? – perguntou ela. Todos disseram que não era nada e alguns até disseram que eles faziam o casal bonito, porém só um dos rapazes da turma é que se aproximou dela e lhe segredou:
- Ele e a Viviana namoraram, e as coisas não acabaram bem. – disse o rapaz afastando-se.
Isabel levantou os olhos e observou a Viviana que a fitava chateada. Isabel lamentou que a colega de turma descobrisse dessa maneira, mas não tinha como saber que a Viviana e o Hugo tinham andado juntos, e que obviamente ela ainda não tinha superado o fim da relação. Ia aproximar-se da rapariga para falar com ela, e pedir desculpa por ela ter descoberto daquela maneira quando a Alexa se aproximou o colocou o braço sobre o ombro de Isabel.
- Olá cunhadinha! – brincou ela, para grande surpresa de Isabel. Depois segredou-lhe – Nem penses em fazer isso! Agora sorri. – Isabel sorriu. E Alexa falou bem alto. – Vamos embora ouvi dizer que a professora de história vai faltar!
Quando todos os alunos dispersaram, Isabel e Alexa ficaram sozinhas no corredor, e foi a irmã do Hugo que quebrou o silêncio.
- Agora faz lá aquilo que sabes fazer e deseja com todas as tuas forças que a professora vá embora… - disse a Alexa.
- Eu não sei fazer isso! – Exclamou a Isabel confusa. – O que se está a passar?
- Não quero ter aula de história, e tu estás com cara que também não queres! – sorriu a Alexa. – Por isso vamos até à porta da sala dos professores para tu influenciares a senhora professora a se ir embora… - continuou a Alexa puxando a Isabel. – Além disso temos que falar sobre o facto de estares aos beijos com o meu irmão no meio da escola! Não se fala de outra coisa…
- És realmente uma pessoa com uma mente muito complicada! – brincou a Isabel, assim que as duas pararam junto à porta da sala dos professores.
- Anda lá, faz lá aquilo que tu fazes sem saberes que fazes…
- Aí está, eu não sei como faço! – exclamou a Isabel.
- Mas é bom que descubras,.. Faltam 3 minutos para a campainha tocar!
- Adoro fazer as coisas sobre pressão! – brincou a Isabel.
- Pensa que não queres mesmo ter esta aula, e que só queres mesmo que a professora se vá embora…
- Estou a pensar… - reclamou a Isabel que se sentia muito, mas mesmo muito pressionada. – E não está a funcionar!
- Será tens algum defeito e isso só funciona se estiveres mesmo muito perto da pessoa? – questionou a Alexa fitando a namorada do irmão, que a olhou chateada. – Sem ofensa, claro! – acrescentou a Alexa com um sorriso.
- Eu nem sei como é que isto funciona ao certo, como queres que eu faça acontecer algo que eu não sei como acontece?
- Ela está a arrumar as coisas… - disse a Alexa que espreitava sorrateiramente pela janela da sala dos professores. – Tens um minuto para fazer acontecer!
- Não consigo! – disse a Isabel com os olhos cerrados.
- Nunca pensei dizer isto, mas se não tivermos aula de história, podemos ir para os treinos mais cedo… E o meu irmão vai lá estar! – disse a Alexa rindo.
Isabel abriu um dos olhos e fitou-a surpreendida.
- Já vi que não funcionou, mas pelo menos tentei! – brincou a rapariga. Subitamente a professora abriu a porta e fitou as duas sentadas ao lado da porta com uma expressão cúmplice.
- Alexandra e Isabel, o que fazem aqui? – perguntou a mulher desconfiada.
- Hum… bem… - começou a Isabel que não sabia o que responder sem parecer maluca.
- Ouvimos dizer que a professora não estava na escola, e queríamos ter a certeza antes de ir embora… - mentiu a Alexa.
- Mas como podem ver eu estou aqui e vai haver aula… - respondeu a professora, Isabel colocou-se à frente dela e fitou-a com os olhos muito abertos.
- Tem a certeza que vai haver aula? Não precisa de ir embora?
- Não sei o que se passa com vocês as duas, mas vai haver aula. – respondeu a mulher afastando-se no exato momento em que a campainha tocou.
Alexa fitou Isabel com uma expressão interrogativa.
- O que foi aquilo?
- Estava a tentar se convincente! – respondeu a Isabel sorrindo.
- Por favor, não voltes a tentar… - brincou a Alexa. – Faltamos à aula?
- Oh depois de quase ter conseguido mandar a professora ir embora agora não me parece bonito faltar… - reclamou a Isabel.
- Isso quer dizer que também não queres ter aula? – perguntou a Alexa colocando-se em frente à rapariga loira.
- Claro que não! Adoro a ideia de a mandar embora e ir tomar um café! – respondeu a Isabel chateada com a pergunta da Alexa que começou a rir. – Porque te estás a rir?
Alexa colocou as mãos nos ombros de Isabel e rodou-a mesmo a tempo de ver a professora dar meia volta e dirigir-se ao estacionamento.
- Afinal é verdade que os sonhos se tornam reais! – exclamou a Alexa rindo, também Isabel começou a rir. – Vamos tomar um café?
- Claro! E depois vamos pensar nas coisas fantásticas que posso fazer com este dom! – brincou a Isabel seguindo a Alexa para fora da escola."


Se ainda não tiveste a oportunidade de ler...   

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo7º Capítulo | 8º Capítulo9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capitulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º  Capítulo | 18º Capítulo |

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Vlog | 4 mortes Inusitadas

janeiro 20, 2022 21 Comments

Já diz o velho ditado, "para morrer basta estar vivo", mas algumas mortes são tão estúpidas que até temos que pensar se elas são ou não reais!

Ao longo dos anos e um pouco por todo o mundo existiram mortes realmente bizarras que nos deixam a pensar duas (ou até mesmo) três vezes se são verdadeiras ou não:

1. Uma escolha alimentar
Kurt Gödel, foi um conhecido matemático e filósofo austríaco que imigrou para os EUA, porém quando a esposa dele foi hospitalizada ele teve uma espécie de surto, e acabou por se recusar a comer qualquer refeição que não fosse confecionada por ela. O que aconteceu? Ele acabou por morrer por não se alimentar!

2. Sim, Molière teve uma morte bizarra

De certeza que já ouviste falar do Molière, o famoso dramaturgo do século 17. Mas sabias que em 1673, ele teve um colapso de tosse hemorrágica em palco?
Podia ser apenas mais um génio perdido para a tuberculose (muito usual na época), contudo a ironia está no nome da peça em questão: "Le Malade Imaginaire" (em português "o doente imaginário"), que conta nada mais, nada menos que a história de um hipocondríaco!

3. Morte insólita e coletiva
Em 1919, um tanque industrial de melaço (aqueles produtos que é usado para adoçar os alimentos) explodiu em Boston. Esta explosão causou literalmente uma onda doce de cerca 56 km/h matando 21 pessoas e ferindo 150.
Só por curiosidade, este acidente tão inusitado, faz até hoje parte do folclore da cidade e dizem ainda, que área atingida pela onde, durante muitos anos, nos dias mais quentes tinha o cheiro de melaço nas ruas…

4. Defender a causa...
Em 1871, Clement vallandigham estava no tribunal a defender um homem acusado de assassinato. Ao demonstrar que a vítima poderia na verdade ter-se matado acidentalmente, ele disparou em só próprio acidentalmente.
Como deves imaginar o advogado morreu, mas provou tão bem o seu caso, que o arguido foi inocentado do crime.
 

