sexta-feira, 24 de maio de 2019

# comportamento # pessoa

Relações sexuais sem protecção? Não!

Recentemente deparei-me com uma situação que me deixou chocada. Conheci à algum tempo um rapaz que até era interessante, sabem como é, aquele tipo de pessoa que tem sempre um tema de conversa agradável, que faz flirt sem ser abusivo e pressionar as coisas... Bem já perceberam que as coisas até podiam estar a correr bem...
Contudo no outro dia, ele descaiu-se (penso que estava com uns copos a mais), e disse que já tinha tido relações sexuais desprotegido algumas vezes. Caiu-me tudo, primeiro porque não acreditava no que estava a ouvir, depois, porque não gosto de brincar nem de arriscar com estas coisas, então, ingenuamente perguntei-lhe se ele tinha noção dos riscos que estava a correr.
Foi a resposta que ele me deu que mais surpreendeu. Ele disse que conhecia e confiava completamente nas raparigas com tinha estado, mesmo sendo raparigas que segundo ele não hesitaram em ir para a cama com ele ao primeiro sinal.
Não contra isso! Mas se uma rapariga ou rapaz que conhece outro e facilmente faz sexo desprotegido com ele ou ela, pode já o ter feito no passado com outra pessoa. Acho que se torna um comportamento óbvio e até mesmo assustador. Por muito que se esteja apaixonado e se ame uma pessoa existem cuidados que se devem ter antes de se ter qualquer tipo de relação sexual desprotegida, e ponto final. 
 
Como é que é tão simples confiar numa pessoa? Será ingenuidade ou estupidez? 
 
Já deu para reparar que este é um assunto com o qual eu não gosto de brincar. Eu própria por exemplo, assim que me separei do meu ex-marido (em quem confiava totalmente e com quem mantinha relações sexuais desprotegidas) fui a correr ao médico pedir exames para rastrear qualquer doença sexualmente transmissível. Nunca conhecemos ninguém verdadeiramente e se eu numa relação de seis anos tive esse medo e cuidado, imaginem o que seria se tivesse tido relações desprotegida no primeiro encontro com outra pessoa que pelos vistos não se importava de o fazer também, e que provavelmente já o fez no passado.
 
Juro que não sei como é que nos dias que correm os jovens e adultos ainda conseguem pensar desta forma, com tanta informação que existe. Sei que não sou eu que estou a pensar de forma errada, mas estarei a agir mal em me sentir assustada com isto e em pensar duas vezes se vale a pena ou não investir numa pessoa que não tem cuidado com seu corpo e com a sua saúde nem com a dos outros?


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

20 comentários:

  1. Nem sei que te diga, mas hoje em dia há pessoas que não ligam a isso, enfim mas é uma coisa que devíamos preocupar
    Beijinhos
    Novo post
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  2. Concordo totalmente contigo. Protecção SEMPRE.

    Hoje:-Quero-te tanto...Quero-te, porque sim. [Poetizando e Encantando]

    Bjos
    Votos de uma óptima Sexta - Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei como é que existem pessoas que podem pensar o contrário!

      Eliminar
  3. Concordo contigo! Há que ter cuidado e atenção! Proteção sempre!
    beijinhos

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  4. Incompreensível e mais do que isso aterrador.
    Quando o meu filho era solteiro, estava sempre a chamar-lhe a atenção para isso.
    Abraço e bom fim-de-semana
    Abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu até aprendi que mesmo casado(a) é preciso ter cuidado, mas entendo que o risco seja bem menor!

      Eliminar
  5. Com certeza é um assunto muito sério e todas temos que ser conscientes. Nunca devemos nos desproteger.

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  6. As pessoas são livres de aproveitar a vida como acham melhor. E não tenho algo contra quem se envolve sexualmente com outro ao primeiro sinal, mas acho que é um pouco irresponsável não usar proteção.

    ResponderEliminar
  7. Nos dias de hoje é inadmissível esse tipo de comportamento! Mas assim se percebem as percentagens assustadoras de doenças sexualmente transmissíveis que há! Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, eu tinha dificuldade em entender essas percentagens, mas ao ver a naturalidade com que o rapaz falou, percebi que como ele devem existir muitos!

      Eliminar
  8. Quem brinca com o lume pode se queimar
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Vamos ao cinema??

    ResponderEliminar
  9. Não convém mesmo para não haver arrependimento... Bom fim_de_semana!

    ResponderEliminar
  10. Não podia concordar mais, até porque, mesmo numa relação longa e com bastante confianças, devemos sempre fazer alguns exames para ter a certeza que está tudo bem, pois qualquer pessoa pode ter uma DST sem saber que a tem, e passar ao outro. Aqui nem é uma questão de confiança, mas sim de responsabilidade.

    ResponderEliminar
  11. Bom, não sei se é motivo para descartar a pessoa, mas que é um bocado preocupante, é...

    ResponderEliminar
  12. Concordo plenamente! Nem num namorado/marido se pode confiar!

    ResponderEliminar

Instragam