Translate

sexta-feira, 17 de dezembro de 2021

# Capítulo # Linha Desfalecida

Linha Desfalecida - 16º Capítulo

Com as festas à porta, e como o blog também vai estar de férias de natal, este vai ser o último capítulo de 2021 do "Linha Desfalecida", se tudo correr como estou à espera em 2022 vamos ter muitas novidades sobre a história.

"Isabel entrou em casa e foi surpreendida com o delicioso cheiro de carne a assar no forno, o cheiro era de tal maneira reconfortante que sentiu um breve ronronar no seu estômago. Caminhou alegremente pela casa, era muito usual a mãe fazer cerne assada quando ela e o pai regressavam de uma viagem, e este cheiro só podia ser sinónimo de eles estarem de regresso a casa.
- Mãe? – perguntou ela assim que entrou na cozinha e viu a mulher no balcão. Correu para ela e abraçou-a.
- Isa querida, como estás? – perguntou a mulher.
- Estou bem, e vou ficar melhor depois de comer um jantar feito por ti! – brincou a Isabel.
- Desculpa não ter estado aqui quando as aulas começaram… Como te estás a dar na escola nova?
- Estou a dar-me bem, e sim, já estou a fazer amigos!
- Já reparei. – disse a mulher fitando a filha com um sorriso, Isabel fitou-a com um olhar interrogativo. – Tens areia nas calças e nas botas, deves ter ido com alguém à praia…
- Ah! – concordou a Isabel envergonhada – Sim fui, fomos só dar uma volta para espairecer…
- Faltaste às aulas Isabel? – perguntou a mulher agora fitando a filha com austeridade. Isabel apenas baixou o rosto e acenou com a cabeça. – As aulas começaram à uma semana e já estás a faltar às aulas? Onde tinhas a cabeça menina?
- Desculpa, mas… - começou a Isabel, contudo não havia nada que pudesse dizer sem mentir ou revelar a verdade sobre os últimos acontecimentos. – Não volta a acontecer…
- Espero bem que não! – disse a mulher – Vai mudar de roupa e anda jantar, a comida está quase pronta.
- Sim! – concordou ela afastando-se, pelo caminho ainda abraçou o pai que encontrou no caminho, mas que para variar estava ocupado a olhar para gráficos no seu ipad. Era usual ele se desligar do mundo à sua volta quando estava completamente concentrado nas suas contas e gráficos coloridos, sempre fora assim, contudo era o primeiro a desligar o aparelho, o iphone, ou o computador, quando uma das filhas ou a mulher dizia que precisava de falar com ele.  
Isabel entrou no quarto e fechou a porta atrás de si. Pela primeira vez na vida, sentia-se sozinha. Queria contar à mãe como tinha sido o seu dia, as coisas que descobrira, mas e se a mãe a achasse uma aberração? Ou se ela achasse que a filha estava maluca por andar a beber sangue? A própria Isabel tinha dificuldades em acreditar e se mesmo sentido as alterações do seu corpo não conseguia achar nada daquilo normal, o que diria uma pessoa cuja normalidade não inclui beber sangue, ou ter superpoderes?
Pela primeira vez desde que toda esta loucura começara, ela deixou-se escorregar pela porta e acabou por se sentar no chão, então, mais uma vez sozinha começou a chorar.


- Posso entrar? – perguntou o Hugo espreitando pela porta entreaberta do quarto da irmã que estava sentada na secretária de canto aparentemente a fazer os trabalhos de casa.
- Sim. – respondeu ela virando-se na cadeira para observar o irmão.
- Queria agradecer teres aparecido hoje no areal, foi importante para mim ter-te presente…
- Eu sei. – respondeu ela com calma. – Não vou mentir e dizer que tudo isto me agrada, mas todas as pessoas precisam de ajuda de vez em quando e se tu queres ajudar a Isabel, então eu ajudo-te a ti! – sorriu ela.
- Sabes que eu acho que se calhar até te ias dar bem com a Isabel… Ela é mais durona do que parece…
- Confesso que me surpreendi com a postura dela, mas não preciso de mais amigos! – respondeu ela. – Eu e o Rui achamos que tens um fraquinho por ela!
- O Rui devia estar calado! – exclamou o Hugo chateado.
- Então é verdade?
- Não sei, e neste momento isso não é preocupação, existem outras prioridades nas nossas vidas, nomeadamente resolver uma cascata de problemas que ainda vão surgir…     
- Mais tarde ou mais cedo vais ter que lidar com isso…
-Agradeço a tua preocupação, mas nem sequer te devias preocupar com isso… - disse ele saindo, ela ainda pensou em responder, mas calou-se.