Gostaste de conhecer estas mortas bem bizarras, então não podes perder o novo vídeo que está no canal, com mais algumas bem inusitadas para animar um pouco mais o teu dia!

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Sabes o que é a sexsomnia?

janeiro 19, 2022 33 Comments

Já alguma vez ouviste falar sobre o sonambulismo sexual? Por muito estranho que possa parecer a verdade é que o sonambulismo sexual existe e afeta a vida de algumas pessoas.

Também conhecido como sexsomnia, esta condição foi descoberta na década de 80 e desde então tem sido muito pouco estudada, por isso, como deves imaginar é considerada uma condição rara. 

A ciência caracteriza a sexsomnia, como uma experiência sexual ocorrida durante o sono profundo. Isso inclui batimentos cardíacos acelerados, respiração ofegante, aumento da temperatura corporal, a ereção ou lubrificação e um ato sexual, ou masturbação.
Por estranho que possa parecer a verdade é que a pessoa que sofre desta condição por estar num sono profundo, muitas vezes não sabe que sofre desta espécie de sonambulismo e isso pode trazer consequência graves na vida da pessoa, pois além de magoar ou atacar a pessoa com quem partilham a cama, pode acabar por se magoar a si mesmo.

Outro dos grandes problemas, é que quem sofre desta condição habitualmente não tem lembranças do que aconteceu, e por isso, a não ser que a pessoa durma acompanhada e o parceiro relate a situação, é provável que nunca venha a descobrir que sofre de "sonambulismo sexual".

Atualmente a ciência ainda não ter conseguido encontrar a verdadeira causa deste distúrbio, estudiosos defendem que determinados hábitos e estilos de vida possam funcionar como rampa de lançamento para o problema, como por exemplo consumo excessivo de álcool, abuso de drogas e má higiene. A ansiedade e o trabalho por turnos também podem contribuir para o desenvolvimento desta condição.

É importante referir que a sexsomnia, não deve ser confundida com comportamentos sexuais noturnos normais, como por exemplo ereções noturnas, sonhos eróticos entre outros...

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

terça-feira, 18 de janeiro de 2022

Uma manhã na Citânia de Briteiros

janeiro 18, 2022 30 Comments

As minhas férias em Guimarães foram muito bem aproveitadas para conhecer melhor a nossa história. Nessa aventura turística a Citânia de Briteiros não ficou de fora, e é sobre ela e o meu passeio por lá que te vou falar hoje.

Para quem não sabe, a Citânia de Briteiros é um sítio arqueológico da Idade do Ferro, com características gerais da cultura dos castros do noroeste da península ibérica.
Este local permaneceu ocupado à época da invasão romana, mas sofreu com os efeitos da romanização que ficou evidenciada através de vários vestígios, entre eles, inscrições latinas, moedas da república e do império e fragmentos de cerâmica, vidros entre outros.
Historiadores acreditam que a citânia tenha sido abandonada no século II, sendo posteriormente descobertas as suas ruínas por Martins Sarmento em 1875.

A citânia de Briteiros é considerado um dos mais expressivos povoados proto-históricos da Península Ibérica, quer pela documentação, quer pela monumentalidade das suas muralhas, urbanismo e arquitetura.

Na citânia é possível encontrar restos de uma povoação num local elevado, com traços culturais celtas que mostram a organização de uma "cidade", através dos arruamentos protegidos por um conjunto de muralhas, dentro da qual se abrigavam as habitações de planta circular ou retangular dispostas por vezes em pequenos "quarteirões", incluindo guaridas para o gado e muitas outras construções, desde de habitações a uma terma e ainda um cemitério.
Todas estas ruínas podem visitadas através de vários percursos que nos fazem acompanhar e conhecer a história do local.

Já alguma vez visitaste a Citânia de Briteiros? O que achaste deste local?

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

#Resumo da semana nº02/2022

janeiro 17, 2022 36 Comments

Acho que pela primeira vez na vida, o mês de janeiro está a passar a correr... Quer dizer, todos os anos, parece que o primeiro mês do ano dura muito mais do que o normal, mas este ano sem dar conta já passei por 17 dias que vieram a correr.

Ainda não comecei as minhas formações, continuo sem novidades, mas a verdade é que, como na sexta-feira é o meu aniversário, e eu não queria faltar às formações, até agradeço que ainda não tenham dado inicio, mas depois do próximo fim-de-semana, vou voltar ao atacar e me informar sobre os motivos de atraso.

Felizmente esta semana vai ser mais pequena, por causa do meu aniversário no próximo dia 21, não vou trabalhar e se tudo correr bem, já tenho alguns planos para tornar o dia mais especial.

Legenda:


1. Se o sonho comanda a vida, então não vou perder tempo e vou dormir .

2. Como é ter uma Egas em casa?
    1. Despertador programado automaticamente para te acordar aleatoriamente a partir as 06h30 (mas o meu despertador de verdade só toca as 07h00)
    2. Sistema de relaxamento com vibração e ronronar quando tento adormecer.
    3. Sistema anti-desperdício... (compete com a cadela para comer tudo o que pode) e ainda partilha com ela...

3. É dia do obrigado...
Mas tenho a sorte de ser grata todos os dias pelas mais variadas coisas... mas agradecer é bom e faz bem à alma... reconhecer a gratidão é fundamental para a felicidade, mas acima de tudo é importante para o crescimento pessoal.

4. Petiscos de sábado à noite: Lasanha

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Linha Desfalecida - 18º Capítulo

janeiro 14, 2022 21 Comments

O capítulo da semana passada revelou muitas novidades sobre a história de "Linha Desfalecida", e por agora as novidades não vão parar, e estou ansiosa para saber o que estás a pensar...

