quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020

# pessoas # primeira pessoa

5 coisas que aprendi com o meu primeiro emprego

Acho que a maioria das pessoas vai concordar comigo quando eu disser que o primeiro geralmente não é fácil. Não é algo de que gostamos e que geralmente não corre bem.
Para mim, o primeiro emprego foi uma espécie de rampa de lançamento para a vida profissional, tinha 18 anos, não tinha entrado na faculdade e não queria estar a "viver às custas dos meus pais". Claro que o que na altura apareceu, foi trabalho em call-center, na altura da linha de apoio ao cliente da TMN, e depois de um ano a trabalhar lá, acreditem que aprendi muitas coisas:

1. Não estás lá para fazer amigos
O primeiro emprego até pode parecer uma continuação dos tempos de escola, em que podes ter a sorte de encontrar muitas pessoas da tua idade e na mesma situação que tu, mas não estás mais na escola, e aquelas pessoas não precisam de ser tuas amigas, basta apenas manter o bom ambiente.

2. Os problemas pessoas ficam do lado de fora da porta
No teu local de trabalho, ninguém quer saber se tens problemas em casa, se tiveste problemas com o teu namorado (a), ou sem simplesmente não estás nos teus dias. Eles pagam-te para fazeres uma determinada função e não esperam que não a faças por motivos que eles consideram "inferiores". 

3. Os problemas do trabalho ficam do lado de dentro da porta 
Qualquer tipo de problema que tenhamos relacionado com o nosso trabalho, não deve nunca sair connosco no final do horário de expediente. A experiência ensinou-me que vão existir muitos motivos de preocupação, por vários motivos, mas nunca é saudável para nós virmos com esses problemas e preocupações para casa.

4. Os amigos do chefe vão ser promovidos primeiro (mesmo que sejas melhor trabalhador)
Não estou a dizer que as pessoas devam dar graxa, mas sim que devem manter sempre uma boa relação com a chefia e nunca comprar guerras, pois, a verdade é que eles vão ter uma palavra a dizer sobre nós, e se não gostarem de nós podem não dizer toda a verdade sobre o nosso desempenho ou sobre as nossas qualidades.

5. Faltar ao trabalho ou chegar ao trabalho não é viável
No trabalho pagam para trabalhar-mos um determinado número de horas semanais. Faltar ou chegar atraso, mesmo que a empresa desconte esse tempo, não é viável, pois uma equipa inteira estava a contar contigo. O trabalho é planeado de acordo com os objetivos da empresa e para esses objetivos serem realizados, eles calculam cuidadosamente o numero de colaboradores e a forma como eles desempenham as suas funções, por isso a falta de uma pessoa injustificavelmente pode causar muitos transtornos.

E vocês o que é que aprenderam de mais valioso no vosso primeiro trabalho?


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

6 comentários:

  1. Poxa miga, nunca li tanta verdade em um post... Comecei meu estágio ano passado e cada vez mais tenho visto o que você falou, vai fazer 1 ano que estou lá e provavelmente a efetivação só ocorra ano que vem :/

    Mas é isto. Estamos juntas <3
    Fora do Contexto

    ResponderEliminar
  2. Olha que tens mesmo razão, acho que nem sempre é nada fácil

    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar

Instragam

Follow Us @soratemplates