Translate

sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

# corpo # primeira pessoa

A importância de ouvir o nosso corpo

Tem sido cada vez mais frequente, perceber que eu, e quase todas as pessoas que me rodeiam se esquecem de dar ouvidos ao próprio corpo, se já antes era assim, agora com a COVID-19, parece ser mais fácil esquecer as outras doenças, a única coisa prioritária são os sintomas da COVID-19, e o resto acaba por ser relegado para segundo ou terceiro plano.

Acredito que seja fácil, esquecer os pequenos sinais que o nosso corpo nos manda. Afinal de contas, o que é uma moedeira, picadas ou outra coisa qualquer que não implique um sofrimento constante e gritante? Se nos queixarmos de coisas pequeninas, pequenas dores, mau estares ou outra coisa qualquer, vamos nos sentir mesquinhos e pensar que o resto da sociedade à nossa volta vai apenas achar que somos mimados e que não somos capazes de lidar com pequenas coisas sem nos queixarmos.


Confesso que sofro da síndroma da resposta ideal, sempre que me questionam se estou bem, chuto logo um "Sim! Estou!", e só recentemente percebi que nunca prestei realmente atenção à esta pergunta. Ninguém está realmente bem, constantemente, seja um dor de cabeça, seja um problema pessoa, seja até mesmo uma cólica ou quem sabe uma unha encrava. Por vezes (mais vezes do que gostaríamos,), não estamos bem, mas dizemos que sim porque existe o hábito de menosprezar as pequenas coisas.

Tirei algum tempo para pensar nisso, quando foi a última vez que ouvi o meu corpo? Não me refiro a dores físicas, mas também às dores psicológicas? Quando foi a ultima vez que me sentei e deitei cá para fora aquilo que me magoa?

Só no outro dia, quando uma colega de trabalho me ligou depois do horário de expediente e me perguntou abertamente "o que é se anda a passar a contigo?" é que percebi, que pela primeira vez em muito tempo, o que a pergunta queria realmente dizer, e então percebi que existia muita coisa que me ocupava a cabeça e que me deixava fisicamente esgotada. Nesse dia desabafei e quando desliguei o telefone, percebi que me sentia melhor.

 

O que eu quero dizer com isto, é que, não devemos descurar as pequenas coisas, e devemos ouvir os pequenos sinais do nosso corpo sem esperar que aquilo que nos incomoda se torne em algo gritante e que muitas vezes pode ou não ser reversivo.

E tu, ouves o teu corpo? Quando foi a última vez que respondeste honestamente quando alguém te perguntou como estavas?

 

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Youtube | Pinterest

31 comentários:

  1. Acho que há mesmo limites para tudo, e quando não conseguimos temos de parar
    Gostei bastante do teu post
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  2. E cá pra mim
    a exploradora aventureira perfeita
    nessa beleza de foto sem fim '_~)

    Bom fim de Semana com alegria Teresa
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. A não ser que seja uma pessoa muito íntima, respondo que está tudo bem.
    Mas tens razão é importante ouvirmos os sinais que o nosso corpo transmite.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Sim é importante estar atenta a esses sinais e com frequência dou por mim a querer entrar numa espiral depressiva tudo por culpa desta maldita Pandemia!! Espero que esteja tudo bem contigo!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  5. Escutar o nosso corpo é mesmo fundamental, porque podemos estar a impedir que pequenos sinais se tornem em problemas maiores

    ResponderEliminar
  6. Precisamos dar mais atenção ao pequenos sinais para não termos que lidar com graves problemas no futuro
    Gostei dessa sua bela e oportuna reflexão, Teresa
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Nem consigo me lembrar qdo respondi que não estava bem ao ser perguntada como estava.

    Beijos/Kisses.



    Anete Oliveira

    Blog Coisitas e Coisinhas

    Fanpage

    Instagram

    ResponderEliminar
  8. Que post incrível!!! Concordo muito contigo. Temos que nos colocar sempre em primeiro lugar, ouvir o nosso corpo e cuidar muito bem dele, afinal ele é a nossa casa, né? ♥

    Com amor,
    Steph • Não é Berlim

    ResponderEliminar
  9. Sem dúvida que temos que ouvir o nosso corpo e perceber quando ele nos diz que se chegou ao limite. Óptimo post. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  10. É tão importante ouvir o nosso corpo! Confesso que cada vez mais tenho atenção aos sinais que ele me dá! :)
    beijinhos

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  11. Numa breve passagem - com mensagem colada - a fim de poder chegar a todos. Desejando que todos se encontrem bem de saúde. Obrigada a todos por não me terem “abandonado” Voltando, conforme o tempo me permitir. :)
    --
    “ Liberdade hipócrita ”
    -
    Beijo e um excelente Fim de Semana;-Prolongado.

    ResponderEliminar
  12. Acredita, é mesmo muito importante ouvir o nosso corpo, eu precisei de parar para o fazer mas acho que ainda fui muito a tempo pois agora estou muito mais atenta aos pequenos sinais :)

    ResponderEliminar
  13. Gostei muito da tua partilha, neste novo dia-a-dia não nos podemos esquecer de nós próprios.
    Que tudo corra bem :)
    Beijinhos,
    Simple World By Márcia

    ResponderEliminar
  14. Bom dia de nova Semana
    com alegria e
    hou hou hou, de Natal *.*)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Sem dúvida!
    Passei para desejar uma semana feliz!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira

    ResponderEliminar

Instragam