"Isabel chegou ao areal onde tinha estado nessa manhã com o Hugo, apenas um carro estava lá e não era o de Hugo. Assim que se aproximou viu o Rui encostado ao capo a fumar. Assim que ele viu o carro dela se aproximar acenou animadamente. Ela estacionou ao lado do carro dele e saiu.    
- Bem-vinda às reuniões noturnas. – brincou ele ao ver que ela estava confusa. – O Hugo e Alexa devem estar mesmo a chegar!
- Porque raio existem reuniões noturnas? – perguntou ela.
- Porque é de noite! – respondeu ele como se a pergunta dela tivesse sido extremamente estúpida.
- Vou reformular a minha pergunta. – disse ela acendendo um cigarro – Porque raio recebi uma mensagem às onze e meia da noite a dizer que tínhamos de nos reunir com urgência? Somos a máfia ou algo assim?
- Não seja tola, a máfia faz as reuniões ao jantar. E só recebeste a mensagem a essa hora porque foi quando se fez luz na minha cabeça.
Isabel ia responder quando as luzes dos faróis do SUV do Hugo surgiram, sentiu o coração bater descompassadamente. Na verdade, ela não o queria ver, ou melhor, não sabia o que fazer quando se vissem novamente depois de se terem beijado intensamente e ele ter ido embora repentinamente.
Rui ao perceber o conflito dos sentimentos da rapariga fitou-a.
- Ui! – disse ele – Não sei o que aconteceu, mas esse conflito interno parece sério… queres falar sobre isso?
- Prefiro que me deixes sozinha com os meus sentimentos por favor!
Ele encolheu os ombros no momento em que tanto o Hugo como a irmã saíram do carro e se aproximaram.
- Porque raio, tive que tirar o meu pijama para estar aqui? – perguntou a Alexa com o seu habitual mau humor.
- Porque eu sou um génio! – respondeu o Rui rindo. – OK, tecnicamente a ideia inicial não é minha, e ainda tenho que testar a minha teoria, mas acho que já descobri qual é o dom da Isabel.
Todos o fitaram surpreendidos.
- Isabel, durante o assalto, quando o idiota do assaltante se aproximou do caixa e estava mesmo ao teu lado, no que é que estavas a pensar?
- Naquilo que qualquer pessoa, que tenha um idiota armado ao lado pensaria… queria que ele se fosse embora o quanto antes…
- Rui, por favor explica! – pediu o Hugo que não se aproximara de Isabel, o que a deixou ainda mais frustrada e confusa.
- Eu acho que ela tem o dom de influenciar as pessoas! – disse o Rui sorrindo para todos.
- Pode ter sido coincidência… - disse a Alexa.
- Ninguém faz um assalto e se contenta com uma pequena parte do dinheiro. Qualquer assaltante levaria o dinheiro todo, mas aquele idiota deixou mais de metade do dinheiro da caixa e foi embora, exatamente quando a Isabel pensou que ele se deveria ir embora…
- Faz sentido. – concordou a Alexa fitando a outra rapariga. – Quem é que me arranja um cigarro?
Rui esticou-lhe o maço de tabaco e o isqueiro. Alexa tirou de lá um cigarro e acendeu estendendo de volta os objetivos ao amigo.
- Contudo foi apenas uma vez, não pudemos ter a certeza até voltar a acontecer… - acrescentou
- Acho que já aconteceu… - disse por fim o Hugo que ainda permanecia no mesmo local. – Desculpa… - disse ele fitando a Isabel.
- Porque é que lhe estás a pedir desculpa? – perguntou a Alexa fitando os dois. – O que é que ela fez?
Nesse instante Isabel percebeu o que tinha acontecido. Se a teoria do Rui estivesse realmente certa ela e o Hugo só se tinham beijado, porque ela assim o desejara. Ele não o queria fazer, mas ela tinha desejado que ele o fizesse. E subitamente sentiu-se triste. E agora iria ouvir em voz alta o que tinha acontecido.
- Eu e a Isabel beijamo-nos! – confessou o Hugo sem tirar os olhos de Isabel que o fitava.
- O quê? – gritou a Alexa. – Estás louco? Não a conheces e ela está numa fase frágil… E…
Talvez por perceber a tristeza dos sentimentos de Isabel, o Rui decidiu intervir, colocando a mão no ombro de Alexa fazendo-lhe sinal para ela se calasse. E estranhamente ela obedeceu.
- E eu não a queria beijar. – confessou o Hugo por fim.
Isabel sentiu algo a partir dentro de si. Sentia os olhos encherem-se de lágrimas, mas controlou-se para não chorar. Estava em choque, primeiro por o ter “obrigado” a dar aquele beijo, mas acima de tudo estava triste porque pensava que ele desejava tanto isso como ela. Agora percebia que era mentira, e tinha acabado de ser humilhada em frente de dois desconhecidos.
- Isabel desculpa, mas eles precisam de saber… - disse ele tentando se aproximar dela, que se afastou.
- Pelo menos assim já temos a certeza sobre o teu dom… - acrescentou numa tentativa de acalmar a tensão do ar.
- Fico genuinamente feliz por saber que a minha humilhação vos vai fazer dormir mais descansados esta noite… - começou ela tirando a chave do carro do bolso e regressando para o carro. Depois fitou o Rui calmamente – Obrigado!
Ele soube que ela não estava a ser irónica, mas soube que ela só queria desaparecer dali por causa das palavras do Hugo.
- Isabel… - chamou o Hugo, porém ela não o fitou entrou no carro, ligou-o.
- Deixa-a! – ordenou o Rui, vendo-a a fazer marcha-atrás e afastando-se. – Sei porque o fizeste e entendo porque o disseste, mas não o devias ter feito, não aqui e não assim…
- O que raio é que fui eu fazer?
- Não sei, mas até eu fiquei com pena dela! – acrescentou a irmã fitando-o.

Assim que chegou a casa, todas as lágrimas que tinha contido pelo caminho começaram a cair de forma descontrolada pelo seu rosto. Isabel compreendia o motivo que o levara a dizer aquilo. Saberem qual era o seu dom era uma boa notícia, porém, saber que o beijo deles tinha sido apenas fruto dos seus desejos tornava tudo muito mais doloroso. Ele nunca fizera intenções de a beijar e obviamente não sentia nada por ela, e isso era doloroso, pois desde da primeira noite no beco, que ela desejava que quando tudo isso terminasse as coisas pudessem mudar entre eles. Contudo esse era apenas o desejo dela e não dele."

 

Se ainda não tiveste a oportunidade de ler...   

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo7º Capítulo | 8º Capítulo9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capitulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º  Capítulo |

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quinta-feira, 13 de janeiro de 2022

Sabes te Organizar (16)

janeiro 13, 2022 32 Comments

No final do ano passado, falei sobre a minha agenda e muitas pessoas disseram que gostavam de um publicação com algumas dicas para manter uma agenda organizada, e por isso, hoje aqui no blog, temos uma edição de "Sabes te Organizar", com dicas para teres sempre a tua agenda organizada.

Antes de falarmos de dicas, tenho que te dizer estas dicas são baseadas na minha experiência e naquilo que funciona melhor comigo. As dicas que te apresento podem ser adaptadas tanto às agendas digitais como às agendas em papel, contudo, o mais importante é que não tenhas uma agenda só porque ela é bonita, deves sempre escolher a tua agenda de acordo com aquilo que pretendes dela e de acordo com a funcionalidade que lhe vais dar.

 

1. Planeamento e tarefas

Para usares a agenda e sentires que estás a ter sucesso, é fundamental que conheças bem o teu tempo a maneira que o geres para evitar atrasos ou compromissos sobrepostos. 

Também é fundamental que consultes a tua agenda pelo menos uma vez por dia e mantenhas todas as informações atualizadas. Se houve uma nova tarefa a ser feita, se entretanto tens um compromisso dois dias à frente ou se tivesses-te que fazer alguma alteração no teu planeamento diário, tenta logo de imediato (ou pelo menos o mais rápido possível), colocar essas informações na tua agenda nos dias e horas específicos. 


