sábado, 14 de outubro de 2017

# #ontemesomemoria # #pequenabonecadetrapos

Crónica #04: Já ninguém liga a ninguém!

A expressão "eu sou do tempo" começa a fazer sentido para mim. Aliás apesar da minha imaturidade neste assunto percebi por fim que a expressão já me assenta como uma luva. Eu sou do tempo dos escudos, eu sou do tempo dos telemóveis que pareciam tijolos, eu sou do tempo do Dragon Ball... eu sou do tempo em que muita coisa não era o que é.
Percebi tudo isto quando no outro dia estava a fitar um daqueles telefones antigos que ainda sobrevivem em casa da minha avó. Antigamente eram horas ao telefone, a falar com amigos, conhecidos e família, mas hoje todas essas horas foram susbtituídas pelas mensagens, pelos e-mails pelo messenger e afins.
fonte
Já não se cria aquela proximidade. Agora mandamos uma mensagem e esperamos que a pessoa seja tão viciada nas tecnologias como nós somos para que ela nos responda em tempo recorde e assim manter-mos uma espécie de conversa onde a gargalhada é substituída por um lol ou por um smile.
Os colegas de trabalho já não falam... Basta enviar um e-mail e pronto recado dado. Já nenhum filho liga aos pais a pedir para comprar uma camisola, identificam os pais nas publicações e depois logo se vê.
Até as relações estão mais virtuais que nunca, os namorados falam por vídeo chamada para evitarem estar um com o outro, as relações são instantâneas em sites de encontros e acreditem em mim, vai chegar o dia que para se fazerem os bebés, vai bastar um download e um upload para se receber em casa um rebento.
Com esta história toda as pessoas esqueceram-se do que é estar em sociedade. Não sabem sorrir sem parecer cavalos, não sabem brincar sem emojis, não sabem se expressar sem gifs. O mais irónico de isto tudo?! É que eu estou a escrever este texto numa plataforma online, sozinha numa sala e espero que as pessoas partilhem a sua opinião sem nunca me terem ouvido pronunciar uma palavra!

71 comentários:

  1. Verdade Teresa, mas e não somos nós os culpados? que às vezes preferimos o tlm, pc para conversarmos? falo por mim é claro! mas acho que se passa um pouco com todos. A evolução nem sempre é boa, às vezes acho que talvez mais "comoda"
    Bjxxxx linda.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caramba, estou ctg, lindona, apesar de preferir escrever do que falar, nao gosto de skypes nem videochamadas. Prefiro o bom velhinho telefone.
      Bjinhosss

      Eliminar
  2. As novas tecnologias também tem o seu lado menos bom......

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Andas a ler-me os pensamentos? Durante muitos anos o telefone foi o meu principal material de trabalho, detesto videochamadas e prefiro escrever mensagens mas volta e meia sabe bem ouvir a voz de quem gostamos. La vai o tempo onde passava horas ao telefone com a minha melhor amiga :)
    Excelente post.
    Bjinhosss e bom fim de semana*
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  4. É muito bom ver o quanto a tecnologia evoluiu, como temos a informação muito mais facilitada, no entanto, não é tão bom neste aspeto que referis-te.
    É uma triste realidade!

    ResponderEliminar
  5. Adorei!

    http://iameleine.blogspot.com/
    http://www.instagram.com/iameleineblog/

    ResponderEliminar
  6. Bom fim-de-semana linda! :)

    xx
    www.trendsandfashionblog.pt

    ResponderEliminar
  7. É a evolução e a prova de que nem sempre ela é boa! Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  8. E se lesses o texto?
    Em qualquer caso, gostei muito e estás cheia de razão. A comunicação à distância elimina muita presença física...
    Bom fim de semana, amiga Teresa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Sempre adorei mais escrever do que falar ao telemóvel, por isso para mim isso veio ajudar, até escrever cartas é melhor do que tagarelar ao tlm :P

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  10. To be honest, I prefer to write messages but it's good to hear the voice we like.