Depois do jantar, Isabel decidiu pegar nos livros e ir até ao café para fazer os trabalhos de casa, sentia-se sufocar em casa e precisava de não pensar em nada que não fosse história ou filosofia.
- Café? – perguntou o Marcelo assim que a viu entrar.
- Sim por favor. – disse ela sentando-se e fitando os cadernos, a vontade de estudar era nula, mas tinha que manter a cabeça ocupada e a melhor maneira de fazer isso que ela conhecia era estudando.
- Olá! – disse a Viviana que entrou no café na companhia do irmão.
- Olá!!! – sorriu a Isabel.
- Estas a estudar aqui? – perguntou o David.
- Gosto de estudar em cafés, além disso preciso de colocar a matéria em dia. – mentiu a Isabel.
- Foste embora depois da primeira aula, está tudo bem? Pensei em te ligar, mas não sabia se estavas ocupada. – disse a Viviana.
- Podem se sentar aqui se quiserem. – disse a Isabel educadamente. – Sim, está tudo bem, estava apenas a sentir-me adoentada… Nada de mais…
- Ainda bem que estás bem! – disse a Viviana sentando-se em frente da rapariga, o David despediu-se e foi para junto dos amigos. – Não quero fazer filmes, nem me envolver nessas coisas, mas estavam a dizer que te viram sair da escola com o Hugo Alexandre.
Isabel fitou a rapariga tentando não se mostrar surpreendida pelo comentário.
- Ele ofereceu-se para me levar a casa para eu não ir a conduzir adoentada. Somos vizinhos por isso não vi mal nenhum!
- Ah sim, claro, e fizeste bem, se não estavas em condições de conduzir…. Mais vale prevenir…
- Mas porque motivo é assunto o facto de eu sair da escola com o Hugo?
- Não existe problema nenhum. Apenas é estranho vê-lo com outras pessoas que não sejam o Rui e a irmã… Quer dizer, eles vão a festas, falam com toda a gente, mas a verdade é que bem lá no fundo eles fazem parte de um núcleo fechado, todos sabem quem eles são, mas ninguém sabe nada sobre eles.
- Gostam de manter a sua privacidade, não mal nisso! Eu também gosto de manter a minha… - reforçou a Isabel, Viviana fitou-a percebendo a mensagem que Isabel lhe acabava de transmitir.
- Percebi a mensagem. Apenas acho que te devo avisar que eles não são quem parecem ser, muito menos o Hugo, há cerca de três anos ele mudou radicalmente, e desde então ninguém soube nada sobre ele, não haviam novos amigos, nem namoradas… Foi muito estranho… Só isso.
- Esta cidade é realmente muito pequena! Mas obrigada pelo aviso! – respondeu a Isabel fazendo um gesto que indicava que ia voltar aos seus livros.
Viviana afastou-se para junto do irmão, continuando pontualmente a fitar Isabel atentamente."

 

Se ainda não tiveste a oportunidade de ler...   

1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo7º Capítulo | 8º Capítulo9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capitulo | 13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo |


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

40 comentários:

  1. Gente nova nos seus enredos
    pragmáticos ´. *)

    Bela tarde e noite agradável
    com espírito Natalício
    para um bom e belo fim de Semana com alegria, beijinhos ´. `)

    ResponderEliminar
  2. Já um homem não pode ser educado 😀
    Bom fim-de-semana
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Oh, que gostei mais uma vez de ler esse capitulo, que seja umas boas ferias
    Beijinhos
    Novo post
    Tem Post Novos Diariamente

    ResponderEliminar
  4. Mais um capítulo interessante.
    Aproveite bem as suas férias de natal.
    Beijinhos!

    galerafashion.com

    ResponderEliminar
  5. E a história lá vai seguindo o seu cabelo, de forma segura
    😊

    ResponderEliminar
  6. Interesse pleno e continuado.
    Parabéns.
    Votos de um Santo Natal

    Beijo
    SOL da Esteva

    ResponderEliminar
  7. Mais um deslumbrante capítulo que muito gostei de ler.
    .
    Bom fim-de-semana
    .
    FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  8. Happy Holidays.
    Enjoy your vacation.

    Ann
    https://roomsofinspiration.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Isabel's mind so busy with things. I really dont know how she focus on lessons, books etc. Another Very interesting chapter,

    ResponderEliminar
  10. Hey great blog! I really like this post.

    ResponderEliminar
  11. Thank you for sharing more of your writing :)

    Hope that you are having a good weekend! :) We had a fun playdate at the park yesterday.

    Away From The Blue

    ResponderEliminar
  12. pues me ha encantado de nuevo, sigue asi preciosa

    ResponderEliminar
  13. Thanks for sharing such a great idea! Looking forward for the next post.

    ferbena.com >> The Comfy Seamless Underwear

    ResponderEliminar
  14. Olá Teresa!
    Passando por aqui, para desejar uma boa semana, e desejar igualmente um Feliz Natal com tudo de bom.
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  15. Amei o capítulo
    beijos
    https://www.dearlytay.com.br/

    ResponderEliminar

Instragam