2. Facilitar a leitura

Para facilitar a leitura assim que abro a agenda, eu uso sempre um esquema de cores. Por exemplo:

  • Escrito a Azul - Compromissos do blog 
  • Escrito a Preto - Compromissos do escritório
  • Escrito a Verde - Compromissos pessoais
  • Escrito a Cor de Laranja - Informações como feriados, férias ou aniversários.
  • Escrito a Vermelho - Horários que não podem ser alterados.

Desta forma, quando abro um determinado dia na agenda, pelas cores que vejo, sei logo o que tenho que fazer. Por exemplo de manhã quando chego ao escritório só me foco nas indicações escritas a preto, mas quando chegou a casa e estou a trabalhar no blog sei que posso deixar de lado o que está a escrito a preto e me focar apenas no que está escrito a azul.

 

Ter um esquema de legendas também ajuda muito, principalmente na hora de confirmar determinado compromisso ou se necessário, o reagendar para outro dia. Por exemplo eu uso a seguinte legenda:

  • “A” para tarefa ou compromisso adiado. Nesse caso, anoto de lado qual a nova data;
  • “X” para tarefas canceladas; 
  • “V” para tarefa realizada e concluída.

Outra coisa que me ajuda bastante na hora de ler a agenda é ter a mesma dividida por secções, ou seja assuntos ou tarefas que podem ser feitas ao longo do dia sem um horário específico são anotadas todas juntas, já os compromissos com horários específicos, são apontados juntos, sempre com a informação da hora escrita a vermelho, e depois com a cor correspondente à tipologia do compromisso.


3. Tempo pessoal e espaços abertos

Por muito divertido e desafiante que possa ser ter uma agenda cheia é fundamental saber também quando parar. Por isso lembra-te de deixares sempre espaço para as coisas que gostas de fazer como ir tomar café com os amigos, ou ir ginásio, entre outras coisas. Também deves sempre deixar alguns espaços em branco, isso vai te permitir respirar fundo e fazer uma pausa, e se eventualmente alguma coisa correr mal, ou precisares de agendar um compromisso ou fazer uma tarefa de última hora, sabes sempre que tens esses espaços em branco para o afeito.


E então, o que achaste destas dicas? Partilha comigo as tuas dicas de organização da tua agenda.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

Aquela coisa de mudar de visual

janeiro 13, 2022 5 Comments

Quando comecei a escrever esta publicação, perguntei a algumas pessoas o que pensavam sobre perucas e se poderiam futuramente vir a usar uma. As respostas foram tantas e tão variadas que fiquei genuinamente surpreendida, quando percebi que afinal é verdade, as perucas estão num limbo, onde alguns as adoram e os outros as detestam.
Parece não existir um meio-termo. As pessoas (independente dos motivos), ou amam ou detestam as perucas, e é raro ver alguém alguém dizer que seria algo a ponderar... Quando se fala de perucas a maioria das vezes ou é sim, ou é não!

Com o passar dos anos, a história das mulheres e do mundo da moda veio ensinar-nos que o cabelo, e as perucas (women's human hair wigs) são sem dúvida alguma, o acessório mais importante e com mais destaque. Basta uma simples alteração nos fios de cabelo que um visual altera completamente. 

  Mudar de visual altera a autoestima
Toda a gente sabe que depois de uma crise de auto estima, as mulheres gostam de mudar o visual do seu cabelo. Já sabes como é, uma mulher que muda o seu cabelo, está disposta a mudar a sua vida. A verdade é que estudos comprovam que grande parte das mulheres opta por mudar o visual para transformar a maneira como se sentem. Seja por que motivo for, este é o exemplo prático de como os cabelos são uma ferramenta poderosa.

É boa ideia, apostar numa peruca para fazer uma mudança de visual?
Apesar de positivas, muitas das mudanças de visual são feitas de forma radical e precipitada, o que leva muitas vezes, muitas mulheres a arrependerem-se. A longo prazo pode não ser viável recorrer a uma peruca para uma mudança de visual, mas podem mudar de visual e recorrer a uma peruca quando quiserem reconquistar o vosso visual antigo ou então experimentar algo mais arrojado, como por exemplo ter o cabelo cor de rosa (light pink wig).

Como escolher a melhor peruca?
A opção dos cabelos sintéticos é, regra geral, a primeira opção que nos passa pela cabeça, e apesar de existirem opções com muita qualidade, a verdade é que estão a pensar fazer um investimento para o futuro o ideal será procurar uma peruca natural, ou então, uma hair topper for thinning crown.

Como se aplica a peruca?
Um dos maiores receio que surge na hora de aplicar uma peruca começa logo no momento em que se fala de cola. As pessoas, acham que cola e fio de cabelo é uma má combinação, mas na verdade além de simples, não existem motivos para preocupação. Atualmente a cola usada não causa dano ao cabelo e não é assim tão difícil de aplicar.
Contudo e se mesmo assim isso não vos convenceu, lembrem-se que existem outros métodos para aplicar as perucas:

  • Tranças bem finda (para evitar volume)
  • Capa que simula o couro cabeludo da pessoa (opção para quem tem o cabelo curto).


Cuidados fundamentais a ter:
Quando falamos de perucas feitas de cabelo natural é fundamental compreender que o tratamento deve ser idêntico ao que se tem com o nosso próprio cabelo. Quando bem tratada a duração média de uma peruca é de 3 ou quatro anos, isso inclui a manutenção da parte que simula o nosso couro cabeludo entre outros cuidados como uma hidratação profunda, que idealmente deve ser realizada uma vez por mês.
E vocês, fazem parte das pessoas que gostam ou gostariam de usar perucas, ou pertencem ao grupo de pessoas que diz "nem pensar"? 



Facebook Uniwigs | Site Uniwigs



Este texto foi pago ou patrocinado.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

6 dicas para combateres a fadiga

janeiro 12, 2022 27 Comments

Numa altura em que os termos fadiga e "burnout" parecem fazer parte do nosso dia-a-dia, nada como conhecer algumas dicas que nos podem ajudar a combater este mal.

Mas afinal, o que é a fadiga?
Entre os vários sintomas existentes, encontramos a fadiga muscular, falhas de memória e problemas de concentração. Se sentes um cansaço constante desde que acordas até ao momento em que te deitas, é provável que o teu corpo esteja a combater a fadiga.

Dicas para combateres a fadiga:
1. Aposta numa boa alimentação que deve ser equilibrada e que estimule a digestão e absorção e assimilação correta dos alimentos. Desta forma garantes que que o teu corpo está devidamente nutrido. Procura reduzir as gorduras saturadas, e os alimentos ricos em açúcar e sal. Evita também a cafeína, o álcool e a nicotina.
2. A prática regular de exercício físico pode ser muito benéfico no combate à fadiga. Manter uma rotina diária de atividade física pode ser muito benéfico, contudo é fundamental não exagerar mas sim encontrar o equilíbrio entre as tuas capacidades e necessidades.
3. Uma boa rotina de sono ajuda a restabelecer as energias, sendo por isso fundamental garantires que dormes as horas suficientes. Se sentes irregularidades no teu sono, então procura algumas dicas para dormires melhor.
4. Sempre que possível, tenta manter a calma, isto porque os factores psicológicos podem ter muita influência quando o assunto é a fadiga.
5. É importante que mantenhas a tua energia, se te sentes cansado(a), procura uma maneira de te animares, seja através de pausas no trabalho, ouvir música que te deixe animada ou até mesmo apanhar um pouco de ar fresco e sol.
6. Mantém a rotina, porque é fundamental para o teu corpo manteres uma rotina que inclua todos os pontos referidos anteriormente.

