Translate

sábado, 4 de julho de 2020

# Capítulo # tinha tudo para correr mal

Tinha tudo para correr mal (89º Capítulo)

No outro dia, em conversa com a BFF disse que, ao contrário de todas as minhas expectativas, a história do "Tinha Tudo Para Correr Mal", estava quase a chegar aos 100 episódios. A verdade é que. tal como vos tinha dito, a minha ideia era terminar a história entre março e abril, mas devido à pandemia achei que era boa ideia continuar e ainda aqui estamos.
"Acordo com a campainha da entrada principal do meu prédio. De início penso que devo estar a ouvir a campainha vinda através das paredes de algum dos meus vizinhos, mas um segundo toque faz-me perceber que é o meu intercomunicador que está a apelar a minha atenção.
É sábado de manhã... Devia ser proibido tocar na campainha das pessoas tão cedo, a não ser que seja alguém para nos entregar café. Se for para nos entregar café está tudo bem, mas mais nada. Os sábados de manhã são sagrados, e nada justifica estar a pé antes das dez, nem mesmo uma caminhada para a nossa casa depois de uma noitada. Isso era na adolescência, agora com quase 34 anos eu quero paz, sossego e lençóis lavados.
Mais um toque, levanto-me aborrecida, deve ser alguém conhecido, pois nenhuma entrega ou desconhecido pode insistir tanto.
- Sim? - Perguntou assim que levanto o auscultador de intercomunicador, no écran cinzento aparece o rosto da Joana, o que me deixa verdadeiramente surpreendida. - Está tudo bem?
- Sim está tudo bem. Precisava de falar contigo... - Depois mostra uma saca. - Sei que é cedo, por isso trouxe café e bolinhos!
- Entra! - Digo abrindo a porta, enquanto espero que o elevador a traga ao meu andar, dou voltas à cabeça a pensar por que motivo ela me veio visitar tão cedo. Olho para o relógio, são apenas 09h45.
Abro a porta de casa ainda antes de ela chegar com o dedo à campainha.
- Tu não gostas de dormir ou fizeste algum tipo de promessa que eu não consigo entender? - Pergunto.
- Não conseguia dormir, aliás já não consigo dormir há uns dias...
- Fico desde já agradecida por decidires partilhar comigo isso e por queres partilhar comigo a tua falta de capacidade em dormir, mas de certeza que essa uma oferta muito boa, para um inimigo e não para um amigo. - Brinco enquanto colocamos a caixa de bolos em cima da mesa da cozinha.
- Preciso de falar com alguém... - Diz ela por fim. - Desculpa mas o café está frio.
Bebo um pouco, está efetivamente frio, mas é café, e café não se recusa, bebo o resto.
- Sim está frio, mas tinha cafeína, agora eu vou tirar um quente como deve ser e tu, vais me contar o que se passa.
Agora que a cafeína do café frio entrou no meu sistema, começo a processar as informações, e acho que já sei, sobre o que é que ela quer falar.
- A gravidez da Carlota mexeu comigo... Não no início, e acredita que fiquei mesmo feliz por ela e pelo Dinis, mas com o passar dos dias comecei a pensar, e acho que fiquei com um bocadinho de inveja. Isso faz de mim uma pessoa horrível!
- Não faz de ti uma pessoa horrível, faz de ti humana!
- Eu sei que agora tenho a Lili e a bebé Vitória, e eu amo-as como se fossem minhas e tenho orgulho de as ter ajudado e de ajudar, mas eu já tive um bebé na minha barriga, e senti-me tão feliz com isso... Queria e quero ser mãe, mas não o posso fazer com ninguém...
Bebo mais café, deve ser falta de cafeína, porque não estou a perceber onde é que ela quer chegar.
- Não o podes ter??? - Pergunto por fim genuinamente confusa.
- Sim, não o posso ter com mais nenhum homem, porque eu já amo um homem, e não quero ter o meu filho com mais ninguém. Sempre amei o Rodrigo, e eu queria mesmo muito ter aquele filho com ele... É com ele que eu quero, porque se não for, eu não o quero ter com mais ninguém.
- Se bem me lembro foste tu que te afastaste... Foste tu que acabou tudo... Já passou um ano, não estarás apenas emocionalmente abalada com a gravidez da Carlota... Estavas tão convicta que não querias voltar para o Rodrigo...
- O problema é esse, eu acho que o amo, mas não lhe consigo perdoar. - Explica ela por fim.
- Sabes que eu não posso fazer nada para ajudar, isso vai ter que vir de dentro de ti... Entendo os teus motivos e entendo que não lhe perdoes pelo que ele te disse e pela acusação que te fez, mas se vocês gostam um do outro, porque não tentam de novo. Tu não és a mesma mulher que eras o ano passado e definitivamente que o Rodrigo também não é o mesmo homem...
- E se ele tiver outra pessoa?
- Então o melhor é esqueceres e escolheres outro rumo para a tua vida...
Não sei se ele tem ou não outra pessoa, mas tendo em conta o tempo que passou é provável que ele já não esteja sozinho.
- Só te posso dizer que no casamento da Ana ele estava solteiro e apaixonado por ti. O que aconteceu depois disso é uma carta fechada.
- Achas que devia ir falar com ele?
- Acho que devias ser amiga dele, voltar a criar com laços com ele, conhecer esta nova pessoa em que o Rodrigo se transformou, depois deixa ver onde as coisas te levam.
Creio que é o melhor conselho que podia dar, creio que no fundo ela não o vai perdoar, se não o fez durante um ano não o vai fazer agora, mas sei que ela o ama. A verdade é que o amor é uma coisa tramada, e por vezes amamos mesmo a pessoa que não queremos amar de maneira nenhuma."