    ResponderEliminar
  11. Eu sou bastante desajeitada socialmente, por isso para mim é muito mais fácil enviar emails e mensagens, deixam a minha ansiedade muito mais descansada. Mas percebo que a tecnologia, neste caso, também tenha o seu aspecto mais negativo :)

    http://purflefox.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  12. A tecnologia pode ser uma excelente aliada, mas, como em tudo, quando se usa sem um certo controlo acaba por ter repercussões mais negativas.
    Confesso que detesto falar ao telemóvel, prefiro mensagens. Mas, mais do que isso, prefiro a presença e a troca direta

    r: Somos duas :D

    ResponderEliminar
  13. Eu quando fui para a Universidade nao havia telemóveis e nao foi há assim tanto tempo.
    Ainda havemos de chegar ao teletransporte da série de ficção cientifica Espaço 1999. Mas tu nao és desse tempo....
    Xoxo

    marisacloset.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. Boa noite amiga!
    Minha vinda aqui hoje é para lhe convidar mais uma vez a participar, amanhã Domingo, de mais um POETIZANDO E ENCANTANDO. Será o 5º e posso garantir que a imagem que sugeri está nos incentivando a desenvolver nossa criatividade. Será mais um lindo desafio!
    Postarei logo ao amanhecer.
    Amanhã como é dia dos professores estarei indo se Deus assim o permitir para Santa Missa agradecer por todas as graças recebidas e pedir a Deus por todos os professores e educadores, pais que foram nossos primeiros mestres na tarefa de educar e ensinar.
    Parabéns a todos os professores e que jesus continue nos abençoando e iluminando nossos caminhos. Abraços da amiga Profª Lourdes Duarte.

    ResponderEliminar
  15. É tudo verdade...
    Ri imenso com a parte dos downloads para receber os bebés! :P

    Bom fim de semana! :)

    ResponderEliminar
  16. Isso mesmo.... falar com amigos ao telefone!!!!
    E mais ainda... e escrever cartas????????????
    Beijos!

    ResponderEliminar
  17. Tens toda a razão, Teresa! :)
    beijinhos

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Olha que tens muita razão e para ser sincera nunca tinha pensado nisso!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // Ganha dois batons da Avon!

    ResponderEliminar
  19. É bem verdade... eu tb sinto isso, mas já há algum tempo! Que o tempo passou por mim e já posso dizer que "sou do tempo..."!! É difícil encarar que o tempo passa, por vezes!

    ResponderEliminar
  20. Ainda sinto falta dessas horas ao telefone. Ás vezes precisamos de parar um pouco para vermos como tudo está a mudar!
    Chu,chu,
    Sara Meireles
    https://blogsarameireles.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. Acho que tens toda a razão, mas por exemplo o meu marido tens os pais longe ele claro que usa bastante os videochamada.

    Mas era muito mais interessante antigamente.

    Beijos.


    www.anafernandes.ch

    ResponderEliminar
  22. Felizmente posso dizer que não me revejo nisso. Apesar de falar imenso por mensagens também passo umas boas horas ao telefone com amigos e família e especialmente em pessoa. E isso das videochamadas com namorados acho completamente impensável. Espero que as pessoas comecem a acordar para a realidade rapidamente

    www.ayellowrain.blogspot.com

    ResponderEliminar
  23. Estás absolutamente coberta de razão!
    E eu confesso que, tendo tido oportunidade também de apreciar ambos os mundos... preferia o anterior... actualmente... tudo é demasiado impessoal e superficial, para meu gosto...
    Somos cada vez mais peritos em novas tecnologias... e em solidão... a virtualidade, não substitui o toque de um abraço... ou a calorosa presença de um sorriso...
    Beijinhos! Adorei o teu post!
    Ana

    ResponderEliminar
  24. Pois então, eu sou daquele tempo,
    que quase tudo era diferente d'agora
    mas antes eu queria dormir ao relento
    do que contrariado ter de ir embora!

    Boa noite e bons sonhos.