O que achaste destas dicas? Tens alguma dicas que queiras partilhar?


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

SALDOS | Blusas e jeans

janeiro 12, 2022 14 Comments

Começam os saldos, e eu começo logo a abrir os armários e a procurar as camisas frescas e a blusas super femininas, calças (wholesale womens jeans) e dos famosos vestidos.
Existe alguma coisa nem tipo de ritual que me deixa satisfeita e me faz sentir bem, por isso visitei o site Dear Lover e trouxe comigo algumas sugestões para partilhar contigo e quem sabe para acrescentar ao meu armário.

1; 2; 3
Uma das grandes tendências são as blusas estampadas, mas toda a gente sabe a dificuldade que existe no que diz respeito a combinar os padrões. Apesar de um blusa estampada ser praticamente uma peça obrigatória no guarda-roupa de uma mulher, levanta sempre muitas dúvidas na hora de criar e combinar o visual completo.

  • Os padrões florais devem ser combinados com peças neutras para evitar exageros de informação visual.
  • No caso dos padrões florais, podes ainda combinar com peças que sejam da mesma cor que o padrão floral, de forma a criar uma harmonia de tons.
  • No caso de estampas com padrões é preciso ter em conta as cores e o tamanho do padrão, por isso o mais seguro é apostar em conjuntos de ganga ou cores neutras para evitar um brande choque visual.

 

Se preferes um visual mais arrojado podes apostar em blusas com estampados às riscas, contudo deves ter em conta que:

  • Em caso de dúvida relativamente ao tecido que deves escolher, opta por algodão ou linho, pois são tecidos leves que dificilmente vão aumentar a tua silhueta
  • Os modelos menos formais, são perfeitos para usar com calças de ganga e sapatos confortáveis.
  • Se mesmo assim ainda pretendes um look mais casual e relaxado, podes optar por tecidos leves e dar um nó na cintura, mas evita mostrar a barriga.
  • Para um visual mais clássico mas mesmo assim elegante e descontraído, opta por um maxi colar, calças justas e sapatos de salto alto.
  • Conjugar riscas com bolas, não é assim tão desastroso como pode parecer, quando bem conjugada esta combinação altamente fashion e que permite criar looks originais.
As camisas de ganga também estão na moda, e são perfeitas para usar com gangas ou como terceira peça, mas também estão a ser uma tendência crescente para as amantes de jumsuits ou jardineiras.

E tu, gostas de usar às famosas cheap womens blouses? Recorres a estampados? Quais são os teus truques?



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

terça-feira, 11 de janeiro de 2022

Receita #39 - Pastéis de Nata

janeiro 11, 2022 29 Comments

Os pastéis de nata, são um verdadeiro clássico da pastelaria e doçaria portuguesa adorados por muitas pessoas, desde portugueses a estrangeiros, e são uma verdadeira iguaria na hora de adoçar o nosso paladar.

Como tal no outro dia refugiei-me na cozinha e fiz os fabulosos e famosos pastéis de nata, e partilho contigo a minha receita.

Ingredientes:

  • 200 gr de massa folhada 
  • 250 ml de leite
  • Casca de limão
  • 150 gr de açúcar
  • 4 gemas

 

Preparação:
Começa por enrolar a massa folhada e corta em 12 partes iguais. Depois unta as formas com um pouco de manteiga e farinha e coloca em cada uma, um dos pedaços cortados. Com os dedos abre a massa dentro da forma até a cobrires na totalidade. Depois reserva.

Numa panela aquece o leite com a casca de limão e deixa ferver, acrescenta o açúcar e mexe bem.
Bate bem as gemas do ovo, depois acrescenta um pouco da mistura sempre mexendo bem. Repete várias vezes até os ovos estarem bem misturados no leite. Adiciona esta mistura à pena e mexe bem.
Reserva novamente e depois passa o líquido por um coador para retirar a casca de limão e possíveis grumos.
Coloca o líquido nas formas com a massa folhada e leva ao forno pré-aquecido a a 230ºC por cerca de 15 minutos ou até ficarem bem dourados.
Depois disso já te podes deliciar com estes deliciosos pasteis de nata.

E então, és fã de pastéis de nata? Alguma vez os fizeste em casa? O que achaste da receita?


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

O que é sabes sobre perucas?

janeiro 11, 2022 2 Comments

Seja por motivos de saúde, seja por uma questão estética ou até mesmo apenas uma tendência, a verdade é que as perucas estão na moda e já não são apenas acessíveis para os famosos ou para os palcos de teatros ou telas de cinema.

1; 2; 3;

Hoje em dia, as perucas são também consideradas um acessório de moda igual a uma carteira, uma pulseira ou até mesmo um anel. O cabelo tem vindo a revelar-se um dos melhores cartões-de-visita, tanto de homens como de mulheres, e por isso as perucas de cabelo natural continuam no topo das preferências de lojas como a Wig for Queen.

Atualmente, lojas como esta oferecem conjuntos, para que que qualquer pessoa tenha acessibilidade a comprar uma peruca. As perucas continuam no topo das preferências, mas a crescente tendência dos cabelos ondulados veio também para ficar no mundo dos cabelos postiços e por isso já se encontram à venda perucas com uma ondulação profunda.

Mas afinal como é constituída uma peruca?

1. Habitualmente, estas perucas tem uma separação profunda de 6cm, e incluem ainda uma costura detalhada e minuciosa de cabelos todos juntos. Desta forma é fácil conseguir o aspeto de cabelo natural.
2. Atualmente muitas perucas são constituídas por uma zona frontal de rendas com 6 cm de profundidade que permite às pessoas, mudar livremente a direção do cabelo bem como o lado para o qual definem a sua risca. Mais uma vez a ideia é permitir um visual natural, bem como a possibilidade de criar diversos tipos de penteados sem estarmos preocupados com a direção ou com o alinhamento dos fios.
3. Atualmente muitas perucas incluem também um suporte em renda suíça que pode ser castanho ou transparente.
4. Para uma melhor manutenção das perucas, devem ser utilizados pentes ajustáveis para as perucas dianteiras com renda de forma a não interferir com a aparência natural da mesma, mantendo assim um ar sempre o mais natural possível.
5. No que diz respeito a densidade de cabelo, estamos aqui a falar de 130% a 250%, por isso não se preocupem com a questão do volume.
6. Hoje em dia, as texturas já se encontram disponíveis em vários tipos de texturas e modelos, desde os modelos retos, ondas profundas soltas, ondas naturais, ondas profundas e texturas encaracoladas, assim existem mil e uma possibilidade que podes testar.
7. Existe uma enorme variedade de cores, desde os famosos tons pastel, passando pelos tons vermelhos, azuis, cor-de-rosa ou até mesmo verde. Claro que os tons naturais também não faltam, o que obviamente permite criar uma mudança de visual sem descolorar ou fazer colações nos fios de cabelo.

