Translate

sexta-feira, 27 de agosto de 2021

# aniamis # animais de companhia

O que é, e como combater a obesidade em animais de estimação

A obesidade é algo que afeta também os nossos animais de estimação. E embora seja muito fácil ficarmos na tentação de os mimar com petiscos, sobras de comidas, ou até mesmo um extra de ração ou de biscoitos é preciso relembrar que uma dieta equilibrada e saudável é igualmente importante tanto para cães como para gatos.


Mas afinal o que é a obesidade de um animal de estimação:
Tal como acontece com os seres humanos, a obesidade nos animais é caracterizada pelo acúmulo de quantidades excessivas de gordura corporal. Isto acontece quando o teu animal de estimação consome mais energia (sobre a forma de alimentos) do que aquela que gasta nas suas atividades do dia-a-dia. E depois de estar acima do peso pode ser muito difícil o animal de estimação recuperar o peso normal.

Quais podem ser as causas de obesidade nos animais de estimação?

  • O risco de sofrer de obesidade aumenta quando os patudos vivem em ambientes fechados, principalmente em apartamentos.
  • Deixares o teu animal de estimação comer à vontade (isto é mais frequento nos gatos, pois como eles vão comendo ao longo do dia pode ser difícil controlar as quantidades ingeridas)
  • Raças de cães grandes ou gigantes tem mais tendência para sofrer de obesidade, contudo algumas raças pequenas também tem esta tendência mais acentuada.
  • E por falar em raças, alguns gatos de raças mistas também tem mais propensão a sofrer de obesidade.
  • A castração em alguns casos pode reduzir o nível de energia do teu patudo e como tal resultar num aumento do peso.


Como combater a obesidade do teu animal de estimação?

  • Acompanha desde cedo o desenvolvimento físico do teu animal.
  • Os patudos castrados podem necessitar de uma dieta especial devido à alteração do metabolismo.
  • Mantém uma alimentação equilibrada acompanhada e aconselhada pelo veterinário.
  • Estabelece um horário e porções regulares.
  • Substitui os biscoitos, por atenção, carinho ou outros mimos que o teu patudo goste. Se tal não for possível, verifica com o veterinário quais são as opções mais saudáveis deste petisco.
  • Se tens um cão, opta por caminhadas regulares, se por outro lado tens um gato, começa a espalhar brinquedos pela casa para obrigar a movimentação do felino.
  • Mantém uma restrição relativa à alimentação e petiscos fora de horas.
  • No caso de animais idosos ou com mobilidade reduzida, podes optar por fisioterapia ou hidroterapia.


É sempre bom lembrar que a obesidade vai acarretar graves problemas de saúde, e claro, pode contribuir para o surgimento de doenças graves no teu animal de estimação. Por isso se estás alguma preocupação com o peso do teu animal de estimação, então o ideal é procurares o veterinário e encontrares com ele as melhores soluções.

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

43 comentários:

  1. Os animais são como as pessoas. Gostei da publicação!:)
    *
    Rasgam-se pensamentos pelas nuvens
    .
    Beijo, e um excelente fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Dicas e sugestões que aplauso e elogio
    Cumprimentos poéticos

    ResponderEliminar
  3. Os nossos patudos necessitam da mesma atenção!
    Excelente publicação :)

    ResponderEliminar
  4. Uma tarefa que não deve ser fácil!!!
    Bom fim_de_semana

    ResponderEliminar
  5. Que sim são uma boa dica para seguir, mas acho que nem sempre é fácil, mas devemos tentar
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  6. thanks for sharing your tips! definitely important to see a vet regularly to make sure our pets stay healthy :)

    Hope you have a good weekend ahead of you! Fun one here, a birthday party to go to each day!

    Away From The Blue

    ResponderEliminar
  7. Gracias por los consejos . Te mando un beso

    ResponderEliminar
  8. Eu tenho dois cachorros e tento ter muito cuidado com esse aspeto.
    beijinhos

    DREAMS OF A PRINCESS

    ResponderEliminar
  9. Não tenho animais de estimação. Penso que um cão requer um espaço que não tenho e sou alérgica a gatos.
    Abraço, saúde e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dependendo do tamanho do cão, pode não ser necessário assim tanto espaço, mas entendo o que quer dizer!

      Eliminar
  10. Também "somos" animais de estimação, pelo que a aplicação desta receita é comum a seres vivos... embora possa não parecer.
    Um Belo texto. Parabéns Teresa.


    Beijo
    SOL da Esteva

    ResponderEliminar
  11. Com certeza, às vezes nos esquecemos dos bichinhos e eles também sofrem de doenças

    ResponderEliminar
  12. Há que ter cuidados!
    beijinhos

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  13. Gracias por los consejos . Te mando un beso

    ResponderEliminar
  14. I let my cats eat all day and have been thinking of changing that lol

    ResponderEliminar
  15. Olá Teresa,

    Tenho dois gatinhos SRD (sem raça definida - aqui no Brasil chamamos de vira-latas). Eles têm porte grande e são castrados. Estavam engordando muito há um tempo atrás e comecei a fazer uma dieta para acertarem o peso.

    Comem ração para gatos castrados e sigo a orientação do fabricante para alimentá-los no decorrer do dia.

    Agora estão com o peso equilibrado e saudáveis!

    Ótimo post!

    Um abraço e bom domingo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É realmente importante estar atento a isso, além disso os meus parabéns pela adopção dos vira-latas!

      Eliminar
  16. Importantes as informações que você trouxe, a abesidade também afeta os animais, bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  17. Não tenho pets, mas gostei das suas dicas, vai ajudar muitas pessoas.
    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderEliminar
  18. Gostei muito das dicas! Eles ficam com problemas
    sérios de locomoção quando estão obesos e esse é
    o menor dos problemas.

    Boa semana!🌺
    Voltei para o "A Lua e eu"
    Beijos nas bochechas!

    ResponderEliminar
  19. Oi, Teresa. Tudo bem?
    Realmente é uma coisa para se prestar atenção e cuidar da alimentação dos bichinhos, minha última cachorrinha chegou a ter problemas de gastrite quando não sabíamos desse tipo de coisas. Depois passamos a cuidar e ela melhorou, informação é tudo.

    Beijos, Vanessa
    Leia Pop

    ResponderEliminar
  20. Adorei o texto, muito importante essas informações!
    Blog Entrelinhas

    ResponderEliminar
  21. Um post super útil! Às vezes não temos a noção de que estamos a fazer mais mal do que bem, aos nossos animais de estimação!
    Excelentes dicas! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

Instragam