Gostaram deste capítulo? Acham que a Joana vai mesmo dar uma oportunidade ao Rodrigo?

1ª Parte - Eduarda
1º Capítulo | 2º Capítulo | 3º Capítulo | 4º Capítulo | 5º Capítulo | 6º Capítulo | 7º Capítulo | 8º Capítulo | 9º Capítulo | 10º Capítulo | 11º Capítulo | 12º Capítulo13º Capítulo | 14º Capítulo | 15º Capítulo | 16º Capítulo | 17º Capítulo18º Capítulo | 19º Capítulo | 20º Capítulo | 21º Capítulo | 22º Capítulo | 23º Capítulo | 24º Capítulo | 25º Capítulo | 26º Capítulo | 27º Capítulo

2ª Parte - Rodrigo
28º Capítulo | 29º Capítulo | 30º Capítulo | 31º Capítulo | 32º Capítulo | 33º Capítulo | 34º Capítulo | 35º Capítulo | 36º Capítulo | 37º Capítulo | 38º Capítulo | 39º Capítulo 

3ª Parte - Carlota
40º Capítulo | 41º Capítulo | 42º Capítulo | 43º Capítulo | 44º Capítulo | 45º Capítulo | 46º Capítulo | 47º Capítulo | 48º Capítulo | 49º Capítulo | 50º Capítulo | 51º Capítulo | 52ª Capítulo | 53º Capítulo | 54º Capitulo |

4ª Parte - Artur
55º Capítulo | 56º Capítulo | 57º Capítulo | 58º Capítulo | 59º Capítulo | 60º Capítulo | 61º Capítulo | 62º Capítulo | 63º Capítulo64º Capítulo | 65º Capítulo | 66º Capítulo | 67º Capítulo |

5ª Parte - Eduarda
68º capítulo | 69º capítulo | 70º Capítulo | 71º Capítulo72º Capítulo73º Capítulo74º capítulo | 75º Capítulo | 76º Capítulo | 77º Capítulo | 78º Capítulo | 79º Capítulo | 80º Capítulo | 81º Capítulo | 82º Capítulo | 83º Capítulo | 84º Capítulo | 85º Capítulo | 86º Capítulo | 87º Capítulo | 88º Capítulo |

Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

14 comentários:

  1. situação complicada, mas se fosse comigo acho que tambem nao perdoaria

    www.tofucolorido.com.br
    https://www.instagram.com/liviaalli/

    ResponderEliminar
  2. É complicado, mas o tempo ameniza as feridas. É verdade que ele foi muito bruto com ela, mas não acredito que ela tenha perdido o filho por causa disso. Uma grande percentagem de mulheres perde o primeiro filho sem que haja qualquer problema para o provocar. E depois ela também tem de entender que na altura o Rodrigo estava em choque e revoltado com o que lhe acontecera.
    Penso que ela lhe devia dar uma hipótese de se redimir.
    Abraço, saúde e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu disse à Livia, pessoalmente não sei mesmo como iria reagir se estivesse no lugar dela, não é uma posição nada fácil!

      Eliminar
  3. É uma situação muito complexa, mas nada como tentar. Como comunicar e deixar tudo bem claro

    ResponderEliminar
  4. Uma nova aproximação pode ser o reinício de relação mais amena e mais efetiva
    Só o tempo dirá se vale ou não a pena insistir
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Boa semana
    neste bom dia
    com alegria~'_~))

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. I would like to think a second chance could be given but it can be super difficult to forget and forgive.

    www.fashionradi.com

    ResponderEliminar

Instragam