E tu, o que achas deste tipo de perucas? Usavas?


Facebook Wig for Queen | Site Wig for Queen



Este texto foi pago ou patrocinado.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

#Resumo da semana nº01/2022

janeiro 10, 2022 28 Comments

2022 começou a um ritmo bem acelerado, mas a ideia de conseguir fazer tantas coisas novas e diferentes deixa-me muito empolgada e cheia de dinamismo.

Ando a pensar fazer algumas formações, para ajudar a manter o engenho ativo. Gosto de aprender e nos últimos tempos tenho sentido que estava muito parada, por isso decidi que este ano vou fazer coisas novas e aprender coisas novas.

A semana que passou foi também marcada pelo aniversário do meu pai e pelo passeio que fizemos até Viseu. Claro que entretanto trouxe muitas novidades sobre os locais que visitei para depois partilhar contigo.

Legenda:

1. Não há frase irónica que não revele alguma verdade escondida.

2. Aquele momento em que a tua patuda te deixa com preguiça só com um olhar...

3. Depois de algum tempo na cozinha, eis que está pronta mais uma receita para publicar no blog...

4. Dia de turistar por Viseu...

5. Aqueles jantares a dois...
 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Linha Desfalecida - 17º Capítulo

janeiro 07, 2022 22 Comments

E chegou finalmente o 1º capítulo de 2022!

Aposto que muitos de vocês, já estavam com saudades da história, e por isso, hoje temos mais uma capítulo de "Linha Desfalecida", cheio de muitas emoções.

"Ao fim de uma hora Isabel percebeu que não conseguia se concentrar nos livros que tinha à sua frente, as palavras da Viviana ecoavam pela sua cabeça e rufavam como tambores. O que seria a mudança no Hugo a que ela se referia? Teria sido durante o período de transição dele? Durante as conversas que ele tinha tido com ela, ele nunca lhe contara nada muito específico sobre o momento em que passara pela mudança, mas em pequenas partes Isabel conseguia entender que a mesma não tinha sido fácil, e talvez fosse por isso que ele se tinha tornado tão reservado.
Cansada de lidar com os seus sentimentos, pegou nos livros, foi ao balcão pagar e saiu do café.
Estava a estacionar o carro em frente ao portão de casa, quando viu Hugo aproximar-se.
Vinha a correr e aparentemente já tinha feito alguns quilómetros de exercício antes de ali chegar.
- Ei! Olá! – respondeu ele ofegante.
- Olá! – respondeu Isabel o fitando de alto a baixo, por algum motivo ele parecia mais atraente e mais normal quando estava transpirado e ofegante. – Não sabia que corrias…     
- E não corro, só quando estou com muito stress! -. Respondeu ele rindo.
- Ah, pois, desculpa por isso! – disse a Isabel percebendo que era ela o motivo de stress dele. – Vou para dentro…
- Não foi isso que eu queria dizer… - desculpou-se ele.
- Ambos sabemos que isso tem um fundo de verdade…
Por muito que não desejasse aceitar, ela tinha mudado a vida dele, e apesar de ele não ter a obrigação de cuidar dela, ele tinha-o feito e agora não podia simplesmente voltar atrás e fazer de conta que isso nunca tinha acontecido.
- Isabel… - disse ele aproximando-se dela, estavam tão perto que Isabel sem saber como nem porquê, desejou que ela a beijasse, que houvesse da parte dele mais algum sentimento que não a de um amigo ou protetor.
- Não te preocupes com isso, não vais precisar de cuidar de mim para sempre… Depois deixo de ser tua responsabilidade…
- Não se trata disso. – disse ele, contudo a voz saiu abafada - Merda! O que é que se passa comigo?
- Precisas de alguma coisa? – perguntou ela ao perceber que ele estava em conflito com algo.
- Sim. – disse ele aproximando-se ainda mais dela e beijando-a.
Isabel sentiu primeiro os lábios dele nos dela, depois a mão dele a percorrer as suas costas até chegar ao seu pescoço, e de repente Isabel sentiu as pernas a tremer, quando a língua dele encontrou a dela e o beijo ficou ainda mais intenso, ela também o abraçou com a mão que não segurava os livros.
- Desculpa. – disse ele assim que o beijo terminou, contudo ainda estava suficientemente perto.
- Não precisas de pedir desculpa… - sussurrou ela, aproximando-se dele na esperança de um segundo beijo, queria tanto voltar a repetir o beijo só para ter a certeza que tinha sido real.
- É melhor ir para casa… - disse ele afastando-se calmamente. De repetente ele sentia-se estranho, como se estivesse a ser puxado por algo que o fazia desejar aquela rapariga.
Por outro lado, Isabel não sentia nada, e quando percebeu que ele se ia afastar sentiu-se negada e magoada, tinha sido um erro, e ele aparentemente não tinha gostado do que tinha acontecido. De repente ela já não queria mais que ele a beijasse e apenas queria que ele fosse embora e terminasse de uma vez por todas com aquela situação embaraçosa para ambos.
- Desculpa. – disse ele por fim afastando-se. – Vemo-nos amanhã na escola!
Isabel ficou a vê-lo atravessar a rua até sua casa. Como era possível as coisas terem acontecido assim? Pela segunda vez no mesmo dia teve vontade de chorar, mas em vez disso colocou o seu melhor sorriso e entrou em casa.

