Translate

domingo, 23 de dezembro de 2018

# #ontemesomemoria # #pequenabonecadetrapos

Guest Post: O Natal da partilha…

Lembro-me de ser criança e de conseguirmos juntar à mesa mais de  20 pessoas. Mesa cheia, muitas conversas, a felicidade naquela que era a melhor noite do ano. No final, os homens jogavam à sueca, ao sobe e desce, à lerpa e as mulheres faziam crochet.
Eu dividia-me entre espreitar a mesas dos homens, que levantavam a voz de quando em vez e a rodinha das mulheres que mostravam e partilhavam conhecimentos daquela que virou a minha paixão, o crochet. Não havia de ter sete anos, ainda nem o meu irmão era nascido e já eu implorava que me ensinassem. Hoje faço-o tão bem como aquelas que me ensinaram.
Às doze badaladas o Pai Natal batia ao portão, deixava os sacos dos presentes e fazia um xau tímido. Eu corria até ao andar de cima para o ver a levantar voo no seu trenó, mas nunca chegava a tempo. Ano após ano e nunca o apanhei, o malandreco nunca esperava por mim.
Hoje em dia o Natal  tornou-se um pouco diferente, somos menos à mesa, as mulheres já não fazem crochet mas os homens continuam a jogar à sueca e eu sou  claramente a  melhor no meio dos homens.
Trago dos natais de criança a partilha, a mesa cheia, a felicidade de estarmos todos juntos, o amor que tínhamos. Desde então aprendi que Natal é partilha, é ter ao meu lado aqueles que mais gosto e é jogar a noite toda à sueca com o meu parceiro desde sempre, o meu avô.

Agradeço à Teresa o convite para partilhar a minha tradição de Natal que acabou por ser o meu significado do Natal para a Rubrica Guest Post.

Desejo a todos um Feliz Natal, que estejam sempre rodeados daqueles que mais amam, quer sejam vinte, quer sejam três, todos os dias do ano.


Muito obrigada Maria pela tua colaboração, foi um prazer receber-te aqui no meu cantinho.


Acompanhem as novidades através do Facebook | Instagram | Twitter |

21 comentários:

  1. Um feliz Natal! :D
    beijinhos

    www.amarcadamarta.pt

    ResponderEliminar
  2. É isso que é o Natal! :) Beijinhos e Boas Festas.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Isso era mesmo no tempos antigos agora não há nada disso
    Beijinhos
    Novo post //Intagram
    Tem post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  4. O Natal é tão isto *-* obrigada pela esta participação tão cheia de amor!

    ResponderEliminar
  5. Querida Teresa
    Peço ao Papai Noel que viaje em seu trenó por todos os recantos deste vasto mundo onde residem os amigos do meu coração levando-lhes a minha prenda numa bonita encomenda
    adornada com fios seda numa caixa de veludo o tesouro maior de minha vida o meu sincero e caloroso abraço e os meus mais sinceros votos de um natal feliz e muito abençoado
    Doces beijinhos no coração

    ResponderEliminar
  6. O Natal era isso sim, hoje tudo se perdeu um pouco.
    Feliz natal.
    Bjxxx Teresa

    Nao consegui identificar quem escreveu o post, mas parabéns:)

    ResponderEliminar
  7. Natal é mesmo isto :) Que jamais se perca esta essência:)
    Feliz Natal para as duas e para todos*
    Beijinhos
    https://matildeferreira.co.uk

    ResponderEliminar
  8. esse é bem o espirito do Natal, feliz Natal pra vc e sua familia

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderEliminar
  9. Até há 11 anos atrás, a noite de Natal, era passada em casa de meus pais, com eles, tios, primos, irmãos cunhados, filhos, sobrinhos, uma infinidade de gente. Sempre à volta de trinta pessoas. Incrível como nos últimos dez anos, se foram todos, primeiro os tios Luís e António, depois os pais, e por último o tio Manuel, e a tia Maria José. Com a morte dos pais, todos os outros se dispersaram e o Natal perdeu o encanto de outrora.
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. E o Natal é mesmo isto... partilha, união, e harmonia, junto dos que nos são mais queridos!
    Adorei o post! Beijinhos! Festas Felizes!
    Ana

    ResponderEliminar
  11. Eu tenho a sorte de ainda hoje ter uma mesa cheia com cerca de 20 pessoas, e sei que isso vai durar enquanto os meus avós cá estiverem, por isso há que aproveitar que passa num ápice.

    ResponderEliminar

Instragam

Follow Us @soratemplates