    ResponderEliminar
  25. Oláá! Tudo bem?
    É... realmente tem toda razão! às vezes, sinto realmente falta de antigamente.. quando ficávamos horas no telefone e só conversávamos. mas aqui estamos realmente nós nessa plataforma online, conversando com várias pessoas que não conhecemos, mas que também é legal da sua forma ^^
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  26. concordo com o que disseste, cada vez mais o contacto humano está a ser substituído por tecnologias =/

    beijinhos
    The Midnight Effect / Instagram

    ResponderEliminar
  27. Eu acho que até o email já nem se usa... é só spam :)
    Mas ridículo é teres o nr. telefone de alguém (que também tem o teu), e num dia especial, enviares/receberes uma... sms?! E quando são familiares? Se é um dia especial, se tenho o nr de telefone, porque motivo mando sms em vez de fazer uma ligação e dizer «abraço! Beijinhos, bom dia!»
    E quando familiares usam o meu messenger ( ou mesmo a minha página do face) para dizerem aquela bombástica frase: «dá os parabéns à tua mulher, beijinhos para ela» WTF ?!! ... está tudo doido? (pergunto eu) , moro no mesmo sítio de sempre, tenho o mesmo nr de telefone fixo de sempre, a minha mulher tem telemóvel (desde o tempo do "arroz de quinze" :))))) foi das primeiras a ter o 'famoso' aparelho (que aproxima as pessoas, dizem), liguem, falem, usem e abusem.
    Portanto, a culpa não é da net, dos telemóveis ou "outros tempos".... a culpa é das pessoas, da "falta de chá" e uma coisa muito importante que não precisa de rede, contrato ou net... educação.
    Boa semana!
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  28. Infelizmente hoje em dia é assim mesmo. Mas até que tem seu lado positivo, né?

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderEliminar
  29. Olha, no que respeita a bebés por upload acharia maravilhoso, mal posso esperar por esse dia! Ahahah.
    É uma CHATICE e cada vez acontece mais, pessoas que querem ser pais e esperam "eternamente" pela pessoa certa, pela altura certa (financeiramente) - alturas que nunca chegam. Um bebé por "upload" seria fantástico. :D :D

    Quanto ao resto, penso que faz falta sim, estabelecer relações de proximidade física e contacto. Eu não tive muitas enquanto crescia e devo ser um tanto mais velha que tu - pois o Dragon Ball já me apanhou na pós-adolescência. E sou do tempo em que os computadores começaram com floppy disk A e, antes desses, existiam os de jogos: dois traços brancos em cada canto horizontal do monitor de TV e um ponto branco a servir de bola, empurrada como se fosse um jogo de ténis. Era uma loucura!

    O progresso tecnológico é mesmo assim. Faz-nos sentir velhos porque 10 anos correspondem a 30.

    Ainda ontem vi um video de um adolescente a tentar marcar um número de telefone num desses de roldanas, achando que o aparelho estava avariado porque o botão parecia preso, não acontecia nada. Isso sim, é que é nascer fora do tempo... Ou melhor: nascer num tempo em que tudo se consegue carregando num botão. Inclusive escrever. E nem saber, nem que seja por filme, o que é usar um telefone dos anos 80. Como vão saber o que era escrever antes da invenção da esferográfica??

    Um dia ainda lhes passam um lápis para as mãos e vão ficar a imaginar para que serve... "lol".

    PS: Belo texto
    Essa dos filhos «identificarem» os pais para pedir algo tocou-me porque essa percepção ainda não estava tão enraizada. Mas é mesmo verdade. Gostam, publicam e depois metem o nome das pessoas que lhes podem oferecer o que desejam. Weird.

    ResponderEliminar
  30. É bem assim mesmo, guria. Eu vi recentemente o filme Her e tudo o que é falado no filme ficou muito na minha cabeça. No futuro do filme, as pessoas pagam a uma empresa para que eles escrevam cartas aos seus amados. Mas nem na empresa as cartas são escritas. Elas são ditadas e o computador escreve elas de acordo com a caligrafia de quem pediu a carta. Bizarro, né?

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderEliminar
  31. Tal é qual, hoje em dia funciona mesmo assim, mensagem pelo tlm e agora até mais pelo mensseger, e mail e feito..perdeu se o contacto entre as pessoas..até no trabalho funciona mesmo assim!!

    ResponderEliminar

Instragam