    
No café Rui ajudava o Marcelo servindo alguns cafés quando de repente a Samanta entrou pela porta e se sentou numa mesa num dos cantos. Rui sorriu e aproximou-se da mesa.
- Não te estou a seguir! – exclamou ela. – Gosto do ambiente daqui!
Rui percebeu que era verdade aquilo que ela dizia e sorriu.
- Queres beber alguma coisa? – perguntou ele ainda sorrindo.
- Café, por favor. – pediu ela. Ele entregou-lhe um dos cafés que tinha na mão para levar a outra mesa. – Isso não era para outro cliente?
- Eram, mas agora são para nós os dois! – disse ele sentando-se na mesa servindo-se do outro café. – Como estás?
- Hum… - começou ela sem saber o que dizer. Porque motivo ele estava ali sentado à sua frente? Como é que ele conseguia estar tão à vontade com uma estranha? Estaria ele desconfiado que ela estava em busca de algo, ou seria ele apenas um rapaz extremamente sociável? – Tens noção que isto é estranho…
- Como assim? – perguntou ele que apesar de perceber a confusão dos sentimentos dela, não sabia muito porque motivo isso acontecia.
- Primeiro acusas-me de te seguir, agora estás sentado à mesa comigo como se fossemos amigos…
- Podemos ser amigos… - respondeu ele animadamente.
- Eu efetivamente ando a seguir-te! – confessou ela. Ele fitou-a admirado com a sinceridade das suas palavras. – Mas também é verdade que gosto do café e do ambiente daqui.
E mais uma vez ela dizia a verdade.
- Porque é que continuas a seguir-me? – perguntou o Rui, fitando pelo canto do olho o Marcelo que parecia estar atento à conversa deles, apesar da longa distância que os separava.
- Porque eu sei que fizeste alguma coisa naquela noite no bar… - confessou ela. – Fiz e refiz os meus cálculos, não estou errada… Mas não existe como explicar sem parecer maluca…
- Todos temos uma lado maluco, não precisas de te sentir mal por isso. – brincou ele.
- E depois aquele assalto… aconteceu alguma coisa também…
- Foi um momento muito tenso, é provável que tenhas ficado em choque e estejas a confundir as coisas não achas?
- Não. Aconteceram várias coisas, aquela rapariga loira estava estranha, e não era só o choque e depois, aquela tua amiga, a maneira como ela imobilizou o assaltante…
- A Alexa pratica artes marciais, ela sabe muito bem como imobilizar uma pessoa, mesmo um adversário maior que ela… Sei o que digo, já treinei com ela e jurei nunca mais repetir a experiência… - brincou ele rindo.
- E então, explica-me, porque é que o assaltante não levou o dinheiro toda da caixa? – perguntou ela por fim.
Nesse momento ele ficou perplexo, na altura do assalto tanto ele como o Marcelo, tinham percebido que por algum motivo o assaltante tinha apenas levado uma pequena parte do valor, como se efetivamente a meio do assalto ele tivesse mudado de ideias, mas acabara por se esquecer disso, e também não esperava que mais alguém tivesse reparado nesse pormenor.
- Como sabes isso?
- Quando me mandaste sair pela porta das traseiras passei pela caixa e o dono ainda estava com uma quantia considerável na mão…
Nesse instante o Rui fitou o Marcelo, que o fitava atentamente. Havia ali uma grande lacuna por preencher e ele não sabia a resposta.
- Então, conta-me lá qual é a tua teoria sobre o assunto… - Pediu ele para ganhar tempo. Ela já os achava estranhos, sabia que Rui tinha feito alguma coisa na noite em que se conheceram, e tinha percebido que a intervenção da Alexa tinha sido rápida e segura de mais, contudo nem ele sabia como explicar porque motivo o assaltante tinha ido embora sem levar o dinheiro todo.
- Não tenho. – confessou ela. – Mas digamos que é estranho que uma pessoa venha fazer um assalto, e que estando tudo a correr bem, não tenha levado o dinheiro todo da caixa. Quem se contenta com pouco dinheiro quando pode levar mais?
- Vamos ver e o ladrão não era ganancioso! – brincou ele.
- Pode ser, mas pareceu mesmo que alguém o fez mudar de ideias…
- Estavas aqui como eu, ninguém tentou fazer o desgraçado mudar de ideias… Aliás ele estava ocupado de mais a assustar a Isabel…
Neste momento uma luz de alarme acendeu-se na cabeça dele. E se tivesse sido a Isabel a fazê-lo mudar de ideias mesmo sem saber?
- És um génio rapariga! – exclamou ela sorrindo-lhe, depois fitou o Marcelo que o continuava a observar mas desta vez com uma expressão de preocupação no rosto, e só então ele percebeu que tinha falado de mais, e por isso decidiu disfarçar – Devias ir dizer isso à policia!
Samanta fitou-o chateada, por algum motivo achava que o tinha convencido de que algo estranho tinha acontecido.
- Eu vou provar que tenho razão!
- És bocado paranoica, mas por algum motivo gosto disso! – acrescentou ele com o seu habitual charme. – O que me dizes de discutirmos mais o assunto num encontro? Sexta-feira à noite?
Samanta estava genuinamente surpreendida com este repentino convite para um encontro. Mas acenou em concordância.
- Agora tenho que ir tratar de uma coisa, mas sexta encontramo-nos aqui às oito da noite… - Disse ele levantando-se. – E trás o top bonito que não se sujou no outro dia! – terminou piscando-lhe o olho enquanto se afastava e saia do café com um passo apressado."

 

Se ainda não tiveste a oportunidade de ler...   

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo7º Capítulo | 8º Capítulo9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capitulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo |

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

VLOG | Como foram as obras aqui em casa

janeiro 06, 2022 36 Comments

Ora aqui está uma publicação que já devia ter sido feita à algum tempo, mas que por vários motivos foi ficando para trás. Como prometido, vou contar-te tudo sobre as obras aqui em casa.

Em fevereiro de 2021 decidi criar o meu próprio espaço, ou seja a minha própria casa em casa dos meus pais. 

 

Mas para te contextualizar e tal como explico no vídeo que publiquei no canal, o antigo dono desta casa, quando o seu filho casou, acrescentou uma pequena casa, na parte de trás da casa original, e é nessa "segunda casa", que eu estou atualmente a morar.

 

Mas falemos daquilo que interessa, as obras. Ao todo demoraram cerca de 3 meses até ter as obras terminadas completamente, mas só agora é que consegui terminar a decoração e deixar o espaço tal como pretendia. 

 

Claro que, como todas as obras, também estas tiveram tiveram os seus contratempos, mas mesmo assim, acabou por ser realmente simples. Claro que, o facto de a mão-de-obra ter sido feita por mim e pelo meu pai ajudou bastante a controlar o tempo de outra forma, e além disso ajudou-me bastante a poupar algum dinheiro.

 

E por falar em dinheiro, ao todo, foram gastos cerca de 2000€, isso inclui entre outras coisas as seguintes despesas:

  • Trolha para emaçar as paredes;
  • Soalho flutuante branco para a parede;
  • Soalho flutuante castanho para o chão;
  • Tijolos;
  • Tinta parede;
  • Janelas;
  • Mármores para a casa de banho 
  • Entre outros

 

Claro que, e volto a referir, a maioria da mão-de-obra foi feita pelo meu pai e por mim o que ajudou a poupar também muito dinheiro.

 

De qualquer forma, não só foi uma experiência muito positiva e enriquecedora, como é fantástico ter o meu espaço e a minha independência. Criar com as minhas mãos o meu próprio espaço deu um sabor ainda mais especial a todo o projeto, e claro, hoje valorizo e muito este meu cantinho.

 

Para te ajudar e te mostrar todo o processo, fiz um vídeo, onde compilei todos os pequenos vídeos que fui fazendo para o Instagram ao longo dos meses, e claro, onde te explico todo o processo e claro, onde partilho o resultado final.

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

Dicas para vestir bem num casamento

janeiro 06, 2022 10 Comments

Quando falamos em casamentos, existem vários papeis de destaque que nunca devem ser esquecidos, entre eles estão obviamente os noivos, as mães dos noivos, os padrinhos e madrinhas, e as damas de honor.
Na hora de escolher o que vestir nunca é fácil, afinal o que veste cada uma destas personagens? Pois bem, eu fui ao site da 4 Proms e trouxe as respostas para estas perguntas.

1; 2; 3; 4

O que deve vestir a madrinha de casamento?

  • Evita usar cores como o preto e o branco, estas cores não são de todo "permitidas" às madrinhas a não ser que a noiva diga que pode ser.
  • Pergunta à noiva de que cor vão a mãe da noiva e a mãe do noivo. Essas duas mulheres devem ter um grande destaque por isso nunca deves ir nos mesmos tons que elas.
  • Os decotes e rachas são permitidos, contudo devem ser elegantes e discretos.
  • Os melhores tecidos são, as rendas, seda crepe, cetim entre outros.
  • Se a festa for durante o dia, investe em cores claras.
  • Caso a cerimónia seja durante a noite um vestido mais curto em tons mais escuros é também uma opção válida.
  • Evita vestidos com cauda.

 

O que deve vestir a mãe da noiva?

  • A mãe da noiva deve procurar uma harmonia de visual e apostar num modelo que seja fiel à sua personalidade. Neste caso o ideal é encontrar detalhes em que as cores, os tecidos e os materiais se completem.
  • Tal como acontece com as madrinhas o importante é saber qual é a paleta de cores que vão ser utilizadas e escolher de acordo com o destaque de pessoa.
  • Os vestidos, podem ainda ter decote desde que seja discreto.
  • A mãe da noiva deve evitar vestidos pretos ou brancos, mas pode apostar em qualquer outra cor.

 

O que deve vestir a mãe do noivo?
  • A diferença entre os cuidados que a mãe do noivo e a mãe da noiva devem ter não varia entre si. os especialista são unânimes quando defendem que a mãe do noivo deve apostar num visual sóbrio e elegante.
  • No que diz respeito ao protocolo da indumentária do casamento é ainda permitido à mãe do noivo usar vermelho, mas sempre com a devida elegância.


O que deve vestir a dama de honor?

  • O modelo dos vestidos das damas de honor não precisa de ser igual, mas devem ser todos da mesma cor.
  • A cor e os modelos dos vestidos das damas de honor, devem ser escolhidos pela noiva, mas é sempre importante que as damas de honor se sintam confortáveis e elegantes.
  • Turquesa, cor-de-rosa pálido, salmão, amarelo, laranjas e violeta são as cores mais usadas para os vestidos de damas de honor para cerimónias diurnas.
  • Azul forte, azul marinho, rosa fúcsia e verde-esmeralda são as cores mais usadas para casamentos ao final de tarde ou à noite.
  • A cor dos vestidos das damas de honor deve fazer um contraste harmonioso com a palete de cores usadas no casamento.


Facebook 4 Proms | Site 4 Proms



Este texto foi pago ou patrocinado.



Esta publicação foi reciclada e baseada num post anterior

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

quarta-feira, 5 de janeiro de 2022

"É melhor fazer algo que gostamos para enfrentar as dificuldades do dia-a-dia"

janeiro 05, 2022 26 Comments

Se hoje ligares a tua televisão no Porto Canal, quase de certeza que entre muitos rostos conhecidos do publico te vais cruzar com o rosto da Alexandra Costa Martins, a jornalista da Maia que faz parte do canal à mais de uma década.

Ontem é só Memória: O que é que te inspirou a seguir uma carreira no jornalismo?
Alexandra Costa Martins:
Querer uma profissão sem feriados, sem fins de semana e quase sem limites. Sempre soube que queria trabalhar em algo que me desafiasse todos os dias. O Jornalismo é o exemplo perfeito. Temas e assuntos que precisam de estudo e investigação diariamente. Atualmente apresento um programa diário, em direto, sobre saúde. Tenho aprendido imenso e o maior desafio é não falhar. Desde o vocabulário, às causas, sintomas e tratamento. É literacia em saúde. De resto já fiz de tudo um pouco. Entretenimento, política, economia, sociedade, acidentes... Percebem a dinâmica? É isto que me motiva.
 
Ontem é só Memória: Enquanto jornalista, qual foi o maior desafio que já enfrentaste?
Alexandra Costa Martins:
Em 2011 pediram-me para ir fazer um direto nas Caxinas. Acompanhar a chegada dos pescadores que tinham sido resgatados em alto mar, depois da embarcação em que seguiam ter naufragado. O reencontro destes homens com a sua família foi arrepiante. Ainda hoje sinto o cheiro a mar desse dia e consigo ouvir as lágrimas de alegria de todos os que estavam presentes. Incluindo eu. Chorei muito. Este foi um desafio emocional mas muito gratificante.


Quando o assunto são os meios de comunicação atuais, a jornalista do Porto Canal, explica que a facilidade com que se escreve uma notícia e se publica numa rede social é um verdadeiro problema e acrescenta "As redes sociais e a rapidez com que se mostra ao mundo algo só veio ajudar e facilitar o nosso trabalho mas nem todos são jornalistas, não é? Não compramos todos os produtos da prateleira do supermercado, escolhemos aquele que consideramos melhor e mais gostamos. É igual."

 
Ontem é só Memória: Como achas que se pode combater este fenómeno tão negativo para a informação e formação das pessoas?
Alexandra Costa Martins:
Acho que os leitores, ouvintes e telespetadores têm um papel fundamental. Saber selecionar a fonte. Só assim evitamos que “jornalistas” sem formação/veracidade consigam continuar a escrever e publicar notícias.

Ontem é só Memória: Há mais de 10 anos que és um dos rostos do Porto canal como é que te sentes quando és reconhecida na rua? Alguma vez sentiste algum tipo de desconforto?
Alexandra Costa Martins:
É raro acontecer mas quando alguém me reconhece fala sempre com muito carinho do meu trabalho e do Porto Canal. Fico muito envergonhada.

A formação académica da Alexandra, inclui um curso profissional de comunicação social no INED, e ainda uma licenciatura do ISMAI, contudo, e apesar da longa formação, existem sempre factores que diferenciam a faculdade e a prática da teoria em mundo real.

Ontem é só Memória: Que conselho, gostarias de dar a todos os jovens que estão a pensar seguir esta área?
Alexandra Costa Martins:
Que o façam. Que sigam os vossos sonhos. Esta área não é fácil mas o que é fácil atualmente? É melhor fazer algo que gostamos para enfrentar as dificuldades do dia-a-dia. E se a meio do curso perceberem que não é aquilo que queriam seguir, mudem e procurem o que vos realiza. 

E para quem não sabe, a Alexandra é ainda forte defensora dos direitos dos animais, e se a seguirmos nas redes sociais, pudemos ver a sua participação em várias campanhas.

Ontem é só Memória: O que é necessário mudar para evitar tantos crimes contra animais e para aumentar a adoção?
Alexandra Costa Martins:
Leis. Leis que funcionem. Nos últimos anos Portugal deu um passo gigante mas não chega. Bater, maltratar ou abandonar um animal devia ser punido de uma forma mais pesada

Ontem é só Memória: Já agora se uma pessoa pretende adotar um patudo, como o pode fazer de forma simples e responsável?
Alexandra Costa Martins:
O primeiro passo é querer. O segundo é saber se estão reunidas as condições necessárias para ter um animal em casa. Alimentação, saúde e carinho são essenciais. De resto, não faltam associações de animais que estão lotadas e a fazer imensos esforços para garantir que nenhum animal passa fome ou frio. Todos temos o direito de escolher se queremos ter um animal ou não mas nunca devemos deixar o egoísmo falar mais alto. Quero com isto dizer que as associações precisam de ajuda, de bens essenciais e donativos monetários que fazem a diferença. Não é cliché, um euro faz mesmo a diferença.

Já conhecias a Alexandra Costa Martins e o seu trabalho? O que achaste desta entrevista?
 

 Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest


Instragam